06.11.2018
* PJ News – Novembro: Mickey Mouse, Friends e Asiáticos! ♥

Ei, Gente! Vamos ao penúltimo PJ News do ano? ;-) Algumas novidades, não são tão novas assim, outras só ano que vem, mas já quis adiantar um pouco para vocês. E, claro, algumas levam o nome dessa coluna ao pé da letra.  Tem de tudo um pouco, principalmente, muita fofurice. Bom post! 

PJ News - Novembro 2018Crédito das Imagens: Adoro Cinema, Instagram Grupo Editorial Record, Instagram Monte Carlos, Instagram Sublinhando, Instagram Magnólia,
Instagram Bee Mine, Instagram Risqué, Divulgação Assessoria de Imprensa e Instagram Zee.Dog. 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista 

Para começar, selecionei o filme “Podre de Ricos”, inspirado no best-seller “Asiáticos Podres de Ricos”. Essa história conta sobre Rachel Chu, que é uma professora de economia nos EUA, e Nick Young. Os dois namoram há algum tempo e resolvem viajar para Singapura para o casamento do melhor amigo. Porém, Rachel não sabe de um importante detalhe: ele é herdeiro de uma fortuna e um dos solteiros mais cobiçados do local, colocando-a na mira de outras candidatas e, claro, da mãe dele, que não aprova o namoro. Estreou no finalzinho de outubro, mas ainda está valendo, né?  E ainda nesse clima, o autor Kevin Kwan vai lançar, pela Record, a continuação desse livro: Namorada podre de rica. Lança só em fevereiro, mas também está valendo, né? Para não dar spoiler, resolvi não acrescentar a sinopse. Mas quem quiser ler mais sobre, só clicar aqui.  ;-)

E agora vamos aos itens fofos? A Monte Carlos lançou charms de uma das séries mais clássicas: Friends. Como não amar? Quero todos!  E pessoal de São Paulo, no dia 17 de novembro, vai rolar a Dreaming, com um poderoso time de artistas vendendo fofurices. E olhem esse bottons da Paty, do Sublinhando. Já quero o de Drama Queen: sim ou com certeza? Quem for de SP, compra por mim. Para mais informações, é só clicar aqui. E o que falar desses blocos de viagem, da Magnólia Papelaria? Preciso urgentemente! E vi semana passada que abriu um quiosque no Shopping Leblon (RJ), tem também em Brasília e outras cidades. E para finalizar o tema: amei essa mini prateleira da Bee Mine. Coisa mais fofa!!!

Que tal um pouquinho de beleza e moda? Tem essa nova coleção da Risqué (estava com saudade desse tipo de novidade hahaha), repleto de nudes lindos: Bege eu me beija! Como não admirar a pessoa que cria esses nomes? Também tem esse lindo body, que faz parte da coleção de verão da Marisa. E para terminar com chave de ouro, o aniversariante do mês, o Mickey (90 anos), faz parte da nova estampa da Zee.Dog. Vocês duvidam que a Jeanninha vai usar? 

É isso, gente! :) Quem quiser compartilhar mais novidades, fique à vontade. E me contem: qual item entrou para lista de desejos?

Beijos, Carol.

Para ler: Fofurices de papelaria e afins!

Fan Page ♥ Instagram   


0
22.10.2018
* PJ Leu: Juntos para sempre! ♥

Ei, Gente! :) E a dica literária da semana é: Juntos para sempre, a continuação do best-seller “Quatro vidas de um cachorro“, de W. Bruce Cameron. O livro, publicado pela Harper Collins (parceira do blog), faz a gente se apaixonar mais ainda por esses lindos bichinhos e, claro, chorar litros e mais litros. Vamos lá? ;-)

PJ Leu - Juntos para sempreLivro: Juntos para sempre | Editora: Harper Collins) | Autor: W. Bruce Cameron
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: três livros!

Sinopse: Mesmo sentindo falta de seu dono Ethan, Amigão, continua fiel e obediente a Hannah, viúva de Ethan. Porém, tudo muda quando Gloria chega com Clarity, uma neta que Hannah não sabia que tinha. Apesar do protagonista canino se afeiçoar imediatamente à menina, Gloria, é uma mãe completamente relapsa e que não aprova a presença dele. Nem mesmo depois de salvar a vida de sua filha. Mesmo assim, Amigão acredita que tem um novo propósito de vida: proteger a pequena Clarity, ou melhor CJ. Porém, em pouco tempo, mãe e filha se mudam da fazenda e Amigão sente que sua hora de partir está chegando. Mas em pouco tempo, ganha uma nova vida e fica extasiado quando a sua nova dona chega para adotá-lo. Ela mesma, Clarity, um pouco mais velha, chega e os dois juntos, em diversas vidas, passam por muitas aventuras e aprendizados. ;-)

Minha opinião: Quando esse livro chegou, imaginei que não ia entender muito bem, pois não li o primeiro, só assisti ao filme. Mas apesar de ter achado que lendo o outro, algumas coisas teriam mais sentido, acho que não boiei tanto na leitura. Então, é uma história independente, na minha humilde opinião. ;-) Eu gostei da história, mas confesso que ela me deixou bastante triste. Apesar de ter lindas mensagens e fazer a gente se apaixonar ainda mais pela inocência e caráter desses animais de estimação, é uma leitura um pouco pesada. Diversas vezes, tive que parar, porque me dava um aperto no peito, sabem? Porém, acho que tem muito a ver com o fato de eu ter perdido o meu primeiro cachorrinho. Em contrapartida, fiquei feliz pelo livro estar no meu subconsciente e fazer com que o Johnninho (esse meu cachorro) aparecesse nos meus sonhos. ♥ 

Não sei se o livro é baseado em fatos reais e se houve uma pesquisa aprofundada, nem busquei saber, pra não ficar meio neurótica, mas fiquei ainda mais abismada (no bom sentido) pela importância de um dom que o Amigão ganhou nessa nova vida: detectar possível câncer nas pessoas através do cheiro. E mostrou ainda mais o quanto esses cães são puros, achando que uma frase “fulaninho, sai daí”, não significa que o nome da pessoa seja “fulaninho” e, sim, “fulaninho, sai daí”, sabem? Imaginei a minha cachorrinha, a Jeanninha, pensando exatamente desse jeito. Tem como não amar? Cada vida do amigão, sendo Molly, Max ou Toby, mostrou que cães tem diversos propósitos e não há limite quando a palavra amor vem à tona. O coração deles é capaz de amar a todos, até mesmo aqueles que não os tratam muito bem.

Fora isso, o livro fala de coisas importantes e atuais, mesmo que por alto, como a relação com o corpo e os malefícios que surgem se esse relacionamento não é saudável. Todos os personagens são importantes e um dos meus preferidos, claro: Trent. Amei tanto e acho que ele tem uma alma canina. Gloria, é uma antagonista sem noção! CJ me irritou às vezes, mas me conquistou ao final. Aliás, o fim desse livro, ao mesmo tempo que me fez chorar muito, me fez entender que um dia, todos que amamos, por mais que estejam presentes dentro de cada um, vão estar juntos mais uma vez, cara a cara.

Recomendo a história, mas se você é sensível com esse tipo de livro, vale esperar um pouco mais para embarcar, ok? ;-)

É isso. Podem opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Para ler: TAG – Meu cachorro também é gente!

Fan Page ♥  Instagram


1
04.10.2018
* Top 5: Outubro Rosa – São capas rosas! ♥

Outubro rosa pede um top 5 com capas de livros dessa cor,  né?  Ok. Têm tonalidades diferentes, mas quem se importa, né? E são histórias que incluem mulheres inspiradoras, sejam personagens ou não! Amei muito esses cinco livros e mega recomendo cada leitura. Enfim, vamos lá? Bom post para você! ;-)

Top 5 - Capas Rosas - PJCrédito da Imagem: Pequena Jornalista 

1. A dieta das chocólatras (Carole Matthews – Editora Bertrand Brasil) 
Sinopse: Dicas de sobrevivência nos momentos de estresse: respire fundo, conte até três e coma chocolate. Mas quando as quatro amigas (Lucy, Autumn, Nadia e Chantal) convocam um encontro de emergência, elas pulam loga para a terceira dica e se jogam no “santuário”: Paraíso do Chocolate.
Observação da Pequena: Li tem um tempo e nessa época, ainda não fazia resenha literária no blog. Mas lembro que a história me prende e que a cada capítulo, eu acabava com uma caixa de chocolate hahaha. Essas quatro amigas são inspiradoras!

2. Falando o mais rápido que posso (Lauren Graham – Editora Record) 
Sinopse: Em Falando o mais rápido que posso, a intérprete da nossa Lorelai Gilmore faz uma retrospectiva da sua vida e compartilha histórias hilárias sobre amadurecimento, o início da sua carreira de atriz, os desafios de ser uma mulher solteira em Hollywood. Conta também sobre como é sentar em seu trailer no set de Parenthood e perguntar “Será que eu, hmmm, cheguei lá?”. Além disso, fala, em primeira mão, como foi voltar a interpretar uma das personagens  mais queridas da TV e relembra como foi gravar cada ano da série original. Um presente para os fãs e admiradores. Tanto da série quanto da atriz!
Observação da Pequena: Uma ótima forma de matar a saudade dessa personagem icônica. Tem resenha aqui.

3. Bem-casados (Nora Roberts – Editora Arqueiro) 
Sinopse: Laurel McBane teve que batalhar muito para alcançar o grande sonho de ser uma doceira premiada. Agora seus bolos de casamento são verdadeiras obras de arte e conquistam a todos da empresa Votos (que comanda junto com as amigas Mac, Emma e Parker) e clientes.  Após ter conseguido superar um histórico familiar complicado, ela preza sua independência e não aceita que interfiram em suas decisões. Del, irmão de Parker e advogado da empresa, é o grande amor secreto de Laurel. Ele se sente responsável por cuidar não só dos assuntos burocráticos da Votos como também do bem-estar das quatro sócias. Esse jeito superprotetor e paternal estressa a protagonista e gera muitos desentendimentos. Essas diferenças acabam resultando em um beijo ardente, que muda a relação dos dois para sempre. Após o episódio do beijo, ela percebe que a realidade é melhor ainda e ele começa a ver a mulher incrível que Laurel é. Para protagonizar uma linda história de amor, eles terão que conciliar suas convicções e personalidades.
Observação da Pequena: Não foi o meu livro favorito da série, mas a capa é uma das mais lindas. Tem resenha aqui.

4. Uma noite com Marilyn Monroe (Lucy Holliday – Editora Harper Collins) 
Sinopse: Os últimos meses passaram como um furacão pela vida de Libby Lomax. Depois das confusões em que a atriz não tão bem-sucedida se meteu com a ajuda da diva Audrey Hepburn, ela namorou o cara mais gato do planeta, o Dillon O’Hara, e parece ter encontrado uma alternativa profissional melhor que a outra. Porém, seu otimismo tem prazo de validade. Principalmente, no quesito vida amorosa! Ela logo percebe que ele não é, nem de longe, o namorado perfeito. Daí, é obrigada colocar os pés no chão. Então, mergulha de cabeça em um relacionamento novo e, além disso, está determinada a se dedicar mais a Olly, seu melhor amigo, antes da inauguração do novo restaurante dele. Apesar das boas intenções, nossa protagonista acaba se distraindo quando um Dillon arrependido volta à cena. Daí, quando outra convidada inesperada – Marilyn Monroe – aparece, ela está disposta a qualquer coisa para fazer tudo voltar ao normal. O problema é que Olly parece ter encontrado outra pessoa para o cargo de “melhor amiga” e, de repente, Libby se vê prestes a perder algo que significa muito. Agora a pergunta que não quer calar: será que Marilyn pode ser a chave para finalmente colocar a vida de Libby nos eixos? ;-)
Observação da Pequena: O primeiro da série é bem melhor, mas esse não deixa a desejar e surpreende a gente! Tem resenha aqui. E quando eu crescer quero ser amiga da Libby hahaha!

5. Chata de Galocha (Lu Ferreira – Editora Gente)
Sinopse: Pessoas “Chatas de Galocha” buscam pequenos prazeres em todas as áreas da vida: receitas deliciosas, viagens divertidas, momentos incríveis mesmo nas horas mais simples. Um bom Chato de Galocha faz questão de aproveitar todos os momentos que são proporcionados. Este livro é um guia de referência para quem gosta de desfrutar o melhor a cada segundo. Entre muitas outras coisas, aqui você encontra: sugestões para um guarda-roupa eficiente e inteligente. Dicas de cuidados que vão fazer você se sentir bem. Receitas infalíveis para receber bem quem você ama. Dicas de lugares bacanas nas principais cidades do mundo, aprovadas pela Chata de Galocha.
Observação da Pequena: Livro impecável, como tudo que a Lu faz, gente! Tem resenha aqui

**

Agora me contem: qual é o top 5 de vocês de livros com capas dessa cor? E já embarcaram em alguma história que citei no post? Podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Outubro Rosa – Histórias Reais

Fan Page ♥ Instagram 


2
19.09.2018
* PJ Leu: Mas tem que ser mesmo para sempre? ♥

Ei, Gente! :) Vamos de dica literária hoje? Dessa vez, a resenha do mais recente livro da minha escritora gringa favorita: Mas tem que ser mesmo para sempre?, de Sophie Kinsella, publicado pela Record. Se você ama chick-lit e a Sophie, não pode deixar de ler essa história repleta de surpresas. Vamos lá? 

PJ Leu - Mas tem que ser mesmo para sempreLivro: Mas tem que ser mesmo para sempre? | Editora: Record | Autora: Sophie Kinsella
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: cinco livros!

Sinopse: Juntos há dez anos, Sylvie e Dan compartilham todas as características de uma vida feliz: uma bela casa, bons empregos, duas filhas lindas, além de um relacionamento tão simbiótico que eles nem chegam a completar suas frases – um sempre termina a fala do outro.

Porém, quando os dois vão ao médico um dia, ouvem que a saúde de ambos é tão boa que provavelmente vão viver mais uns 68 anos juntos… Então, por incrível que pareça, o pânico se instala. Eles nunca imaginaram que o “até que a morte nos separe” pudesse significar sete décadas de convivência.

Em nome do casal e da sobrevivência do casamento, eles rapidamente bolam um plano para manter acesa a tal da chama da paixão. De um jeito criativo e dinâmico, para nunca ficarem no tédio. Porém, quando eles praticam o Projeto Surpresa, contratempos acontecem e alguns segredos vem à tona, o que acaba ameaçando a relação. Se tudo termina bem? Só lendo para saber. ;-)

Minha opinião: Todo casal deveria ler essa história.  Acho que os romances durariam mais, tipo, uns 68 anos hahaha. O amor seria menos descartável. Mas vamos lá… Sylvie e Dan tem tudo que um casal protagonista tem de ter no livro da Sophie: carisma, cenas e diálogos divertidos. São gente como a gente e eu adoro isso nas histórias dela. A Sylvie me lembrou um pouco a Becky (Delírios de Consumo), mas com algumas diferenças. Ela é doidinha e faz cada plano mega hilário, mas digamos que é um pouco mais pé no chão. Dan, confesso que fiquei com um pouco de raivinha, mas a gente entende no final. As gêmeas são uns amores…. E os vizinhos? Os melhores! Já a mãe dela, vive um pouco numa bolha, mas não é cruel. O pessoal do trabalho? Sra. Kendrick virou a minha ídola.

No meio da leitura, achei que as coisas teriam um outro rumo. Principalmente, com o sobrinho da chefe dela. Mas digamos que curti. Sem spoiler, juro! E Mary? Quase julguei, mas deu tudo certo! E o pai? Esse sim é cheio de surpresas. Nessa hora, a história fica meio tensa, mas é bom para ver que nem nos livros a vida é um mar de rosas. Nem mesmo com as pessoas que mais amamos no mundo. Vamos para o desfecho? Sensacional e a presença do médico, foi a melhor! E para variar, aprendi muito com o livro. Principalmente, aproveitar um dia de cada vez. Não importa se é para sempre, se é temporário, o importante é ir aos poucos, sem colocar muita pressão. Ah! E se a gente não mudar, nada muda! Às vezes, é preciso encerrar ciclos, para iniciar outros tão melhores quanto. A vida é repleta de desafios e no final, esse Projeto Surpresa do casal valeu cada susto! ;-)

Por fim, sobre a capa: achei bem fofa! O título? Até tem a ver, mas não sei, achei meio grande, mas é só um mero detalhe. Mega recomendo a leitura!

Já leu? Conta o que achou! Ainda não? Fica a dica!

Beijo, Carol. 

Para ler: PJ Leu – A luz que perdemos

Fan Page ♥ Instagram 


1
17.09.2018
* Top 5: livros de pessoas da internet que fazem a real diferença! ♥

A internet tem muita coisa negativa. Em ano de eleição então, meu Deus! Mas ainda bem que tem gente que faz a diferença, deixando nossos dias repletos de quotes, textos, poesias e ilustrações Então, para o post do dia, trouxe cinco livros de pessoas das redes sociais. Vamos lá? ;-)

Top 5 - Artistas Instagram - PKCrédito das imagens: Amazon e Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

Para começar: O livros dos ressignificados, de João Doederlein, da editora Paralela. Quem nunca curtiu um post do @akapoeta? Palavras ganham novos significados, de acordo com as experiências vividas pelo autor. Ele já lançou um outro livro, mas para quem acompanha o Insta dele, acho que vale. Ainda não li inteiro, mas depois me contem se querem resenha. ;-) Daí tem um outro livro “Recados do bem“, das meninas do Indiretas do Bem. Acompanho há séculos e, de todos os livros que elas lançaram (pela editora Gutenberg), esse eu acho o mais fofo. É para preencher, tipo um planner, repleto de recados ideais através de lettering. Dá vontade de anotar tudo em um caderninho e compartilhar pelo mundo afora. E o terceiro da listinha, é de um poeta que trouxe um novo significado de poesias para mim: Bráulio Bessa, que acabou de lançar “Poesia que transforma“, pela editora Sextante (parceira do blog). Terminei de ler no domingo e sério: não conhecia ainda, mas ainda bem que conheci. Essa semana (ou no máximo, na próxima), vai rolar post. 

Top 5 - Conheci No Instagram - PJCrédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

Os dois últimos são de dois artistas que sigo no Insta e tenho vontade de compartilhar tudo. Impossível não se identificar com alguma ilustração e/ou texto. Impossível não morrer de amores! O primeiro é do Daniel Duarte, do @sigaosbaloes, da editora Best Seller. São textos motivacionais a partir de lindas ilustrações. E também tem o da Isa, do @amargoemeio, que criou uma narrativa delicada e autêntica seguindo mesmo estilo do seu Insta: Uma história entre nós, da editora Benvirá. Esses dois eu ainda não tenho, mas estão na minha listinha, já que eu mega acompanho e dou like em todos os posts deles. 

Agora me indiquem perfis/livros desse estilo. ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Cinco perfis do Insta que me inspiram

Fan Page ♥ Instagram 


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019