22.12.2016
* PJ Leu: Eu amo comida! ♥

Ei, Gente! Desculpa o sumiço durante essa semana, mas sabem como é final do ano. Enfim, vamos de dica literária hoje? ;-) O livro da vez é Eu amo Comida, uma obra coletiva da Editora Mol. Para saber mais, continuem lendo o post.

pj-leu-eu-amo-comidaLivro: Eu amo comida| Editora: MOL
Agradecimento: Editora MOL
Crédito: Pequena Jornalista 

Sinopse: Eu amo comida nos presenteia com 50 histórias de brasileiros que amam saborear a vida. Além da comida ser combustível que alimenta o nosso corpo, ela também é prazer, cultura, lembrança, lazer e vida. De norte a sul, da lavoura à mesa, da entrada à sobremesa, esse livro é uma coleção de histórias inspiradoras de quem produz, de quem cozinha e de quem come. Para abrir o apetite e, claro, os horizontes. ;-)

Minha opinião: Algumas histórias mexeram mais que outras, mas todas mostraram diferentes sentidos para essa palavrinha tão essencial na nossa vida. Quem não ama comida? Impossível! E pensar que “ela” vai além, abre os horizontes mesmo. O que mais aprendi? É que comida remete lembrança, cheiro de infância, sabem? Outras lições… Não sou muito de me aventurar na cozinha, mas com a história do Vicente, por exemplo, vi que o importante é experimentar e me divertir. Cozinha é assunto sério, mas pode (e deve) ser uma grande fonte de diversão. Com a Sophie, percebi que a gente precisa de mais amor e menos dieta. Comer de forma saudável é fundamental, mas também não podemos nos privar e sentir culpa por qualquer brigadeiro! Nossa principal regra quando o assunto é comida tem de ser essa: comer sem culpa e sem medo de ser feliz!

Para quem não é muito íntimo do assunto, talvez a leitura não seja tão rápida. Mas vale ler até o final. A escrita do livro é bem leve! E dentro das páginas encontramos ilustrações bem fofas e com dicas essenciais para tornar esse momento ainda mais prazeroso. Mega recomendo!

Ah! Lá no Instagram do blog, está rolando sorteio (em parceria com a Editora Mol ^^) para ganhar um livro “Eu amo comida” (e outros mimos).  Só clicar aqui, seguir as regras, cruzar os dedos e boa sorte!  Tem até o dia 31 de dezembro, tá? No dia 1º de janeiro, divulgo o vencedor lá no Insta.

Beijos, Carol.

Quer ler a entrevista com a Roberta Faria (coordenadora do livro)? Clique aqui

Fan Page ♥  Instagram


2
13.12.2016
* PJ Leu: Todo mundo tem um anjo da guarda! ♥

Ei, Gente! E a dica literária da semana é Todo mundo tem um anjo da guarda, do autor Pedro Siqueira. O livro, que ganhei da editora Sextante (parceira do blog), fala dos ensinamentos sobre esses seres espirituais que nos protegem. Vamos lá? Bom post! ;-)

todomundotemanjo_webLivro: Todo mundo tem um anjo da guarda| Editora: Sextante| Autor: Pedro Siqueira
Crédito: Sextante 

Sinopse: “Aonde quer que eu vá dirigir grupos de oração, os fiéis me perguntam se têm um anjo protetor. Minha resposta é sempre a mesma: todo mundo tem um anjo da guarda! Desde a concepção, Deus designa a todos um ser angélico para acompanhá-los em sua jornada neste mundo.” (Pedro Siqueira)

Neste livro, o autor conta sobre esse universo dos anjos! Ele mostra uma visão geral das criaturas celestes, explica que é possível ver nossos anjos da guarda e,  até mesmo, saber seus nomes. E não para por aí: Pedro explica como podemos nos comunicar com eles para estreitar os laços com Deus. Através de casos, Todo mundo tem um anjo da guarda tira as principais dúvidas sobre esse tema e oferece um conhecimento fundamental para quem almeja uma vida espiritual mais profunda! 

Minha opinião: Quando comecei a ler, achei que devoraria em um dia o livro, mas não fluiu o tanto quanto imaginei. Não é repleto de teorias, mas por não ter tanta intimidade com o assunto, acho que isso pode ter atrapalhado um pouco. Mas algo me dizia para continuar, talvez o meu anjo da guarda! :) Do meio para o final, consegui ler melhor e comecei a fazer mil perguntas, por exemplo: será que eu estou agradecendo na prática o presente que Deus me deu? Sinceramente? Acho que não! Mas depois do livro, comecei a prestar atenção em alguns detalhes e lembrar de alguns episódios que vivi. Tenho quase certeza que não sou capaz de enxergá-lo (até porque teria medo, por mais que ele só queira o meu bem), mas às vezes os anjos falam de um outro jeito com a gente, né?

Adorei os toques sutis e os casos que o Pedro conta no livro. As histórias do amigo dele, o Otto, são as melhores. Fiquei arrepiada na parte do caso da mãe desse amigo! Enfim, acho que independente da sua religião, é um livro que só vai te trazer paz. Se você acredita em Deus, vai fundo! Ainda não? Indico a leitura também. Talvez desperte algo. Quem sabe? ;-) Ah! Destaque para a capa! É uma das mais lindas que já vi. 

Já leu? Conte nos comentários e o que achou! Não leu? Recomendo!

Beijos, Carol.

Para ler a resenha do livro “As coisas mais legais do mundo, clique aqui!

Fan Page ♥  Instagram


8
05.12.2016
* PJ Leu: As coisas mais legais do mundo! ♥

Oi, Gente! E a primeira dica literária desse mês é: As coisas mais legais do mundo, da Karol Pinheiro. Para você gosta de livro interativo, é uma ótima pedida! Enfim, vamos lá? Bom post! 

pj-leu-as-coisas-mais-legais-do-mundoLivro: As coisas mais legais do mundo | Editora: Verus| Autora: Karol Pinheiro
Crédito: Pequena Jornalista 

Sinopse: Em seu 1º livro, Karol Pinheiro convida o leitor a olhar o mundo pelos olhos dela. A blogueira/youtuber fala de amor, beleza, desejos, mentiras, frustrações, família, manias, dogs, avós, sentimentos, coisas. Através de uma escrita leve, ela convida todos os leitores para conhecer as coisas mais legais do mundo! Ah! No final de cada página, sempre um desafio para quem está do outro lado. ;-)

Minha opinião: Comprei esse livro na Bienal e estava mega ansiosa para ler. A escrita da Karol inspira e te faz refletir! Além de ser leve e bem divertida. Mesmo quando os assuntos são mais delicados, ela traduz em palavras. Quem acompanha o canal dela, dá para imaginar ela falando sobre os temas que encontramos nas páginas. Outro detalhe: não é um tipo de livro que você lê em um dia. Até porque os desafios são muitos, mas cada um encaixa direitinho com o tema. Mas confesso que muitas vezes prestei mais atenção no desafio do que no próprio texto e alguns deixei de lado. Talvez por pura preguiça e por realmente não ter noção do que escrever.

Destaque para a parte ilustrativa do blog. Amei! É o tipo de livro que chama atenção em uma livraria, sabe? Mesmo que não seja muito o seu estilo! Ah! O meu texto preferido? O do Cookie (o cachorrinho dela). Coisa mais linda e emocionante, gente!

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Indico! ;-)

Clique aqui para ler a resenha do livro “Becky Bloom ao resgate”.

Beijos e boa semana,
Carol.

Fan Page ♥  Instagram


5
30.11.2016
* PJ Leu: Becky Bloom ao resgate! ♥

E a dica literária da semana é Becky Bloom ao resgate, da autora Sophie Kinsella. Esse é o oitavo livro, publicado pela Editora Record, da série que fala sobre a nossa consumista número um do mundo dos livros. Ah! Quem ainda não leu o penúltimo livro, pode conter spoiler esse post. Ai volta depois! ;-) Mas quem já leu ou não se importa, vamos lá? ♥ 

pj-leu-becky-bloom-ao-resgateLivro: Becky Bloom ao Resgate | Editora: Record | Autora: Sophie Kinsella | Preço: R$ 31,90 (vi na Saraiva)
Crédito da Imagem: Site Saraiva

Sinopse: No oitavo livro, Becky Bloom está em uma missão de resgate. Hollywood se mostrou cheia de surpresas, encrencas e confusões. Mas agora ela, a família e seus melhores amigos estão a caminho de Las Vegas dentro de um trailer. Nossa protagonista fará tudo que estiver ao seu alcance para descobrir o que há por trás do sumiço do seu pai e do marido de Suze. Afinal, por que ele precisa tanto ajudar o seu velho amigo Brent, que por sinal ninguém sabe por onde anda?

Becky sabe que sua tarefa não é nada fácil, mas está disposta a fazer o que for preciso para desvendar todo esse mistério, inclusive colocar em prática o plano mais audacioso de todos os tempos. Mas será que a estratégia mirabolante irá servir para salvar sua família e seus amigos? As brigas são constantes e os obstáculos são muitos,  mas a gente sabe: ela não desiste tão fácil. ;-)

Minha opinião: Ao longo do tempo, as histórias da Becky acabaram se tornando um pouco previsíveis, mas a diversão é a mesma gente. Me diverti muito com esse livro e adorei como a Sophie o conduziu. Ok! Um pouco exagerado todo o mistério, mas estamos falando da Becky, sua família e amigos, né? Óbvio que tem que ter exagero no meio. E mesmo com todos os clichês, alguns elementos me surpreenderam. Por exemplo? A Becky finalmente evoluiu, porém: a essência dela continua intacta. Sempre amei o Luke, mas em alguns momentos achava ele meio frio, sabem? Nessa aventura, achei ele bem mais companheiro e com os melhores conselhos! A Janice me conquistou totalmente. Que amiga fofa, gente! Ah! E preparem o coração: Derek Smith está de volta em uma versão mais suave (digamos assim hahaha)!

De resto, é o tipo de leitura ideal para distrair, rir e, claro, tirar lições valiosas. Adoro o jeito da Becky de não sossegar enquanto não consegue. De ir atrás, mesmo todo mundo com um pé atrás. Também tive mais uma prova (mesmo que literária) de que a família e os amigos são fundamentais para a nossa vida. Ah! Falando nisso, todos os personagens continuam com o mesmo jeitinho de ser. Malucos, mas sempre dispostos a ajudar (com algumas exceções, tipo a Alicia, vaca pernalta hahaha).

Fiquei bem feliz com o desfecho e, posso estar errada, mas acho que deve ser último da série. Por isso, dei um abraço bem apertado no meu livro, quando terminei a última página. Todas as histórias, uma hora, chegam ao fim. Mas o importante são as lembranças. Obrigada, Sophie, por ter nos presenteado com uma das personagens mais hilárias do mundo literário. ♥ 

4c4fb55226b21c618094c045e5bf6600Crédito da imagem: Pinterest!

Acho que é isso! Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica!
Para ler as resenhas dos outros livros da série é só clicar aqui, aqui e aqui.

Beijos, Carol.

Fan Page ♥  Instagram


1
14.11.2016
* PJ Leu: A garota italiana! ♥

Ei, gente! E a dica literária da semana é A Garota Italiana, da autora Lucinda Riley. O livro, que foi publicado pela editora Arqueiro (parceira do blog), é ideal para quem não dispensa um romance. Vamos lá? ;-)

a-garota-italiana-pj Livro: A Garota Italiana | Editora: Arqueiro | Autora: Lucinda Riley | Preço: R$ 49,90
Crédito da Imagem: Site Editora Arqueiro

Sinopse: Aos 11 anos, Rosanna Menici vê sua vida transformada para sempre quando conhece Roberto Rossini, um cantor de ópera. Depois desse encontro, ela se deixa guiar pelo próprio talento e embarca em uma viagem que, ao longo dos anos, a leva de uma vida simples em Nápoles (Itália) para os palcos das mais famosas óperas do mundo. Então, seu caminho cruza novamente com o de Roberto e os dois passam a dividir holofotes e a encantar as plateias onde quer que se apresentem. Além disso, passam a sentir um amor avassalador um pelo outro. Mas como nem tudo são flores, segredos do passado ameaçam a felicidade do casal e o relacionamento começa afetar a carreira de Rosanna e a vida de todos à sua volta.

Minha opinião: É um romance que prende do início ao fim, mas por ser uma história pesada, faz com que a gente tenha que dar uma paradinha e não correr com a leitura. Mesmo que a curiosidade esteja nos matando para saber o final. O casal protagonista é ok, porém a obsessão que um tem pelo outro, acaba dando raiva. Aliás, cuidado: muitas vezes a obsessão pode ser confundida com amor e, na minha humilde opinião, isso não é legal. Mas cada um pode interpretar de um jeito! Torci muito para que o final fosse diferente e que Rosanna seguisse um outro caminho, mas nem tudo é como a gente deseja, né? Mas fiquei bem feliz como a história fluiu com outro casal, que amei desde o início. E mudando um pouco de assunto: amei muito o Luca! Que pessoa mais doce, amiga e forte. Rosanna e Carlotta tem muita sorte de ter um irmão assim!

Ah! Não é uma história que me fez abraçar o livro no final, mas com certeza trouxe lições valiosas. Por exemplo? Muitas vezes agimos estranhamente em “nome do amor” e as consequências podem ser nada legais. Mas isso não significa que a culpa seja de alguém. Muitas atitudes me deram raiva e fiquei xingando mentalmente, mas no final entendi que nada acontece por acaso e o importante é seguir em frente da sua maneira. E todos os personagens do livro sabem disso, mesmo aos trancos e barrancos. Roberto e Rosanna que o digam!

Destaque para os cenários do livro. Fiquei sonhando com cada lugar e bateu uma saudade e adorei ler algumas coisas italianas no livro! É a minha língua favorita do mundo! Enfim, é um romance bem escrito e todas as peças vão se encaixando no decorrer da história. Foi o primeiro livro da autora que li e vou querer ler outros. Recomendo, gente! 

Já leu? Conta o que achou, mas sem spoiler. ;-)

Para ler a penúltima resenha literária que rolou no PJ, clique aqui.

Beijos, Carol.

Fan Page ♥  Instagram


13

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019