28.05.2018
* Top 5: Livros com pegada teen! ♥

Ei, Gente! :) Quem ama embarcar em uma história YA (Young Adult)? Não sei vocês, mas eu adoro esses livros de jovens adultos. Sempre tiro uma lição, me divirto e me emociono horrores! Pensando nisso, separei cinco livros com essa pegada mais teen. Não sei ao certo se todos se encaixam nesse gênero, mas já dá para perceber a ideia. Espero que gostem das indicações. Bom post! 

Post PJ - Top 5 - YACrédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Para todos os garotos que já amei (Jenny Han – Editora Intrínseca) 
Sinopse: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu para os cinco garotos que já amou. As cartas são sinceras, ela não reprime nada. Escreve tudo o que sente, sem joguinhos. Na vida real, ela jamais diria tudo isso a eles. Até que um dia, alguém envia essas cartas aos destinatários. Resultado? A vida amorosa da protagonista vira de pernas para o ar!
Observação da Pequena: Sabe aquele livro amor? É esse! Desse gênero, é um dos meus preferidos. Ah! Tem mais dois, que ainda não consegui ler. E em julho, se eu não me engano, a Netflix vai liberar o filme inspirado nessa história literária. Para saber mais sobre o que achei do romance da Jenny, é só clicar aqui 

2. Os diários de Carrie (Candance Bushnell – Editora Record) 
Sinopse: Um livro que conta o começo de tudo da história de Carrie, aquela de Sex and The City. Sua adolescência, sua família, amigos, amores e como ela foi parar em NY. Também descobrimos como ela se tornou escritora e outros segredos.
Observação da Pequena: São dois livros que abrem os diários de Carrie, mas esse é o meu favorito. Inclusive, amo a série que teve inspirada nele. Mega recomendo, principalmente, se você é fã da icônica série Sex and The City.

3. Amy & Matthew (Cammie McGovern – Galera Record) 
Sinopse: Matthew sabia quem era Amy, mas não fazia a menor diferença! Afinal, ele também sabia quem eram várias outras pessoas e nem por isso era amigo delas. Amy vivia numa cadeira de rodas, não conseguia verbalizar com ninguém. Só com a ajuda de um computador, ela conseguia se expressar. Porém, mostrava para os outros que era feliz o tempo todo. Até o dia em que Matthew disse a Amy tudo o que pensava sobre sua eterna fachada de felicidade. Sendo assim, Amy viu que era exatamente disso que precisava. Durante um período, Amy seleciona alguns “amigos” para ter ajuda extra na escola (pegar livros, colocá-la no carro e tal). A partir daí, Amy e Matthew viram inseparáveis e ela acaba descobrindo que ele também precisa de ajuda (tanto quanto ela). E quando a relação, que começou com uma amizade, se transforma em outra coisa que nenhum dos dois esperava e nem sabem definir, eles percebem que tudo foi dito…. exceto o que mais importava. ;-)
Observação da Pequena: É um dos livros (com essa pegada) mais intensos que já li, mas com uma escrita leve e com personagens bastante ricos. Eu amei e mega recomendo! Quem quiser saber mais, é só clicar aqui.

4. Confissões de uma garota excluída mal-amada e um pouco dramática (Thalita Rebouças – Editora Arqueiro) 
Sinopse: Tetê acaba de se mudar com a família toda para a casa dos avós em Copacabana (RJ), pois com a crise o pai perdeu o emprego e eles tiveram que sair do lindo apartamento na Barra da Tijuca. Resultado? Sua vida virou de cabeça para baixo! Ela perdeu sua privacidade e sua referências. A parte boa foi se livrar do antigo colégio, onde sofria bullying devido ao seu jeitinho peculiar de ser. O problema é que a nossa protagonista está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola e sem conhecer ninguém. Seus maiores medos: de ser excluída novamente, de não fazer amigos e sofrer com tudo isso! Tetê é uma garota divertida, bem-humorada e que adora cozinhar. Porém, está muito mal. Será? Acontece que uma das características dela é ser (um pouco) dramática! Afinal, no primeiro dia de aula as coisas já parecem um pouco diferentes. Ela já conheceu na prática a palavra amigo! Enfim, com o tempo, ela vai descobrir que sair da zona de conforto e enfrentar seus medos é a única maneira de ser feliz. :)

Observação da Pequena: Tetê nos representa, ao menos, em algum momento da vida. Amei essa história criada pela Thalita Rebouças e recomendo a todos, sem exceção. Solte o lado adolescente que existe em você ou relembre! Quem quiser saber mais, só clicar aqui.

5. À procura de Audrey (Sophie Kinsella – Galera Record) 
Sinopse: Audrey é uma adolescente de 14 anos, que tem uma vida comum. Até que um dia, começa a sofrer bullying no colégio. O que parecia ser só uma implicância “inocente”, acaba mudando radicalmente a rotina da nossa protagonista. Resultado? Ela não consegue mais voltar ao colégio, sente pânico quando tem que encarar alguém desconhecido e se esconde atrás de um óculos escuros, faça chuva ou faça sol. Seu diagnóstico: transtorno de ansiedade social e generalizada, além de episódios depressivos. Mas aos poucos, Audrey começa a se recuperar com a ajuda da Dra. Sarah, que passa desafios como gravar um documentários e ir até o Starbucks. Ela também conta com uma ajudinha extra do amigo do seu irmão: o Linus. O que era uma conversa fora dos “padrões” vira uma relação incrível, que afeta todos da história.
Observação da Pequena: Não é o meu livro favorito da vida, mas é Sophie Kinsella, né? Então, não poderia ficar de fora desse Top 5. Além disso, tem umas lições bem bacanas. Quem quiser saber mais, é só clicar aqui.

***

É isso, gente!  Claro, que a lista vai além. Quem tiver mais indicações, é só acrescentar nos comentários. E quem já leu algum desses, conta o que achou. ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Top 3 – livros caninos!

Fan Page ♥ Instagram   


0
07.03.2018
* PJ News Março: Somos Harper Collin’s! ♥

Ei, Gente! Prontos para mais um PJ News? ;-) Março tem novidades quentinhas: livros, promoções especiais para o mês da mulher, filmes, coleções da próxima temporada de moda e muito mais. Separei as sete que mais chamaram a minha atenção. Inclusive, uma nova editora parceira do blog. Vamos lá? Bom post! 

PJ News - Março 2018Crédito das Imagens: Adoro Cinema / Divulgação Assessoria de Imprensa / Saraiva / Arqueiro / Instagram Rafaellart Doces
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar, tem comédia brasileira nova: Os Farofeiros, que conta a história de quatro colegas de trabalho que se programam para curtir um feriado em uma casa de praia. Porém, nem tudo sai como planejado e eles descobrem que se meteram em uma grande roubada. Começando pelo destino, depois a casa e por aí vai. Vi o trailer e acho que é aquele filme que lava a alma com tanta risada. Estreia essa semana, pelo menos aqui no Rio de Janeiro. E já que esse mês tem Dia Internacional da Mulher, várias marcas estão com ações especiais. Por exemplo, a Malina Beauty, especializada em produtos de beleza e eletroeletrônicos para o cabelo, está oferecendo 25% de desconto em todo site, até o dia 31 de março. E na compra de uma prancha modeladora, a cliente ganha uma escova desembaraçadora e um suporte para a chapinha. Achei bem útil! E já que as águas de março estão chegando, isso significa coleções outono/inverno. A Shoulder vai lançar a linha “Supernova“, com peças repletas de constelações. A minha preferida é essa blusa com o clássico nó, que deixa o look bem charmosinho!

E vamos aos livros? Primeiro, a Record lançou recentemente “Em outra vida, talvez?“, da autora Taylor Jenkins Reid. Fala sobre Hannah Martin, que aos 29 anos já morou em várias cidades e trabalhou em incontáveis lugares. Apesar das experiências, nada ajudou a decidir que rumo dar à vida. Depois de sofrer uma decepção amorosa, ela resolve voltar para Los Angeles, sua cidade natal. Para comemorar a mudança, nada melhor do que reunir velhos amigos num bar. E é lá que Hannah reencontra Ethan, seu ex-namorado da adolescência. No fim da noite, tanto ele quanto Gabby lhe oferecem carona. Será que é melhor ir com a melhor amiga ou com o ex? Então, em realidades alternativas, os leitores acompanham os dois cenários. Acho que tem bem o estilinho de história que eu gosto! Falando em lançamento literário, tem a nova aposta da Arqueiro (parceira do blog): A mulher na Janela, de A. J. Finn. Um thriller que conta sobre Anna Fox, que mora sozinha em uma bela casa, que um dia abrigou a sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e… espionando os vizinhos. Quando os Russells, se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo começar a ruir. Quem gosta desse gênero, fica a dica. ;-)

A Páscoa é só dia 1º de abril, mas já é bom olhar os ovos de Páscoa e tal. Ano passado, encomendei um ovo de colher, da Raffaelart Doces, e nossa: fui ao céu, mil vezes! Quem quiser mais informações, só olhar o Insta dela (@rafaellartdoces), que ela já está aceitando encomendas. E, por fim, a novidade que mais me deixou feliz: o PJ é o mais novo blog parceiro da Harper Collin’s! Tem como não amar essa notícia? Então, aguardem muitas histórias dessa editora, que eu adoro! Obrigada pela confiança!! Pode parecer bobeira, mas nessas horas, a gente percebe ainda mais que está no caminho certo! 

É isso, gente! Tem alguma novidade e quer compartilhar? A caixinha de comentários está aí para isso! No mais, podem opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Para Ler: Oscar 2018!

Fan Page ♥  Instagram


1
16.08.2017
* {Beda 16} – PJ Leu: Minha vida não tão perfeita! ♥

E a dica literária do dia é Minha vida não tão perfeita, da autora queridinha (por mim) Sophie Kinsella. O livro, que foi publicado pela Record, fala sobre um tema bem atual: afinal, será que a vida daquela pessoa é tão maravilhosa quanto imaginamos? Espero que gostem e boa resenha! 

PJ Leu - Minha vida não tão perfeitaLivro: Minha vida não tão perfeita | Editora: Record | Autora: Sophie Kinsella
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Sinopse: Cat Brenner tem uma vida perfeita! Ela mora em um flat em Londres, tem um emprego glamouroso e um perfil mara no Instagram. Mas ela não conta a real que está por trás disso tudo. Por exemplo? Ela até mora em um flat, mas em um quartinho minúsculo com pessoas bem peculiares. Seu trabalho na agência de publicidade é burocrático e nem tão legal. E o dia a dia que ela compartilha em ser perfil, não reflete exatamente a realidade. Ah! Outro detalhe: seu nome verdadeiro é Katie.

Porém, um dia, seus sonhos se tornarão realidade, né? Bom… A vida dela vira de cabeça para baixo, quando a chefe Demeter, bem-sucedida, a demite. Daí, ela resolve dar um tempo na casa da família, em Somerset, sua cidade natal. Enquanto busca um emprego, Cat (ou Katie) decide ajudar o pai e a madrasta no novo negócio deles: transformar uma fazenda em um glamping (camping de luxo).

Só que é justamente nesse local, que a nossa protagonista tem a oportunidade de ficar cara a cara com a sua ex-chefe. Será que ela vai finalmente colocar a megera no seu devido lugar ou mudar de opinião? Afinal, ter uma vida (não tão) perfeita assim é ruim? *mistério* ;-)

Minha opinião:  O que falar desse livro? É aquele tipo de leitura leve, divertida e que carrega muitas verdades atuais. Tipo? A parte que a gente não conta por trás das fotos “perfeitas” e como julgamos as pessoas de forma errada. Às vezes aquela chefe, nem é tudo o que aparenta e pode surpreender se dermos uma chance. Nem toda atitude é por mal. Mas ainda bem que vem a vida e mostra a realidade para a gente.

Gostei muito da forma como a autora contou a história e dos personagens que ela inventou. A Katie é uma comédia e bem gente como a gente! Me lembrou um pouco a Becky Bloom e dá para ver direitinho a evolução dela no decorrer dos capítulos. A Demeter é surpreendente, o pai e a madrasta são as melhores pessoas. O Alex? De arrancar suspiros! As amigas do trabalho? Prefiro não comentar para não dar spoiler.

O final me pegou de surpresa, mas achei bem criativo. Aliás, cada página te prende. Por maior que seja a história, é o tipo de livro que a gente devora em poucos dias e abraça quando chega ao fim.  E como sempre: tirei lições bem valiosas. A proposta do livro, pelo que eu entendi, não é mostrar que você não pode tirar foto de tal coisa e postar, mas acho que é ser um pouco mais verdadeiro. Não viver tanto de aparência! A vida pode ser boa, claro, porém contratempos acontecem com todo mundo e tudo bem.

Enfim, amei. Já li muitos livros da autora, mas esse ganhou um lugarzinho especial no meu topo dos preferidos.  Destaque também para a capa e o título. Eles têm tudo a ver com a trama.

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo!

Beijos, Carol.

 Para ler: Nossa música 

Fan Page ♥ Instagram 


4
14.07.2017
* Top 5: livros da Lauren Weisberger! ♥

Ei, Gente!  Para essa sexta-feira linda, separei cinco livros de uma autora de chick-lit que eu amo: Lauren Weisberger.  Ela que é a responsável por um dos meus livros (e filmes) favoritos da vida. Que para muitos pode ser só mais uma comédia romântica sem sal, mas para mim “O Diabo veste Prada” é vida e tem lições valiosas. E o que falar dessas capas, que na maioria das vezes tem um sapato poderoso e com um “mimo” que a gente fica desejando? Enfim, vamos lá? Bom post. :)

Post - Top 5 - Lauren WeisbergerCrédito das Imagens: Saraiva
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. O diabo veste Prada
Sinopse: O mundo da moda não é para iniciantes. Especialmente em Nova York. Para conquistar espaço – o mínimo que seja – é preciso muitas vezes experimentar o pão que o diabo amassou. Ou mesmo vender a alma ao dito-cujo. Mas será que vale a pena tanto sacrifício? Com conhecimento de causa, Lauren Weisberger lança a questão com charme e bom humor em seu romance de estréia, ‘O Diabo Veste Prada’, que revela, em detalhes, histórias de personagens facilmente identificáveis no mundinho fashion de Nova York.
Observação da Pequena: Li há mais de 10 anos esse livro e marcou uma fase bem importante na minha vida. Tanto o livro quanto o filme! Recomendo muito.

2. A vingança veste Prada
Sinopse: Depois abandonar o emprego na Runaway há quase dez anos e se livrar da insuportável Miranda Priestly, Andrea Sachs agora é a bem-sucedida editora de uma revista de luxo sobre casamentos, a Plunge. Ao lado de Emily, antiga colega de trabalho e sua atual melhor amiga, sua vida não poderia estará melhor: além do sucesso do novo empreendimento, ela está prestes a casar com um dos solteiros mais cobiçados de Nova York. Mas uma semana antes do casamento, um fantasma do passado, ou melhor, um diabo, volta a assombrá-la.
Observação da Pequena: Tem resenha dele aqui.

3. À caça de Harry Winston 
Sinopse: Emmy estava a dois passos do casamento perfeito quando seu namorado a trocou pela personal trainer. Leigh é considerada o novo talento na editora onde trabalha, mas sua vida amorosa não anda tão bem quanto pensava. A brasileira Adriana odeia a palavra compromisso. Para ela, quanto mais homens melhor. As três amigas decidem fazer um grande pacto: mudar radicalmente suas vidas em um ano. Será que elas vão conseguir?
Observação da Pequena: Li esse livro há séculos e mega recomendo, gente! Não sei se rola uma resenha mega atrasada, mas caso alguém queira, me conta aqui nos comentários.

4. O diabo ataca em Wimbledon 
Sinopse: Quando a tenista queridinha dos americanos, Charlotte “Charlie” Silver, faz um pacto com o diabo — o treinador carrasco Todd Feltner —, é catapultada para um mundo de estilistas famosos, festas exclusivas, jogos beneficentes a bordo de iates gigantescos e encontros românticos com a realeza hollywoodiana. Sob a nova direção impiedosa de Todd, Charlie, a menina boa, já era. Todd só quer saber de Charlie, a “Princesa Guerreira”. Afinal de contas, ninguém chega ao topo sendo bonzinho. Revistas e blogs de fofocas seguem Charlie freneticamente em suas viagens pelo mundo perseguindo vitórias em Grand Slams e manchetes no Page Six. Mas, quando a estrela da Princesa Guerreira ascende dentro e fora das quadras, há um preço a pagar. Num mundo obcecado por aparências e celebridades, estaria Charlie Silver disposta a se perder para vencer a todo custo?
Observação da Pequena: É o mais novo da autora. Ganhei de niver e estou louca para embarcar. Pena que tem uma listinha de livros antes, mas acho que vai valer a espera!

5. Uma noite no Chateau Marmont
Sinopse: Brooke e Julian têm uma vida tranquila em Nova York: ela sustenta o casal com dois empregos, enquanto ele investe em sua carreira como músico. Finalmente, Julian é descoberto por um executivo da Sony e se torna um súbito sucesso, e suas vidas mudam para sempre. Os implacáveis paparazzi tanto insistem que conseguem emplacar uma foto escandalosa na imprensa – será que o casamento de Brooke vai sobreviver aos acontecimentos daquela noite fatídica no Chateau Marmont?
Observação da Pequena: Todas as capas são lindas, mas essa é a minha preferida. Ah! Ainda não li esse livro, mas está na minha listinha. 

***

Prontinho, pessoal. :) Podem opinar à vontade! Se eu não me engano, são seis livros que ela publicou no Brasil. Vale dar um Google. A escrita dela é bem leve e divertida. Ah! E quem quiser sugerir autores para eu preparar um top 5, só comentar.

Beijos, Carol.

Para relembrar: Top 5 – Jojo Moyes

Fan Page ♥  Instagram 


19
24.04.2017
* {Beda 24} – PJ Leu: Falando o mais rápido que posso! ♥

E a primeira dica literária da semana é Falando o mais rápido que posso, da Lauren Graham. Isso mesmo! O livro, que foi publicado pela editora Record, é da nossa eterna Lorelai Gilmore e conta sobre as sete temporadas de Gilmore Girls, o revival e tudo (ou quase tudo) que aconteceu no meio do caminho. Boa resenha! ;-)

PJ Leu - Falando o mais rápido que posso!Livro: Falando o mais rápido que posso | Editora: Record | Autora: Lauren Graham
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Sinopse: Em Falando o mais rápido que posso, a intérprete da nossa Lorelai Gilmore faz uma retrospectiva da sua vida e compartilha histórias hilárias sobre amadurecimento, o início da sua carreira de atriz, os desafios de ser uma mulher solteira em Hollywood. Conta também sobre como é sentar em seu trailer no set de Parenthood e perguntar “Será que eu, hmmm, cheguei lá?”. Além disso, fala, em primeira mão, como foi voltar a interpretar uma das personagens  mais queridas da TV e relembra como foi gravar cada ano da série original. Um presente para os fãs e admiradores. Tanto da série quanto da atriz! 

Minha opinião: Com essa leitura, matei mais uma vez a saudade da minha série preferida. Realmente foi um presente esse livro! Parece piegas, mas é a verdade. Juro, juradinho! Saber detalhes, coisas que nem imaginava, foi incrível. Ela conta muito além da série, mas os dois capítulos especiais de Gilmore Girls foram os que mais me prenderam. E quando ela falou do ator que interpretou o Richard (pai dela na série), algumas lágrimas teimosas cismaram em cair. ;’)

Um outro detalhe que amei: a Lauren é muito gente como a gente! Por exemplo, ela fala da solteirice de um jeito mega divertido e despojado. Tira aquela imagem de atriz toda perfeitinha, sabem? Ah! E, no meio do caminho, fala de outros trabalhos (Parenthood), momentos que marcaram e dá conselhos de ouro. Para anotar no caderninho e refletir muito! Também adorei quando ela contou sobre o seu primeiro livro (Quem sabe um dia), como surgiu a inspiração e continuo achando que é autobiográfico (Desculpa, Lauren).

Enfim, a escrita dela é leve, bem-humorada e que prende. Ela tem umas sacadas bem divertidas! Não dá vontade de parar de ler e quando chega na última página, a gente fica com um gostinho de quero mais. A parte boa é que vem livro novo por aí (não sobre Gilmore Girls, mas ok, tudo bem ;p). O que eu menos gostei: esperava mais fotos dos momentos que ela descreveu. Acho que colocou poucas imagens e queria mais, sabem? Destaque para a capa do livro (adorei) e o nome tem tudo a ver!

No mais, recomendo para todos, principalmente, quem ama Gilmore Girls e admira muito a Lauren! Mas se você ainda não viu todos os episódios, melhor ler depois. Ah! E se vai ter mais uma temporada da série que tanto amamos? Hmmm…  Melhor ler o livro, prestar atenção nas notícias e quem sabe um dia, né? ;-)

Beijos, Carol.

Resenha: Quem sabe um dia (primeiro livro da Lauren)

Fan Page ♥ Instagram 


4
12

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018