16.08.2017
* {Beda 16} – PJ Leu: Minha vida não tão perfeita! ♥

E a dica literária do dia é Minha vida não tão perfeita, da autora queridinha (por mim) Sophie Kinsella. O livro, que foi publicado pela Record, fala sobre um tema bem atual: afinal, será que a vida daquela pessoa é tão maravilhosa quanto imaginamos? Espero que gostem e boa resenha! 

PJ Leu - Minha vida não tão perfeitaLivro: Minha vida não tão perfeita | Editora: Record | Autora: Sophie Kinsella
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Sinopse: Cat Brenner tem uma vida perfeita! Ela mora em um flat em Londres, tem um emprego glamouroso e um perfil mara no Instagram. Mas ela não conta a real que está por trás disso tudo. Por exemplo? Ela até mora em um flat, mas em um quartinho minúsculo com pessoas bem peculiares. Seu trabalho na agência de publicidade é burocrático e nem tão legal. E o dia a dia que ela compartilha em ser perfil, não reflete exatamente a realidade. Ah! Outro detalhe: seu nome verdadeiro é Katie.

Porém, um dia, seus sonhos se tornarão realidade, né? Bom… A vida dela vira de cabeça para baixo, quando a chefe Demeter, bem-sucedida, a demite. Daí, ela resolve dar um tempo na casa da família, em Somerset, sua cidade natal. Enquanto busca um emprego, Cat (ou Katie) decide ajudar o pai e a madrasta no novo negócio deles: transformar uma fazenda em um glamping (camping de luxo).

Só que é justamente nesse local, que a nossa protagonista tem a oportunidade de ficar cara a cara com a sua ex-chefe. Será que ela vai finalmente colocar a megera no seu devido lugar ou mudar de opinião? Afinal, ter uma vida (não tão) perfeita assim é ruim? *mistério* ;-)

Minha opinião:  O que falar desse livro? É aquele tipo de leitura leve, divertida e que carrega muitas verdades atuais. Tipo? A parte que a gente não conta por trás das fotos “perfeitas” e como julgamos as pessoas de forma errada. Às vezes aquela chefe, nem é tudo o que aparenta e pode surpreender se dermos uma chance. Nem toda atitude é por mal. Mas ainda bem que vem a vida e mostra a realidade para a gente.

Gostei muito da forma como a autora contou a história e dos personagens que ela inventou. A Katie é uma comédia e bem gente como a gente! Me lembrou um pouco a Becky Bloom e dá para ver direitinho a evolução dela no decorrer dos capítulos. A Demeter é surpreendente, o pai e a madrasta são as melhores pessoas. O Alex? De arrancar suspiros! As amigas do trabalho? Prefiro não comentar para não dar spoiler.

O final me pegou de surpresa, mas achei bem criativo. Aliás, cada página te prende. Por maior que seja a história, é o tipo de livro que a gente devora em poucos dias e abraça quando chega ao fim.  E como sempre: tirei lições bem valiosas. A proposta do livro, pelo que eu entendi, não é mostrar que você não pode tirar foto de tal coisa e postar, mas acho que é ser um pouco mais verdadeiro. Não viver tanto de aparência! A vida pode ser boa, claro, porém contratempos acontecem com todo mundo e tudo bem.

Enfim, amei. Já li muitos livros da autora, mas esse ganhou um lugarzinho especial no meu topo dos preferidos.  Destaque também para a capa e o título. Eles têm tudo a ver com a trama.

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo!

Beijos, Carol.

 Para ler: Nossa música 

Fan Page ♥ Instagram 


2
14.07.2017
* Top 5: livros da Lauren Weisberger! ♥

Ei, Gente!  Para essa sexta-feira linda, separei cinco livros de uma autora de chick-lit que eu amo: Lauren Weisberger.  Ela que é a responsável por um dos meus livros (e filmes) favoritos da vida. Que para muitos pode ser só mais uma comédia romântica sem sal, mas para mim “O Diabo veste Prada” é vida e tem lições valiosas. E o que falar dessas capas, que na maioria das vezes tem um sapato poderoso e com um “mimo” que a gente fica desejando? Enfim, vamos lá? Bom post. :)

Post - Top 5 - Lauren WeisbergerCrédito das Imagens: Saraiva
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. O diabo veste Prada
Sinopse: O mundo da moda não é para iniciantes. Especialmente em Nova York. Para conquistar espaço – o mínimo que seja – é preciso muitas vezes experimentar o pão que o diabo amassou. Ou mesmo vender a alma ao dito-cujo. Mas será que vale a pena tanto sacrifício? Com conhecimento de causa, Lauren Weisberger lança a questão com charme e bom humor em seu romance de estréia, ‘O Diabo Veste Prada’, que revela, em detalhes, histórias de personagens facilmente identificáveis no mundinho fashion de Nova York.
Observação da Pequena: Li há mais de 10 anos esse livro e marcou uma fase bem importante na minha vida. Tanto o livro quanto o filme! Recomendo muito.

2. A vingança veste Prada
Sinopse: Depois abandonar o emprego na Runaway há quase dez anos e se livrar da insuportável Miranda Priestly, Andrea Sachs agora é a bem-sucedida editora de uma revista de luxo sobre casamentos, a Plunge. Ao lado de Emily, antiga colega de trabalho e sua atual melhor amiga, sua vida não poderia estará melhor: além do sucesso do novo empreendimento, ela está prestes a casar com um dos solteiros mais cobiçados de Nova York. Mas uma semana antes do casamento, um fantasma do passado, ou melhor, um diabo, volta a assombrá-la.
Observação da Pequena: Tem resenha dele aqui.

3. À caça de Harry Winston 
Sinopse: Emmy estava a dois passos do casamento perfeito quando seu namorado a trocou pela personal trainer. Leigh é considerada o novo talento na editora onde trabalha, mas sua vida amorosa não anda tão bem quanto pensava. A brasileira Adriana odeia a palavra compromisso. Para ela, quanto mais homens melhor. As três amigas decidem fazer um grande pacto: mudar radicalmente suas vidas em um ano. Será que elas vão conseguir?
Observação da Pequena: Li esse livro há séculos e mega recomendo, gente! Não sei se rola uma resenha mega atrasada, mas caso alguém queira, me conta aqui nos comentários.

4. O diabo ataca em Wimbledon 
Sinopse: Quando a tenista queridinha dos americanos, Charlotte “Charlie” Silver, faz um pacto com o diabo — o treinador carrasco Todd Feltner —, é catapultada para um mundo de estilistas famosos, festas exclusivas, jogos beneficentes a bordo de iates gigantescos e encontros românticos com a realeza hollywoodiana. Sob a nova direção impiedosa de Todd, Charlie, a menina boa, já era. Todd só quer saber de Charlie, a “Princesa Guerreira”. Afinal de contas, ninguém chega ao topo sendo bonzinho. Revistas e blogs de fofocas seguem Charlie freneticamente em suas viagens pelo mundo perseguindo vitórias em Grand Slams e manchetes no Page Six. Mas, quando a estrela da Princesa Guerreira ascende dentro e fora das quadras, há um preço a pagar. Num mundo obcecado por aparências e celebridades, estaria Charlie Silver disposta a se perder para vencer a todo custo?
Observação da Pequena: É o mais novo da autora. Ganhei de niver e estou louca para embarcar. Pena que tem uma listinha de livros antes, mas acho que vai valer a espera!

5. Uma noite no Chateau Marmont
Sinopse: Brooke e Julian têm uma vida tranquila em Nova York: ela sustenta o casal com dois empregos, enquanto ele investe em sua carreira como músico. Finalmente, Julian é descoberto por um executivo da Sony e se torna um súbito sucesso, e suas vidas mudam para sempre. Os implacáveis paparazzi tanto insistem que conseguem emplacar uma foto escandalosa na imprensa – será que o casamento de Brooke vai sobreviver aos acontecimentos daquela noite fatídica no Chateau Marmont?
Observação da Pequena: Todas as capas são lindas, mas essa é a minha preferida. Ah! Ainda não li esse livro, mas está na minha listinha. 

***

Prontinho, pessoal. :) Podem opinar à vontade! Se eu não me engano, são seis livros que ela publicou no Brasil. Vale dar um Google. A escrita dela é bem leve e divertida. Ah! E quem quiser sugerir autores para eu preparar um top 5, só comentar.

Beijos, Carol.

Para relembrar: Top 5 – Jojo Moyes

Fan Page ♥  Instagram 


15
24.04.2017
* {Beda 24} – PJ Leu: Falando o mais rápido que posso! ♥

E a primeira dica literária da semana é Falando o mais rápido que posso, da Lauren Graham. Isso mesmo! O livro, que foi publicado pela editora Record, é da nossa eterna Lorelai Gilmore e conta sobre as sete temporadas de Gilmore Girls, o revival e tudo (ou quase tudo) que aconteceu no meio do caminho. Boa resenha! ;-)

PJ Leu - Falando o mais rápido que posso!Livro: Falando o mais rápido que posso | Editora: Record | Autora: Lauren Graham
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Sinopse: Em Falando o mais rápido que posso, a intérprete da nossa Lorelai Gilmore faz uma retrospectiva da sua vida e compartilha histórias hilárias sobre amadurecimento, o início da sua carreira de atriz, os desafios de ser uma mulher solteira em Hollywood. Conta também sobre como é sentar em seu trailer no set de Parenthood e perguntar “Será que eu, hmmm, cheguei lá?”. Além disso, fala, em primeira mão, como foi voltar a interpretar uma das personagens  mais queridas da TV e relembra como foi gravar cada ano da série original. Um presente para os fãs e admiradores. Tanto da série quanto da atriz! 

Minha opinião: Com essa leitura, matei mais uma vez a saudade da minha série preferida. Realmente foi um presente esse livro! Parece piegas, mas é a verdade. Juro, juradinho! Saber detalhes, coisas que nem imaginava, foi incrível. Ela conta muito além da série, mas os dois capítulos especiais de Gilmore Girls foram os que mais me prenderam. E quando ela falou do ator que interpretou o Richard (pai dela na série), algumas lágrimas teimosas cismaram em cair. ;’)

Um outro detalhe que amei: a Lauren é muito gente como a gente! Por exemplo, ela fala da solteirice de um jeito mega divertido e despojado. Tira aquela imagem de atriz toda perfeitinha, sabem? Ah! E, no meio do caminho, fala de outros trabalhos (Parenthood), momentos que marcaram e dá conselhos de ouro. Para anotar no caderninho e refletir muito! Também adorei quando ela contou sobre o seu primeiro livro (Quem sabe um dia), como surgiu a inspiração e continuo achando que é autobiográfico (Desculpa, Lauren).

Enfim, a escrita dela é leve, bem-humorada e que prende. Ela tem umas sacadas bem divertidas! Não dá vontade de parar de ler e quando chega na última página, a gente fica com um gostinho de quero mais. A parte boa é que vem livro novo por aí (não sobre Gilmore Girls, mas ok, tudo bem ;p). O que eu menos gostei: esperava mais fotos dos momentos que ela descreveu. Acho que colocou poucas imagens e queria mais, sabem? Destaque para a capa do livro (adorei) e o nome tem tudo a ver!

No mais, recomendo para todos, principalmente, quem ama Gilmore Girls e admira muito a Lauren! Mas se você ainda não viu todos os episódios, melhor ler depois. Ah! E se vai ter mais uma temporada da série que tanto amamos? Hmmm…  Melhor ler o livro, prestar atenção nas notícias e quem sabe um dia, né? ;-)

Beijos, Carol.

Resenha: Quem sabe um dia (primeiro livro da Lauren)

Fan Page ♥ Instagram 


4
30.11.2016
* PJ Leu: Becky Bloom ao resgate! ♥

E a dica literária da semana é Becky Bloom ao resgate, da autora Sophie Kinsella. Esse é o oitavo livro, publicado pela Editora Record, da série que fala sobre a nossa consumista número um do mundo dos livros. Ah! Quem ainda não leu o penúltimo livro, pode conter spoiler esse post. Ai volta depois! ;-) Mas quem já leu ou não se importa, vamos lá? ♥ 

pj-leu-becky-bloom-ao-resgateLivro: Becky Bloom ao Resgate | Editora: Record | Autora: Sophie Kinsella | Preço: R$ 31,90 (vi na Saraiva)
Crédito da Imagem: Site Saraiva

Sinopse: No oitavo livro, Becky Bloom está em uma missão de resgate. Hollywood se mostrou cheia de surpresas, encrencas e confusões. Mas agora ela, a família e seus melhores amigos estão a caminho de Las Vegas dentro de um trailer. Nossa protagonista fará tudo que estiver ao seu alcance para descobrir o que há por trás do sumiço do seu pai e do marido de Suze. Afinal, por que ele precisa tanto ajudar o seu velho amigo Brent, que por sinal ninguém sabe por onde anda?

Becky sabe que sua tarefa não é nada fácil, mas está disposta a fazer o que for preciso para desvendar todo esse mistério, inclusive colocar em prática o plano mais audacioso de todos os tempos. Mas será que a estratégia mirabolante irá servir para salvar sua família e seus amigos? As brigas são constantes e os obstáculos são muitos,  mas a gente sabe: ela não desiste tão fácil. ;-)

Minha opinião: Ao longo do tempo, as histórias da Becky acabaram se tornando um pouco previsíveis, mas a diversão é a mesma gente. Me diverti muito com esse livro e adorei como a Sophie o conduziu. Ok! Um pouco exagerado todo o mistério, mas estamos falando da Becky, sua família e amigos, né? Óbvio que tem que ter exagero no meio. E mesmo com todos os clichês, alguns elementos me surpreenderam. Por exemplo? A Becky finalmente evoluiu, porém: a essência dela continua intacta. Sempre amei o Luke, mas em alguns momentos achava ele meio frio, sabem? Nessa aventura, achei ele bem mais companheiro e com os melhores conselhos! A Janice me conquistou totalmente. Que amiga fofa, gente! Ah! E preparem o coração: Derek Smith está de volta em uma versão mais suave (digamos assim hahaha)!

De resto, é o tipo de leitura ideal para distrair, rir e, claro, tirar lições valiosas. Adoro o jeito da Becky de não sossegar enquanto não consegue. De ir atrás, mesmo todo mundo com um pé atrás. Também tive mais uma prova (mesmo que literária) de que a família e os amigos são fundamentais para a nossa vida. Ah! Falando nisso, todos os personagens continuam com o mesmo jeitinho de ser. Malucos, mas sempre dispostos a ajudar (com algumas exceções, tipo a Alicia, vaca pernalta hahaha).

Fiquei bem feliz com o desfecho e, posso estar errada, mas acho que deve ser último da série. Por isso, dei um abraço bem apertado no meu livro, quando terminei a última página. Todas as histórias, uma hora, chegam ao fim. Mas o importante são as lembranças. Obrigada, Sophie, por ter nos presenteado com uma das personagens mais hilárias do mundo literário. ♥ 

4c4fb55226b21c618094c045e5bf6600Crédito da imagem: Pinterest!

Acho que é isso! Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica!
Para ler as resenhas dos outros livros da série é só clicar aqui, aqui e aqui.

Beijos, Carol.

Fan Page ♥  Instagram


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017