21.01.2019
* Diário de Viagem: Very Merry Christmas Party! ♥

Ei, Gente! O ano mudou, mas ainda pode rolar posts sobre a minha viagem para Orlando de 2018 e natalinos, né? ;-) Ano passado, um dos itens do nosso roteiro mega apertado era, finalmente, conhecer o Very Merry Christmas Party. Sim, a festa de Natal do Magic Kingdom! Então, segue um resuminho sobre as minhas impressões, doces lembranças e o que eu faria de diferente.

Mickeys-Very-Merry-Christmas-Party-10Crédito da imagem: Site Passaporte Orlando

Para começar, a minha dica é tirar esse dia da festa, que a propósito custou R$ 450,00, para descansar. Afinal, tudo rola das 16h até 00h. Então, por mais lindo que seja, é meio cansativo. Eu e meu namorado, fizemos um esquema bem doido. A gente foi de manhã para o Animal Kingdom, depois Outlet, hotel e chegamos umas 19h e pouca no Parque. Aliás, ele fecha mais cedo para o público que não vai participar da festa e, se eu não me engano, quem comprou, pode entrar a partir das 16h (mas confirmem sempre essa informação, porque tudo pode mudar).

A gente recebe uma pulseirinha mega fofa (mostro depois no Stories), porém, não tem aquela entrada triunfante de cara para o Castelo, pois tem de entrar por trás. Ai confesso, que rolou uma mini frustração. Mas tudo melhora quando a gente dá de cara com as luzes incríveis do lar doce lar da Cinderela. Os shows são ainda mais maravilhosos do que o de costume. A parada então, nem se fala! Teve até o Detona Ralph, a Vanellope e, claro, a minha”ídola”: Alice (no País das Maravilhas). Quem deseja aproveitar os brinquedos, a minha sugestão é pegar os horários das atrações (shows e tal), para não pegar fila neles. Mas, atenção! Alguns podem dar medo, como o da Casa Mal Assombrada (Haunted Mansion). Só tinha a gente no brinquedo e, por mais bobo que seja, olhar para o carrinho do lado e não ver ninguém, deu um leve medinho hahaha.

Tirar fotos com os personagens é uma boa também. Mas fica de olho nos horários, porque corre o risco de você chegar uns segundinhos depois da hora que algum membro da Disney falou e ser vetado na hora de entrar na fila para ter aquele registro com a Mary Poppins, por exemplo. Porém, é mais um motivo para voltar para esse lugar mágico. ;-) Ah! Também recomendo o Memory Maker, já que as fotos do celular (dependendo do modelo) não ficam boas por conta da escuridão. Por isso, nem postei as do meu aqui. Essa única do (final do) post é uma que eles tiraram por conta desse serviço. É a minha favorita e resume bem esse dia! Mesmo com o moço lá atrás atrapalhando hahaha!

E quanto aos fogos… Não tenho palavras, gente! A Disney sabe conquistar o público nos mínimos detalhes. Estava meio estressada, mas ter a oportunidade de assistir aquilo ao lado dele, foi indescritível. Mais uma vez: valeu muito a pena! Destaque também para os mimos que eles dão durante a festa, como chá, chocolate e etc. Porém, já aviso: dá peninha de comer. Pelo menos, eu tive hahaha! E para deixar tudo mais mágico ainda, sugiro que você vá vestido como manda o figurino. Ou seja, entrar no clima natalino mesmo. Pode apostar, deixa tudo mais divertido. E, assim, os acessórios, camisas e tal da Disney são bem carinhos, então, tente se programar antes para ir com um look bem legal, de outra loja, sem problemas. Como falei, amei ter essa oportunidade, mas isso com certeza eu faria diferente. Outro motivo para a gente voltar, viu, namorado? ;-)

De resto, é cheio, mas não chega a ser insuportável (fui numa segunda, dia 12 de novembro). Em dezembro acho que deve ter mais gente! Por fim, a minha última sugestão é: se programe direitinho! Claro, que nem sempre as coisas saem do jeitinho que imaginamos, mas tudo bem. O importante é tentar e aproveitar mesmo com os contratempos! Então, deem uma olhadinha no site da Disney e vão encaixando as coisas e tal.

MK_CSTLHUB3_20181113_414413978768Eu e o Namô mais natalino! 

É isso, gente! Podem opinar à vontade! :) E qualquer dúvida, podem perguntar.

Beijos, Carol.

Post Antigo: 4 brinquedos que mais amei!

Fan Page ♥ Instagram  


0
26.12.2018
* PJ Leu: Um dia em dezembro! ♥

Ei, Gente! :) Era para essa resenha ter entrado ontem, mas com a correria não consegui postar. Mas como ainda estamos em dezembro e em clima de “boas festas“, segue o “PJ Leu” da semana: Um dia em dezembro, da autora Josie Silver. Ideal para quem ama romance e acredita no destino! Vamos lá? Boa leitura. 

Pj Leu - Um dia em dezembroLivro: Um dia em dezembro| Editora: Bertrand Brasil | Autora: Josie Silver 
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: quatro livros!

Sinopse: É quase véspera de Natal e Laurie não vê a hora de aproveitar o feriado para dar um tempo de sua rotina sem graça. Nada parece estar dando certo, já que não encontrou nem o emprego e o namorado dos sonhos. Perdida em seus devaneios, ela pega um ônibus de dois andares, em Londres, que parece demorar séculos para chegar em casa, que a propósito divide com a sua melhor amiga, a Sarah. Até que em uma parada vê um homem lindo, lendo um livro, e tem certeza de que é o homem da sua vida. Seus olhares se encontram, mas o ônibus resolve seguir viagem… Ela está decidida achá-lo de qualquer maneira, mas depois de tanto procurar com a ajuda de Sarah, acha melhor deixar para lá. Não era para ser… Até que um dia, sua amiga apresenta o novo namorado, que adivinhem: é o cara do ônibus, o Jack! O que vai acontecer com essa situação que o destino resolveu pregar? Só lendo mesmo! ;-)

Minha opinião: Sabe aquela história que você torce para nunca ter de enfrentar na vida? Nem na pele da Laurie. Nem da Sarah e nem mesmo na do Jack! Imaginem a situação? Não gosto nem de pensar na possibilidade. É o tipo de coisa que o destino prega e a culpa é simplesmente de ninguém. Mas a forma como reagirmos é que faz a diferença. Algumas partes eu fiquei meio assim com os personagens, mas a gente não tem como julgar, né? E mesmo não concordando com algumas coisinhas, gostei de como a situação se desenvolveu. Tiveram erros, acertos, brigas e pazes. Tudo na medida certa, com muito bom senso e cuidado. Fiquei tensa com a premissa, mas essa história me deu uma sensação, no final, de que nada acontece por acaso e que tudo tem jeito, mas que o tempo é fundamental. Obrigada Josie, por escrever um livro tenso, mas de forma leve. A capa é linda e o mês de dezembro ganhou ainda mais o meu coração! Quanto ao destino: ele é bem sapequinha, mas depois de embarcar em “Um dia de dezembro”, é quase impossível não acreditar nem que seja um pouquinho nele. Enfim, recomendo a leitura, gente! 

No mais, podem opinar à vontade! :) E, feliz Natal atrasado!

Beijos, Carol.

Para ler: Uma história entre nós

Fan Page ♥ Instagram 


0
22.12.2018
* Wishlist Natalina Literária do ano! ♥

Ei, Gente! :) Essa semana minha irmã me ligou perguntando: cadê a sua listinha literária desse ano? Daí, eu percebi: oba, essa wishlist funciona mesmo hahaha. Então, a pedidos, segue a clássica lista de livros que desejo ganhar de Natal Claro, que a quantidade é bem maior, mas daí o post ia ficar giga, né? Então, aos interessados, bom post hahaha. E espero que ajude de alguma forma a ter noção do que deseja ler nos próximos meses e, claro, ao mercado literário que precisa do nosso help. Então, se cada um comprar um livro para presentear alguém, com certeza será de grande ajuda! ;-)

Wishlist Literária Natalina - PJ - 2018Crédito das imagens: Saraiva e Intrínseca
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Mais que amigos (Lauren Layne – Editora Paralela) 
Sinopse: Será que vale a pena arriscar uma grande amizade em troca de um amor inesquecível? Aos vinte e dois anos, a jovem Parker Blanton leva a vida que sempre sonhou. Tem um namorado inteligente e responsável, um emprego promissor e a companhia de seu melhor amigo, Ben Olsen, com quem divide um lindo apartamento. Parker e Ben são tão grudados que muita gente duvida que eles morem sob o mesmo teto sem nunca ter vivido um caso, mas eles não se importam com o que as pessoas pensam. Sabem que não foram feitos um para o outro — pelo menos não para se envolver. Por isso, quando um acontecimento inesperado faz com que Parker se veja sem namorado e com o coração partido, ela sabe que pode contar com Ben para ajudá-la a sacudir a poeira e partir para outra. Afinal, ninguém seria mais ideal do que seu melhor amigo para lhe mostrar os prazeres da vida de solteiro… certo?
Observação da Pequena: A capa me ganhou, mas já li tanta coisa maravilhosa sobre esse livro, que entrou para a minha listinha. E uma comédia romântica a gente nunca dispensa, né?

2. Adulta sim, madura nem sempre (Camila Fremder – Editora Paralela) 
Sinopse: A vida adulta chega de uma hora para outra e nem sempre estamos preparados para ela. E tudo bem. Um dia você é a jovem moderna que ouve música alta e incomoda a vizinha. Num piscar de olhos é você quem está interfonando para o porteiro e reclamando, aos berros, do som da garota que mora no andar de cima. O que aconteceu? Simples: a vida adulta chegou. Quer dizer, não tem nada de simples. A vida adulta costuma chegar de uma hora para outra, sem avisar, sem um curso preparatório, sem nada. Ou pelo menos é assim que a gente se sente. E a consequência disso é muito estranhamento, reflexões e boas risadas. Saem de cena as noites agitadas e os dias sem grandes preocupações, sendo substituídos por fraldas (no caso de quem tem filho), boletos e muita paranoia com a aparência. Com observações perspicazes e bom humor, Camila nos ajuda a entender e aceitar melhor essa transição.
Observação da Pequena: Segunda vez que esse livro aparece por aqui, hein? Dica valiosa de presente hahaha. Brincadeirinha, mas não tem cara de ser mara esse livro?

3. Dando um tempo (Marian Keys – Editora Bertrand Brasil)
Sinopse: 
Conta a história de Amy, que é casada com Hugh. Aparentemente, os dois vivem o que se pode se chamar de “casamento perfeito”. Até que a morte do pai e de um grande amigo desencadeia em Hugh uma intensa crise e isso faz com que ele decida dar um tempo de tudo. Incapaz de fazê-lo mudar de ideia, Amy sabe que muita coisa pode mudar.
Observação da Pequena: Me ganhou pela capa também, mas a história tem cara de ser bem leve e cheia de reviravoltas que a gente ama.

4. Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais (Jaron Lanier – Editora Intrínseca)
Sinopse:
 Hoje as redes sociais são praticamente um segundo documento de identidade e não participar de determinada plataforma muitas vezes é sinônimo de total isolamento. Mas você já pensou como seria se deletasse os seus perfis na rede e levasse uma vida diferente? Jaron Lanier não tem conta em nenhuma rede social e deixa bem claro por quê, diz que evita as redes sociais pela mesma razão que fica longe das drogas. Então, através de dez argumentos poderosos e convincentes, fala o motivo de largar Instagram, Facebook e por aí vai. Segundo o autor, é uma forma de ter redes sociais dignas e aproveitar de verdade o potencial da internet.
Observação da Pequena: Amo Instagram e tal, mas achei a ideia do livro bem interessante. Assim que eu embarcar nesses argumentos, conto para vocês!

5. Aprendizados (Gisele Bündchen – Editora Best Seller)
Sinopse: 
A caminhada de Gisele Bündchen começou no Rio Grande do Sul, numa casa com cinco irmãs, jogando vôlei e resgatando cães e gatos de rua. Nessa época, a carreira dos sonhos de Gisele estava bem longe das passarelas e mais próxima das quadras de vôlei. Mas, aos 14 anos, numa viagem a São Paulo, o destino interveio e colocou um olheiro em seu caminho. Gisele se tornou um ícone, deixando uma marca permanente na indústria da moda. Porém, até hoje, poucas pessoas tiveram a oportunidade de conhecer a verdadeira Gisele, uma mulher cuja vida privada é o oposto de sua imagem pública. Em Aprendizados, ela revela pela primeira vez quem realmente é e quais ensinamentos, em seus 38 anos, a ajudaram a viver uma vida com mais significado.
Observação da Pequena: Já apareceu por aqui também e uma amiga falou tão bem desse livro, que é impossível não querer embarcar nos aprendizados da Gi, né?

6. Como se relacionar bem usando a comunicação não violenta (Thomas D’ansembourg – Editora Sextante)
Sinopse:
Um livro que oferece exemplos reais e ferramentas práticas para se expressar de maneira positiva, respeitando os próprios desejos e evitando a armadilha da agressividade ou da generosidade excessiva. Uma abordagem bem útil na resolução de conflitos entre casais, familiares, amigos e colegas de trabalho, já que encoraja o autoconhecimento e a criação de relacionamentos mais verdadeiros, íntimos e equilibrados. Adotar a “Comunicação Não Violenta” é uma ótima oportunidade para aprender a se expressar com clareza sem se anular para corresponder às expectativas, entre outros benefícios.
Observação da Pequena: Um livro bem útil para esse ano, onde a gente viu que a violência verbal rola solta real quando a gente não tem a mesma opinião. :)

48380723_2212909708761469_7724926864325607424_nCrédito da Imagem: vi que a Arqueiro compartilhou e a arte é da Samanta Flôor 

É isso, pessoal. :) Mais uma vez, espero que ajude de alguma forma e lembrem-se de dar livros nesse Natal, ok?
E quem já leu alguma dessas histórias, me conta!

Beijos, Carol. 

Para ler: Livros de Natal

Fan Page ♥ Instagram   

 


1
17.12.2018
* Top 5: Livros de Natal! ♥

Ei, pessoal. Que tal esse ano presentear, ao menos, uma pessoa com um livro no Natal? É uma forma de incentivar a leitura e ajudar o nosso mercado editorial, que não anda muito bem. E já que o clima é Natalino, separei 4 livros com essa pegada e tem mais um que mamys me deu recentemente. É lá de Portugal, acredito que não tenha um idêntico aqui no Brasil, mas pode ser uma inspiração para vocês também. ;-) Enfim, vamos lá? Bom post. 

PJ - Natal Livros - 2Crédito das imagens: Editora Rico (Eu leio Brasil), Amazon e Saraiva
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Aconteceu Naquele Natal (Eu Leio Brasil – Juliana Parrini, Janda Montenegro e Samanta Holtz) 
Sinopse: Nicholas sempre teve tudo o que o dinheiro podia comprar: uma vida luxuosa, carro do ano na garagem, roupas de marca e uma namorada de dar inveja. Ele nunca conheceu a tristeza ou a desilusão, até aquela noite em que tudo mudou. Três anos depois, Nick se vê mergulhado em um pesadelo. Sem dinheiro e com a mãe à beira de um colapso, acaba aceitando participar de algo terrível, sem pensar nas consequências. É quando conhece Carolina, dona de um peculiar Fusca azul e do sorriso mais lindo que já viu. Perdido em um caminho que parece sem volta, ele descobre, naquela mágica noite de Natal, como duas pessoas podem encarar a vida de maneiras tão diferentes. Mas o destino é uma caixinha de surpresas e Nicholas está prestes a entender isso quando Carol reaparece em seu caminho e, com ela, sua chance de redenção. Será que a vida lhe reservaria uma segunda chance? Ou uma terceira…
Observação da Pequena: Esse livro já apareceu aqui no blog esse mês e é sério, eu estou louca para ler. Fora que são autoras nacionais e tem cara de ser aquele tipo de história que aquece no coração, o que é sempre bem-vindo nessa época, né? Para comprar, só acessar esse site.

2. Esqueceram de Mim (Intrínseca – Kim Smith) 
Sinopse: as arriscadas aventuras de Kevin McCallister, um menino de 8 anos que, chateado com a mãe, deseja que sua família desapareça. E o desejo se realiza! Sozinho em casa na véspera de Natal, Kevin tem que aprender a se virar e usa suas artimanhas infantis para se defender de dois ladrões insistentes.
Observação da Pequena: Sim, esse clássico filme de Natal foi parar nas livrarias também. Está na minha listinha Natalina e de vocês? Tem aqui nesse site!

3. Um dia em Dezembro (Bertrand Brasil – Josie Silver) 
Sinopse: Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico. Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram… e então o ônibus começa a andar. Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus. No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus. Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?
Observação da Pequena: Foi o último livro que li e sério, recomendo muito. Essa semana vai rolar resenha, mas quem quiser já garantir, é só clicar aqui.

4. Todas as cores de Natal (Agência Página 7 – Vitor Martins, Alliah, Bárbara Morais, Lucas Rocha e Mareska Cruz) 
Sinopse: Nessa coletânea, tem uma divertida história de amigo secreto no curso de inglês que vai fazer o leitor morrer de amores e vergonha alheia por Renato. Também tem as “Garotas Mágicas” para salvar o Natal na capital do país e falar sobre a importância da amizade verdadeira. Tem a história do Danilo, que só queria um fim de ano comum, mas, de repente, tudo dá errado na noite de Natal e ele se vê preso em uma tempestade envolvendo um peru assado, um cachorro e o garoto por quem ele tem uma quedinha. E uma simples viagem em grupo de fim de ano para uma ilha no litoral do Rio de Janeiro pode revelar seres sobrenaturais sofrendo com as alterações mágicas causadas pela poluição dos mares. Por fim, a relação de Benedita com o Natal desde o seu nascimento: são quinze anos de pura diversão, coração partido, amor e amizade.
Observação da Pequena: Uma boa oportunidade de conhecer autores nacionais incríveis e que defendem a causa LGBTQ, que é mega necessária. Quem quiser, está disponível aqui.

***

E para fechar com chave de ouro, o livro que ganhei da Mamys. Ele esteve recentemente em Portugal e achou que eu ia amar essas tradições Natalinas em formato de história literária. Assim que eu ler, conto para vocês. Obrigada, mamys, por incentivar esse meu vício do bem sempre. 

PJ - Natal LivrosCrédito da imagem: Pequena Jornalista

Lembrando que esse post não é publi, ok? É para defender uma coisa que amo: o mundo literário, que não anda muito bem, mas que se cada um ajudar, tudo vai melhorar. ;)

Beijos, Carol. 

Para ler: Natal com Arqueiro

Fan Page ♥ Instagram  


2
05.12.2018
* #NatalComArqueiro: 5 livros para presentear na noite feliz! ♥

Ei, Gente! :) Para entrar no clima natalino, a Arqueiro (parceiro do blog) convidou os bloggers parceiros para prepararem uma listinha de sugestões de livros de presente para esse Natal. Separei quatro histórias que embarquei durante 2018, que eu acho que vale a pena presentear alguém especial na noite feliz. E, como não sou boba, nem nada, tem um livro que é super bem-vindo na minha estante de próximas leituras hahaha. Vamos lá? Bom post! 

Natal com Arqueiro - PJCrédito das Imagens: Arqueiro 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Mais lindo que a lua (Julia Quinn) 
Sinopse: Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim. Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixava sem fôlego. E ela também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas não pensa em dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu a lua e depois despedaçou suas esperanças! Então, Robert lhe oferece um emprego a filha do vigário: ser sua amante, mas claro que ela não aceita. Porém, ele promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer! A pergunta que fica no ar: será que depois de tantas mágoas, os dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas? Tchan Tchan…
Observação da Pequena: É da diva, né? E sério, depois dessa história, nunca mais olhei a lua do mesmo jeito. Quem quiser ler a resenha, é só clicar aqui. Para comprar o livro, clique aqui.

2. Sonhos em flor (Estelle Laure) 
Sinopse: Eden Jones tem 17 anos e o futuro todo planejado. Com o apoio dos pais amorosos, do irmão gêmeo e da melhor amiga Lucille, sonha em estudar em Nova York e se tornar uma grande bailarina. Mas  o destino tem outros planos e seu mundinho “perfeito” começa a desmoronar. Primeiro, o teste que fez para um balé importante não é nada daquilo que imaginou. Pelo contrário! Depois, perde o seu chão, quando descobre que Lucille e seu irmão estão namorando e ninguém conta para ela. Por fim, sofre um acidente, que a deixa em coma. Depois dessa experiência de quase morte, nossa protagonista, volta ao “normal” e depois de um tempinho recebe alta. Porém, voltar à rotina não é tão fácil quanto parece. Além de ter algumas restrições físicas e alimentares, Eden tem alucinações com flores negras e uma garota em coma na mesma ala do hospital, onde esteve internada. E como se não fosse o bastante, se apaixona por Joe, que tem uma ligação com a personagem que ela anda tendo “visões”. Então, inúmeras dúvidas surgem e nessa árdua caminhada, ela começa a entender que não ter o controle das coisas pode ser libertador. ;-)
Observação da Pequena: Um dos livros que mais curti esse ano. Pé no chão, mas sem dar aquela floreada necessária! Quem quiser ler a resenha, é só clicar aqui. Para comprar o livro, clique aqui.

3. A luz que perdermos (Jill Santopolo) 
Sinopse:  Na manhã do dia 11 de setembro de 2001, Lucy e Gabe se conhecem na faculdade. Isso! No mesmo instante, que dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Quando notam que Nova York inteira arde em chamas, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo. Principalmente, Gabe. Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York. Treze anos se passaram e muita coisa mudou, inclusive, ambos conheceram novas pessoas, como ela que conheceu Darren. Mas o caminho dos dois se cruza e se afasta muitas vezes, numa odisseia de sonhos, desejos, ciúmes, traições e, claro: amor. Mesmo separados pela distância, eles jamais deixam o coração um do outro. Ao longo dessa jornada emocional, Lucy começa a se fazer perguntas fundamentais sobre destino e livre-arbítrio: será que foi o destino que os uniu? E, agora, é por escolha própria que eles estão separados?
Observação da Pequena: Aquele livro que deixa no coração apertadinho, mas repleto de lições valiosas! Quem quiser ler a resenha, é só clicar aqui. Para comprar o livro, clique aqui.

4. Um beijo à meia-noite (Eloisa James) 
Sinopse: Kate Daltry é uma jovem de 23 anos que não costuma frequentar os salões da alta sociedade. Desde a morte do pai, sete anos antes, ela se vê praticamente presa à propriedade da família, atendendo aos caprichos da madrasta, Mariana. Por isso, quando a detestável mulher a obriga a comparecer a um baile, Kate fica revoltada, mas acaba obedecendo. Lá, conhece o sedutor Gabriel, um príncipe irresistível e irritante. A atração entre eles é imediata, mas ambos sabem que um relacionamento é impossível. Afinal, Gabriel já está prometido a outra mulher – uma princesa! – e precisa com urgência do dote milionário para sustentar o castelo. Ele deveria se empenhar em cortejar sua futura esposa, não Kate, a inteligente e intempestiva mocinha que se recusa a bajulá-lo o tempo todo. No entanto, Gabriel não consegue disfarçar o enorme desejo que sente por ela. Determinado a tê-la para si, o príncipe precisará decidir, de uma vez por todas, quem reinará em seu castelo.
Observação da Pequena: Aquele conto de fadas com uma pegada mais adulta, mas sem perder a magia da história original. Quem quiser ler a resenha, é só clicar aqui. Para comprar o livro, clique aqui.

5. Almas Gêmeas (Nicholas Sparks) 
Sinopse: Hope Anderson namora o mesmo homem há seis anos, sem perspectiva de casamento. Quando seu pai é diagnosticado com ELA, Hope resolve passar uma semana na casa de praia da família, na Carolina do Norte, para pensar nas difíceis decisões que precisa tomar em relação ao próprio futuro. Tru Walls, nunca esteve nos Estados Unidos, até receber uma carta de um homem que diz ser seu pai biológico, convidando-o a encontrá-lo numa casa de praia na Carolina do Norte. Intrigado ele aceita e faz a viagem. Quando os dois estranhos se cruzam na praia, nasce entre eles uma ligação imediata.
Observação da Pequena: Só falo uma coisa: cruzando os dedos para ganhar esse livro, leu namorado? ;-) Para comprar o livro, clique aqui.

***

É isso, pessoal. :) Aproveitando o gancho, que tal participar do #DesafioDasLivrarias promovido pela editora Arqueiro também? Funciona assim: vá a uma livraria, compre um livro, poste nas redes sociais e desafie, ao menos, três amigos para terem a mesma atitude. É uma forma de incentivar a leitura e mudar o cenário das nossas livrarias! Em breve, vou desafiar algumas pessoas lá no meu insta. E vocês? ;-)

E quem já leu algum livro da listinha que citei no post de hoje, me conta o que achou. Nem sempre a leitura vai ter o mesmo significado, mas que vai ensinar algo, isso eu tenho certeza. Todos os livros fazem isso!   

Beijos, Carol.

Para ler: Encontro Livreiros

Fan Page ♥ Instagram  


4

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019