30.11.2016
* PJ Leu: Becky Bloom ao resgate! ♥

E a dica literária da semana é Becky Bloom ao resgate, da autora Sophie Kinsella. Esse é o oitavo livro, publicado pela Editora Record, da série que fala sobre a nossa consumista número um do mundo dos livros. Ah! Quem ainda não leu o penúltimo livro, pode conter spoiler esse post. Ai volta depois! ;-) Mas quem já leu ou não se importa, vamos lá? ♥ 

pj-leu-becky-bloom-ao-resgateLivro: Becky Bloom ao Resgate | Editora: Record | Autora: Sophie Kinsella | Preço: R$ 31,90 (vi na Saraiva)
Crédito da Imagem: Site Saraiva

Sinopse: No oitavo livro, Becky Bloom está em uma missão de resgate. Hollywood se mostrou cheia de surpresas, encrencas e confusões. Mas agora ela, a família e seus melhores amigos estão a caminho de Las Vegas dentro de um trailer. Nossa protagonista fará tudo que estiver ao seu alcance para descobrir o que há por trás do sumiço do seu pai e do marido de Suze. Afinal, por que ele precisa tanto ajudar o seu velho amigo Brent, que por sinal ninguém sabe por onde anda?

Becky sabe que sua tarefa não é nada fácil, mas está disposta a fazer o que for preciso para desvendar todo esse mistério, inclusive colocar em prática o plano mais audacioso de todos os tempos. Mas será que a estratégia mirabolante irá servir para salvar sua família e seus amigos? As brigas são constantes e os obstáculos são muitos,  mas a gente sabe: ela não desiste tão fácil. ;-)

Minha opinião: Ao longo do tempo, as histórias da Becky acabaram se tornando um pouco previsíveis, mas a diversão é a mesma gente. Me diverti muito com esse livro e adorei como a Sophie o conduziu. Ok! Um pouco exagerado todo o mistério, mas estamos falando da Becky, sua família e amigos, né? Óbvio que tem que ter exagero no meio. E mesmo com todos os clichês, alguns elementos me surpreenderam. Por exemplo? A Becky finalmente evoluiu, porém: a essência dela continua intacta. Sempre amei o Luke, mas em alguns momentos achava ele meio frio, sabem? Nessa aventura, achei ele bem mais companheiro e com os melhores conselhos! A Janice me conquistou totalmente. Que amiga fofa, gente! Ah! E preparem o coração: Derek Smith está de volta em uma versão mais suave (digamos assim hahaha)!

De resto, é o tipo de leitura ideal para distrair, rir e, claro, tirar lições valiosas. Adoro o jeito da Becky de não sossegar enquanto não consegue. De ir atrás, mesmo todo mundo com um pé atrás. Também tive mais uma prova (mesmo que literária) de que a família e os amigos são fundamentais para a nossa vida. Ah! Falando nisso, todos os personagens continuam com o mesmo jeitinho de ser. Malucos, mas sempre dispostos a ajudar (com algumas exceções, tipo a Alicia, vaca pernalta hahaha).

Fiquei bem feliz com o desfecho e, posso estar errada, mas acho que deve ser último da série. Por isso, dei um abraço bem apertado no meu livro, quando terminei a última página. Todas as histórias, uma hora, chegam ao fim. Mas o importante são as lembranças. Obrigada, Sophie, por ter nos presenteado com uma das personagens mais hilárias do mundo literário. ♥ 

4c4fb55226b21c618094c045e5bf6600Crédito da imagem: Pinterest!

Acho que é isso! Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica!
Para ler as resenhas dos outros livros da série é só clicar aqui, aqui e aqui.

Beijos, Carol.

Fan Page ♥  Instagram


1
14.11.2016
* PJ Leu: A garota italiana! ♥

Ei, gente! E a dica literária da semana é A Garota Italiana, da autora Lucinda Riley. O livro, que foi publicado pela editora Arqueiro (parceira do blog), é ideal para quem não dispensa um romance. Vamos lá? ;-)

a-garota-italiana-pj Livro: A Garota Italiana | Editora: Arqueiro | Autora: Lucinda Riley | Preço: R$ 49,90
Crédito da Imagem: Site Editora Arqueiro

Sinopse: Aos 11 anos, Rosanna Menici vê sua vida transformada para sempre quando conhece Roberto Rossini, um cantor de ópera. Depois desse encontro, ela se deixa guiar pelo próprio talento e embarca em uma viagem que, ao longo dos anos, a leva de uma vida simples em Nápoles (Itália) para os palcos das mais famosas óperas do mundo. Então, seu caminho cruza novamente com o de Roberto e os dois passam a dividir holofotes e a encantar as plateias onde quer que se apresentem. Além disso, passam a sentir um amor avassalador um pelo outro. Mas como nem tudo são flores, segredos do passado ameaçam a felicidade do casal e o relacionamento começa afetar a carreira de Rosanna e a vida de todos à sua volta.

Minha opinião: É um romance que prende do início ao fim, mas por ser uma história pesada, faz com que a gente tenha que dar uma paradinha e não correr com a leitura. Mesmo que a curiosidade esteja nos matando para saber o final. O casal protagonista é ok, porém a obsessão que um tem pelo outro, acaba dando raiva. Aliás, cuidado: muitas vezes a obsessão pode ser confundida com amor e, na minha humilde opinião, isso não é legal. Mas cada um pode interpretar de um jeito! Torci muito para que o final fosse diferente e que Rosanna seguisse um outro caminho, mas nem tudo é como a gente deseja, né? Mas fiquei bem feliz como a história fluiu com outro casal, que amei desde o início. E mudando um pouco de assunto: amei muito o Luca! Que pessoa mais doce, amiga e forte. Rosanna e Carlotta tem muita sorte de ter um irmão assim!

Ah! Não é uma história que me fez abraçar o livro no final, mas com certeza trouxe lições valiosas. Por exemplo? Muitas vezes agimos estranhamente em “nome do amor” e as consequências podem ser nada legais. Mas isso não significa que a culpa seja de alguém. Muitas atitudes me deram raiva e fiquei xingando mentalmente, mas no final entendi que nada acontece por acaso e o importante é seguir em frente da sua maneira. E todos os personagens do livro sabem disso, mesmo aos trancos e barrancos. Roberto e Rosanna que o digam!

Destaque para os cenários do livro. Fiquei sonhando com cada lugar e bateu uma saudade e adorei ler algumas coisas italianas no livro! É a minha língua favorita do mundo! Enfim, é um romance bem escrito e todas as peças vão se encaixando no decorrer da história. Foi o primeiro livro da autora que li e vou querer ler outros. Recomendo, gente! 

Já leu? Conta o que achou, mas sem spoiler. ;-)

Para ler a penúltima resenha literária que rolou no PJ, clique aqui.

Beijos, Carol.

Fan Page ♥  Instagram


13
11.11.2016
* 5 lições que você aprendeu com Rei Leão! ♥

Ei, Gente! Um post rapidinho! Então, o Buzzfeed fez um post essa semana com algumas lições que aprendemos com o filme Rei Leão, dai selecionei cinco para dar um gás nos próximos dias e na vida mesmo! ;-)

1. Você pode fazer amigos onde jamais imaginou! ;-)

sub-buzz-10765-1478715847-1

2. Aliás, o amor da sua vida pode estar mais perto que você imagina.

grid-cell-22635-1478721552-4

3. Você pode e DEVE aprender com o passado! ;-) 

sub-buzz-12570-1478718654-1

4. Segundo Timão e Pumba, “lar é onde o bumbum descansa”. 

sub-buzz-22563-1478719375-1

5. Isso é viver, é aprender… Hakuna Matata! ;-) 

sub-buzz-13483-1478716163-1

E vocês? O que aprenderam com esse filme? Aliás, para ler todas as lições, só clicar aqui. ;-) Ah! Se ficar de bobeira esse finde, que tal rever esse filme?

Beijos e bom finde!!

Carol.

Fan Page ♥  Instagram


12
07.11.2016
* PJ Leu: Muito amor por favor! ♥

E a dica literária da semana é: Muito amor por favor, dos autores nacionais Arthur Aguiar, Frederico Elboni, Ique Carvalho e Matheus Rocha. O livro, que foi publicado pela editora Sextante (parceira do blog), é repleto de textos sobre um sentimento em quatro elementos.

livro-muito-amor-por-favor-pj-leu-1Livro: Muito amor por favor | Editora: Sextante | Preço: R$ 29,90
Crédito da Imagem: Site Editora Sextante 

Sinopse: Muito amor por favor é a expressão do sentimento de amor do ponto de vista de quatro jovens, que escrevem sobre relacionamentos reais e atuais. Eles falam sobre viver a dois com intensidade e peito aberto, abraçando igualmente a dor e a felicidade. Através de textos, cada autor explica à sua maneira sobre como é amar, estar apaixonado, e experimentar a verdade das relações em todos os seus aspectos, representados nos elementos da natureza: água, ar, fogo e terra.

As características de cada tipo de amor vão além, mas é basicamente assim: Arthur escreve sobre o amor “água”, aquele que pode ser agradavelmente quente ou ferir se ficar gelado. Frederico fala sobre o amor “ar”, aquele que é leve, eleva e que faz com que os pombinhos flutuem. Ique mostra como é o amor “fogo”, aquele que arde, arrebata, aquece a alma e, às vezes, incendeia até doer. Matheus conta como é o amor “terra”, aquele estável, certo, seguro e que pode também provocar terremotos e abalar estruturas.

Minha opinião: Estava bem ansiosa para ler. Tanto que esse livro furou a vez de outros! Não é ruim, pelo contrário. Mas confesso que esperava um pouco mais. A primeira parte foi a minha favorita. Ique, que fala sobre o fogo, me conquistou com suas histórias e lições que o pai deixou para ele. Sem palavras para o texto “Amor que dói, amor que cauteriza feridas”… De arrancar suspiros, lágrimas e deixar lições valiosas. Obrigada, Ique!  Depois vem o Matheus e o amor terra. A escrita dele é ainda mais intensa nesse livro e envolve a gente. Aí vem o Arthur com a água e me surpreendi positivamente, mas como nem tudo são flores… Tive a impressão de que alguns textos entraram no livro só para tapar buraco. Ou talvez não tenha entendido direito mesmo. E depois veio o Frederico com o amor “ar” e finalizou o livro de um jeito apaixonante e me identifiquei bastante!

Resumindo: o livro começa mega bem, depois cai um pouco e finaliza com chave de ouro! Por esse motivo, a leitura não fluiu como eu imaginei. Mas é a minha opinião, viu gente? Acho que vale a leitura pelos aprendizados e cada um interpreta da sua maneira. E também tem aquela história do momento. Talvez se eu reler, toque de um jeito diferente. Ah! Destaque para capa. Uma das mais lindas que vi esse ano!

pj-leu-muito-amor-por-favor-quoteMelhor trecho!

Já leu? Conta o que achou! Ainda não? Fica a dica! =)

Beijos, Carol.

* Para ler a resenha do livro “Eu sou as escolhas que faço”, clique aqui

Fan Page ♥ Instagram


5
01.11.2016
* PJ Leu: Eu sou as escolhas que faço! ♥

E a dica literária da semana é: Eu sou as escolhas que faço, da autora Elle Luna. O livro, que foi publicado pela editora Sextante (parceira do blog), é uma ótima pedida para começar o mês com o pé direito. Já adianto: é uma das leituras que mais me tirou da caixinha e me deu aquele empurrãozinho extra na vida! ♥

eu-sou-as-escolhas-que-facoCrédito da imagem: Editora Sextante!

Sinopse: Sempre temos a opção de seguir o caminho da segurança ou da paixão! Sempre encontramos essa encruzilhada! E, todos os dias, fazemos uma escolha. Esse livro faz com que a gente reflita quais são essas escolhas que temos feito.  É importante ressaltar que cada um de nós tem um potencial único que foi nos dado ao nascer. Se vamos cultivar esse “dom” ou não, depende de nós mesmos! Em seu sentido mais puro, a paixão é a razão por estarmos aqui… E escolher seguir essa estrada é a jornada mais importante da nossa vida!

Através de um livro colorido e ilustrado, a autora nos mostra os desafios, obstáculos e medos que costumam nos impedir de continuar nesse difícil e prazeroso caminho da paixão. Mas ao mesmo tempo, ensina a encontrar soluções criativas para superar cada um deles! ;-)

pj-leu-eu-sou-as-escolhas-que-facoCrédito da imagem: Pequena Jornalista! 

Minha opinião: É um dos melhores livros que li esse ano. Não é que a autora faça milagre, mas abre a nossa mente, sabe? Faz com que a gente saia da caixinha! Aos poucos, a Elle mostra que trilhar o caminho da paixão é uma das melhores escolhas. Mas ela é realista. Não viaja na maionese! A autora mostra o que geralmente nos impede de seguir essa rota e dá pequenas soluções. Algumas até parecem óbvias, mas toca a gente de um jeito diferente. Bom, pelo menos foi o que aconteceu comigo!

Uma das coisas que me impede de trabalhar só com o que eu gosto é o dinheiro! E, gente, por mais que o dinheiro não seja tudo, infelizmente, sem ele, a gente não come, não paga as contas e por aí vai. Então, não dá para largar tudo de uma vez. E no livro, a Elle mostra exatamente isso e dá uma solução que une o útil ao agradável. Em outras palavras: a solução talvez seja que você possa trabalhar em algum lugar que te dê um salário e, ao mesmo tempo, que você consiga conciliar esse trabalho com o seu verdadeiro sonho. Então, abrir mão daquele emprego que não deixa você ter vida é a melhor opção. Talvez em um outro, você não ganhe tanto, mas em contrapartida, você consegue conciliar.

Exemplo: quero escrever um livro, mas com o trabalho atual só consigo chegar em casa, tomar banho e dormir. Com um outro emprego, consigo ter dinheiro e tempo para escrever. Aí aos poucos, você transforma o sonho em realidade e uma hora vai conseguir só trabalhar com o que realmente gosta. Tudo no seu tempo, mas sem perder tempo! ;-) Ah! Por mais que esse caminho seja o mais gostoso de seguir, não significa que seja o mais fácil. Essa foi uma das principais lições que tirei desse livro!

É uma leitura que você devora em uma noite e realmente te dá vontade de praticar tudo que leu! É um livro interativo e que faz você pensar e escrever. Então, separa um bloquinho junto com a leitura. Ah! Tem uma atividade que pede uma cadeira, então, talvez seja melhor ler em casa. Fora isso, destaque para as ilustrações. Acredito que esse livro vá mexer com cada um de um jeito, mas o importante é que ele te faz sair da caixinha e seguir seus sonhos de verdade.

eu-sou-as-escolhas-que-faco-2Crédito da imagem: Pequena Jornalista! 

Por fim, tenha essa frase sempre com você: eu sou as escolhas que faço! Então, nada de só reclamar. Hora de colocar a mão na massa!  ^^

Já leu? Conta o que achou! Ainda não? Recomendo! 

Beijos, Carol.

Para ler a resenha do livro No meio do caminho tinha um amor, clique aqui

Fan Page ♥ Instagram


24

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019