04.11.2019
* Para assistir: A Família Addams! ♥

Ei, Gente! :) No finde, relembrei a minha infância indo ao cinema para assistir “A Família Addams“. Estalei os dedos como a clássica música pede e me diverti bastante com a história, que rende ótimas lições e uma doce (e assustadora, para combinar hahaha) nostalgia. Vamos lá? Pega a pipoca e o refri, que a sessão já vai começar! 

5933410.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Para começar, um resuminho da história: a Família Addams irá receber uma visita de parentes para uma importante celebração. Porém, vizinhos da misteriosa mansão estão com outros planos, que por incrível que pareça, são bem assustadores! Afinal, uma casa mal assombrada não combina nada com um bairro para lá de colorido e que precisa vender e garantir a audiência de um programa estilo “Irmãos à obra”.  Uma aventura de causar arrepios, provocar calafrios e matar a saudade dessa família! ;-)

THE ADDAMS FAMILY

E o que eu achei? Não é o meu filme favorito da vida, mas curti bastante, principalmente porque relembrei a minha infância!  Achei a animação muito bem feita e com personagens que marcaram uma época, desde o primo It até a maravilhosa mãozinha. Aliás, a Wandinha é a minha personagem favorita nessa versão e dá um banho no quesito proteger e amar a família! Mesmo com aquele jeitinho sombrio de ser. Já a filha da Margaux (apresentadora do tal programa) é uma típica adolescente viciada nas redes sociais e esse toque atual fez a diferença no filme. E o que falar do Tio Chico? Amei o destaque e o seu final hahaha. Enfim, ri bastante e quando acabou, nem senti que tinha passado.

Ou seja, a história tem ritmo! Ah! E uma trilha sonora maravilhosa. É impossível não ficar estalando os dedos depois de sair do cine e até mesmo quando o filme está rolando. Também tem lições valiosas e bem pertinentes, como respeito ao próximo, mesmo que o outro seja diferente do padrão e de você. Fiquei bem feliz com o final, mesmo não entendo algumas falas. Mas pode ser que eu tenha deixado passar algo!

THE ADDAMS FAMILY

THE ADDAMS FAMILY

THE ADDAMS FAMILYCrédito das Imagens: Adoro Cinema

Enfim, é um filme que vale a pena assistir com a sua família, seus amigos ou na sua própria companhia. E se você foi dessa época, prepare que essa história vai te deixar nostálgica! No mais, recomendo. ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – ABC do Amor e Meu primeiro amor

Fan Page ♥ Instagram  


0
21.10.2019
* Para assistir: Malévola – Dona do Mal! ♥

Ei, Gente! :) Há séculos não coloco dica de filme por aqui, então lá vai: Malévola, a vilã mais querida da vez. É um daqueles filmes que a gente entende o motivo de amar tanto a Disney! Então, vamos lá? Pega a pipoca, que a sessão já vai começar. 

2705293.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx (1)

Para começar, aquele resuminho básico: alguns anos após a Aurora despertar do sono profundo, ela é pedida em casamento pelo príncipe Phillip. Rainha do Moors, a nossa eterna Bela Adormecida aceita o pedido e, sendo assim, vai para o reino de Ulstead, com o objetivo de conhecer os seus sogros: John e Ingrith. Porém, esse encontro, ao lado de Malévola, foge do controle e do objetivo de celebrar os reinos. Afinal, a mãe do príncipe tem outros interesses…

O que eu achei? Mais uma prova de que é impossível não amar a Disney.  É tudo muito mágico, como manda os contos de fada! Confesso que gostei mais do primeiro, mas esse também me encantou bastante. Principalmente, os detalhes! Aliás, se eu puder dar um conselho: assista em 3D essa história, que vale muito a pena. Algumas coisas eu não lembrava, mas aí meu namô deu aquela relembrada. Se eu puder dar um segundo conselho, reveja o primeiro filme antes de assistir ao novo.

4284245.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

5664244.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

5818901.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Angelina Jolie tá ainda mais perfeita e é uma das melhores vilãs. Fiquei meio assim de saber que ela virou má novamente, mas deu para entender direitinho! Aliás, sabem aquela história de quem vê cara não vê coração? Se encaixa perfeitamente nesse segundo filme.  O corvo continua um dos melhores e as fadinhas continuam nos conquistando, mesmo com um final meio fora da rota! O príncipe Phillip é de arrancar suspiros e o pai dele é um verdadeiro líder. A Aurora tá bem princesa, mas com aquele toque “girl power” que faz a diferença! E a mãe do príncipe? Sem querer dar spoiler, mas já dando: que MEDO!

E como nem tudo são flores…. A Malévola, apesar de ter destaque, acho que no primeiro ela tem mais. Ai isso acabou me decepcionando um pouquinho. A premissa é mais sobre os reinos e tal! O título dá uma outra imagem, mas acho que pode ser uma jogada de marketing ou sei lá. Mas é achismo, tá gente?

No mais, o final é bem engraçadinho, emocionante e aquece o coração. Têm surpresas e lendas deixadas para trás. Aliás, a gente ri bastante e fica chocada com algumas coisas, pelo menos eu fiquei hahaha. E, claro, que sempre tem aquela mensagem: sem guerra e mais união, digamos assim! Somos diferentes e tudo bem. E apesar de ser um conto de fada, se encaixa com a nossa realidade. Ah! Destaque para os figurinos da Aurora e, claro, o da Malévola.

nullCrédito das Imagens: Adoro Cinema 

Acho que é isso. Se eu falar mais, acabo correndo o risco de soltar spoiler hahaha. Então, comenta aí o que achou e se ainda não assistiu: fica a dia! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Malévola

Fan Page ♥  Instagram


0
04.09.2019
* Para assistir: Yesterday! ♥

Ei, Gente! :) Ando meio sumidinha, mas é por um bom motivo: Bienal do Livro. Enquanto não preparo os posts sobre esse evento literário, segue uma dica de filme imperdível, ok? E dessa vez, indico “Yesterday“, uma história para quem é fã (ou não) dos Beatles. Vamos lá? Boa sessão! 

4907896.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Bom, eu não consigo imaginar um mundo sem as músicas dos Beatles. Mas nesse filme, isso acontece. Então, um resuminho do que é Yesterday: após sofrer um acidente, Jack acorda em um mundo diferente e estranho. Afinal, ele, que é um cantor/compositor, é a única pessoa que lembra dos Beatles. Com isso, o protagonista da vez se torna um sucesso, mas como tudo tem seu preço, essa fama através das músicas de seus ídolos tem o seu preço.

O que eu achei? Eu estava bem ansiosa, desde que assisti ao trailer. Daí, a expectativa fica meio grandinha e confesso que no começo do filme eu achei bem paradinho. Esperava mais emoção e tal. Mas aí uma cena surpresa e incrível, que não aparece no trailer, fez mudar a trajetória da minha opinião. Eu simplesmente AMEI. Foi emocionante e bem inspirador! Indico a todos, inclusive, que não conhece muito bem a banda.

Untitled Jack And Ellie Project

Fora isso adorei o enredo, achei bem criativo. O Jack é fofo, tímido, engraçadinho e não é um oportunista, por incrível que pareça. Amei a Elle e torci muito por ela! Agora a participação ativa mais incrível: Ed Sheeran. Ele está hilário, principalmente na parte que tenta mudar um trecho de uma música. Aliás, por mais que a gente possa escutar a qualquer hora as canções, escutá-las no filme é bem especial. 

Fiquei com medo do final ser vago, mas é surpreendentemente bom, lindo e divertido. Aliás, acho que poderia rolar mais filmes com outros “sumiços”, sabem? Ah! E adorei rever um pouco de Liverpool e um casal que mora por lá! To sendo meio vaga para não dar muito spoiler hahaha!

Untitled Jack And Ellie Project

Untitled Jack And Ellie ProjectCrédito das Imagens: Adoro Cinema

Enfim, é um filme que dá sono no começo, mas depois te prende. Te faz rir e te ensina, que a verdade é a melhor escolha, mesmo com algumas consequências, que a princípio parecem ruins, porém, rendem um final feliz. E espalhar música boa por aí é sempre bom! E que lutar pela pessoa amada, vale a pena sim. Claro, tudo no seu limite, mas deu para entender hahaha. E, por fim, obrigada, Lulu (minha irmã) por ter me despertado interesse pelos Beatles! 

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo e MUITO!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Livros + Beatles!

Fan Page ♥ Instagram   


0
23.07.2019
* Para assistir: O Rei Leão! ♥

Ei, Gente! :) Finalmente, a resenha sobre um dos filmes mais esperados do ano: O Rei Leão! Aquela história que faz a gente relembrar a nossa infância, cantar todas as músicas e chorar litros. Vamos lá? Pega a pipoca, o guaraná que a sessão já vai começar. 

2901026.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Bom, acho que todo mundo já sabe do que se trata a história, né? E o live-action, apesar de algumas diferenças, é bem fiel ao desenho que marcou a infância de muitos! ;-) Mas antes de falar o que eu achei, algumas observações: assisti ao filme legendado e em 3D. Confesso, que histórias infantis, eu prefiro a versão dublada, mas não me arrependi não. Eu até estava pensando em ver novamente, mas eu chorei tanto, que não sei se quero um repeteco hahaha.

E o que eu achei? No geral, bem maravilhoso. Mas na minha humilde opinião, essa versão é pesadinha. Mesmo sendo a Disney, não é um filme totalmente leve! Acho que o desenho, por ser mais colorido, dá uma vibe diferente. E, claro, que a gente cresce e encara a história de uma outra maneira. Então, talvez esse detalhe tenha ajudado nessa sensação. Quanto às cenas, preparem-se! A gente consegue matar a saudade das clássicas e ter certeza, por exemplo, que nunca vamos superar a morte do Mufasa. A abertura aquece o coração, o pôr do sol é a coisa mais linda e as músicas não saem da nossa cabeça. Dá vontade de cantar todas, sem exceção, junto. E a minha preferida: O que eu quero mais é ser Rei!

5323834.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Mas como nem tudo são flores, senti falta de uma cena icônica com o Rafiki, que rende uma das lições mais valiosas de Rei Leão! No mais, algumas partes não são idênticas, mas não deixaram um vazio não. Pelo menos para mim! Os envolvidos arrasaram! E acho que os detalhes, como os insetos e tal, ficaram mais visíveis quando a gente assiste em 3D. Então, fica a dica!

Sobre os personagens: gente, é perfeito! Por mais que seja computação, é tão real. O Simba é maravilhoso, o Mufasa é sem palavras! Timão e Pumba são os melhores. Aliás, foram os personagens que ficaram mais legais nessa versão. E o Scar me deu mais medo. Na animação, eu lembro que até achava ele “engraçadinho”. O Zazu é lindo e amei a Beyoncé dando voz a Nala! Destaques para as hienas, que ficaram bem assustadoras!

nullCrédito das Imagens: Adoro Cinema

Enfim, gente! É um live-action que vale a pena assistir, mesmo com os poréns. E, assim, uma dica: se tiver criança, acho que talvez ela goste mais do desenho. =) Eu juro que queria dar mais detalhes, mas fico com medo de dar algum spoiler, por mais que a gente conheça a história de cor e salteado.

E você? Já assistiu? Pode opinar à vontade! Ainda não? Recomendo! E leva lencinho, porque se tem uma coisa que eu comprovei, além de Hakuna Matata ser o melhor lema, é que o meu canal lacrimal tem vontade própria. Por isso, não sei se embarco mais de uma vez hahaha. 

Beijos, Carol.

Post Antigo: Filmes infantis que eu amo!

Fan Page ♥  Instagram


0
04.07.2019
* Para assistir: Casal improvável! ♥

Ei, Gente! :) Semana passada, assisti ao filmeCasal Improvável“. Apesar de eu ter achado um pouco apelativo, amei a comédia, que tem um toque para lá de romântico. Enfim, vamos lá? Peguem o combo “pipoca e guaraná”, que a sessão já vai começar! 

0852328.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Para começar, aquele resuminho básico: o jornalista investigativo Fred se demite após receber a notícia de que o veículo para qual trabalha foi vendido para um grande conglomerado de mídia, liderado por um poderoso que vai de contra seus ideais. Para se animar depois de perder o emprego, ele vai para uma festa com seu amigo, o Lance, e acaba reencontrando sua antiga babá, Charlotte. E sabe quem ela é? Nada menos que a Secretária de Estado americana e está prestes a concorrer à presidência. Então, cansada de ser assessorada por profissionais que não a conhecem, ela decide contratar Fred para escrever seus discursos de campanha. Um romance improvável surge entre eles, causando uma inesperada reação em todos!

4963731.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

F_D5_01292.NEF

No comecinho, confesso que achei meio chatinho e, no decorrer de algumas cenas, bem apelativo. Mas de acordo com o meu namorado, é comum ter essa pegada nos filmes do Seth Rogen, que interpreta o Fred. Mas depois da contratação e da 1ª cena do avião, a história ganha pique e eu fiquei apaixonada por esse casal improvável. Acho que um acrescenta na vida do outro e aprendem que o importante é respeitar e, em qualquer relação, é viável, na medida certa, ter de ceder. Fora que tem uma sacada política que serve para todos. Não importa se o seu melhor amigo ou alguém da família têm opiniões políticas contrárias da sua, é fundamental ter respeito e não terminar uma relação por conta disso. Achei bem propício e foi a parte que eu mais amei da história. Eles dão um tapa na nossa cara, mas de uma forma bem sutil.

5311171.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

4133472.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxCrédito das Imagens: Adoro Cinema

A Charlotte é bem girl power e foi a personagem, depois de Lance, que mais curti. Também amei o segurança, que guarda segredo como ninguém.  Há outros casais improváveis que conquistam a gente e o finalzinho é bem fofinho e me lembrou um pouco aquele filme “Os Queridinhos da América”. Amei os figurinos dela e os do Fred são bem cômicos, principalmente, o que ele em uma festa. Rendeu muitas risadas! Enfim, a linguagem não é a mais leve, mas a história, no geral, é bem divertida e ótima para rir e aprender algumas lições valiosas, como falei anteriormente. Recomendo, viu, gente? E destaque para a trilha sonora, que faz a gente lembrar de quando é mais novinho e tal (pelo menos, eu lembrei hahaha).

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica para o fim de semana, que está quase chegando! =)

Beijos, Carol.

Post Antigo: O bebê de Bridget Jones

Fan Page ♥  Instagram


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019