22.06.2017
* Para assistir: Tudo e todas as coisas! ♥

Ei, Gente! Pega a pipoca, o refri e todas as guloseimas do mundo, que hoje tem dica de filme No comecinho da semana, fui assistir: Tudo e todas as coisas! Se eu amei? Daqui a pouco eu conto para vocês. ;-)

107860.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Primeiro, deixa eu colocar um resuminho do filme. ;-) Inspirado no livro que leve o mesmo nome, o filme conta a história de Maddie, que está prestes a fazer 18 anos e pasmem: nunca saiu de casa! Desde a infância, nossa protagonista foi diagnosticada com Síndrome da Imunodeficiência Combinada. Ou seja? Seu corpo não é capaz de combater os vírus e bactérias presentes no mundo exterior. Ela é cuidada com carinho pela sua enfermeira e sua mãe, uma médica que constrói uma casa especialmente para as necessidades da filha. Um dia, uma nova família se muda para a casa ao lado, incluindo Olly. Imediatamente, ele se sente atraído por Maddie, só de olhá-la através da janela. Conversa vai, conversa vem, Maddie também se apaixona pelo rapaz. Porém, será que os dois poderiam viver um romance sem se tocar? Hun…

EVERYTHING EVERYTHING

Sério! É um dos filmes mais fofos que já assisti. Se a história na telinha é de arrancar suspiros, imagino o livro. Tudo é tratado com muita delicadeza e faz com que a gente se emocione a cada cena. Adorei as partes que eles conversam através de mensagens de textos e por e-mail. De um jeito fofo, a equipe do filme quebrou as “janelas” que separavam o nosso casal da vez. Parabéns mesmo para todos os envolvidos. Ah! Adorei a sacada do astronauta!

Fiquei me imaginando como seria viver em um mundo assim. Sem pode sair para sentir o mundo ao vivo e a cores! Agradeci nessa hora por ter tanta sorte. Ah! aprendi muito com a Maddie e o Olly. Arriscar é com eles mesmo!  A viagem para o Havaí mexeu com o meu coraçãozinho, já que tenho tantas lembranças do meu pai graças a essa viagem. A mãe dela me decepcionou um pouco, mas no final a gente acaba compreendendo as atitudes. Falando nisso, o finalzinho do filme é surpreendente. Mas de um jeito bom (mais uma vez).

EVERYTHING EVERYTHING

Amei a escolha dos atores. O casal protagonista arrasa muito! Destaque também para a enfermeira. Falando nisso, acredito que no livro, alguns personagens apareçam mais. Bom, assim espero. Ah! Duas observações “bobas”, mas que preciso compartilhar com vocês: amei os looks da Maddie e o Olly é o CARA. Tipo o meu Gus (A Culpa é das Estrelas) atual hahaha. Enfim, se eu amei o filme? Muito! Não tenho palavras. Mega recomendo!

EVERYTHING EVERYTHINGCrédito das imagens: Adoro Cinema 

Dica: assistam ao filme até o crédito final. As ilustrações são lindas! E baixem no Spotify a trilha sonora. Para dar um help, separei as minhas músicas preferidas! Cliquem em cima de cada nome. ;-)

1. Stay (Alessia Cara e Zedd)
2. Escape (Kehlani)
3. Let My Baby Stay (Mac DeMarco)
4. How Did We (Skylar Stecker)

É isso, gente! Podem opinar à vontade. Ah! Em breve, vou ler o livro, faço a resenha para vocês e conto se é muito diferente do filme e tal.

Beijos, Carol. 

Penúltimo filme: Antes que eu vá!

Fan Page ♥ Instagram


19
05.06.2017
* Para assistir: Antes que eu vá! ♥

Ei, Gente! Para começar a semana, separei uma dica de filme: Antes que eu vá, inspirado em um best-seller mundial. Vamos lá? ;-)

523468.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx (1)

Para quem não sabe do que se trata a história, aqui vai um resuminho: Samantha Kingston tem tudo o que uma jovem pode desejar na vida. Porém, essa vida “perfeita” acaba de repente no dia 12 de fevereiro, após uma festa. :( Entretanto, segundos antes de realmente morrer, ela terá a oportunidade de mudar alguns fatos e, quem sabe, o seu destino. Será?

Eu não li o livro, então não sei se o que eles contaram no filme é fiel ou mudaram algumas coisas. Mas independente disso, a história prende. Algumas cenas são meio paradinhas, mas não dá sono (pelo menos, não me deu hahaha). Tem uma pegada meio “13 reasons why”, porém, de um jeito mais leve. Fala sobre bullying, amizade, família e, por mais clichê que seja, o real valor da vida.

Geralmente, produções cinematográficas desse tipo, mostram acontecimentos que não batem muito com a nossa realidade, né? Mas por trás disso, carregam lições valiosas. Nem sempre é possível reparar um erro. Às vezes, pode ser muito tarde. E o que fazer? Bom, tem coisas que não tem jeito, são para acontecer… Entretanto, outras dependem de uma simples reflexão. Um olhar diferente, sabem? Uma vez, meu médico me disse uma vez que toda vez que eu deitasse, para eu refletir sobre o meu dia e as minhas atitudes. Não que esse conselho seja a solução de todos os problemas, mas acho que pode ajudar muito. Nem sempre é fácil, mas não custa tentar. ;-)

097778.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxCrédito das imagens: Adoro Cinema!

Em relação aos personagens, gostei da protagonista e do amigo da Samantha mais antigo e que ela acabou perdendo o “contato”. As outras amigas, até certo ponto! Mas não dá para julgar ninguém. Ah! Destaque para as cenas dela com a irmã. Amei muito e foram as que mais me emocionaram! Sobre a trilha sonora, não achei ruim, mas também não baixei no Spotify. ;p

O final é surpreendente e preparem-se: algumas lágrimas podem cair sem a nossa permissão! Torci para um outro desfecho, mas mesmo assim sai da sala do cine leve e com vontade de seguir mais à risca o conselho do meu médico. E por mais que algumas coisas tenham me decepcionado um pouco, gostei da sensação que o filme me deu. Por esses e por outros motivos, mega recomendo! ;-)

Já assistiu? Conta o que achou! Ainda não? Fica a dica! Ah! Segue o trailer também.

Beijos, Carol.

Para assistir: “A Cabana”

Fan Page ♥  Instagram


1
22.04.2017
* {Beda 22} – 5 séries da Netflix que quero assistir! ♥

Ei, Gente! Quem hoje em dia não é viciado em série? Minha listinha de seriados que quero ver, aumenta a cada conversa com as amigas (Oi, Cris! Oi, Mari! hahaha). Daí, selecionei cinco que estou louca para assistir. Tipo, urgente! Algumas são mais leves (meu tipo preferido), outras nem tanto. Espero que gostem e que ajude de alguma forma deixar o fim de semana de vocês mais “caseiro” (digamos assim ;p). Bom post! 

Top 5 - séries Netflix - PJTop 5: séries da Netflix!
Crédito das imagens: Google / Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. The Crown
Sinopse:
Essa série dramática segue a política, rivalidades e relacionamentos da Rainha Elizabeth II e os eventos que fizeram história. Por enquanto, tem uma temporada (mas se eu não me engano estão gravando a segunda) com 10 episódios. (informações: Netflix)

Observação da Pequena: Louca para ver o figurino dessa série, que deve ser mara!! ♥ 

2. Girl Boss
Sinopse:
Uma comédia inspirada em uma biografia best-seller (Girl Boss), a rebelde e falida Sophia (Amoruso) decide começar um negócio online e precisa aprender a mandar e comandar. Por enquanto, tem uma temporada, com 13 episódios. (Informações: Netflix)

Observação da Pequena: Vou começas a assistir assim que eu terminar esse post. Não me liguem hahaha! ;-)

3. House Of Cards
Sinopse: 
Um político inescrupuloso não mede esforços para conquistar o poder nos EUA . São 4 temporadas! (Informações: Netflix)

Observação da Pequena: Dizem que a história é bem interessante e prende. Ah! E algumas pessoas falam que eu pareço com uma atriz da 1ª temporada. Então, quero ver quem é o meu clone. =D

4. Black Mirror
Sinopse: 
Esta série antológica de ficção científica explora um futuro próximo onde a natureza humana e a tecnologia de ponta entram em um perigoso conflito. São três temporadas (e a primeira, se eu não me engano, não foi produzida pela Netflix). (Informações: Netflix)

Observação da Pequena: Eu acho que vou ficar meio impressionada, mas vou encarar. Ah! Não são episódios ligados, então é legal ver solto também!

5. Love
Sinopse:
A impetuosa Mickey e o gentil Gus vivenciam as emoções e agonias dos relacionamentos modernos nesta comédia ousada. Tem duas temporadas! A primeira com 10 episódios e a segunda com 12. (Informações: Netflix)

Observação da Pequena: Já ouvi críticas positivas e negativas, mas acho que faz meu estilo de série. Inclusive, quando liguei para reclamar que tiraram Drop Dead Diva do catálogo (que a propósito, colocaram novamente #netflixteamo ), me indicaram essa.  

***

É isso, gente! Podem opinar e se alguém quiser me indicar outras séries, fique à vontade. Ah! Já vi 13 reasons why, Drop Dead Diva (estou na última) e Gilmore Girls.

Beijos e bom fim de semana,
Carol

Fan Page ♥ Instagram 


4
14.04.2017
* {Beda 14} – Para assistir: A cabana! ♥

Quer ir ao cine nesse feriado? Tenho uma dica que caiu do céu e é bem propício: A cabana. Para quem não sabe, o filme é a adaptação do livro (eu ainda não li) que recebe o mesmo nome, do autor William P. Young. Bom post e bom feriado! 

546636.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxCrédito da imagem: Adoro Cinema 

Para começar, deixa eu contar um pouco do que se trata: Mack vive atormentado após perder a sua filha mais nova, a Missy. O corpo nunca foi encontrada, mas sinais de que teria sido violentada e assassinada são encontrados em uma cabana nas montanhas. Anos depois da tragédia, ele recebe um bilhete em sua caixa de correio para retornar a esse local. Porém, não para reviver tudo e, sim, para receber uma lição de vida que vai mudar o rumo da sua história. ;’)

Quando eu assisti ao trailer, o primeiro pensamento foi “não assisto nem morta”, mas quando soube que era adaptação de um livro tão famoso, coloquei na minha listinha de coisas para fazer esse mês. E depois que li alguns posts sobre, não tive dúvidas de que tinha que ver, mesmo sabendo que eu ia chorar litros! Aliás, já adianto que chorei muito haha. Mas o importante é que valeu cada lágrima.

508456.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxCrédito da Imagem: Adoro Cinema 

A história vai se conectando e prende. Às vezes fica um pouco parada, mas acho que até cabe, sabem? Todos os personagens são essenciais no decorrer do filme. Destaque para a atriz que fez a Missy e, claro, Octavia Spencer (Papai) e Alice Braga (Sabedoria). Aliás, na minha humilde opinião, ela foi uma das melhores. A cena com ela foi a que mais me marcou e me ensinou. E falando nisso, a produção traz lições valiosas! Principalmente sobre perdão e sermos juízes. Não é simples, somos de carne e osso. Mas perdoar é libertador. Muitas vezes achamos que estamos prejudicando o outro e, é justamente, o contrário. Em contrapartida, perdoar requer tempo e muita sabedoria. Quanto ao “sermos juízes”, quantas vezes julgamos o outro e esquecemos que esse papel não é nosso? É preciso confiar em Deus e saber que ele está sempre do nosso lado. Nem tudo, infelizmente, depende dele.

Enfim, A Cabana tem uma pegada religiosa, mas não é de um jeito fanático. Traz uma história triste, mas que no final transmite paz e esperança. Tem cena pesada, que dá vontade de sair correndo do cinema, mas fica. Vai por mim! Ah! Não gostei muito da escolha do ator que fez o Mack (Sam Worthington), mas tudo bem. Quem sou eu para julgar, né? :) Também quero destacar a trilha sonora. Coube direitinho! E a cabana onde gravam as cenas das lições do protagonista é a coisa mais linda!

507987.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxCrédito da Imagem: Adoro Cinema 

Ah! Eu não sou a pessoa mais evoluída, muitas vezes julgo e quando me machucam, não consigo esquecer facilmente. Sou dura na queda! Mas digamos que esse filme mostrou um outro lado e que me alertou muito! Plantou uma sementinha do bem, sabem?  Por isso recomendo e muito! Independente da sua religião, das suas crenças. Aproveite esse fim de semana (e Páscoa), para assistir com a sua família, amigos, boy ou na sua melhor companhia.

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! ;-)

Beijos, Carol.

Para assistir: Moana – Um mar de aventuras

Fan Page ♥  Instagram


6
16.02.2017
* Para assistir: Moana – Um mar de aventuras! ♥

Ei, Gente. Voltei :)! E antes de começar uma série de posts da viagem, separei uma dica de filme (da Disney): Moana – Um mar de aventuras. É de criança? Claro, mas podem ter a certeza de que os adultos irão adorar também. Mas antes de dar a minha opinião, aqui vai um resumo do que acontece: Moana Waialiki é uma corajosa jovem, filha do chefe de uma tribo na Oceania, que veio de uma longa linhagem de navegadores. Curiosa, ela vive querendo explorar o oceano e descobrir mais sobre o seu passado. Porém, seu pai sempre a proíbe. Até que um dia, com o aval da sua avó, ela resolve partir em busca de seus ancestrais e, assim, ajudar a sua família e seu povo. Junto com o lendário (e hilário) semideus Maui, nossa protagonista começa sua jornada em mar aberto, onde enfrenta criaturas marinhas e descobre histórias do submundo. Aonde eles vão parar? Bom, muita água vai rolar! ;-)

MOANA is an adventurous, tenacious and compassionate 16-year-old who sails out on a daring mission to save her people. Along the way, she discovers the one thing she's always sought: her own identity. Directed by the renowned filmmaking team of Ron Clements and John Musker (“The Little Mermaid,” “Aladdin,” “The Princess & the Frog”) and featuring newcomer Auli'I Cravalho as the voice of Moana, Walt Disney Animation Studios' “Moana” sails into U.S. theaters on Nov. 23, 2016. ©2016 Disney. All Rights Reserved.

Dica número 1: assista em 3D, se for possível. Acredito que faça toda a diferença! Os efeitos são incríveis e dão um toque a mais no filme. Dica número 2: se não tiver uma criança para te acompanhar, sem problemas. Se joga na sua melhor companhia mesmo, que vale a pena! Eu adorei a história. Não é só mais uma bobinha, sabe? E apesar de amar contos de fadas, fico feliz da Disney ter fugido daquele clichê de príncipe encantado (mais uma vez). O grande objetivo da Moana é descobrir quem ela realmente é. Sua coragem a leva além!

Tenacious teenager Moana (voice of Auliʻi Cravalho) recruits a demigod named Maui (voice of Dwayne Johnson) to help her become a master wayfinder and sail out on a daring mission to save her people. Directed by the renowned filmmaking team of Ron Clements and John Musker, produced by Osnat Shurer, and featuring music by Lin-Manuel Miranda, Mark Mancina and Opetaia Foa‘i, “Moana” sails into U.S. theaters on Nov. 23, 2016.  ©2016 Disney. All Rights Reserved.

Todos os personagens têm características incríveis. A Moana, por exemplo, é uma das personagens mais corajosas que já vi. A perfeita prova de “se tiver com medo, vai com medo mesmo” hahaha! A avó dela é sem comentários. Sábia como ninguém. Dá os melhores conselhos e a ajuda quando mais precisa, mesmo quando está longe. O oceano é um amor e seus empurrões valem ouro. O semideus? MA-RA-VI-LHO-SO. Um pouco doidinho, mas com um coração e tatuagens (tem que ver o filme para entender hahaha) que não cabem dentro dele. Aprendi muitas lições, mas principalmente que não é porque os outros dão ajudinha extra que a nossa parte não importa. Não menosprezando os outros que foram de extrema importância para o crescimento, mas o que a gente fez para chegar até lá, tem tanto valor quanto.

473672.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxCrédito de todas as imagens: Site Adoro Cinema 

O final é bem lindo e mostra a importância da natureza também. Na hora nem tinha me tocado, mas escutando uma criança falar com a mãe do lado, cai na real. A trilha sonora é bem fofinha! O filme arranca algumas lágrimas (pelo menos de quem é manteiga derretida #oi \o/ hahaha) e muitas risadas. Recomendo e MUITO! Quem quiser assistir ao trailer, clique aqui.

A música mais fofa!

É isso, gente! Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Acho que não está passando mais no cine, mas quando tiver no Now e/ou na Netflix, vale o play. ;-)

Beijos, Carol.

Fan Page ♥  Instagram


20

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017