23.04.2018
* {Beda 23} – Dia Mundial do Livro! ♥

a313639a58eadc8bc350dbb811d16a1aCrédito da imagem: Pinterest! 

Ei, Gente! :) Sabia que hoje é o Dia Mundial do Livro? Uma das datas mais especiais, afinal, o que seria da nossa vida sem essa palavrinha tão mágica e que faz a gente viajar, aprender, suspirar, chorar, rir e um milhão de coisas mais. Não importa se o livro é ficção, chick-lit, fantasia, thriller, biografia, clássico, entre outros gêneros. O importante é ler. Sem essa de preconceito literário! Enfim, um post curtinho para agradecer a todos os autores pelas histórias incríveis. E todos que fazem parte disso. Seja leitor, blogueiro, editor, livreiro… Cada livro que embarquei, marcou de um jeito. Até quando a leitura não bate muito, acrescenta de alguma forma. Por isso, digo mais uma vez: leia. Faz a diferença, de verdade! Alguns dizem que é uma forma de fugir da realidade. Até concordo, mas é uma fuga tão rica e vasta. Então, por que não?

E aqui vai uma listinha de alguns autores que escreveram algumas das minhas histórias favoritas:

– Sophie Kinsella
– Fernanda França
– Laura Conrado
– Julia Quinn
– Teca Machado
– Lucy Holliday
– Markus Zusak
– Angie Thomas
– Lauren Graham
– Nora Roberts
– Melissa Hill
– Lori Nelson Spielman
– Kiera Cass
– R. J. Palacio
– Deborah McKinlay
– Lauren Weisberger
– Jennifer E. Smith
– Jojo Moyes
– Nicholas Sparks
– John Green

Quem quiser ler alguma resenha de algum desses escritores, é só digitar o nome dele na caixinha de busca do blog, ok? Agora me contem: quem está na listinha de autores favoritos da vida?

3f46654561f3a94efdac2af2b32badd7Crédito da imagem: Pinterest

Beijos, Carol. 

Para Ler: Tradição Livros & Flores – Barcelona!

Fan Page ♥ Instagram 


2
19.04.2018
* {Beda 19} – Top 5: Jane Austen! ♥

Ei, Gente! :) Essa semana, contei uma gafe literária minha: nunca li nada da Jane Austen, considerada a primeira romancista moderna da literatura inglesa. Absurdo, eu sei! Mas pretendo mudar isso, ainda esse ano. Então, separei três livros dessa escritora ícone e mais dois que tem a autora no meio. Vamos lá?

Jane Austen - Top 5 - PJCrédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Orgulho e Preconceito 
Sinopse: Esse romance retrata a relação entre Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy, na Inglaterra rural do século XVIII. Lizzy possui outras quatro irmãs, nenhuma delas casadas, o que a Sra. Bennet, mãe de Lizzy, considera um absurdo. Quando o Sr. Bingley, jovem bem sucedido, aluga uma mansão próxima da casa dos Bennet, a Sra. Bennet vê nele um possível marido para uma de suas filhas. Enquanto o Sr. Bingley é visto com bons olhos por todos, o Sr. Darcy, por seu jeito frio, é mal falado. Lizzy, em particular, desgosta imensamente dele, por ele ter ferido seu orgulho na primeira vez em que se encontram. A recíproca não é verdadeira. Mesmo com uma má primeira impressão, Darcy realmente se encanta por Lizzy, sem que ela saiba do fato.
Observação da Pequena: É a obra clássica dela, né? E eu sou apaixonada por esse filme, então, não poderia ficar de fora da minha listinha!

2. Persuasão 
Sinopse: Aos 19 anos, Anne Elliot tem a chance de viver feliz para sempre: ela é pedida em casamento pelo homem que ama, Frederick Wentworth, um jovem oficial da Marinha, inteligente e ambicioso. Porém, Anne é persuadida a romper o noivado, pois a união da filha de um baronete com um oficial não seria vista com bons olhos pela sociedade inglesa do início do século XIX. Aos 27 anos, entretanto, Anne continua solteira e sua família encontra-se endividada devido aos excessos de Sir Walter, seu pai. A casa ancestral dos Elliot é alugada e os novos inquilinos são o almirante Croft e sua esposa, que por acaso é irmã de Wentworth. Anne reencontra seu antigo amor, agora um distinto e rico capitão. Persuasão não é apenas uma crítica mordaz de Austen à vaidade e à pretensão, mas também uma comovente história sobre perdão, amor e segundas chances.
Observação da Pequena: Pelo que eu pesquisei, foi o último romance da escritora. Então, não poderia ficar  de fora desse top 5 também!

3. Razão e Sensibilidade
Sinopse: Um romance que trata de amor e desilusão! Duas irmãs, Elinor e Marianne Dashwood, estão em busca do amor verdadeiro e, ao mesmo tempo, tem de enfrentar o mundo de interesses e e intrigas da alta aristocracia. As duas são oposto, enquanto uma é romântica e musical, a outra é a encarnação da prudência e do decoro.
Observação da Pequena: Acho que tem cara de ser um daqueles romances, que a gente devora em um dia!

4. O clube de escrita de Jane Austen (Rebecca Smith – Bertrand Brasil) 
Sinopse: Um guia charmoso e informativo sobre como escrever como Jane Austen, escrito pela sobrinha-neta de quinto grau da famosa escritora. Rebecca Smith analisa vários aspectos da escrita de ficção como enredo, caracterização de personagens, diálogos, cenários e técnicas de escrita, dividindo também com os leitores os conselhos que Jane Austen escreveu em cartas a seu sobrinho e sobrinhas aspirantes a romancistas. Repleto de exercícios úteis e citações esclarecedoras, este livro ensinará métodos, dicas e truques, usando como exemplos a obra de Austen.
Observação da Pequena: Quem me conhece um pouquinho, sabe que eu quero virar uma escritora best-seller. Então, acho que vou aprender muito com esse livro!

5. O clube de leitura de Jane Austen (Karen Joy Fowler – Rocco) 
Sinopse: Cinco mulheres e um homem se reúnem para debater as obras de Jane Austen na Califórnia do início dos anos 2000 e acabam descobrindo, entre casamentos frustrados, arranjos sociais e afetivos, que suas vivências não são assim tão diferentes das experimentadas por Emma ou outras personagens da escritora britânica que tão bem descreveu a sociedade de sua época, dois séculos atrás.
Observação da Pequena: Todo mundo fala tão bem desse livro e do filme, que não poderia ficar de fora também! ♥

***

É isso, gente! :) E se alguém quiser me indicar mais algum para colocar nessa lista, fique à vontade! Ah! Não coloquei a editora dos três primeiros livros, porque edição é o que não falta! Algum exemplar, vocês vão achar. E, deixem eu compartilhar uma coisa: com a novela da Globo, Orgulho e Paixão, inspirada na obra de Jane Austen, muita gente tem procurado por romances da escritora. Não consigo acompanhar essa novela, mas fico feliz que esteja incentivando novos leitores!

Beijos, Carol.

Para ler: Top 5 – Laura Conrado

Fan Page ♥ Instagram 


2
12.03.2018
* Para leitor: 5 bolsas para carregar livros! ♥

Ei, Gente! :) Não sei vocês, mas quase não saio de casa sem um livro dentro da bolsa. Por mais improvável que eu vá ler em tal lugar, sempre bom ter uma garantia de companhia, né? Então, na hora de escolher esse tipo de acessório, levo em conta: cabe histórias literárias? Pode colocar na sacola, que eu vou levar. Então, na última 5ª feira, Dia Internacional da Mulher, fui convidada para participar de um coquetel da Kipling. Eu adoro participar desses eventos, mas tento pensar em qual conteúdo posso criar para o blog. Sendo assim, uni o útil ao agradável… Selecionei cinco bolsas da coleção nova da marca que são mega úteis para todo “bookaholic“, como a pequena que vos bloga. Vamos lá? ;-)

Kipling - Leitor - PJ - 1Crédito das imagens e montagem: Pequena Jornalista 

Meu tipo de bolsa preferida é aquela transpassada. Dá sensação de menos peso e mais segurança. E claro: um livro é sempre bem-vindo, fora as outras coisitas que a gente leva no dia a dia. Amei muito essas três, principalmente a terceira, bege. Essa estampada também tem alça e a primeira é um verde mais fechado. Aliás, sorry pelas fotos. Elas não fizeram jus à tonalidade real de cada peça. Mas acho que dá para ter uma noção.

Kipling - Leitor - PJ - 2Crédito das imagens e montagem: Pequena Jornalista 

Mochila também tem tudo a ver com leitor! E o quanto que eu amei essa meio “risca de giz“? Uma das mais lindas que já vi na loja! Fora que tem o clássico macaquinho!  Também achei bem fofinha essa estampada. Aliás, mochila cabe até mais de um livro, né? Então, leitores, que consegue ler mais de uma história por vez, podem usar e abusar! ;-)

É isso, pessoal. Claro que o post também serve como inspiração! E espero, de verdade, que ajude a selecionar acessórios que alimentam ainda mais o nosso vício por leitura. Depois me contem a preferida de vocês! Quem quiser ver mais itens da nova coleção da Kipling, é só clicar aqui. Lembrando que isso não é um publipost, ok? A assessoria me convidou para o evento e, como vocês sabem, eu adoro criar conteúdo a partir desses momentos “blogueirinha”. ^^

Beijos, Carol.

Para ler: Favoritos da Kipling

Fan Page ♥ Instagram 


0
21.02.2018
* Top 5: Livros & Paris! ♥

Ei, Gente! :) Não sei vocês, mas tenho uma mania literária: quando entro em uma livraria e vejo o nome “Paris” na capa ou algo que remeta à cidade luz, o livro já entra para a minha listinha de “preciso comprar/ganhar“.  Quando tem esse lugar no meio, é quase impossível que o conteúdo seja ruim, na minha humilde opinião. Então, se alguém também tem esse toque parisiense literário, selecionei cinco livros que quero ler para ontem ou apenas ter em casa mesmo para decorar a minha estante. Vamos lá? Bom post! 

Top 5 - Livros e Paris - PJCrédito das imagens: Saraiva
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. 30 Jours à Paris (Carol Pio Pedro – Editora Letramento) 
Sinopse: É um livro de inspirações para uma viagem autêntica, que apresenta diversas opções de lugares que vão das esquinas retratadas nos cinemas à esquinas e recônditos da Cidade Luz. O livro se constitui em um compilado de informações na mesma vertente do blog da autora que leva o mesmo nome. Em suas visitas anuais, Carol explora todos os cantos da cidade e enxerga  a beleza nas diferentes formas que ela se apresenta, indo muito além dos cartões postais, circuitos turísticos, museus, pontes e igrejas.

Observação da Pequena: Um dia, pretendo visitar novamente essa cidade linda e incrível com os olhos da minha xará e conhecer cada cantinho que ela cita no livro. A capa é a coisa mais lindo e mega aceito de presente, ok, mãe, irmã e namorado? ;-)

2. Reencontro em Paris (Danielle Steel – Grupo Editorial Record)
Sinopse:
Aos 50 anos, a famosa atriz Carole Barber decide dar um tempo na carreira de atriz e embarca para Paris, cidade onde morou durante uma época muito importante de sua vida, para começar uma jornada de autoconhecimento e, quem sabe, enfim, escrever seu primeiro romance, um antigo sonho. Mas, assim que coloca os pés na capital francesa, ela é vítima de uma grande tragédia. Uma explosão causada por um ataque terrorista a deixa entre a vida e a morte. A notícia de que a famosa estrela de Hollywood é uma das vítimas do atentado logo vem à tona, e a imprensa e os paparazzi não dão um minuto de trégua à família. Além disso, um homem misterioso passa a rondar o hospital tentando visitar a mulher que um dia amou e que nunca esqueceu. Então um milagre acontece: Carole acorda, porém sem nenhuma lembrança de quem ela é.

Observação da Pequena: Há séculos não leio algo da autora e acho que esse livro vai ser um reencontro cheio de suspiros e aprendizados. Fora que a capa é linda! ♥

3. Aconteceu em Paris (Molly Hopkins – Editora Novo Conceito)
Sinopse: 
Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris. Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos… E seu tutor, Rob, é irresistível e, digamos, um pouco controlador. Apaixonada, descomedida e com um imenso coração, essa história nos apresenta uma protagonista, que promete arrancar gargalhadas do leitor.

Observação da Pequena: Confesso que a capa me conquistou mais do que a sinopse, mas já me falaram muito bem desse livro. E tem Paris no meio, né gente? Vale dar uma chance, assim espero! ;-)

4. A livraria mágica de Paris (Nina George – Grupo Editorial Record)
Sinopse: 
O livreiro parisiense Jean Perdu sabe exatamente que livro cada cliente deve ler para amenizar os sofrimentos da alma. Em seu barco livraria, ele vende romances como se fossem remédios. Infelizmente, o único sofrimento que não consegue curar é o seu: a desilusão amorosa que o atormenta há 21 anos, desde que a bela Manon partiu enquanto ele dormia. Tudo o que ela deixou foi uma carta que Perdu não teve coragem de ler. Até um determinado verão, tudo muda e leva Monsieur Perdu a abandonar a casa na estreita rua Montagnard e a embarcar numa jornada que o levará ao coração da Provence e de volta ao mundo dos vivos.

Observação da Pequena: Tem dupla mais perfeita que essa? Paris e livraria! Impossível não gostar de uma história com esses dois elementos, né? Assim espero hahaha. Enfim, esse livro está na minha listinha há séculos e pretendo ler ainda esse ano! 

5. A Parisiense (Inès De La Fressange e Sophie Gachet – Editora Intrínseca)
Sinopse: 
Quais são os segredos do bom gosto parisiense? Inès de la Fressange, ícone da elegância na França, conta o que aprendeu sobre estilo e beleza durante décadas de experiência na indústria da moda. Além disso, dá conselhos de como se vestir com o encanto das parisienses e sugere um guarda-roupa a partir de apenas sete itens básicos e bons acessórios.  Suas fontes preferidas para verdadeiros achados e soluções de vestuário, beleza e decoração, são acompanhadas por fotografias de moda. O livro também conta com endereços secretos de lugares foras do circuito turístico e com a colaboração da jornalista Sophie Gachet.

Observação da Pequena: Esse eu já tenho, mas confesso que está mais decorando o meu quarto. Porém, em uma próxima viagem para Paris, vou devorá-lo junto com o primeiro livro desse top 5. ;-)

***

É isso, pessoal. Gostaram? Espero que sim! Claro que a lista de livros com Paris no meio, é infinita. Inclusive, já resenhei algumas histórias aqui no PJ. Só procurar na caixinha de busca. Mas esses são os que pretendo embarcar futuramente. Agora me contem o Top 5 de vocês dessa ou de outra cidade tão encantadora quanto. E no mais, podem opinar à vontade! ^^

Beijos, Carol. 

Para ler: Je T’aime, Paris

Fan Page ♥ Instagram


0
30.01.2018
* Top 5: Marian Keyes! ♥

Ei, Gente! :) O “top 5” da semana é de uma autora mega queridinha por muitos: Marian Keyes, que escreveu o clássico “Melancia“, entre outras histórias que caem como uma luva para quem ama chick-lit. Então, se você ama esse tipo de leitura ou está em busca de livros assim, esse post é para você. Vamos lá? 

Top 5 - Marian KeyesCrédito das imagens: Saraiva
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Casório (Bertrand Brasil) 
Sinopse: Lucy Sullivan, de 26 anos, vai se casar. Ela que divide o apartamento com as amigas, não tem dúvidas de que, dentro de poucos meses, estará entrando na igreja durante uma linda cerimônia. Só falta um pequeno detalhe: o noivo! Mas Lucy, que nem ao menos tem um namorado e nunca foi muito bem-sucedida no amor, confia piamente nas previsões de sua cartomante e iniciará uma busca incessante (e hilariante) por um bom partido: ele só precisa ser bonito, inteligente e não lembrar em nada o seu pai.

Minha opinião: Sabe aquela leitura divertida e que te prende? É essa! Foi o meu primeiro contato com a autora e eu amei. Infelizmente, na época que eu li, nem escrevia resenha para o blog e acho que nem tinha o blog ainda. Mas se quiserem resenha por aqui, me avisem! ;-)

2. Um Bestseller para chamar de meu (Bertrand Brasil)
Sinopse: Um livro que fala sobre os bastidores do mundo do livro de forma divertida e reviravoltas inesperadas. Jojo é a personagem focada, com olhos bem atentos às nuvens para não errar o plano de voo, mas como nada é perfeito… ela acaba se apaixonando por um dos seus chefes; justamente o casado. Lily Wright ainda está colhendo os frutos de seu romance de estréia. Contudo, seu segundo livro parece que se nega a sair de sua cabeça, e o prazo de entrega… vai para o espaço. Acontece que Lily ouviu os conselhos do ‘amor da sua vida’ e gastou quase todo dinheiro na compra de uma casa. E agora? Para completar, tem Gemma Hogan, que é organizadora de eventos, era a melhor amiga de Lily, até se apaixonar pelo amor da sua vida, que coincidentemente (ou não) é o mesmo do de sua melhor amiga. Gemma cuida da mãe recém-abandonada pelo marido e leva uma vida social sem grandes emoções. Gemma e Jojo acabam trabalhando juntas.

Minha opinião: Foi o meu segundo contato com a autora e apesar de ter gostado bastante, achei que a autora enrolou um pouco no decorrer da história. Mas o livro traz um monte de lições e deliciosas risadas sobre os bastidores literários, amizade e muito mais. Marcou uma das melhores viagens e se alguém quiser resenha mais completa, é só me falar também. ;-)

3. Melancia (Bertrand Brasil)
Sinopse: 
Claire tinha tudo o que sempre quis na vida: um marido que ela idolatrava, um ótimo apartamento, um bom emprego. Mas, no que seria uma data muito especial em sua vida, o dia do nascimento da sua filha, James anuncia que a está deixando por uma vizinha com quem tem um caso há mais de seis meses. Com o coração partido, uma bebê recém-nascida e um corpo pós-parto para o qual ela mal consegue olhar, ela decide ir para a casa dos pais, em Dublin. Lá, recebendo os cuidados de sua excêntrica família, Claire avalia os prós e contras de um casamento de três anos e começa a se sentir melhor. Aliás, bem melhor. Até que o ex-marido reaparece, forçando-a a tomar uma decisão, que, de uma maneira ou de outra, mudará sua vida mais uma vez.

Observação da Pequena: Eu comecei a ler, mas abandonei… Porém, acho que quando tentei embarcar, não era o momento certo, sabem? (vocês também passam por isso??) Então, esse livro está na minha listinha de metas literárias para esse ano. Afinal, é um clássico da autora, né? ;-)

4. Sushi (Bertrand Brasil)
Sinopse: Lisa Edwards, a durona e sofisticada editora de revistas, acha que sua vida acabou, quando descobre que seu novo emprego ‘fabuloso’ não passa de uma ordem de deportação para a Irlanda, com a missão de lançar a revista Garota. Ashling Kennedy, a editora assistente da Garota, também tem seus problemas. É a Rainha da Ansiedade, e não é de hoje que sente que algo não está cem por cento na sua vida. E não só porque o que lhe sobra são bolsas, falta em cintura e namorado – mas porque, no fundo, no fundo, falta algo mais, como aquele pontinho minúsculo que fica na tela quando a gente desliga a TV à noite. Conhecida como ‘Princesa’, a vida sempre deu a Clodagh tudo que queria. Ao lado de seu príncipe e dois filhinhos encantadores, ela vive um conto de fadas doméstico em seu castelo. Mas então, por que será que nos últimos tempos anda sentindo vontade – e não pela primeira vez – de beijar um sapo?

Observação da Pequena: Sempre quando vou na pilha da Marian Keyes, esse livro me chama a atenção.  Me lembrou um pouco o último romance da Sophie Kinsella: Minha vida não tão perfeita. Então, também está na minha listinha! ;-)

5. Férias (Bertrand Brasil)
Sinopse: Rachel Walsh tem 27 anos, calça 40, namora Luke Costello, um homem que usa calças de couro justas. E é amiga – pode-se mesmo dizer muy amiga – de drogas. Até que a sua vida vai para o Claustro – a versão irlandesa da Clínica Betty Ford. Ela fica uma fera. Afinal, não é magra o bastante para ser uma toxicômana, certo? Mas, olhando para o lado positivo das coisas, esses centros de reabilitação são cheios de banheiras de hidromassagem, academia e artistas semifissurados (ao menos ela assim ouviu dizer). De mais a mais, bem que já está mesmo na hora de tirar umas férias. Rachel encontra mais homens de meia-idade usando suéteres marrons e sessões de terapia em grupo do que poderia supor a sua vã filosofia. E o pior é que parecem esperar que ela entre no esquema! Mas quem quer abrir as janelas da alma, quando a vista está longe de ser espetacular? Cheia de dor-de-cotovelo, ela busca salvação em Chris, um Homem com um Passado. Um homem que pode dar mais trabalho do que vale… Rachel é levada da dependência química para o terreno desconhecido da maturidade, passando por uma ou duas histórias de amor.

Observação da Pequena: Tenho uma amiga que fala tão bem desse livro, que sempre quando esbarro com ele nas livrarias da vida, anoto na minha listinha mental de próximas leituras.

***

É isso, pessoal. Claro, que se tratando da Marian Keyes, a lista de livros é imensa. Confesso, que meu único pé atrás é que acho que ela não vai direto ao ponto e enrola um pouco. Mas talvez eu tenha que parar de julgar esse ponto e apenas me divertir com essas três histórias que ainda não embarquei. Ah! E me contem: qual é o top 5 de vocês da autora? 

Beijos, Carol.

Para ler: Top 5 – Julia Quinn 

Fan Page ♥ Instagram


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018