10.01.2019
* Top 5: aniversariantes do mês! ♥

Ei, Gente! :) Vocês têm o costume de anotar o aniversário dos escritores? Eu não, mas a Arqueiro/Sextante (editoras parceiras do blog) me deu uma brilhante ideia por conta do calendário lindo deles: passar a anotar, ao menos dos preferidos. Tipo, agora eu sei que o da Sophie Kinsella é no dia 12 de dezembro. Da Fê França, no dia 2 setembro! E pensando nisso, resolvi preparar um top 5 com livros dos aniversariantes de janeiro. A maioria já li, mas outros estão na minha listinha de próximos. Enfim, vamos lá? Bom post!

PJ - Top 5 - Aniversariantes de janeiroCrédito das Imagens: Arqueiro e Sextante
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista 

1. Aniversariante: Harlan Coben (04.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Seis anos depois
Sinopse: Library Journal Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa… durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.
Observação da Pequena: Já escutei falar que o Harlan é o típico autor mega fofo. Sempre vejo as pessoas falando dos livros dele e esse foi o que mais me chamou a atenção e entrou para minha lista. E parabéns atrasado, Harlan (a íntima hahaha).

2. Aniversariante: Julia Quinn (12.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Uma dama fora dos padrões
Sinopse: Uma história que fala sobre encontrar o amor nos lugares mais inesperados… Ou não! Por exemplo, todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito… algum dia. Porém, há apenas um irmão Rokesby, que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente. Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso… ;-)
Observação da Pequena: Ganhei no encontro da Arqueiro, mas já saiu o segundo da série e ainda não consegui ler, acreditam? Porém, esse status de leitura vai mudar daqui a pouco. E parabéns adiantado, diva dos romances de época!

3. Aniversariante: Daiana Garbin (25.01 – Editora Sextante) 
Livro: Fazendo as pazes com o corpo
Sinopse: Daiana Garbin passou 22 anos odiando o próprio corpo. Sentia-se eternamente inadequada, deseja ser reta, seca. Só pele e osso. Tinha vergonha de si mesma e de seu descontrole diante da comida. Encarou dietas hiper-restritivas, passou por três cirurgias plásticas, fez procedimentos estéticos agressivos e ficou viciada em remédios para emagrecer. Sempre acreditando que um corpo magro lhe traria paz e felicidade. Foi só depois de muito sofrimento que ela descobriu que a insatisfação profunda que sentia em relação ao corpo não era vaidade nem frescura: era doença. Diagnosticada com transtorno alimentar, a autora decidiu compartilhar sua história para ajudar as pessoas que sofrem em silêncio por querer se enquadrar em padrões inatingíveis e acabam deixando de aproveitar a própria vida. Ela revela o longo caminho que percorreu para aprender a ficar em paz com o corpo e com a comida. Os altos e baixos, o que deu certo, o que deu errado. As vezes que quis jogar tudo para o alto e o momento em que percebeu que existia uma saída. Um livro que traz entrevistas com especialistas na área, desde nutricionistas até psiquiatras. Faz com que o leitor pense sobre os perigos alimentares, o lado nocivo das redes sociais e o padrão de beleza irreal que a mídia impõe. Além disso, mostra como a autocompaixão pode ajudar no processo da cura. Que aliás, é um exercício diário!
Observação da Pequena: Como eu amo e recomendo essa leitura, gente! Parabéns mega adiantado, Daiana! Você merece o melhor! E tem resenha sobre esse livro aqui.

4. Aniversariante: Oprah Winfrey (29.01 – Editora Sextante) 
Livro: O que eu sei de verdade
Sinopse: Desde que Oprah Winfrey foi questionada sobre as coisas que tinha certeza na vida, ela passou a registrar suas reflexões todos os meses na revista O. The Oprah Magazine. E esse livro é um apanhado desses textos, que na verdade são conselhos preciosos, pensamentos e revelações. Dividido por assuntos como alegria, perseverança, gratidão, lucidez e poder, O que eu sei de verdade traz mensagens francas e comoventes. Um presente para quem embarcar nessa leitura
Observação da Pequena: Por favor, leiam esse livro. É vida, mesmo! E parabéns, querida Oprah (mega íntima outra vez hahaha). Tem resenha desse livro aqui.

5. Aniversariante: Felippe Barbosa (30.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Os quase completos
Sinopse: O Quase Doutor é um renomado cardiologista que passa os dias em um hospital, mas no fundo é um artista frustrado. A Quase Viúva é uma professora que está de licença do trabalho para ficar com o noivo, em coma após um grave acidente. O Quase Repórter é um jornalista decepcionado com a profissão que sofre há mais de um ano pelo suicídio da esposa. A princípio, a única coisa que essas pessoas têm em comum é a sensação de incompletude e de desilusão com a vida. Mas não…. Por quê? Um dia… O Quase Doutor é persuadido por um velho desconhecido a embarcar com ele em um ônibus rumo a jornada para se reconciliar com o seu passado. Logo, a viagem se transforma em uma aventura cheias de surpresas e com um porém: ele precisa fazer escolhas que mudarão para sempre o seu destino e a forma de ver a sua vida! Sobre a Quase Viúva, ela suspeita que alguém está querendo matar o seu noivo dentro do hospital. Já o Quase Repórter, através de uma pesquisa minuciosa, acredita que podem ter matado a sua esposa. O que esses personagens têm em comum então? A resposta para os mistérios que envolvem os seus amores e a vida deles, pode estar dentro do ônibus, que o Quase Doutor embarcou.
Observação da Pequena: Recomendo a leitura, que é cheia de mensagens intensas e que nos ensinam bastante. Fora que o Felippe é mega fofa e acessível. Ele é autor brasileiro, então, vamos apoiar nossos escritores nacionais também. Tem resenha do livro aqui. E parabéns, Felippe!

***

É isso, gente! :) Gostaram desse esquema de aniversariantes do mês? E me contem: sabem que dia é o niver do seu escritor preferido? 

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Julia Quinn

Fan Page ♥ Instagram 


0
17.12.2018
* Top 5: Livros de Natal! ♥

Ei, pessoal. Que tal esse ano presentear, ao menos, uma pessoa com um livro no Natal? É uma forma de incentivar a leitura e ajudar o nosso mercado editorial, que não anda muito bem. E já que o clima é Natalino, separei 4 livros com essa pegada e tem mais um que mamys me deu recentemente. É lá de Portugal, acredito que não tenha um idêntico aqui no Brasil, mas pode ser uma inspiração para vocês também. ;-) Enfim, vamos lá? Bom post. 

PJ - Natal Livros - 2Crédito das imagens: Editora Rico (Eu leio Brasil), Amazon e Saraiva
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Aconteceu Naquele Natal (Eu Leio Brasil – Juliana Parrini, Janda Montenegro e Samanta Holtz) 
Sinopse: Nicholas sempre teve tudo o que o dinheiro podia comprar: uma vida luxuosa, carro do ano na garagem, roupas de marca e uma namorada de dar inveja. Ele nunca conheceu a tristeza ou a desilusão, até aquela noite em que tudo mudou. Três anos depois, Nick se vê mergulhado em um pesadelo. Sem dinheiro e com a mãe à beira de um colapso, acaba aceitando participar de algo terrível, sem pensar nas consequências. É quando conhece Carolina, dona de um peculiar Fusca azul e do sorriso mais lindo que já viu. Perdido em um caminho que parece sem volta, ele descobre, naquela mágica noite de Natal, como duas pessoas podem encarar a vida de maneiras tão diferentes. Mas o destino é uma caixinha de surpresas e Nicholas está prestes a entender isso quando Carol reaparece em seu caminho e, com ela, sua chance de redenção. Será que a vida lhe reservaria uma segunda chance? Ou uma terceira…
Observação da Pequena: Esse livro já apareceu aqui no blog esse mês e é sério, eu estou louca para ler. Fora que são autoras nacionais e tem cara de ser aquele tipo de história que aquece no coração, o que é sempre bem-vindo nessa época, né? Para comprar, só acessar esse site.

2. Esqueceram de Mim (Intrínseca – Kim Smith) 
Sinopse: as arriscadas aventuras de Kevin McCallister, um menino de 8 anos que, chateado com a mãe, deseja que sua família desapareça. E o desejo se realiza! Sozinho em casa na véspera de Natal, Kevin tem que aprender a se virar e usa suas artimanhas infantis para se defender de dois ladrões insistentes.
Observação da Pequena: Sim, esse clássico filme de Natal foi parar nas livrarias também. Está na minha listinha Natalina e de vocês? Tem aqui nesse site!

3. Um dia em Dezembro (Bertrand Brasil – Josie Silver) 
Sinopse: Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico. Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram… e então o ônibus começa a andar. Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus. No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus. Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?
Observação da Pequena: Foi o último livro que li e sério, recomendo muito. Essa semana vai rolar resenha, mas quem quiser já garantir, é só clicar aqui.

4. Todas as cores de Natal (Agência Página 7 – Vitor Martins, Alliah, Bárbara Morais, Lucas Rocha e Mareska Cruz) 
Sinopse: Nessa coletânea, tem uma divertida história de amigo secreto no curso de inglês que vai fazer o leitor morrer de amores e vergonha alheia por Renato. Também tem as “Garotas Mágicas” para salvar o Natal na capital do país e falar sobre a importância da amizade verdadeira. Tem a história do Danilo, que só queria um fim de ano comum, mas, de repente, tudo dá errado na noite de Natal e ele se vê preso em uma tempestade envolvendo um peru assado, um cachorro e o garoto por quem ele tem uma quedinha. E uma simples viagem em grupo de fim de ano para uma ilha no litoral do Rio de Janeiro pode revelar seres sobrenaturais sofrendo com as alterações mágicas causadas pela poluição dos mares. Por fim, a relação de Benedita com o Natal desde o seu nascimento: são quinze anos de pura diversão, coração partido, amor e amizade.
Observação da Pequena: Uma boa oportunidade de conhecer autores nacionais incríveis e que defendem a causa LGBTQ, que é mega necessária. Quem quiser, está disponível aqui.

***

E para fechar com chave de ouro, o livro que ganhei da Mamys. Ele esteve recentemente em Portugal e achou que eu ia amar essas tradições Natalinas em formato de história literária. Assim que eu ler, conto para vocês. Obrigada, mamys, por incentivar esse meu vício do bem sempre. 

PJ - Natal LivrosCrédito da imagem: Pequena Jornalista

Lembrando que esse post não é publi, ok? É para defender uma coisa que amo: o mundo literário, que não anda muito bem, mas que se cada um ajudar, tudo vai melhorar. ;)

Beijos, Carol. 

Para ler: Natal com Arqueiro

Fan Page ♥ Instagram  


2
08.11.2018
* Todo leitor precisa de… ♥

Ei, Gente! :) E o post de hoje tem a ver com o que a gente mais ama por aqui: livros. Porém, dando atenção a nós, leitores assíduos.  Afinal, leitor também tem necessidades que vão além do livro, biblioteca, lugares para ler e tal. Cada um tem um tipo de kit de sobrevivência de leitura, que não pode viver sem. Então, vamos lá? Selecionei algumas coisinhas que eu preciso quase sempre. Espero que gostem!

PJ - Todo leitor precisa deCrédito da Imagem: Pequena Jornalista
Livro: Um dia em Dezembro (Josie Silver)
Funko Pop: Amazon
Luminária: Uatt
Caneca: Touts
Post-it e marcador de livro: ganhei e não sei quais são as lojas! 

1. Luz própria! 
Explicação da Pequena: Nada pior do que deixar a luz do quarto acessa para ler e depois ter que ir lá e apagar, principalmente, se assim como eu, você tem o costume de embarcar em uma história literária antes de dormir. Geralmente, eu uso o abajur, mas quando dei de cara com essa mini luminária, me apaixonei. Confesso que gostaria de uma que prendesse melhor nas páginas, mas enquanto não acho, essa está ok.

2. Caneca (divertida)! 
Explicação da Pequena: Ler tomando algo, tipo mate ou aquele frappuccino é a melhor coisa da vida! Mas se a caneca ou o copo é fofo, divertido e tal, melhor ainda. Fora que dá um toque a mais no seu momento de leitura, né? Essa do Luke’s é uma das minhas preferidas!

3. Funko Pop! 
Explicação da Pequena: Compartilhar as leituras nas redes sociais ficam bem mais legais quando a foto é composta por funko pop também. Dá um toque mega fofo, mesmo se o livro não foi o melhor da vida. Esse da Rory é o que mais aparece por aqui e no meu Insta (segue lá: @pequenajornalista).

4. Marcador de livro (fofo, óbvio)! 
Explicação da Pequena: Marcador é essencial na vida, mas tem de ser aqueles bem fofos, ok? Se não, eu nem pego hahaha. #verdades Eu poderia colocar o meu (do blog), que é o meu preferido, mas confesso que estou meio traíra no momento e amando esse mini que uma amiga me deu. Tem como amar?

5. Post-it 
Explicação da Pequena: Não sou do tipo que rabisca o livro, mas não sou julgo quem é. Na época que eu marcava alguma página que me marcou (literalmente), eu não abria mão de post-it. Aliás, tem um tempo que não faço isso e confesso que deixa o livro bem mais a nossa cara, né? 

***

É isso, gente! Agora eu quero saber: o que tem no kit de sobrevivência de leitura de vocês? Comentem à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Ideias de cantinho da leitura

Fan Page ♥ Instagram   


1
25.09.2018
* Passeio turístico literário: Real Gabinete Português de Leitura (RJ)! ♥

Ei, Gente! :) Hoje tem dica de passeio turístico literário: visitar o Real Gabinete Português de Leitura, que fica no centro da cidade do Rio de Janeiro. Vamos lá? 

Real Gabinete Português - PJ - 2

Tudo começou com uma mensagem de uma amiga-mãe-parceira de perrengue literário, Mari, depois do que aconteceu com o Museu Nacional: vamos visitar o Real Gabinete Português, filha? Óbvio que eu topei, né? Amo esses programas culturais e queria fazer mais. Então, na 6ª feira passada, pegamos o metrô e fomos em busca desse ponto turístico. Não foi muito fácil achar não, até porque não encontramos sinalização alguma e TODO MUNDO que a gente pedia informação nos olhava com uma cara de “tem certeza de que vocês estão no lugar certo?”. Até que uma hora, ele estava lá, na nossa frente, nos esperando! YEY! Finalmente! 

O moço da recepção foi um amor, nos explicou com a maior paciência do mundo e antes de entrar, é importante seguir algumas regrinhas, como: não tirar foto com flash, falar alto, tocar nos livros e por ai vai. Mesmo com essas limitações, vale a pena, porque é aquela biblioteca que faz a gente se sentir a Bela, do filme. A música “tudo é igual nessa minha aldeia”, não saia da minha cabeça hahaha. Os detalhes são impressionantes e nos quase 350 milhões de obras (a moça me contou que até o fim do ano, estão aguardando chegar a esse número), encontrei desde a Bíblia até Nicholas Sparks. Além disso, rende fotos lindas e você sai de lá ainda mais apaixonada pelo mundo literário. Eu queria que fosse um ponto turístico mais interativo, afinal, qual é a graça de não poder tocar nos livros e ver um por um? Mas entendo essas ressalvas e tal. Alguns funcionários não são muito simpáticos, a minha sensação é de que mais uma pergunta que eu fizesse, seria expulsa na hora. Porém, é um passeio que mega recomendo. Além de tantas histórias que o Gabinete carrega, é uma forma de ajudar a nossa cultura, que é tão vasta, mas pouco aproveitada, digamos assim.

Real Gabinete Português - PJ - 7

Real Gabinete Português - PJ - 5

Real Gabinete Português - PJ - 6Crédito das Imagens: Pequena Jornalista /Mari Garbes

Além disso, mais algumas informações: funciona de 2ª a 6ª, das 9h às 18h e o passeio é  gratuito. Para pegar livro de lá, você tem que entrar no site, ver o catálogo deles, ir até o local e preencher uma ficha. O livro deve ser lido no Gabinete mesmo, ok? :) Ah! E uma curiosidade: 1 vez por ano, eles recebem doações da Biblioteca Nacional, pelo que eu entendi. E vocês sabiam que é uma das Bibliotecas mais belas do mundo? E, particularmente, não tenho como discordar. 

Para terminar, segue o depoimento da minha amiga Mari: “Entrar no Real Gabinete é como entrar na biblioteca do filme ‘A Bela e a Fera’. Um sonho de contos de fadas para os amantes de livros. Recomendo o passeio para todos os cariocas e quem visitar a cidade“. ;-)

Real Gabinete Português - PJ - 3Obrigada pela companhia, amiga! 

É isso, gente! :) Gostaram da dica? Podem opinar à vontade! O Rio está tenso, mas esses programas fazem a gente imaginar que ainda pode ter jeito, eu acho. E se alguém tiver mais alguma dica literária aqui no Rio, só falar.

Beijos, Carol. 

Para ler: Dica Gastronômica Literária – Itália

Fan Page ♥ Instagram 


2
19.09.2018
* PJ Leu: Mas tem que ser mesmo para sempre? ♥

Ei, Gente! :) Vamos de dica literária hoje? Dessa vez, a resenha do mais recente livro da minha escritora gringa favorita: Mas tem que ser mesmo para sempre?, de Sophie Kinsella, publicado pela Record. Se você ama chick-lit e a Sophie, não pode deixar de ler essa história repleta de surpresas. Vamos lá? 

PJ Leu - Mas tem que ser mesmo para sempreLivro: Mas tem que ser mesmo para sempre? | Editora: Record | Autora: Sophie Kinsella
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: cinco livros!

Sinopse: Juntos há dez anos, Sylvie e Dan compartilham todas as características de uma vida feliz: uma bela casa, bons empregos, duas filhas lindas, além de um relacionamento tão simbiótico que eles nem chegam a completar suas frases – um sempre termina a fala do outro.

Porém, quando os dois vão ao médico um dia, ouvem que a saúde de ambos é tão boa que provavelmente vão viver mais uns 68 anos juntos… Então, por incrível que pareça, o pânico se instala. Eles nunca imaginaram que o “até que a morte nos separe” pudesse significar sete décadas de convivência.

Em nome do casal e da sobrevivência do casamento, eles rapidamente bolam um plano para manter acesa a tal da chama da paixão. De um jeito criativo e dinâmico, para nunca ficarem no tédio. Porém, quando eles praticam o Projeto Surpresa, contratempos acontecem e alguns segredos vem à tona, o que acaba ameaçando a relação. Se tudo termina bem? Só lendo para saber. ;-)

Minha opinião: Todo casal deveria ler essa história.  Acho que os romances durariam mais, tipo, uns 68 anos hahaha. O amor seria menos descartável. Mas vamos lá… Sylvie e Dan tem tudo que um casal protagonista tem de ter no livro da Sophie: carisma, cenas e diálogos divertidos. São gente como a gente e eu adoro isso nas histórias dela. A Sylvie me lembrou um pouco a Becky (Delírios de Consumo), mas com algumas diferenças. Ela é doidinha e faz cada plano mega hilário, mas digamos que é um pouco mais pé no chão. Dan, confesso que fiquei com um pouco de raivinha, mas a gente entende no final. As gêmeas são uns amores…. E os vizinhos? Os melhores! Já a mãe dela, vive um pouco numa bolha, mas não é cruel. O pessoal do trabalho? Sra. Kendrick virou a minha ídola.

No meio da leitura, achei que as coisas teriam um outro rumo. Principalmente, com o sobrinho da chefe dela. Mas digamos que curti. Sem spoiler, juro! E Mary? Quase julguei, mas deu tudo certo! E o pai? Esse sim é cheio de surpresas. Nessa hora, a história fica meio tensa, mas é bom para ver que nem nos livros a vida é um mar de rosas. Nem mesmo com as pessoas que mais amamos no mundo. Vamos para o desfecho? Sensacional e a presença do médico, foi a melhor! E para variar, aprendi muito com o livro. Principalmente, aproveitar um dia de cada vez. Não importa se é para sempre, se é temporário, o importante é ir aos poucos, sem colocar muita pressão. Ah! E se a gente não mudar, nada muda! Às vezes, é preciso encerrar ciclos, para iniciar outros tão melhores quanto. A vida é repleta de desafios e no final, esse Projeto Surpresa do casal valeu cada susto! ;-)

Por fim, sobre a capa: achei bem fofa! O título? Até tem a ver, mas não sei, achei meio grande, mas é só um mero detalhe. Mega recomendo a leitura!

Já leu? Conta o que achou! Ainda não? Fica a dica!

Beijo, Carol. 

Para ler: PJ Leu – A luz que perdemos

Fan Page ♥ Instagram 


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019