16.08.2019
* As ilustrações mais fofas de livros! ♥

Ei, Gente! :) Eu amo ilustrações. E amo livros! Então, nada melhor do que juntar os dois em um post, né? Essas imagens são de artistas que admiro bastante e que me inspiram! Então, vamos lá? Bom post! 

Para começar, duas artistas que já apareceram por aqui: Dessa More e Bia Pof. Essas ilustrações são lindas, literárias e bem verdadeiras, né? Adoro o traço das duas e as frases que elas colocam sempre me fazem pensar e repostar (com os devidos créditos!!).

68283552_538153793594517_1549941684379320320_nCrédito das Imagens: Instagram @dessamore e @biapof
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

A Rê Lustosa também já apareceu por aqui, mas como escritora, né? Além de ter escrito um lindo chick-lit, a autora também é ilustradora e tem feito tirinhas que super me descrevem hahaha! E a Pat, do Sublinhando tem uma pegada mais engraçadinha, mas tão fofa quanto. E eu mega me identifiquei nessa ilustração PERFEITA!

68487778_2419784628115503_4015222035763429376_n

Crédito das Imagens: Instagram @relustosa e @sublinhando
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Por fim, mas não menos importante: uma arte que eu amo muito e de uma das minhas melhores amigas, a Juju Bittar. Me dá a mais certeza, de que. às vezes, eu queria morar dentro de uma livraria. E vocês? =)

69105824_1350778311758423_7675626687081480192_nCrédito das Imagens: Instagram @jbittar_artist
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

É isso, pessoal. :) Já conheciam essas artes? Se alguém tiver uma sugestão de um artista que ilustre o mundo literário, pode indicar nos comentários!
Ah! Na 2ª feira, o PJ completa 10 primaveras. Fiquem de olho, que vai rolar sorteio e tal, ok?

Beijos, Carol. 

Post Antigo: Perfis que me inspiram

Fan Page ♥ Instagram 


2
14.08.2019
* Mais uma TAG Literária! ♥

Ei, Gente! =) Resolvi responder mais uma TAG Literária, que encontrei no Instagram. Dessa vez, eu vi no @ocantinhodarafa e achei bem legal e com perguntinhas diferentes. Aí é bom, para não cair na mesmice! Então, vamos lá? Bom post! 

Blog Pequena Jornalista (1)

1. Livro infanto-juvenil preferido? 
R: Eu não sei se encaixa exatamente nesse gênero, mas foi um livro que eu li na adolescência: “A Droga da Obediência“, do Pedro Bandeira.

2. Qual sua leitura atual? 
R:As Patricinhas“, da Zoey Dean. Não está me prendendo muito não, mas estou tentando não abandonar hahaha. =D

3. Qual será o seu próximo livro? 
R:Te devo uma“, da diva Sophie Kinsella.

4. Qual seu lugar preferido para ler? 
R: Eu adoro ler no Starbucks, sinto saudades de ler em frente ao lago, onde morei (por um tempinho) na Suíça…. Porém, ultimamente, meu cantinho de leitura tem sido na cama mesmo hahaha!

5. Você prefere livro físico ou digital? 
R: Físico, mas na minha wishlist da Bienal tem um Kindle =P. É que eu tenho perdido algumas leituras, que só existem na versão digital… Aí não quero mais passar por isso! =)

6. Você lê um livro por vez ou vários ao mesmo tempo? 
R: Um livro por vez. Já escutei falar que ler mais de um ajuda a memória, porém, gosto de aproveitar cada leitura! 

7. Um hábito de leitura? 
R: Ultimamente, tenho abraçado  livro no final de cada leitura hahaha!

8. Qual seu gênero preferido? 
R: Chick-lit, óbvio! 

9. Você consegue ler no ônibus? 
R: Eu conseguia … Porém,  de uns anos para cá comecei a ficar enjoada #fuén! =(

10. Qual sua política de emprestar livros? 
R: Eu empresto de boa, mas os preferidos da vida não mesmo, só se a pessoa for muito de confiança hahaha!

11. Você já fez ou faz orelhas nos livros? 
R: NÃO! JAMAIS!

12.Você escreve ou marca frases nos livros? 
R: Eu prefiro marcar com post-it ou anotar o número da página em um bloquinho só para isso (ou no próprio bloco de notas do celular).

13. Qual sua autora favorita? 
R: Sophie Kinsella e Fernanda França (eu sei, era só uma, porém…. hahaha). 

69323819_2136275906672452_8368595535459778560_nCrédito das Imagens: Pequena Jornalista

***

É isso, gente! Gostaram? Espero que sim!
Ah! Quem quiser, pode responder à vontade! =)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Onde comprar livros na Suíça

Fan Page ♥ Instagram  


0
17.07.2019
* Top 5: “chick-lit” que estão na fila! ♥

Ei, Gente! :) Já declarei o meu amor por chick-lit, né? Como semana passada, mostrei algumas histórias literárias leves que já embarquei esse ano, resolvi trazer cinco livros que estão na minha listinha de próximos. Lembrando, que quem tiver dicas de leituras do gênero, pode indicar, que eu vou amar! Enfim, vamos lá? Bom post! 

PJ - 5 Chick LitCrédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Te devo uma (Sophie Kinsella – Editora Record)
Sinopse: Fixie Farr não consegue deixar nada pra lá. Se encontra alguma coisa fora do lugar, quer logo ajeitar, se um amigo está em dificuldade, já começa a pensar em como pode ajudar… Ela sente necessidade de arrumar tudo. Tudo! Então, quando um estranho em um café lhe pede que fique de olho em seu laptop por um instante, ela não só se compromete a tomar conta do computador como acaba salvando-o de um grande desastre. Sebastian, muito tocado com o gesto de Fixie, não sabe como lhe agradecer, então pega um protetor de copo e o entrega a ela depois de escrever nele: “Te devo uma”. Fixie acha a atitude muito fofa, mas duvida que voltará a vê-lo. Até o dia em que um antigo crush da época da escola volta para sua vida e Fixie precisa ajudá-lo. Ela então recorre a Seb, mas as coisas não dão muito certo. Agora é ela quem fica lhe devendo um enorme favor, e isso gera uma troca de favores infinita que obriga Fixie a enfrentar um passado que cheio de mágoas para abraçar o futuro que ela de fato merece.
Observação da Pequena: É da diva Sophie, né? Não poderia deixar de entrar na minha listinha. Mas só lança em agosto. Alguém contando os dias para o próximo mês também? hahaha =)

2. As joias de Manhattan (Carmen Reid – Editora Bertrand Brasil) 
Sinopse: Três irmãs, um destino: se tornarem milionárias. Como conseguir? Vendendo joias roubadas! Mas a experiência no assunto é zero e a chance de o plano virar de pernas pro ar é de 100%.
Observação da Pequena: Eu comprei na última Bienal que teve aqui no Rio, mas ainda não consegui embarcar. Espero resolver essa questão ainda esse ano. Lendo novamente a sinopse, tem cara de ser maravilhoso e do jeitinho que eu gosto! 

3. Falsiane (Lucy Sykes e Jo Plazza – Editora Harper Collins) 
Sinopse: O que fazer quando a geração mais nova (mais descolada, mais ambiciosa, mais antenada) está de olho no seu cargo? É o que Imogen Tate, editora de uma grande revista de moda nova iorquina, está prestes a enfrentar. Após uma licença médica de seis meses, ela está de volta à redação, mas as coisas estão bem diferentes… Sua assistente de vinte e poucos anos aproveitou sua ausência para tentar derrubá-la do seu pedestal, roubar seu emprego e transformar a famosa Glossy em um aplicativo de celular! Avessa às tecnologias e sem sequer saber usar direito um iPhone, Imogen vai ter que correr atrás do prejuízo para desbravar o mundo virtual e provar que a experiência ainda vale muito. Custe o que custar!
Observação da Pequena: Recebi essa dica no Insta e, com certeza, entrou para a minha lista! =)

4. As Patricinhas (Zoey Dean – Editora Bertrand Brasil) 
Sinopse: Megan Smith, recém-formada em Yale, tem grandes planos para a sua carreira de jornalista, mas também uma dívida enorme: 75 mil dólares do empréstimo que fez para pagar a faculdade. Por conta disso, aceita trabalhar num tabloide de quinta categoria, é demitida, até que… recebe uma proposta irrecusável. As gêmeas Rose e Sage Baker têm 17 anos e são as herdeiras mais badaladas de Palm Beach, conhecidas por terem rios de dinheiro e uma queda pelos flashes dos paparazzi. A avó das gêmeas se oferece para pagar a dívida de Megan, com a condição dela aceitar ser professora particular das meninas e fazer com que entrem numa boa universidade. Mas as gêmeas não estão nem um pouco dispostas a abrir espaço em suas agendas de patricinhas para aprender álgebra. Megan logo descobre que, para conquistar suas alunas, vai ter que saber a diferença entre Pucci e Prada. E mais: se entrar para a galera, talvez, quem sabe, consiga ensinar alguma coisa para as meninas. O que nunca imaginou é que ela própria aprenderia uma grande lição.
Observação da Pequena: Acreditam que eu não sabia da existência desse livro? Simplesmente encontrei por acaso na internet e eu estou louca para embarcar! Aliás, amanhã mesmo vou tentar encontrar na livraria! 

5. Esposa 22 (Melanie Gideon – Editora Intrínseca) 
Sinopse: Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático, Alice tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento. Protegidos pelos pseudônimos “Esposa 22” e “Pesquisador 101”, a protagonista e o condutor da pesquisa iniciam uma intensa troca de mensagens que acaba tomando um rumo cada vez mais íntimo.
Observação da Pequena: Sempre escutei falar desse livro, mas nunca tinha lido a sinopse, acreditam? Diz que não está mais disponível, mas espero encontrar esse livro naqueles quiosques promocionais da Bienal. Torçam por mim! ;-)

***

É isso, pessoal. Ah! Vou fazer uma versão desse post com autores brasileiros também, ok? Mandem sugestões!

Beijos, Carol. ^^

Post Antigo: 5 chick-lit que eu indico!

Fan Page ♥ Instagram 


2
10.07.2019
* TAG: Festa Junina Literária! ♥

Ok. Já estamos em julho, mas as festas juninas (ou julinas) continuam com tudo. Aliás, esse mês a sensação é de que a comemoração é mais ativa. Vocês também sentem isso? Enfim… Para entrar no clima (mais uma vez, já teve post sobre aqui), mas que tenha a ver com livros, resolvi responder essa TAG Festa Junina Literária, que vi no insta esses dias (não lembro de quem, aí copiei as perguntas do blog Diário dos Livros). Vamos lá? Espero que gostem! 

TAG Literária - Festa JuninaCrédito da Imagem: Pequena Jornalista 

1. Livro Canjica (Um livro que você devorou):
R: Um dos livros mais recentes que devorei foi “Uma história entre nós”, da Isa. É bem fofinho, leitura fácil e que conquista do início ao fim. Tem resenha aqui!

2. Livro Quentão (Um livro hot que te esquentou do começo ao fim):
R: Eu nunca li livro desse gênero. Não é preconceito, nem nada, mas só ainda não cai no gosto desse tipo de história! Se alguém tiver algum hot, mas o menos pesada possível, fique à vontade. =)

3. Livro Correio Elegante (Um livro amorzinho que indicaria para todo mundo):
R: Um dos mais recentes, que é mega amorzinho e eu mega indico: Confissões de uma terapeuta, da Rê Lustosa. Quem quiser saber mais, falei sobre ele aqui.

4. Livro Pescaria (Um livro que você não imaginaria que iria gostar, mas te fisgou):
R: Não é não gostar, mas não sabia que ia mexer tanto comigo. O livro “Fazendo as pazes com o corpo”, da Daiana, é simplesmente maravilhoso e indico a todos, independente da sua relação com o corpo! Tem resenha aqui. =)

5. Livro Milho Cozido (Um livro que você não leria novamente, uma vez já basta):
R: Coragem, da Rose, é bem necessário. Mas acho que não embarcaria novamente não. Quem tiver interesse, tem resenha aqui.

6. Livro Pé-de-moleque (Um livro que foi bem duro de chegar ao final):
R: Juro que eu achei que ia amar, mas “Antes de partir”, me fez quase desistir no meio do caminho! Tem resenha aqui.  =)

7. Livro Bandeirinhas (Um livro modinha que você teve de ler):
R: Eu amo muitos livros modinhas! Então, ficou bem difícil escolher um. Mas seguem dois autores que me conquistaram pela modinha, mas não no sentido ruim!
– John Green
– Julia Quinn

8. Livro Quadrilha (Uma saga/trilogia que você ama):
R: A saga/trilogia “A Seleção”, da Kiera Cass, é simplesmente MARAVILHOSA! Vale cada parágrafo! Pena que a continuação depois do 3º livro, não prendeu tanto. Quem quiser saber mais, só clicar aqui. =)

9. Livro Maça do Amor (Um romance bem açucarado):
R: Malas, memórias e marshmallows, da Fernanda França, é um dos melhores livros nacionais da vida! Bem açucarado e repleto de lições! Uma leitura leve, divertida e para lá de doce. Tem resenha aqui, óbvio!

***

É isso, pessoal. =) Gostaram? Podem opinar à vontade. E quem tiver sugestões desses gêneros, pode acrescentar nos comentários!
Ah! Não indiquei ninguém, mas quem quiser responder, me conta depois para eu dar uma olhadinha!

Beijos, Carol. 

Post Antigo: TAG Literária – Vapt Vupt 

Fan Page ♥ Instagram


2
01.07.2019
* PJ Leu: Confissões de uma terapeuta! ♥

Ei, Gente! Nada melhor do que começar o mês com uma indicação de um livro, que aquece nosso coraçãozinho e faz a gente amar ainda mais chick lit, né? O PJ Leu da semana é “Confissões de uma terapeuta“, da autora Rê Lustosa. Vamos lá? Boa leitura! ♥ 

PJ Leu - Confissões de uma terapeutaLivro: Confissões de uma terapeuta | Editora: Lura | Autora: Renata Lustosa 
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros!

Sinopse: Melissa Belinque é uma garota planejada. Muito planejada. Apaixonada por seu melhor amigo e formada em psicologia, ela é uma terapeuta especializada em relacionamento, porém, nunca esteve em um. E o que fazer quando, numa reviravolta do destino, Mel descobre que uma de suas pacientes está completamente apaixonada (e é recíproco) justo pelo mesmo boy que ela? Bom, nossa protagonista terá de correr atrás do prejuízo e impedir que o grande amor de sua vida e seus planos mega certos sejam passados para trás!

Minha opinião: Chick lit, muitas vezes, é dito como uma leitura rasa, apenas uma distração! Nada contra um livro ser apenas uma distração, mas esse gênero, normalmente, me ensina tantas coisas, que acho bem injusto sofrer preconceito literário. E “Confissões de uma terapeuta” é assim: leve, divertido e cheio de aprendizados! Bom, pelo menos para mim. Amei que a autora conseguiu abordar questões como ansiedade, TOC, bullying e quilinhos a mais de um jeito sério, mas sem perder a leveza que o tipo de história pede. Acho que entra muito mais na cabeça do leitor, sabem?

Mas vamos aos personagens? Começando pela nossa protagonista Mel. É quase impossível não se identificar com ela e descobrir que a gente não está sozinha nesse mundo. Ela é incrível! Mesmo a gente querendo ter uma conversa digna de Dr. Julio (outro personagem incrível) com ela. É bem visível o crescimento dela no decorrer dos capítulos. E eu amo isso! A Alana é aquela paciente que dispensamos, mas pessoas assim tendem a nos ensinar muito. E a protagonista foi bem profissional e não deixou atrapalhar muito a sua paixonite na hora de cada sessão.  A Pati é bem doidinha fofa, o Rafa meio sei lá e o Leo é o meu atual crush literário. Digamos que foi amor à primeira vista! E a sua segunda paciente é a melhor de todas. Prestem atenção nessa garotinha também, que dá muitos tapas (do bem) na sociedade! E amei a estilista e suas palavras que vão ficar para a vida “você pode usar o que você quiser, querida”.  Iolanda não apareceu muito na história, mas foi aquela personagem que marcou! E a mãe da Mel na palestra? Compete muito sério com a mamy da Becky Bloom e a minha hahaha. Rendeu ótimas risadas e conversas bem maravilhosas!  A-D-O-R-E-I!

No mais, o contexto é bem bom e prende a gente do início ao fim! A escrita da Rê é deliciosa! É impossível querer largar a leitura no meio do capítulo. A construção da história foi muito bem bolada e amei as sacadas da Mel e suas observações. Destaque também para o nome de cada capítulo e a diagramação. Deu um toque a mais! E, claro, que o conteúdo é repleto de lições. O que eu mais aprendi foi sobre aqueles planos, que a gente cisma e não deixa de lado por nada nesse mundo. Vi que é bom ser organizada, ter tudo na mente. Mas na dose certa, se não o plano “B”, vira plano meio, desculpa o termo, de b de “babaca” (como a própria Mel diz). Às vezes, é bom deixar a vida fluir. Porém, isso não significa que você deve ficar sentada no sofá sem fazer nada, ok? Talvez, um equilíbrio entre a protagonista e a mãe dela, seja uma boa forma de levar o dia a dia! E outro aprendizado é que uma atitude muda tudo, prova viva é a relação da Melissa com a sua secretária.

E, gente! Quem fica meio assim com psicólogo, psiquiatra e tal… Leiam esse livro! É um investimento que a gente faz para a nossa saúde mental! E, obrigada, Rê, por abordar esse tema tão bem! Enfim, é o típico livro que faz a gente amar a capa, mas quando embarca, faz o leitor abraçar a história bem apertado. Falando nisso, o final é simplesmente lindo! Dá uma ressaca literária, mas a certeza de que esse chick lit vai seguir com a gente para todos os outros capítulos da nossa vida, é certeira, viu? “Confissões de uma terapeuta” é sobre amor, amizade, profissão (que a propósito faz a gente não desistir, mesmo que seja bem difícil), planos e outros temas que volta e meia podem aparecer na corrida do nosso livro real. Sem dúvida, entrou para a minha listinha de favoritos. 

PJ Leu - Confissões de uma terapeuta - TrechoCrédito da imagem: Pequena Jornalista

É isso, pessoal. Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo muito!

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Entrevista – Rê Lustosa

Fan Page ♥  Instagram


4

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019