08.02.2019
* PJ News de Fevereiro – Oscar, Carnaval e Beleza! ♥

Ei, Gente! :) Não, eu não esqueci do PJ News desse mês. Aliás, fevereiro promete muita coisa, inclusive a noite do Oscar! Quero fazer maratonas de alguns dos filmes que estão concorrendo e vocês? Também tem novidade já para o Carnaval, edições especiais de livros e muita coisa do mundinho de beleza! Vamos lá? Bom post! 

PJ News - Fevereiro 2019Crédito das Imagens: Pequena Jornalista (1), Instagram Intrínseca (2), Divulgação (3, 6, 7 e 8), Instagram Risqué (4), Instagram Garotas Estúpidas (5)
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar: no dia 24 de fevereiro, vamos saber os grandes ganhadores do Oscar. Alguns filmes estão na minha listinha, principalmente, Green Book. Vice, Pantera Negra, Bohemian Rhapsody e Nasce uma estrela já assisti.  E quem ama a Jenny Han, autora do livro “Para todos os garotos que já amei”? Eu! E tem edição nova da trilogia “Verão”, lançada pela editora Intrínseca, que conta a história de uma garota, sua primeira paixão, nessa estação calorosa! Mas se o seu pensamento está voltado apenas para o Carnaval, aqui vai uma outra dica: Camarote Allegria, que acontece na Sapucaí (Rio de Janeiro). Esse ano, eles prepararam sete dias de folia e tem programação para todos os gostos. Para saber mais, é só clicar aqui. ;-)

E quem ama esmalte? \o/ A Risqué, lançou recentemente a coleção Coloridos, com tonalidades bem a cara do verão. Ainda nesse nicho “beleza”, você sabia que a Julia Petit, do Petisco, anunciou o lançamento de uma marca de cosméticos? O nome é Sallve, que tem por objetivo formular produtos com a ajuda dos seguidores e com precinho bem em conta. Achei bem bacana essa novidade e vocês? E para terminar o tema beleza nesse post, até o dia 4 de março, a Sephora apresenta a “Mini Mania“, uma ativação exclusiva que destaca versões mini de produtos que amamos ou que sempre sonhamos em ter para diversas ocasiões. Uma que fiquei desejando é a espuma de limpeza da Caudalie, que purifica e acalma a nossa pele. Além dessa versão ser uma fofura, é bem útil para levar na bolsa, nécessaire de viagem e tal.

Por fim, tem duas novidades para colaborar com os nossos looks do dia a dia. A primeira é a coleção Bohemian, da Damyller. Amei muito essa blusa! Mas toda a linha tá bem fofa, mas essa peça foi a minha preferida. Gostei que dá para usar em qualquer estação, sabem? E a Melissa, lançou modelos de sandálias para a gente curtir o Carnaval e outras ocasiões com muito conforto: é a Melissa Disco, que tem a versão flat também. Já quero: sim ou com certeza?

Prontinho, gente! Qual foi a novidade que fez seu coração acelerar? ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para todos os Garotos que já amei

Fan Page ♥  Instagram 


10
04.02.2019
*PJ Entrevista: autora Erika Lazary! ♥

Ei, Gente! :) E a primeira entrevista do ano está no ar. Aliás, sobre um assunto que nunca falei muito por aqui, mas amo: BBB. Hoje em dia, não assino mais o Pay Per View, porém, assisto fielmente ao programa na Globo. Já tenho os meus favoritos dessa 19ª edição, inclusive uma indicação de livro sobre o tema: Big Brother no Brasil – Estratégias de Comunicação, dos autores Erika Lazary e José Carlos Rodrigues, publicado pela editora CRV. E a Erika topou contar um pouco sobre a obra e o famoso “fogo no parquinho” (fala do nosso querido Thithi, apresentador do programa). Afinal, será que é um entretenimento válido? Então, partiu dar aquela espiadinha no resultado desse bate-papo? Bom post! ;-)

Pj Entrevista - Erika Lazary - 1Crédito da Imagem: Pequena Jornalista 

1. Conte um pouco sobre o livro, desde a ideia, a concepção e o resultado.
R: O livro surgiu de uma parceria maravilhosa com o professor José Carlos Rodrigues, que foi da minha banca de mestrado. A dissertação procurou investigar “por que o BBB fazia tanto sucesso”. Orientada pelo professor Bernardo Jablonski, aprofundei em diversas teorias da comunicação, aliando com as teorias de psicologia. Na ocasião, estudamos profundamente o BBB (5ª edição). Assistia ao programa pelo pay per view por mais de 10 horas (por dia), visitei a casa do BBB, entrevistei participantes e profissionais da Rede Globo diretamente ligados ao programa. Então, após a defesa do mestrado, o professor José Carlos sugeriu continuarmos estudando e quando o programa completou 10 anos, lançamos o livro “BIG BROTHER no BRASIL – estratégias de comunicação” (Editora CRV), analisando como foi a década do programa no Brasil.

2. O que os alunos de comunicação, entre outros cursos, podem aprender com a leitura na prática?
R: O livro tem muito conteúdo informativo, especialmente para os que se interessam por comunicação, psicologia, filosofia, teorias de massa. Analisamos a perspectiva dos telespectadores, dos participantes, do programa e, especialmente, de como se relacionam entre si, utilizando essas teorias.

Pj Entrevista - Erika - BBBCrédito da Imagem: Divulgação 

3. Afinal, o Big Brother Brasil é um entretenimento válido? Por que as pessoas criticam tanto e outras assinam até pay per view?
R: Qualquer entretenimento pode ser válido, dependendo do que cada um faz com ele. Nós aproveitamos a repercussão do programa para tentar entender como ele funcionava. E foi extremamente válido! Resultou em um livro lindo, cheio de conteúdo e reflexões. Ao longo do nosso estudo, fomos aprendendo que não é possível progredir no entendimento desta atração adotando a perspectiva de desqualificar o programa. E sabe o que mais?! Aprofundando na reflexão, a crítica azeda que leva à depreciação do programa, muitas vezes, pode esconder preconceitos amargos que na verdade se dirigem contra os telespectadores (que supostamente seriam passivos e desprovidos de senso crítico). Essa oposição que começa na crítica ao BBB é apenas uma dentre os diversos níveis de oposições que permitem ao programa atrair públicos amplos e variados.

4. Três lições estratégicas de comunicação que podemos tirar desse reality show, que está na sua 19ª edição no Brasil.
R: O livro BIG BROTHER NO BRASIL trata das relações entre telespectadores, televisão e celebridades. Tem como principal objeto um programa de televisão que se aproximou (mais que os outros) da finalidade máxima de conquistar audiência. Para isso, o Big Brother produz estranhas simbioses entre público e privado, transformando bastidores em palco e garantindo a satisfação da curiosidade sobre a intimidade alheia. O programa insinua que a democracia pode ser obtida como um passe de mágica, sugerindo que as oportunidades estejam abertas a todos. Estimula a crença na realização dos sonhos maiores de pessoas comuns, em troca “apenas” do confinamento por alguns meses e da exposição estereotipada de determinados comportamentos.

5. Anonimato ou vida pública? Até que ponto dar aquela espiadinha no “fogo no parquinho” pode ser benéfico ou trazer malefícios?
R: O que seria benéfico ou maléfico??? O que é bom para alguns, pode não ser para outros. E vai depender também do ponto de vista analisado. Mas no geral, tudo vai depender de como cada um vai receber o estímulo. O que podemos falar sobre o telespectador, é que há sempre um pensamento do tipo “o que faria diante de tal situação?”. Além disso, observar pessoas comuns dentro da “telinha” pode sustentar um desejo de vir a ser alguém famoso: “se ele está na TV, quem sabe um dia eu poderei estar também”. E, claro, o fato de estar fora da TV dá uma sensação muito confortável de ser um (suposto) juiz com todo aval de julgar sem ser julgado. Todas essas observações estão no livro e são fortemente embasadas em teorias e análises sobre a comunicação de massa.

f8A8lXyN_400x400Crédito da Imagem: Twitter Big Brother Brasil 

***

E vocês? Curtem BBB? Podem opinar à vontade! E, claro, fica a dica literária, seja estudante ou apenas um curioso sobre esse universo do Grande Irmão!
Ah! E quem quiser comprar o livro, é só clicar no site da Editora CRV ou se você for do Rio de Janeiro, pode retirar o seu exemplar com desconto (apenas para leitores do blog ^^). Para saber mais informações sobre essa segunda opção, é só enviar um e-mail para mim (pequenajornalista@pequenajornalista.com), ok? E fique de olho, que em breve teremos um sorteio lá no Insta do PJ. ;-)
E muito obrigada pela confiança e parceria, Erika! Todo sucesso do mundo!

Beijos, Carol. 

Fan Page ♥  Instagram

P.S: Esse post é um publipost! ;-) 


0
24.01.2019
* Radar Literário PJ: 3 pré-vendas que me deixaram ansiosa! ♥

Ei, Gente! :) Instagram também serve para a gente dar aquela renovada no nosso radar literário, né? E esses três livros, que estão na pré-venda, entraram para a minha listinha de “precisoooooo”.  Tem uma história que nem embarquei na primeira, mas quem liga, não é mesmo? Enfim, vamos lá? Bom post! 

PJ - Pré-venda - LivrosCrédito das Imagens: Instagram Aimee Oliveira, Instagram Grupo Editorial Record e Instagram Intrínseca
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Romance Concreto (Aimee Oliveira – Amazon Brasil) 
Sinopse: O que um chiuaua não-adestrado, uma loja sendo demolida, o demolidor da loja em questão e Olivia Liveretti têm em comum? Isso mesmo: nada. Principalmente porque o tal demolidor se encontrava completamente coberto de cimento e grosserias. Sendo assim, quando esses quatro elementos se reúnem, numa tarde nublada de segunda-feira, algo estranho acontece. E continua acontecendo à medida que Olivia Liveretti passa a conhecer as razões pelas quais Jonas Caruso continua a demolir a sua querida loja de quinquilharias apesar de seus protestos.  A “Kinki quinquilharias e afins” nunca mais será a mesma. E Olívia também não.
Observação da Pequena: Gente! Tem cara de ser aquele chick-lit que a gente suspira muito. Destaque para uma das capas mais fofas! Arrasou, Lola Salgado! O formato é e-book, mas esse ano decidi tentar  me aventurar nesse mundo. E a Aimee é uma autora brasileira mega fofa! Quem quiser já garantir a leitura para fevereiro, é só clicar aqui.

2. Namorado podre de rica (Kevin Kwan – Grupo Editorial Record)
Sinopse: 
Depois de descobrir que seu lindo namorado, um simples professor de história da Universidade de Nova York, é, na verdade, o herdeiro de uma das famílias mais ricas de Cingapura e de sobreviver a todas as tentativas orquestradas pela mãe dele, a poderosa Eleanor Young, para tentar separá-los, Rachel Chu acha que, agora, está preparada para qualquer coisa. Ah, ela não poderia estar mais enganada… Às vésperas de seu casamento, ela recebe a visita de um homem que sempre sonhou conhecer: seu próprio pai. Isso acaba arrastando o ela e seu noivo para um mundo capaz de deixar até o herdeiro de uma das maiores fortunas da Ásia de queixo caído. Em Xangai, eles conhecem a realidade dos novos-ricos, que, ao contrário dos chineses do continente, cuja fortuna vem sendo acumulada e multiplicada ao longo de várias gerações, não têm o menor pudor em ostentar. De uma hora para a outra, viajar de jatinhos particulares pela Ásia não era nada perto do Boeing 747-8i privativo no qual, em vez de quatrocentos assentos, há uma sala de cirurgia equipada com uma UTI e um lago de carpas!
Observação da Pequena: Tudo bem que eu não li o 1º (Asiáticos Podres de Rico), mas já quero garantir esse segundo que tem cara de ser bem interessante. Leitor que é leitor tem essa mania de comprar a continuação mesmo sem ter lido o começo de tudo, né? E eu amei a capa! Para comprar na pré-venda, é só clicar aqui.

3. O Construtor de Pontes (Markus Zusak – Intrínseca)
Sinopse: 
O construtor de pontes, tanto o presente quanto o passado se fundem na voz de um narrador potente: Matthew, o filho mais velho da família Dunbar. Sentado diante de uma máquina de escrever antiga, ele nos conta sobre um dos seus quatro irmãos, Clay. Todos mudaram por causa dele. Em uma tarde ensolarada o patriarca dos Dunbar, que anos antes abandonara os cinco filhos à própria sorte, retorna com um pedido inusitado: precisa de ajuda para construir uma ponte. Escorraçado pelos jovens, o homem vai embora novamente, mas deixa seu endereço. Acontece que há um traidor entre os irmãos: Clay. É ele que, junto ao pai, dá início ao projeto mais ambicioso de suas vidas: uma ponte feita de pedras, mas também de lembranças, capaz de construir novos caminhos.
Observação da Pequena: É o mesmo autor de um dos meus livros preferidos (“A menina que roubava livros”). Tô mais ansiosa que sei lá o que, gente! Será que a minha listinha de favoritos vai ter um novo ganhador? Tchan Tchan hahaha! Para comprar, é só clicar aqui.

***

É isso, pessoal. Todos esses, pelo que eu li, estão na pré-venda, mas em fevereiro já entram nas livrarias físicas ou online. E me contem: qual livro que já entrou no radar literário de vocês? E desses, vão comprar algum? Enfim, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol. 

Post Antigo: Para ler (e assistir): A menina que roubava livros

Fan Page ♥  Instagram


0
16.01.2019
* PJ Leu: Adulta sim, madura nem sempre! ♥

Ei, Gente! :) E a minha segunda leitura do ano foi “Adulta sim, madura nem sempre“, da autora Camila Fremder. O típico livro que a gente devora bem rapidinho e quando acaba pensa: ué, mas já? Enfim, segue a sinopse e a minha opinião. Boa resenha! 

Pj Leu - Adulta simLivro: Adulta sim, madura nem sempre | Editora: Paralela | Autora: Camila Fremder
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: cinco livros!

Sinopse: Um livro que reflete sobre a chegada da fase adulta. Que muitas vezes, nem está lá, mas, de acordo com a sociedade, já deveria estar lá há séculos. A autora brasileira conta para a gente sobre a sua experiência com a transição do fim da adolescência para a maturidade. Que a propósito, chega do nada e pode ser assustadora! Fala sobre a maternidade, relacionamentos e a autoestima. De um jeito bem-humorado, ela conta passo a passo e histórias como entregar um freela para ontem, pagar a conta de gás atrasada e colocar o bebê para dormir. Tudo junto e misturado! E, de forma alguma, ela finge que está tudo sob controle e que essa transformação não é tão simples. E tudo bem! O melhor é aceitar e adotar o melhor remédio: rir muito! 

Minha opinião: Esquece tudo que você escutou até hoje sobre a vida adulta e corre para ler esse livro agora! E juro que não estou sendo paga para falar isso (mas estamos aí hahaha #brincadeirinha). A mesma autora que me fez aceitar melhor os trinta anos (por conta do livro “Enfim, 30!”), me ajudou a perceber que não estou adulta, no mini perrengue, sozinha! É uma terapia literária daquelas, que vale cada página. A Camila conta as dores e delícias de entrar nessa fase e é impossível não se identificar com alguma história e perceber ao final de cada capítulo, que não estamos no controle, mas que sim: vai dar tudo certo! E se a gente souber olhar com bons olhos, tudo flui melhor!

No mais, a escrita dela é leve, divertida e faz a gente devorar em poucos dias o livro. A não ser que você tenha de parar para dar de mama. Mas como ainda não é o meu caso, consegui ler em menos de uma semana (hahaha) e fiquei chateada quando acabou. Só a parte da maternidade, que como ainda não sou mãe, não foi o meu capítulo preferido. Mas consegui entender mais o lado das minhas amigas e, até mesmo, o da minha mãe. ♥

Destaque para a capa maravilhosa e quando eu tiver o meu filho, juro que vou usar essa terapia da chupeta (só lendo o livro para entender). Também amei as ilustrações que a gente encontra dentro do livro. A última é a melhor e faz a gente abraçar quando termina! Obrigada, Camila!

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Mega recomendo! ♥ E um obrigada especial ao meu namorado, que me deu esse livro tão incrível. ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: Enfim, 30!

Fan Page ♥ Instagram 


2
10.01.2019
* Top 5: aniversariantes do mês! ♥

Ei, Gente! :) Vocês têm o costume de anotar o aniversário dos escritores? Eu não, mas a Arqueiro/Sextante (editoras parceiras do blog) me deu uma brilhante ideia por conta do calendário lindo deles: passar a anotar, ao menos dos preferidos. Tipo, agora eu sei que o da Sophie Kinsella é no dia 12 de dezembro. Da Fê França, no dia 2 setembro! E pensando nisso, resolvi preparar um top 5 com livros dos aniversariantes de janeiro. A maioria já li, mas outros estão na minha listinha de próximos. Enfim, vamos lá? Bom post!

PJ - Top 5 - Aniversariantes de janeiroCrédito das Imagens: Arqueiro e Sextante
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista 

1. Aniversariante: Harlan Coben (04.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Seis anos depois
Sinopse: Library Journal Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa… durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.
Observação da Pequena: Já escutei falar que o Harlan é o típico autor mega fofo. Sempre vejo as pessoas falando dos livros dele e esse foi o que mais me chamou a atenção e entrou para minha lista. E parabéns atrasado, Harlan (a íntima hahaha).

2. Aniversariante: Julia Quinn (12.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Uma dama fora dos padrões
Sinopse: Uma história que fala sobre encontrar o amor nos lugares mais inesperados… Ou não! Por exemplo, todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito… algum dia. Porém, há apenas um irmão Rokesby, que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente. Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso… ;-)
Observação da Pequena: Ganhei no encontro da Arqueiro, mas já saiu o segundo da série e ainda não consegui ler, acreditam? Porém, esse status de leitura vai mudar daqui a pouco. E parabéns adiantado, diva dos romances de época!

3. Aniversariante: Daiana Garbin (25.01 – Editora Sextante) 
Livro: Fazendo as pazes com o corpo
Sinopse: Daiana Garbin passou 22 anos odiando o próprio corpo. Sentia-se eternamente inadequada, deseja ser reta, seca. Só pele e osso. Tinha vergonha de si mesma e de seu descontrole diante da comida. Encarou dietas hiper-restritivas, passou por três cirurgias plásticas, fez procedimentos estéticos agressivos e ficou viciada em remédios para emagrecer. Sempre acreditando que um corpo magro lhe traria paz e felicidade. Foi só depois de muito sofrimento que ela descobriu que a insatisfação profunda que sentia em relação ao corpo não era vaidade nem frescura: era doença. Diagnosticada com transtorno alimentar, a autora decidiu compartilhar sua história para ajudar as pessoas que sofrem em silêncio por querer se enquadrar em padrões inatingíveis e acabam deixando de aproveitar a própria vida. Ela revela o longo caminho que percorreu para aprender a ficar em paz com o corpo e com a comida. Os altos e baixos, o que deu certo, o que deu errado. As vezes que quis jogar tudo para o alto e o momento em que percebeu que existia uma saída. Um livro que traz entrevistas com especialistas na área, desde nutricionistas até psiquiatras. Faz com que o leitor pense sobre os perigos alimentares, o lado nocivo das redes sociais e o padrão de beleza irreal que a mídia impõe. Além disso, mostra como a autocompaixão pode ajudar no processo da cura. Que aliás, é um exercício diário!
Observação da Pequena: Como eu amo e recomendo essa leitura, gente! Parabéns mega adiantado, Daiana! Você merece o melhor! E tem resenha sobre esse livro aqui.

4. Aniversariante: Oprah Winfrey (29.01 – Editora Sextante) 
Livro: O que eu sei de verdade
Sinopse: Desde que Oprah Winfrey foi questionada sobre as coisas que tinha certeza na vida, ela passou a registrar suas reflexões todos os meses na revista O. The Oprah Magazine. E esse livro é um apanhado desses textos, que na verdade são conselhos preciosos, pensamentos e revelações. Dividido por assuntos como alegria, perseverança, gratidão, lucidez e poder, O que eu sei de verdade traz mensagens francas e comoventes. Um presente para quem embarcar nessa leitura
Observação da Pequena: Por favor, leiam esse livro. É vida, mesmo! E parabéns, querida Oprah (mega íntima outra vez hahaha). Tem resenha desse livro aqui.

5. Aniversariante: Felippe Barbosa (30.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Os quase completos
Sinopse: O Quase Doutor é um renomado cardiologista que passa os dias em um hospital, mas no fundo é um artista frustrado. A Quase Viúva é uma professora que está de licença do trabalho para ficar com o noivo, em coma após um grave acidente. O Quase Repórter é um jornalista decepcionado com a profissão que sofre há mais de um ano pelo suicídio da esposa. A princípio, a única coisa que essas pessoas têm em comum é a sensação de incompletude e de desilusão com a vida. Mas não…. Por quê? Um dia… O Quase Doutor é persuadido por um velho desconhecido a embarcar com ele em um ônibus rumo a jornada para se reconciliar com o seu passado. Logo, a viagem se transforma em uma aventura cheias de surpresas e com um porém: ele precisa fazer escolhas que mudarão para sempre o seu destino e a forma de ver a sua vida! Sobre a Quase Viúva, ela suspeita que alguém está querendo matar o seu noivo dentro do hospital. Já o Quase Repórter, através de uma pesquisa minuciosa, acredita que podem ter matado a sua esposa. O que esses personagens têm em comum então? A resposta para os mistérios que envolvem os seus amores e a vida deles, pode estar dentro do ônibus, que o Quase Doutor embarcou.
Observação da Pequena: Recomendo a leitura, que é cheia de mensagens intensas e que nos ensinam bastante. Fora que o Felippe é mega fofa e acessível. Ele é autor brasileiro, então, vamos apoiar nossos escritores nacionais também. Tem resenha do livro aqui. E parabéns, Felippe!

***

É isso, gente! :) Gostaram desse esquema de aniversariantes do mês? E me contem: sabem que dia é o niver do seu escritor preferido? 

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Julia Quinn

Fan Page ♥ Instagram 


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019