11.06.2018
* Wishlist Literária: Niver da Pequena! ♥

Ei, Gente! :) No próximo dia 17, completo 32 primaveras! \o/ Meu tipo de presente favorito? Livro, óbvio Tudo bem que na minha estante quase não cabe mais histórias literárias, mas coração de leitora é igual ao de mãe: sempre cabe mais um. Então, especialmente para a minha mãe e amigos íntimos, segue a minha humilde wishlist de niver hahaha. ;-) Bom post para vocês!

PJ - Wishlist NiverCrédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Mas tem que ser mesmo para sempre? (Sophie Kinsella – Record) 
Sinopse: Juntos há dez anos, Sylvie e Dan compartilham todas as características de uma vida feliz: uma bela casa, bons empregos, duas filhas lindas, além de um relacionamento tão simbiótico que eles nem chegam a completar suas frases – um sempre termina a fala do outro. No entanto, quando os dois vão ao médico um dia, ouvem que sua saúde é tão boa que provavelmente vão viver mais uns 68 anos juntos… e é aí que o pânico se instala. Eles nunca imaginaram que o “até que a morte nos separe” pudesse significar sete décadas de convivência. Em nome da sobrevivência do casamento, eles rapidamente bolam um plano para manter acesa a chama da paixão: de um jeito criativo e dinâmico, passam a fazer pequenas surpresas mútuas, a fim de que seus anos (extras) juntos nunca se tornem um tédio. Porém, assim que o Projeto Surpresa é colocado em prática, contratempos acontecem e segredos vêm à tona, o que ameaça sua relação aparentemente inabalável. Quando um escândalo do passado é revelado e algumas importantes verdades não ditas são questionadas, os dois – que antes tinham certeza de se conhecerem melhor do que ninguém – começam a se perguntar: “Quem é essa pessoa de verdade?…”.
Observação da Pequena: A Sophie é a minha autora gringa favorita! Então, por motivos óbvios preciso ganhar ler esse livro! E fora que a história parece ser bem jeitinho Sophie de escrever! 

2. O livro do bem – Gratidão (Ariane Freitas e Jessica Grecco – Gutenberg) 
Sinopse: Um livro sobre uma prática que muda a vida: a gratidão. Além disso, é uma ótima oportunidade de aprender a se conectar melhor com o mundo exterior e desenvolver a atenção e a respiração para que a vida se torne mais leve. É, também, a chance de olhar com mais carinho para os momentos da vida e perceber o quanto ela é incrível – ainda que, muitas vezes, deixemos passar isso batido.
Observação da Pequena: O perfil @instadobem é um dos meus preferidos do Insta. E quando eu vi que lançou esse livro, pensei: nossa, eu me daria de presente de niver. Afinal, essa data também é uma ótima hora para ser grato, né? Enfim, louca para devorar esse livro, que vai fazer com que o meu ano seja ainda mais incrível.

3. Asiáticos podres de ricos (Kevin Kwan – Record) 
Sinopse: Quando Rachel Chu chega à Cingapura com o namorado, o charmoso Nicholas Young, para acompanhá-lo ao casamento de seu melhor amigo, imaginava passar dias tranquilos com uma simpática família, longos passeios de carro explorando a ilha e bastante tempo ao lado do homem com quem um dia talvez fosse se casar. Só que Nick não mencionou alguns detalhes… Como o fato de sua família ter muito, muito dinheiro, que ela iria viajar mais em jatinhos particulares do que de carro e que caminhar de mãos dadas com um dos solteiros mais ricos da Ásia era como ter um alvo nas costas. Em pouco tempo, Rachel se vê transportada para um episódio de Gossip Girl, só que na Ásia e com pessoas podres de ricas, que não vão poupar a simples professora universitária das fofocas e intrigas. Isso sem falar na mãe de Nick, uma mulher com opiniões bem fortes sobre com quem seu filho deve – ou não – se casar.
Observação da Pequena: Sério! No meu Feed só dá esse livro! E quando soube que vai ter filme, ainda esse ano (se eu não me engano), aí pensei também: preciso ler essa história. Fora que deve te prender do início ao fim. Bom, assim espero!

4. Um verão na Itália (Carrie Elks – Verus) 
Sinopse: Um verão na Itália, com a história de Cesca Shakespeare, que chegou ao fundo do poço. Depois de escrever uma peça de teatro premiada que acabou em desastre, o bloqueio criativo se instalou, sem previsão de ir embora. Seis anos mais tarde, ela acabou de perder mais um emprego pavoroso e está prestes a ser despejada de seu apartamento. Pior ainda, suas irmãs não fazem ideia de como sua vida vai mal. Assim, quando seu padrinho lhe arruma uma temporada de verão em uma bela vila italiana, sem ter de pagar nada por isso, Cesca concorda, meio a contragosto, em ir para lá e tentar escrever uma nova peça. Isto é, antes de descobrir que a casa pertence a seu arqui-inimigo, Sam Carlton.
Observação da Pequena: Tem cara de ser bem água com açúcar e… Tem Itália no meio: tô dentro do livro, né, gente? 

***

É isso, pessoal. :) Brincadeirinhas à parte (menos para você, mãe!), esses são os livros mais desejados do momento por mim. Agora me contem: que livro vocês estão querendo ganhar para ontem?
Ah! Recadinho importante: aceito parabéns no domingo, tá? ;p

Beijos, Carol.

Para ler: 5 perfis do Insta que me inspiram

Fan Page ♥ Instagram 


1
04.06.2018
* PJ News – Junho: tudo que a gente ama! ♥

Ei, Gente! E o meu mês preferido chegou.  E o que junho reserva pra gente? Muita coisa: Festa Junina, Copa do Mundo, Dia dos Namorados, niver da Pequena que vos bloga (iei \o/), livros, filmes e muito mais.  Então, o post de hoje é só amor e muitas novidades. Vamos lá? Boa leitura para vocês!

PJ News - JunhoCrédito das imagens: Instagram Papel Craft, Città América, Glamour Brasil,  Divulgação Assessoria Ateen, Adoro Cinema e Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Eu não tomo café, mas o quanto eu fiquei apaixonada por esse conjuntinho de canecas para o Dia dos Namorados, da Papel Craft? Fica a dica, viu namorado?  E junho também remete à Festa Junina, que eu amo. Mora no Rio de Janeiro ou vai aparecer por aqui no próximo finde, vai ter o arraiá do Città América, na Barra da Tijuca. Ano passado eu fui e curti bastante! E, pessoal de SP, tem novidade deliciosa para vocês: waffle de cone recheado com sorvete e outras guloseimas, que a Zhöu Zhöu está vendendo, na Rua Augusta. Espero provar essa 8ª maravilha em agosto, na Bienal do livro. E já que esse mês começa a Copa do Mundo, nada melhor do que um look para torcer para o Brasil.  Achei bem fofa essa blusa, da Ateen! Não estou mega animada (por motivos de Copa do Mundo atrapalha as minhas comemorações de niver hahaha) para os jogos, mas gostaria de assistir algum com uma peça desse estilo. E vocês?

E agora o que não pode faltar de jeito nenhum no PJ News de cada mês: livros e filmes! No próximo dia 7, estreiaOito Mulheres e um segredo“, que conta a história de Debbie Ocean, que acabou de sair da prisão e planeja executar um assalto em pleno Met Gala com mais sete mulheres. Acho que é bem girl power e tem duas atrizes que eu adoro: a Sandra Bullock e Anne Hathaway. E, por fim, mas não menos importante, tem o lançamento de “Um Verão na Itália“, de Carrie Elks, publicado pela Verus Editora. É o primeiro da série “As irmãs Shakespeare”, que fala da Cesca Shakespeare, que chegou ao fundo do poço. Depois de escrever uma peça de teatro premiada que acabou em desastre, o bloqueio criativo se instalou, sem previsão de ir embora. Seis anos mais tarde, ela acabou de perder mais um emprego pavoroso e está prestes a ser despejada de seu apartamento. Pior ainda, suas irmãs não fazem ideia de como sua vida vai mal. Assim, quando seu padrinho lhe arruma uma temporada de verão em uma bela villa italiana, sem ter de pagar nada por isso, Cesca concorda, meio a contragosto, em ir para lá e tentar escrever uma nova peça. Isto é, antes de descobrir que a casa pertence a seu arqui-inimigo, Sam Carlton. Tem cara de ser aquela história bem água com açúcar, que tanto amo. ;-)

É isso, pessoal. Tem mais alguma novidade? Compartilhe nos comentários! E me contem: qual é a novidade desse post que entrou para a sua listinha de desejos? 

Beijos, Carol.

Para ler: Metas literárias de junho!

Fan Page ♥ Instagram   


1
01.06.2018
* Metas literárias de junho! ♥

Ei, Gente! :) E o mês mais lindo do ano chegou (mês do meu aniversário cof cof hahaha) e junto: algumas metas literárias! ♥ Vou tentar cumprir todas e assim que eu terminar cada uma, venho correndo contar para vocês. Enfim, vamos lá? Bom post para vocês! ^^

Metas Literárias - Junho 2018 - PJMetas literárias de Junho
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

1. A sutil arte de ligar o f*da-se (Mark Manson – Intrínseca) 
Sinopse: A grande verdade da vida é que, às vezes, nos sentimos quase sufocados diante da pressão infinita por parecermos otimistas o tempo todo. É um pecado social se deixar abater quando as coisas não vão bem. Ninguém pode fracassar simplesmente, sem aprender nada com isso. Não dá mais. É insuportável. E é aí que entra a revolucionária e sutil arte de ligar o f*da-se. Nesse livro, Mark Manson usa toda a sua sagacidade de escritor e seu olhar crítico para propor um novo caminho rumo a uma vida melhor, mais coerente com a realidade e consciente dos nossos limites.
Observação da Pequena: Já comecei a ler e, pelo pouco que li, já aprendi ótimos conselhos de ligar esse botãozinho! Semana que vem, deve sair a resenha aqui no blog. ;-)

2. Me Poupe (Nathalia Arcuri – Sextante) 
Sinopse: Como economizar no dia a dia? Como poupar mesmo ganhando pouco? Quais são os melhores (e os piores) investimentos? Como poupar para o futuro sem abrir mão dos desejos e necessidades do presente? Essas e outras dúvidas são explicadas de forma mais acessível no livro Me Poupe, escrito pela Nathalia Arcuri, dona do canal “Me Poupe”, o maior de finanças do Brasil.
Observação da Pequena: Se esse livro vai ser útil na minha vida financeira? M-U-I-T-O! É uma das leituras que estou mais ansiosa para embarcar!

3. A luz que perdemos (Jill Santopolo – Arqueiro)
Sinopse: Lucy e Gabe se conhecem na faculdade na manhã de 11 de setembro de 2001. No mesmo instante, dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Ao ver as chamas arderem em Nova York, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo. Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York. Nos treze anos que se seguem, o caminho dos dois se cruza e se afasta muitas vezes, numa odisseia de sonhos, desejo, ciúme, traição e, acima de tudo, amor. Lucy começa um relacionamento com o lindo e confiável Darren, enquanto Gabe viaja o mundo. Mesmo separados pela distância, eles jamais deixam o coração um do outro. Ao longo dessa jornada emocional, Lucy começa a se fazer perguntas fundamentais sobre destino e livre-arbítrio: será que foi o destino que os uniu? E, agora, é por escolha própria que eles estão separados?
Observação da Pequena: Acredito que eu vá chorar alguns litros através dessa leitura, mas quem se importa, né? Ansiosa por ela também!

4. A outra Sra. Parrish (Liv Constantine – Harper Collins) 
Sinopse: Amber Patterson não aguenta mais. Está cansada de ser uma ninguém: uma mulher sem graça e invisível que não se destaca na multidão. Ela merece mais, principalmente, uma vida de dinheiro e poder como a que Daphne Parrish, a deusa loira dos olhos azuis, tem e não valoriza.  Para todos na pequena cidade de Bishops Harbor em Connecticut, a socialite e filantropa Daphne e seu marido Jackson, o magnata do mercado imobiliário, são um casal que parece recém-saído de um conto de fadas. A inveja de Amber poderia consumi-la por dentro… Se ela não tivesse um plano. Amber usa da compaixão de Daphne para se inserir na vida da família. Sim, esse é o primeiro passo de um esquema meticuloso para destruí-la. Em pouco tempo, ela se torna a amiga mais próxima de Daphne, vai para a Europa com os Parrish e suas duas belas filhas, e se aproxima de Jackson. No entanto, um fantasma de seu passado pode destruir tudo que ela construiu e, se seu segredo for descoberto, seu plano perfeito pode ir por água abaixo.
Observação da Pequena: Foge um pouco do meu estilo literário preferido, mas acho que vai me prender bastante. Conto para vocês depois, sem falta. ;-)

***

É isso, pessoal. Se mudar alguma coisa nessa lista, aviso vocês. Mas espero que não! ;-) Bom fim de semana!

Beijos, Carol. 

Para ler: Top 5 – Livros da Sextante que mais amo!

Fan Page ♥ Instagram   


2
30.05.2018
* Top 5: livros da Sextante que eu indico (e amo)! ♥

Esse ano, a Editora Sextante completa 20 primaveras trazendo livros, que de alguma forma nos ajudam a levar um dia a dia mais leve e feliz! Seja na vida pessoal, profissional ou espiritual. Como sou leitora assídua, resolvi trazer cinco livros que recomendo a leitura e que ganharam destaque na minha biblioteca particular! Vamos lá? Bom post!

PJ - Top 5 - Editora SextanteCrédito das imagens: Editora Sextante
Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

1. Escolha sua vida (Paula Abreu) 
Sinopse: Muita gente poderia dizer que uma advogada bem-sucedida, com muito dinheiro no banco, carro do ano e um apartamento com vista deslumbrante deveria estar satisfeita com a vida, né? Paula Abreu tinha tudo isso, mas um dia constatou que não estava feliz. Daí, resolveu se reinventar: largou a carreira, terminou um relacionamento, mudou seus hábitos e começou a buscar a vida que sempre quis. Não foi fácil! E assim como ela, o leitor também percebe que há possibilidade de abandonar o que lhe causa frustração e correr atrás do que é essencial para a própria felicidade. A autora usa essa experiência para estimular você a sair da zona de conforto e reunir coragem para dar o primeiro passo. O livro traz exercícios de autoconhecimento para definir a sua visão de sucesso e felicidade, vencer os obstáculos que o separam de seus objetivos e conquistar a vida que sempre sonhou.
Observação da Pequena: Sabem aqueles livros que te dão um empurrão na vida? Escolha sua vida tem esse significado para mim. Não é só mais um livro de auto-ajuda, ele ajuda REAL. Tanto no lado profissional quanto no pessoal. Quem quiser saber mais, só clicar aqui para ler a resenha completa.

2. Fazendo as pazes com o corpo (Daiana Garbin)
Sinopse: Daiana Garbin passou 22 anos odiando o próprio corpo. Sentia-se eternamente inadequada, deseja ser reta, seca. Só pele e osso. Tinha vergonha de si mesma e de seu descontrole diante da comida. Encarou dietas hiper-restritivas, passou por três cirurgias plásticas, fez procedimentos estéticos agressivos e ficou viciada em remédios para emagrecer. Sempre acreditando que um corpo magro lhe traria paz e felicidade. Foi só depois de muito sofrimento que ela descobriu que a insatisfação profunda que sentia em relação ao corpo não era vaidade nem frescura: era doença. Diagnosticada com transtorno alimentar, a autora decidiu compartilhar sua história para ajudar as pessoas que sofrem em silêncio por querer se enquadrar em padrões inatingíveis e acabam deixando de aproveitar a própria vida. Ela revela o longo caminho que percorreu para aprender a ficar em paz com o corpo e com a comida. Os altos e baixos, o que deu certo, o que deu errado. As vezes que quis jogar tudo para o alto e o momento em que percebeu que existia uma saída. Um livro que traz entrevistas com especialistas na área, desde nutricionistas até psiquiatras. Faz com que o leitor pense sobre os perigos alimentares, o lado nocivo das redes sociais e o padrão de beleza irreal que a mídia impõe. Além disso, mostra como a autocompaixão pode ajudar no processo da cura. Que aliás, é um exercício diário!
Observação da Pequena: Aquele livro que faz a diferença em um mundo onde a perfeição é exigida! Aprendi tanto com essa história e com a autora, que indico para TODOS, independente se tem ou não algum tipo de transtorno. Para saber mais, clica aqui e também pode conferir a entrevista que rolou com a Daiana.

3. Um dia ainda vamos rir de tudo isso (Ruth Manus) 
Sinopse: Um dia ainda vamos rir de tudo isso é uma coletânea de crônicas escritas pela advogada e professora de Direito do Trabalho e Direito Internacional: Ruth Manus. Textos que já foram publicados no blog do Estadão, em sua coluna no Estado de S. Paulo e no jornal Observador, de Lisboa. E alguns são inéditos! Fala de tudo um pouco, desde assuntos banais, temas sobre machismo, padrões estéticos, família, Portugal, amor, amizade e muito mais. Textos que nos dão a certeza de que sim: um dia ainda vamos rir de tudo isso e levar aprendizados para a vida toda!
Observação da Pequena: Sabe aquele livro de crônicas que você poderia ler umas 10 continuações dele? Então… É um dos meus livros favoritos, que traz textos para ler e reler, mesmo que você não se identifique com todos. Aprendi muito e fiz um post com 10 lições que tirei aqui.

4. O que eu sei de verdade (Oprah Winfrey)
Sinopse: Desde que Oprah Winfrey foi questionada sobre as coisas que tinha certeza na vida, ela passou a registrar suas reflexões todos os meses na revista O. The Oprah Magazine. E esse livro é um apanhado desses textos, que na verdade são conselhos preciosos, pensamentos e revelações. Dividido por assuntos como alegria, perseverança, gratidão, lucidez e poder, O que eu sei de verdade traz mensagens francas e comoventes. Um presente para quem embarcar nessa leitura
Observação da Pequena: Que livro mais amor, gente. Se você admira a Oprah, vai virar ainda mais fã com esse livro. Se não a conhece ainda, vai perguntar: meu Deus, por que não tinha dado essa chance antes? Sério, é um apanhado de lições para o dia a dia. Principalmente, daquele estigma que temos que tem gente que nasce com o bumbum virado para a lua. Até acontece, mas no caso dela, pode acreditar que ela soube aproveitar as oportunidades e obstáculos que a vida enviou. Para saber mais, clique aqui.

5. Eu sou as escolhas que faço (Elle Luna) 
Sinopse: Sempre temos a opção de seguir o caminho da segurança ou da paixão! Sempre encontramos essa encruzilhada! E, todos os dias, fazemos uma escolha. Esse livro faz com que a gente reflita quais são essas escolhas que temos feito.  É importante ressaltar que cada um de nós tem um potencial único que foi nos dado ao nascer. Se vamos cultivar esse “dom” ou não, depende de nós mesmos! Em seu sentido mais puro, a paixão é a razão por estarmos aqui… E escolher seguir essa estrada é a jornada mais importante da nossa vida! Através de um livro colorido e ilustrado, a autora nos mostra os desafios, obstáculos e medos que costumam nos impedir de continuar nesse difícil e prazeroso caminho da paixão. Mas ao mesmo tempo, ensina a encontrar soluções criativas para superar cada um deles! ;-)
Observação da Pequena: Ainda não leu esse livro? Por favor, termine de ler esse post e corre para a livraria ou pede emprestado para alguém. É aquele livro que te faz sair da caixinha, mas sem viajar na maionese. Te incentiva seguir os sonhos, mas sendo realista. Enfim, embarque nesse leitura! Para saber mais, é só clicar aqui.

***

É isso, gente. E Editora Sextante: parabéns! Muitos e muitos anos de vida e de histórias, que inspiram a gente! ♥♥♥
Ah! Contem o Top 5 de vocês e se já embarcaram em algum desses livros. Podem opinar à vontade.
Ah! Apesar do blog ter parceria com a Arqueiro/Sextante (mesmo grupo), o post não tem nada a ver, ok? É a opinião sincera dessa pequena que vos bloga, independente do post ser de parceria ou não. ;-)

Beijos, Carol. ^^

Para ler: Top 5 – Livros com pegada teen

Fan Page ♥ Instagram   


1
29.05.2018
* PJ Leu: Os quase completos! ♥

Ei, Gente! E a dica literária da semana é Os Quase Completos, do autor brasileiro Felippe Barbosa, que recebi da Editora Arqueiro (parceira do blog). É um livro bem diferente do que imaginei, mas no final abracei a história. Vamos lá? Boa resenha! 

PJ Leu - Os Quase completosLivro: Os Quase Completos| Editora: Arqueiro | Autora: Felippe Barbosa
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota: três livros! 

Sinopse: O Quase Doutor é um renomado cardiologista que passa os dias em um hospital, mas no fundo é um artista frustrado. A Quase Viúva é uma professora que está de licença do trabalho para ficar com o noivo, em coma após um grave acidente. O Quase Repórter é um jornalista decepcionado com a profissão que sofre há mais de um ano pelo suicídio da esposa. A princípio, a única coisa que essas pessoas têm em comum é a sensação de incompletude e de desilusão com a vida. Mas não…. Por quê?

Um dia… O Quase Doutor é persuadido por um velho desconhecido a embarcar com ele em um ônibus rumo a jornada para se reconciliar com o seu passado. Logo, a viagem se transforma em uma aventura cheias de surpresas e com um porém: ele precisa fazer escolhas que mudarão para sempre o seu destino e a forma de ver a sua vida! Sobre a Quase Viúva, ela suspeita que alguém está querendo matar o seu noivo dentro do hospital. Já o Quase Repórter, através de uma pesquisa minuciosa, acredita que podem ter matado a sua esposa. O que esses personagens têm em comum então? A resposta para os mistérios que envolvem os seus amores e a vida deles, pode estar dentro do ônibus, que o Quase Doutor embarcou.

Minha opinião: Quando eu pedi esse livro, imaginava uma outra forma do autor contar a história. Talvez, por eu ter uma expectativa diferente, a leitura não tenha fluido tanto o quanto eu imaginei. Mas não abandonei e fui até o último capítulo, pois algo me dizia que eu ia me surpreender. E não deu outra, gente! Os Quase Completos é cheio de mensagens intensas e que realmente nos fazem pensar sobre a vida que estamos levando! Sendo assim, valeu cada página. Apenas a construção que, em alguns momentos, não bateu com o meu gosto literário. Mas é questão de gosto mesmo, ok?

Sobre os personagens: o Quase Doutor é aquele que quase todo mundo se identifica. Quem nunca deixou de lado um sonho por acreditar mais na opinião dos outros do que na própria? A viagem no ônibus, foi uma viagem mesmo, mas que o levou ao destino certo, sem dúvida. A Quase Viúva é a típica personagem que sonha com tudo perfeitinho, mas ao final, se dá conta, que nem sempre o perfeito é o melhor! E o Quase Repórter? Viver no passado, atrapalha tudo. Por mais que a gente descubra a verdade, às vezes, o melhor a fazer é seguir em frente mesmo, sem olhar para trás.

Enfim, deu para perceber que esses três tem muito a ensinar o leitor. Porém, quem mais me ensinou: os coadjuvantes. Judite, Mira, Dona Marta e Marina são os meus personagens  preferidos. Principalmente, essa última. A cena dela com o Quase Doutor valeu pelo livro todo. Anotei vários trechos e espero colocar todos em prática! Principalmente, no quesito “tenho 31 anos e tenho prazo de validade”. Não mesmo. Amei essa parte e vou levar para a minha vida! A gente cresce, mas isso não significa nada que não temos muito tempo. Por mais clichê que pareça, a vida não tem que ter prazo de validade. Claro, que temos nossos limites e tal, mas isso não pode ser um empecilho para não corremos atrás do que realmente desejamos. Obrigada, Marina. E obrigada, Felippe, por nos ter presenteado com uma personagem tão rica e com um destino tão maravilhoso. Meu desfecho preferido do livro!

No mais, leia com a mente aberta e veja o que pode mudar para encontrar o seu 8º Reino real. A medida que os capítulos vão se encerrando, a gente vai se surpreendendo de uma forma bem positiva. Gostei como cada história se entrelaçou e pensei: como não tinha percebido isso antes? Enfim, recomendo! 

IMG_9994Meu trecho preferido. 

***

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! ;-)

Beijos, Carol

Para ler: Mais lindo que a lua

Fan Page ♥ Instagram  


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018