29.11.2018
* Para assistir: De repente uma família! ♥

Ei, Gente! :) Como o fim de semana já está chegando, separei uma dica para quem quer curtir um cineminha: De repente uma família Aquele típico filme que é leve, divertido e cheio de lições valiosas. Vai muito além do tema adoção, viu? ;-)

3127684.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Primeiro, um resuminho da história… O casal Pete e Ellie decide adotar uma criança e busca uma feira que tem por objetivo proporcionar encontros entre adultos e jovens sem lar. Até que eles se encantam pela Lizzie, uma pré-adolescente bem difícil. Porém, ela tem dois irmãos menores, que tem de acompanhá-la. Moral da história? A vida de todos vira de cabeça para baixo e muda completamente e… Chega! Se não, vou dar spoiler. ;-)

Se eu amei o filme? MUITO. É aquele que fala sobre assuntos sérios, mas assim que começa a cair uma lágrima, vem uma fala e te faz rir muito. Mas não é de forma apelativa, sabem? No comecinho, achei meio parado, mas o decorrer da história é construído com tanto bom humor, que me fez acordar logo e chegar a uma conclusão de que esse é um dos melhores filmes que assisti em 2018.

Todos os personagens acrescentam, as sacadas são maravilhosas e os diálogos divertidos e para lá de emocionantes. Amei a forma como Pete e Ellie lidaram com a situação toda, mesmo tudo virando de perna para o ar. Mas não foi um “lidar” surreal. Foi na medida certa, que ensina quem está assistindo, mas sem achar que é impossível agir daquela maneira. Os irmãos da Lizzie são bem fofos e a garotinha é a coisa mais linda e peste da vida. A cena dela com a faca do Bob Esponja é a melhor! Também curti muito as duas moças que comandam a feira e as reuniões! E a mãe do Pete? Uma vó daquela é tudo que a gente pede a Deus. O final é emocionante! Um dos mais lindos. E, claro, destaque para o cachorro mara da família, que a propósito merecia mais atenção!

E sobre as lições: não existe família perfeita, mas existe aquela que se apoia, que está junto para o que der e vier. E se for preciso vai até preso! Ah! Às vezes, a gente quer tanto uma coisa, que não nota o que está ao nosso redor. E, sim, ser pai/mãe biológico é incrível, mas de coração é a melhor coisa que você pode fazer por alguém que já não tinha mais esperança! Seja pai/mãe, mas esqueça isso de sangue. De coração é o que vale mais!

Crédito das Imagens: Adoro Cinema 

Por fim, mas não menos importante: a trilha sonora! É bem fofa e dá vontade de baixar todas as músicas. Vou pesquisar melhor e depois publico aqui no blog ou no Insta (segue lá ^^). ;-) Ah! Esqueci de falar que o filme é baseado em fatos reais. Então podem dar atenção aos créditos finais.

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Mega recomendo! 

Beijos, Carol.

Para assistir: Nasce uma estrela!

 Fan Page ♥  Instagram


1
23.10.2018
* Para escutar (e assistir): Nasce uma estrela! ♥

Ei, Gente! :) Que tal uma dica cinematográfica misturada com um trilha sonora linda? Na última sexta-feira, fui assistir Nasce uma estrela, com os maravilhosos: Bradley Cooper e Lady Gaga. Sério! Que filme! Me fez soluçar de tanto chorar e ficar com vergonha porque ninguém mais estava chorando, mas vale a pena. Nem que seja apenas pelas músicas. 

Nasce uma estrela - PJ Crédito Adoro Cinema

Para começar, segue um resumo do resumo do que é a história: Jack é um cantor no auge da fama. Um dia, depois de uma apresentação, ele vai até um bar para beber algo, mas ganha muito mais, conhecendo Ally, uma aspirante a cantora, que ganha a vida em um restaurante. Os dois se encantam e Jack decide apostar no talento dela. Ao mesmo tempo que a protagonista ascende ao estrelato, ele passa por uma crise relacionada ao álcool.

Não é bem uma resenha esse post, mas vou fazer algumas observações, combinado? Primeiro: amei a escolha dos dois. Lady Gaga me surpreendeu muito, não só pela voz, mas pela atuação. E como ela é bonita, gente! Bradley? É sem comentários! Ele manda muito e provou que realmente não é só mais um rosto bonitinho. Torço para que os dois levem algo no próximo Oscar.  A história é bem triste, não sei se assistiria de novo, mas a trilha sonora não sai da minha cabeça. Em alguns momentos, me lembrou vagamente aquele filme “Mesmo se nada der certo”, mas acho que só liguei os dois por ter uma trilha mara também e tal.

DSC_3773.dngCrédito das imagens: Adoro Cinema 

Chorei muito, de verdade, gente. Por isso, acho que nem consegui tirar uma lição daquelas, como faço, geralmente. Mas é bacana, porque a gente tem uma leve ideia do que rola nos bastidores. Acredito que a arte, nesse caso, imita bastante a realidade. Falando nisso, não seja igual ao empresário da Ally. Não que eu culpe o cara pelo desfecho, mas com certeza, a conversa dele não ajudou em nada. Enfim, é um filme que desperta inúmeros sentimentos. De qualquer forma, recomendo. Assiste e me conta depois o que achou! ;-)

E agora a melhor parte desse post: minhas três músicas favoritas! 

83335419a38a8f9068c78ef153019c9aTop 3: Nasce uma estrela – Crédito da imagem: Pinterest
(Para escutar, é só clicar em cima de cada música)

1. Shallow
2. Look What I Found
3. I’ll Never Love Again

É isso, gente! :) Quem assistiu, conta o que achou. E se você já viu a versão antiga, me conta se vale a pena!

Beijos, Carol. 

Para ler: Filme – Mesmo se nada der certo

Fan Page ♥  Instagram


1
11.09.2018
* Para assistir: Para todos garotos que já amei. ♥

Ei, Gente! :) Acredito que a maioria já tenha assistido “Para todos garotos que já amei“, adaptação do livro que leva o mesmo nome, que a Netflix lançou recentemente. Mas se você ainda não assistiu, segue a minha opinião sobre essa história fofa. 

para-todos-os-garotos-que-ja-beijei-netflix-filme-capa-header-700x361

Se você não sabe do que se tratar esse filme, vou resumir: Lara Jean tem a mania de escrever cartas de amor secretas para seus antigos amores e, por acaso, ela coloca o endereço de cada um. Resultado? Um dia, essas cartas são misteriosamente enviadas para cada destinatário. Resultado? Sua vida vira de cabeça para baixo!

O que eu achei da adaptação cinematográfica? Simplesmente amei, gente!  Achei bem fiel ao livro e me fez suspirar ainda mais. As caras e bocas da atriz escolhida para dar vida a Lara Jean (posso colocar esse nome na minha filha??? hahaha) são as melhores. E o Peter? Meu crush atual, fato. Aliás, a escolha dos atores: melhor impossível, principalmente, do casal protagonista. O pai arrasa e a irmã mais nova também! Amo as cenas das caronas! E quanto à irmã mais velha, não a odiei tanto no filme e até achei a personagem bem fofa. E destaque para o contrato e cada diálogo. Prendem muito! Pontinho extra para os cenários e os looks da Lara Jean.

5353135.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxCréditos das imagens: Adoro Cinema e Google 

Vi muita gente falando que não curtiu, porque achou bobo e tal. Talvez a idade tenha influenciado. Mas gente, tenho 32 anos na cara e amei cada cena. Porém, vai de gosto também! A única coisa que deixou a desejar, na minha humilde opinião, foi a trilha sonora. Acho que daria um toque a mais, sabem? Estava louca para baixar todas as músicas, porém, não rolou. Amei o final e espero de coração que tenha continuação mesmo! Deu muita vontade de ler os outros livros.

É isso, gente! Quem tiver de bobeira, assiste. Vale cada minutinho! Vai deixar o seu dia bem melhor. Pode apostar! ;-)

Já assistiu? Pode opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Ah! Está rolando um 2º sorteio por conta do niver de 9 anos do blog. Valendo um livro “As melhores coisas da vida”. Clique aqui para saber mais e participar!

Para ler: Livro – Para todos os garotos que já amei

Fan Page ♥  Instagram 


3
24.05.2018
* Para assistir: A noite do jogo! ♥

1970542.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxPara assistir: A noite do jogo! 

Já declarei o meu amor pela Rachel McAdams. Ela é uma das minhas atrizes preferidas e se está em algum filme, corro para assistir. E o último que eu vi foi: A noite do jogo, aquelas comédias que faz você sair da sala de cinema com a barriga doendo de tanto rir.  Bom, a história conta sobre o casal Max e Annie, que participam de um grupo de casais que organizam noites de jogos. Eles são do tipo viciados em jogos de tabuleiro e por aí vai. Então, um dia, o irmão de Max, o bem-sucedido Brooks, chega com uma proposta irrecusável: uma festa de assassinato e mistério, onde quem ganhar leva um carro do dono da casa. Porém, Brooks é sequestrado de verdade, mas todos os participantes acreditam que esse sumiço faz parte dessa brincadeirinha e resolvem desvendar tudo para vencer o jogo. Porém, o rumo das coisas toma um caminho totalmente inesperado, rendendo boas risadas e, até mesmo, lições.

O que eu achei? Tudo que tem tiro, sangue e tal, eu saio correndo. Mas esse filme, apesar de ter tudo isso, de uma forma leve, me fez amar e colocar na lista de histórias cinematográficas preferidas! :) Tudo se encaixa e quando você percebe já está querendo desvendar o mistério junto com os personagens. Eu e meu namorado, várias vezes pensamos em soluções. Seríamos bons concorrentes hahaha! O comecinho do filme, mostra como Max e Annie se conheceram e que fofo… Um jogo de mímica pode resultar em doces lembranças e pedidos! Também amei a cena do cachorro (queria que ele tivesse mais destaque, mas ok), do policial. Ele ganha de todos! E as partes que eles ainda não tem noção de que é um sequestro real, são maravilhosas. S-É-R-I-O! Ah! E os coadjuvantes também arrasam: o cara doidinho pelo clube de luta e o homem que descobre que a mulher o traiu com um vulgo famoso é uma das partes que mais rende diálogos divertidos.

GAME NIGHT

GAME NIGHTCrédito das imagens: Adoro Cinema 

Quanto ao irmão de Max: desconfie se tudo parece muito perfeitinho. Ele trouxe a lição do filme, que realmente nem tudo é como parece, sabem? Achei que ele teria um desfecho diferente, mas foi interessante. Aliás, o final é surpreendente e, ao mesmo tempo, clichê. Falando nisso, fiquem até o finalzinho, depois da cena final, para entender melhor a história. Eu demorei um pouco, mas entendi hahaha. #lerdinhafeelings ;p! Destaque para uma outra cena: a do jatinho. Sério, a Rachel é hilária! Enfim, um resuminho apenas para falar: assistam A noite do Jogo. No mínimo, será divertido!

Já assistiu? Conta o que achou, sem spoiler! 

Beijos, Carol.

Para ler (assistir): Série This is us 

Fan Page ♥ Instagram  


8
03.04.2018
* {Beda 3} – Para assistir: This is us! ♥

357460.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Ei, Gente! :) Há muito tempo, estou carente de uma série leve, divertida e cheia de aprendizados, sabe? Eis que de repente: This is us aparece e mata a minha saudade!  Sem falar, que conta com o meu crush da adolescência, o Milo Ventimiglia, o Jess, de Gilmore Girls. Confesso, que ele que me “chamou” para esse seriado, mas depois de assistir a 1ª temporada toda, vi que o motivo foi ele, mas o que me prendeu foi a história. Incrível e bem construída são palavras que não fazem jus ao que o seriado representa.

476071.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Para entender melhor, o primeiro episódio conta a história de quatro pessoas que nasceram no mesmo dia: Jack, Randall, Kate e Kevin. Tudo parece uma grande coincidência, mas ao longo desse episódio e de mais outros 17, a gente acaba descobrindo que tudo está mais ligado do que parece. De uma forma surpreendente! É uma série que fala sobre família e amor, de um jeito bem real. Eles são gente como a gente! Aborda assuntos atuais, como padrão estético e homossexualismo. Fala sobre perdão, adoção, traição (e suas formas variadas)… Arranca risadas, lágrimas, suspiros e faz a gente pensar na vida, como ela realmente é. Sem ser apelativa! A cada episódio, a série mistura o presente com o passado e explica tudo tim tim por tim tim e na hora exata!

143615.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

357042.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx

Os atores mandam muito bem! Não imaginaria outros! Mandy Moore e Milo são incríveis na pele de Bec e Jack. Destaque para o pai biológico de Randall e a mulher dele também. Amei o Kevin e Kate e a relação dos dois! As filhinhas do Randall são fofas e um dos meus episódios preferidos é feito por elas. Por incrível que pareça e meio mórbido talvez, foi um dos funerais mais leves que já vi em um seriado. Deu um toque de leveza na medida certa! Quando cheguei ao fim da 1ª temporada, esperava ter mais informações. Fui cheia de expectativa para montar mais peças do quebra-cabeça, mas a parte boa é que me deu mais vontade de ver a 2ª temporada! Que a propósito, ainda não está disponível no Brasil e estou todos os dias buscando informações sobre!

339043.jpg-r_640_600-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxxCrédito das imagens: Adoro Cinema 

É isso, pessoal. Não entrei em muitos detalhes para não correr o risco de dar spoiler. Mas fica a dica para quem está em busca de uma série fofinha, mas que acrescenta muito no nosso dia a dia, principalmente, no quesito “família”. Quem quiser assistir a primeira temporada, consegui acompanhar pelo Now (da Net), mas acho que é só para quem tem a Fox Premium. E pelo que li, a 2ª temporada vai começar esse mês, na Fox mesmo. Mas não achei uma data precisa. Qualquer novidade, conto para vocês lá no Instagram, ok? Ah! E um detalhe: essa série foi indicada a algumas categorias no Emmy e Globo de Ouro e levou alguns prêmios, como melhor ator (Sterling K. Brown, que interpreta Randall).  Legal, né? 

Enfim, já assistiu This is us? Conta o que achou! Ainda não? Recomendo!

Beijos, Carol.

Para ler: 5 séries do meu coração!

Fan Page ♥ Instagram  


2

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018