26.11.2018
* Diário de Viagem: 5 coisas que eu aprendi dessa vez. ♥

Ei, Gente! Olha quem voltou de viagem.  Para quem não sabe, passei alguns dias em Orlando e em Punta Cana. Fui comemorar com o Mickey e casar uma amiga. E nada melhor do que relembrar essa aventura com posts especiais, né? O primeiro: cinco coisas que eu aprendi dessa vez. Sim, viagens também são ótimas oportunidades para a gente aprender e MUITO. Vamos lá? ;-)

Diário de viagem - PJ - 1º PostCrédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. A gente passa meses e, até mesmo, anos planejando uma viagem. Mas não adianta: contratempos sempre vão existir e fogem mesmo do nosso controle. Mas a forma como a gente lida é que faz a diferença. Alguns imprevistos, como acordar atrasada, quase perder conexão, febre fora de hora, confundir os nomes de alguns lugares e tal, me deixaram meio p da vida e ainda mais ansiosa. E a TPM não ajudou em nada, mas depois eu vi que passam e dão lugar a ótimas histórias. Então, se joga, mas sabendo que pequenos “como isso foi acontecer?” podem surgir e tudo bem.

2. Comprovei mais uma vez na prática que coragem realmente não tem nada a ver com a ausência de medo. Sou bem medrosa em relação a brinquedos, principalmente, montanha russa com looping, mas prometi ao meu namorado que ia tentar ao menos uma. Quando entrei na do Aerosmith (Hollywood Studios), por exemplo, só falei que estava morrendo de medo, ele me deu a mão e começou. Não sei ainda explicar a sensação direito, mas vi naquele momento que eu sou mais corajosa do que imagino e isso valeu a atração toda.

3. Às vezes a gente quer fazer um milhão de coisas no mesmo dia, mas acaba não aproveitando nem 50% de cada. Então, na próxima viagem, vou tentar abdicar de algumas coisas e combinar com o meu boy de parar de querer abraçar o mundo com as pernas. Por exemplo, não acho que dê muito certo essa história de visitar 2 parques no mesmo dia e um outlet no meio. A não ser que você pratique a praticidade e não fique mil horas em uma loja apenas e saiba selecionar os brinquedos que realmente quer ir. Mas vale ver o seu limite, se organizar melhor e pensar nas suas companhias também.

4. Cada viagem tem um propósito. Nenhuma é igual a outra! Tudo vai depender da ou das companhias, da época em que você está viajando e por aí vai. Ano passado, fui com a minha prima e dois amigos dela e foi totalmente diferente dessa vez. Tiveram coisas que não consegui repetir, outras que finalmente risquei da minha listinha e algumas que vão rolar na próxima. Mas foi tão especial quanto, sabem? A propósito: obrigada, namorado!

5. Todo lugar que você conhecer, vai ter um gostinho especial e de quero mais. Aquela sensação de queria ter aproveitado mais, sempre vai existir. Faz parte da depressão pós-viagem hahaha. Mas todos os momentos, até os imprevistos, vão fazer parte de uma caixa de lembranças incrível e que dá saudade.  E é isso que importa. 

***

É isso, gente.  Podem opinar à vontade e me contem: o que vocês aprenderam na última viagem? :)

Beijos, Carol.

Para ler: Favoritos da Disney e Universal

Fan Page ♥ Instagram 


1
25.09.2018
* Passeio turístico literário: Real Gabinete Português de Leitura (RJ)! ♥

Ei, Gente! :) Hoje tem dica de passeio turístico literário: visitar o Real Gabinete Português de Leitura, que fica no centro da cidade do Rio de Janeiro. Vamos lá? 

Real Gabinete Português - PJ - 2

Tudo começou com uma mensagem de uma amiga-mãe-parceira de perrengue literário, Mari, depois do que aconteceu com o Museu Nacional: vamos visitar o Real Gabinete Português, filha? Óbvio que eu topei, né? Amo esses programas culturais e queria fazer mais. Então, na 6ª feira passada, pegamos o metrô e fomos em busca desse ponto turístico. Não foi muito fácil achar não, até porque não encontramos sinalização alguma e TODO MUNDO que a gente pedia informação nos olhava com uma cara de “tem certeza de que vocês estão no lugar certo?”. Até que uma hora, ele estava lá, na nossa frente, nos esperando! YEY! Finalmente! 

O moço da recepção foi um amor, nos explicou com a maior paciência do mundo e antes de entrar, é importante seguir algumas regrinhas, como: não tirar foto com flash, falar alto, tocar nos livros e por ai vai. Mesmo com essas limitações, vale a pena, porque é aquela biblioteca que faz a gente se sentir a Bela, do filme. A música “tudo é igual nessa minha aldeia”, não saia da minha cabeça hahaha. Os detalhes são impressionantes e nos quase 350 milhões de obras (a moça me contou que até o fim do ano, estão aguardando chegar a esse número), encontrei desde a Bíblia até Nicholas Sparks. Além disso, rende fotos lindas e você sai de lá ainda mais apaixonada pelo mundo literário. Eu queria que fosse um ponto turístico mais interativo, afinal, qual é a graça de não poder tocar nos livros e ver um por um? Mas entendo essas ressalvas e tal. Alguns funcionários não são muito simpáticos, a minha sensação é de que mais uma pergunta que eu fizesse, seria expulsa na hora. Porém, é um passeio que mega recomendo. Além de tantas histórias que o Gabinete carrega, é uma forma de ajudar a nossa cultura, que é tão vasta, mas pouco aproveitada, digamos assim.

Real Gabinete Português - PJ - 7

Real Gabinete Português - PJ - 5

Real Gabinete Português - PJ - 6Crédito das Imagens: Pequena Jornalista /Mari Garbes

Além disso, mais algumas informações: funciona de 2ª a 6ª, das 9h às 18h e o passeio é  gratuito. Para pegar livro de lá, você tem que entrar no site, ver o catálogo deles, ir até o local e preencher uma ficha. O livro deve ser lido no Gabinete mesmo, ok? :) Ah! E uma curiosidade: 1 vez por ano, eles recebem doações da Biblioteca Nacional, pelo que eu entendi. E vocês sabiam que é uma das Bibliotecas mais belas do mundo? E, particularmente, não tenho como discordar. 

Para terminar, segue o depoimento da minha amiga Mari: “Entrar no Real Gabinete é como entrar na biblioteca do filme ‘A Bela e a Fera’. Um sonho de contos de fadas para os amantes de livros. Recomendo o passeio para todos os cariocas e quem visitar a cidade“. ;-)

Real Gabinete Português - PJ - 3Obrigada pela companhia, amiga! 

É isso, gente! :) Gostaram da dica? Podem opinar à vontade! O Rio está tenso, mas esses programas fazem a gente imaginar que ainda pode ter jeito, eu acho. E se alguém tiver mais alguma dica literária aqui no Rio, só falar.

Beijos, Carol. 

Para ler: Dica Gastronômica Literária – Itália

Fan Page ♥ Instagram 


2

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018