27.04.2017
* {Beda 27} – Diário de viagem (Orlando): personagens! ♥

Oi, Gente! Hoje é dia de mais um post da série “Diário de Viagem – Orlando“. \o/ Na parte do parques, eu sou apaixonada pelos brinquedos… Porém, por mais que tenha várias fotos com personagens, toda vez que eu vou, faço questão de entrar na fila e tirar foto com os que eu encontro. Tudo bem que na maioria das vezes, a fila está gigante, mas não importa. Nesse momento, acho que tudo é festa, sabem? Sem estresse! Brincar é bem importante, mas a parte dos personagens deixa tudo mais mágico Enfim, selecionei algumas fotos com as “personalidades” que mais amei (dessa vez). Tanto na Disney, quanto na Universal Studios! Bom post. ;-)

1. Mickey, Minnie e Pateta (Epcot) 

Ficamos horas (não é exagero) na fila, mas valeu muito a pena. 

Personagens Disney - 4

2. Olaf (Disney – Hollywood Studios) 

Receber o abraço quentinho do Olaf no último dia de Parque = ♥ 
Ah! Sem fila na hora que eu fui. ;-)

Personagens Disney - 1

3. Dinossauro (Universal Studios) 

Como vocês sabem, sou baixinha. Daí, algumas pessoas acham que eu ainda sou criança hahaha. Toda vez eu ia tirar foto, a pessoa que cuidava do personagem achava que eu era a mais nova do grupo. Só que mal sabiam que eu era uma das mais velhas hahaha. Daí, nesse dia, pediram para o resto do grupo se retirar e me deixaram sozinha para “ganhar” um leve susto desse dinossauro. Resultado: uma das melhores fotos da viagem hahaha! =D

Personagens Universal - 2

4. Woody e Buzz, do Toy Story (Disney – Hollywood Studios) 

Esses dois marcaram muito a minha infância! 

Personagens Disney - 3

***

Claro que ainda tem um milhão de personagens. Infelizmente, não consegui tirar foto com milhares de personagens. O tempo é curto e, dependendo da fila, é melhor dividir. Mas não deixe uma fila fazer com que você desista. Se é um personagem que você gosta, tire foto. E na hora. Deixar para “depois” é furada! ;-) E quando chegar em cada Parque, pegue aquele guia ou baixe o app, que tem indicando os horários e o local que cada um se encontra.

É isso, gente! Podem opinar à vontade e contem qual personagem inesquecível você tirou foto ou gostaria de registrar. 

Beijos, Carol.

Primeiro post do Diário de Viagem: Brinquedos

Fan Page ♥ Instagram 


12
29.07.2016
* PJ Leu: Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática + Surpresinha! ♥

A dica literária da semana é Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática, da autora Thalita Rebouças. O livro, que foi publicado pela editora Arqueiro (parceira do blog e que cedeu o livro), é bem teen, mas que diverte qualquer pessoa, de qualquer idade. Vamos lá? Ah! No final, tem uma surpresinha para vocês, caros leitores! 

Thalita Rebouças - Confissões de uma garota excluída, mal-amada e um pouco dramática - 3

Sinopse: Tetê acaba de se mudar com a família toda para a casa dos avós em Copacabana (RJ), pois com a crise o pai perdeu o emprego e eles tiveram que sair do lindo apartamento na Barra da Tijuca. Resultado? Sua vida virou de cabeça para baixo! Ela perdeu sua privacidade e sua referências. A parte boa foi se livrar do antigo colégio, onde sofria bullying devido ao seu jeitinho peculiar de ser. O problema é que a nossa protagonista está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola e sem conhecer ninguém. Seus maiores medos: de ser excluída novamente, de não fazer amigos e sofrer com tudo isso!

Tetê é uma garota divertida, bem-humorada e que adora cozinhar. Porém, está muito mal. Será? Acontece que uma das características dela é ser (um pouco) dramática! Afinal, no primeiro dia de aula as coisas já parecem um pouco diferentes. Ela já conheceu na prática a palavra amigo! Enfim, com o tempo, ela vai descobrir que sair da zona de conforto e enfrentar seus medos é a única maneira de ser feliz. :)

Thalita Rebouças - Confissões de uma garota excluída, mal-amada e um pouco dramática - 1Livros e Mimos!  

Minha opinião: Sabe aquela personagem que você mega se identifica? Principalmente, no drama hahaha. Adorei a leitura, que flui de um jeito bem divertido e “Thalita” de ser. A história foi bem construída e conseguimos ver nitidamente o crescimento da Tetê ao longo dos capítulos. Todos os personagens dão um toque a mais no livro! Principalmente, o Zeca e o Romildão (psiquiatra dela). O Zeca é um fofo e amigo verdadeiro. Que fala na lata, sem machucar. Mas também temos que dar o crédito a Tetê, ela estava aberta para receber críticas construtivas, sabe? Aliás, isso foi o que mais aprendi com ela (pelo menos na teoria haha). Temos que sair da zona de conforto e prestar atenção mesmo nas críticas, ainda mais vindo de uma pessoa que temos certeza que se preocupa com a gente. Falando em aprendizado, por mais que a leitora aqui esteja na casa dos 30, aprendi muito com a nossa protagonista.

Os capítulos são curtinhos (pontinho extra pelo simples fato de que eu tenho toque e não consigo parar a leitura no meio daquele capítulo giga hahaha) e a autora não deixou nada passar. Tudo foi bem concluído, sabem? Me apaixonei pelo irmãos Dudu e Davi (e sua mania de falar todo certinho). E a “Valentina-língua-ferina” é o tipo de pessoa digna de pena, mas sem ela não teríamos os melhores apelidos inventados pela Tetê hahaha. Fiquei bem curiosa para experimentar as receitas que estão no livro (e até tentar arriscar minha vida na cozinha ;p) e adorei a forma como elas  foram escritas!

Ah! Uma das coisas que mais chamaram a minha atenção na leitura foi a forma como a autora lidou com alguns temas de um jeito leve. Por exemplo, o bullying. Arrasou, Thalita! ;-) Por fim, o título tem tudo a ver com a história e achei a capa fofinha, mas confesso que imaginei a Tetê bem diferente! Ah!! A autora já contou que vai ter um segundo livro, mas contando um pouco sobre o Davi (). E não querendo me meter, queria um livro sobre o Zeca também!!

Mega indico a leitura, pessoal. 

***

Quem ainda não leu, fica a dica! Quem já, pode opinar à vontade (mas sem spoiler ;p)! Mas calma que o post não acabou. No comecinho do ano teve um encontro de livreiros (com blogueiros invasores hahaha) e quem marcou presença foi a Thalita Rebouças. No final, tive a oportunidade de conversar com ela um pouquinho e agora vou contar para vocês!

Thalita Rebouças - Confissões de uma garota excluída, mal-amada e um pouco dramática - 2Thalita Rebouças no encontrinho de livreiros
(e alguns blogueiros intrusos hahaha)
no Rio de Janeiro! 

1. Se tivesse um incêndio em uma biblioteca, quais você salvaria? 
R: Eu salvaria Ensaio sobre a cegueira (José Saramago), Crônica de uma morte anunciada (Gabriel García Márquez) e Travessuras de uma menina má (Mario Vargas Llosa).

2. Quais são suas dicas de ouro para quem, assim como a Tetê, gostaria de virar escritora? 
R: As minhas dicas são: escrever todos os dias. Sem essa de “inspiração”, nem que seja uma linha, um parágrafo. Também temos que ler muito, pois quanto mais a gente lê, melhor a gente escreve. E não desistir! ;-)

3. Uma mania esquisita na hora de escrever?
R: Tenho mania de escrever no chão. Não sei o motivo, mas gosto de colocar o computador em uma mesinha e sento no chão bem duro mesmo hahaha.

***

Foi uma entrevista bem curtinha, mas gostei de conhecer um pouco mais dessa autora, que marcou muito a minha adolescência! Espero que tenham gostado também! Muito obrigada Thalita e a equipe da Arqueiro. :) Ah! Vale lembrar que o Projeto Drama Queen de semana passada foi sobre algumas coisas que a gente pode aprender com a Tetê dramática. Clique aqui para ler!

Beijos, Carol.

Fan Page ♥  Instagram


2
08.01.2016
* PJ Leu: Doce Perdão! ♥

A primeira dica literária do ano é: Doce Perdão, da autora Lori Nelson Spielman, publicado pela Verus Editora. Além da capa ser linda, o conteúdo é incrível. Se você não dispensa um bom romance, sugiro continuar lendo esse post. ;-)

Sinopse: Hannah Farr apresenta um programa diário na TV e tem um público fiel. Considerada uma personalidade de New Orleans, ela namora há dois anos com o charmoso prefeito da cidade. Tudo parece um mar de rosas, mas duas pedras mudam o rumo da história. As Pedras do Perdão viraram mania no país inteiro e a proposta é a seguinte: enviar duas pedras para alguém que você maltratou no passado. Se a pessoa lhe devolver uma delas, significa que você foi perdoado. Simples assim! Mas a partir do momento que a personagem recebe as pedras de uma amiga conhecida, Fiona (autora do livro que explica a mania), sua vida vira de cabeça para baixo. Lembranças do passado surgem e as certezas se transformam em dúvidas. Agora Hannah tem duas opções: tentar consertar os erros ou viver diariamente com os pontos de interrogação.

6362325d-9101-40dc-9f3d-e8355dc37e30“Perdoar é libertar um prisioneiro e descobrir que o prisioneira era você.”
(Lewis B. Smedes)
♥ 

Minha opinião: Uma leitura repleta de sabedorias! Doce Perdão mostra que rever conceitos é fundamental. Perdoar também! Esse verbo liberta um prisioneiro, que por sinal, muitas vezes pode ser você e, não, o vilão. A história tem um gancho bem interessante e flui de um jeito bacana. Alguns capítulos são monótonos, mas outros exigem não te deixam dormir. Personagem que ganhou o coração da blogueira: Dorothy, a ex-sogra mais fofa do universo e a mais sábia também. Ela me ensinou uma das melhores lições que o livro proporcionou: não ter pressa. Cada um tem o seu tempo! O perdão nem sempre vem na hora que queremos, mas quando vem… É indescritível. Alguns personagens são irritantes e só vivem de aparência. Concordo que tem coisa que é melhor deixar pra lá, mas se incomoda não vejo problema tentar consertar. O final me deixou confusa, mas a parte boa é que deu para usar a imaginação em dobro. Ah! E a viagem que a Hannah Farr faz é a parte mais doce do livro. Tão bom encontrar pessoas que não nos intimidam. 

Confesso que preferi o primeiro romance da autora, A Lista de Brett (resenha aqui), me prendeu mais. Porém, recomendo o livro protagonista do post de hoje. Rende valiosas lições. Pode apostar: sua bagagem literária vai agradecer! ;-)

Já leu? O que achou? Ainda não? Coloca na listinha!
Beijos, Carol. 

Fan Page ♥ Instagram 


2
05.01.2016
* PJ News: Seja bem-vindo, Janeiro! ♥

Oi, 2016! Oi, Janeiro! O ano começou repleto de novidades. Algumas nem são tão novas assim, mas só prestei atenção agora! Tem produtinhos de beleza com a cor do ano, filme com personagens que marcaram a minha infância, coisinhas do mundo literário, itens essenciais para o verão e um desejo, digamos, meio “vintage”. Curiosos? Bom post! ;-)

b6ae2b8f-873e-4f71-b6d5-61a0b9813090Novidades de Janeiro. 

Minha lista de desejos desse mês tem um livro interativo bem interessante: Uma Pergunta Por Dia, da editora Intrínseca. A função dele e fazer com que a gente responda diversas questões, desde as mais simples até as mais complicadinhas. E o melhor é que você pode preencher durante cinco anos. ;-) Pelo que eu entendi, é uma forma de ver como você cresceu de um ano para o outro. Ainda nesse universo literário… Encontrei essa capinha, da Go Case, para celular com o seguinte “elogio”: você é tão livro. Quero para ontem! ♥ 

Mudando de assunto, ansiosa para ver o filme do Snoopy, que estreia dia 14. Como disse no começo, os personagens da turma do Charlie Brown marcaram a minha infância, então impossível perder essa história nas telonas. Ah! Para quem é apaixonada por eles também, os brindes do Mc Lanche feliz são deles. ;-) Em relação ao tema “vintage” que comentei lá no primeiro parágrafo, escolhi a agenda com a arte linda do perfil @coisasboasacontecem. Segundo a minha little sister, quase ninguém mais usa agenda física. Confesso que tem um tempinho que não uso mesmo, mas fiquei encantada por essa. Principalmente pela frase “seja o ano que você deseja“. Inspiradora, né?

Por fim, os produtinhos de beleza! Fiquei com vontade de experimentar esse hidratante spray, lançamento da Natura, com fragrância de algodão. Vou perguntar para a minha dermato se ela libera, mas se não liberar, experimentem por mim. ;p Enfim… Para quem não sabe, a cor desse ano escolhida pela Pantone é o rosa quartzo. Daí, a Quem Disse, Berenice?, separou alguns itens com essa tonalidade. Os meus preferidos: o batom rosabraço e o blush rosinha. Acho que não são lançamentos, mas chamaram a atenção na hora certa. E para terminar o post: o balm labial da Granado com cheirinho de MANGA! Tudo a ver com o verão, né? Eu tenho o de maracujá e MEU DEUS! Dá vontade de comer hahaha. Imagino esse!  

Qual novidade que vocês não vão perder por nada?
Sabe de algum lançamento imperdível? Conta aí nos comentários. 

Beijos, Carol. :)

Fan Page ♥ Instagram 

P.S: crédito das imagens – Site da Livraria Cultura, Site Adoro Cinema e Instagram das marcas.
crédito da montagem – Pequena Jornalista! 


4
11.10.2015
* O que aprendemos com o icônico Visky, da novela (que deixou saudades) Verdades Secretas… ♥

Eu sei, gente. Parece assunto antigo! Afinal, a novela já acabou há duas semanas… Por mais que os assuntos abordados tenham sido bem pesados, eu sinto falta! Principalmente do Gui e… Do Visky. Sério, um dos personagens mais hilários da vida. O ator Rainer Cadete arrasou muito. Quem não demorou para identificar que o Visky era ele? Eu só fui descobrir no programa Altas Horas. Enfim, marcou e, de quebra, nos deu algumas dicas de ouro. E quem vai contar para a gente o que aprendeu com ele é a atriz Taianne Raveli, namorada do Rainer. Pois é! Pasmem. O cara atuou tão bem, que muita gente achava que ele era o próprio Visky. Mas fora das telinhas, eles namoram há mais de 3 meses e são superfofos juntos. E chega de conversa: vamos conferir três lições de ouro que ele ensinou para ela. ;-)

Post - Visky x TaiO que ela aprendeu com ele... 

“Eu aprendi muita coisa com o Visky, mas três marcaram: a primeira é nunca, em hipótese alguma, deixar de tirar a maquiagem. Eu sei que todo mundo sabe, mas na prática é bem diferente. Então, se tiver com preguiça, vai com preguiça mesmo. A segunda lição é que o carão sempre funciona nas fotos. Coloca o carão e vai! Por último, mas não menos importante: se o salto estiver machucando, respira. Foca na ponta do sapato, que fica tudo bem. ;-)”

Hahaha muito bom, né? Principalmente, a última. Vou lembrar sempre que eu tiver na night! ♥♥♥ Melhor dica (desse mundinho) da vida. Concordam? E quem aprendeu outras coisas com o Visky, conta aqui nos comentários. ;-)

Post - Visky e Tai - PJOs dois. Fofos, né? 

Ah! Para quem está com saudade do ator, pelo que eu li, em breve ele volta para as telinhas (e como vilão). Uhul \o/! Que o papel seja surpreendente também. E quanto a Tai, ela também é atriz e logo logo estreia na TV com a série teen “A Chance”, dirigida pelo diretor Marcus Dartagnan.

Beijos e bom domingo,
Carol. 

P.S: Crédito das Imagens – 1ª: Instagram dos dois atores. (montagem – Pequena Jornalista) / 2ª: Perfil Instagram da Tai. :)


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018