07.03.2018
* PJ News Março: Somos Harper Collin’s! ♥

Ei, Gente! Prontos para mais um PJ News? ;-) Março tem novidades quentinhas: livros, promoções especiais para o mês da mulher, filmes, coleções da próxima temporada de moda e muito mais. Separei as sete que mais chamaram a minha atenção. Inclusive, uma nova editora parceira do blog. Vamos lá? Bom post! 

PJ News - Março 2018Crédito das Imagens: Adoro Cinema / Divulgação Assessoria de Imprensa / Saraiva / Arqueiro / Instagram Rafaellart Doces
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar, tem comédia brasileira nova: Os Farofeiros, que conta a história de quatro colegas de trabalho que se programam para curtir um feriado em uma casa de praia. Porém, nem tudo sai como planejado e eles descobrem que se meteram em uma grande roubada. Começando pelo destino, depois a casa e por aí vai. Vi o trailer e acho que é aquele filme que lava a alma com tanta risada. Estreia essa semana, pelo menos aqui no Rio de Janeiro. E já que esse mês tem Dia Internacional da Mulher, várias marcas estão com ações especiais. Por exemplo, a Malina Beauty, especializada em produtos de beleza e eletroeletrônicos para o cabelo, está oferecendo 25% de desconto em todo site, até o dia 31 de março. E na compra de uma prancha modeladora, a cliente ganha uma escova desembaraçadora e um suporte para a chapinha. Achei bem útil! E já que as águas de março estão chegando, isso significa coleções outono/inverno. A Shoulder vai lançar a linha “Supernova“, com peças repletas de constelações. A minha preferida é essa blusa com o clássico nó, que deixa o look bem charmosinho!

E vamos aos livros? Primeiro, a Record lançou recentemente “Em outra vida, talvez?“, da autora Taylor Jenkins Reid. Fala sobre Hannah Martin, que aos 29 anos já morou em várias cidades e trabalhou em incontáveis lugares. Apesar das experiências, nada ajudou a decidir que rumo dar à vida. Depois de sofrer uma decepção amorosa, ela resolve voltar para Los Angeles, sua cidade natal. Para comemorar a mudança, nada melhor do que reunir velhos amigos num bar. E é lá que Hannah reencontra Ethan, seu ex-namorado da adolescência. No fim da noite, tanto ele quanto Gabby lhe oferecem carona. Será que é melhor ir com a melhor amiga ou com o ex? Então, em realidades alternativas, os leitores acompanham os dois cenários. Acho que tem bem o estilinho de história que eu gosto! Falando em lançamento literário, tem a nova aposta da Arqueiro (parceira do blog): A mulher na Janela, de A. J. Finn. Um thriller que conta sobre Anna Fox, que mora sozinha em uma bela casa, que um dia abrigou a sua família feliz. Separada do marido e da filha e sofrendo de uma fobia que a mantém reclusa, ela passa os dias bebendo (muito) vinho, assistindo a filmes antigos, conversando com estranhos na internet e… espionando os vizinhos. Quando os Russells, se mudam para a casa do outro lado do parque, Anna fica obcecada por aquela família perfeita. Até que certa noite, bisbilhotando através de sua câmera, ela vê na casa deles algo que a deixa aterrorizada e faz seu mundo começar a ruir. Quem gosta desse gênero, fica a dica. ;-)

A Páscoa é só dia 1º de abril, mas já é bom olhar os ovos de Páscoa e tal. Ano passado, encomendei um ovo de colher, da Raffaelart Doces, e nossa: fui ao céu, mil vezes! Quem quiser mais informações, só olhar o Insta dela (@rafaellartdoces), que ela já está aceitando encomendas. E, por fim, a novidade que mais me deixou feliz: o PJ é o mais novo blog parceiro da Harper Collin’s! Tem como não amar essa notícia? Então, aguardem muitas histórias dessa editora, que eu adoro! Obrigada pela confiança!! Pode parecer bobeira, mas nessas horas, a gente percebe ainda mais que está no caminho certo! 

É isso, gente! Tem alguma novidade e quer compartilhar? A caixinha de comentários está aí para isso! No mais, podem opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Para Ler: Oscar 2018!

Fan Page ♥  Instagram


1
26.02.2018
* Oscar 2018: 4 filmes que já assisti! ♥

Ei, Gente! :) No próximo domingo, dia 04 de março, vai acontecer a 90ª edição do Oscar. Ainda não consegui assistir a todos, mas trouxe um breve resumo e minhas observações de alguns filmes que estão concorrendo a tão famosa estatueta em algumas categorias. Vamos lá? Bom post! 

1. A Forma da Água 

3044833.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Sinopse: Na década de 60, em meio aos grandes conflitos políticos e transformações sociais dos EUA, Elisa, que trabalha na limpeza de um laboratório experimental secreto do Governo e é muda, se afeiçoa a uma criatura fantástica mantida presa e maltratada no local. Para salvá-la, ela executa um arriscado plano com a ajuda do melhor amigo Giles e a colega de turno Zelda.

Observações da Pequena: Talvez um pouco surreal e algumas cenas, achei desnecessárias, mas me surpreendeu de um modo positivo e gostei da magia que a história carrega. Posso estar errada e não sou nenhuma especialista em Oscar, mas acredito que A Forma da Água tem bem a cara de filmes que ganham geralmente. Destaque para Giles e Zelda. São os melhores e trazem leveza que a história precisava! Não está na minha listinha de preferidos da vida, mas se ganhar, não vou ficar triste! Principalmente, nas categorias de atores coadjuvantes.

Indicações: Melhor filme, Melhor Diretor, Melhor Atriz, Melhor Ator Coadjuvante, Melhor Atriz Coadjuvante, entre outras.

2. The Post: A Guerra Secreta 

4103712.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Sinopse: Fala sobre um jornal local, que está prestes a lançar suas ações na Bolsa de Valores. O editor-chefe e ávido por alguma grande notícia, que possa fazer com que o jornal suba de patamar. Quando o New York Times inicia uma série de matérias denunciando que vários governos norte-americanos mentiram sobre a atuação do país na Guerra do Vietnã, o presidente decide processar o veículo, onde nada mais pode ser divulgado. A proibição é concedida e faz com que os documentos sigilosos cheguem às mãos do editor e sua equipe, que precisa agora convencer a dona do jornal e os demais sobre a importância da publicação, de forma a defender a liberdade de imprensa.

Observações da Pequena: Estava com expectativas bem altas e talvez por isso eu tenha me decepcionado um pouco. Não é ruim, pelo contrário. Mas só esperava mais! Tom Hanks e Meryl Streep arrasaram e gostei muito do final, da decisão que foi tomada. Enfim, indico o filme, mas não vá esperando muito!

Indicações: Melhor filme e Melhor atriz.

3. Destino de uma Nação

272248.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Sinopse: Winston Churchill está prestes a encarar um de seus maiores desafios: tomar posse do cargo de Primeiro Ministro da Grã-Bretanha. Além disso, ele começa a costurar um tratado de paz com a Alemanha nazista, que pode significar o fim de anos de conflito.

Observações da Pequena: Fui na verdade para acompanhar o namorado e confesso que não amei, mas também não odiei. Achei parado, mas a história pede e vale a pena para quem fica curioso para saber mais sobre o Churchill.

Indicações: Melhor filme, Melhor Ator, entre outras.

4. Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi 

0537557.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx
Crédito das imagens: Adoro Cinema

Sinopse: Laura acredita ter tirado a sorte grande quando conhece Henry McAllan. Depois de um tempo, já casados e com duas filhas, eles se mudam para uma fazenda perto do Rio Mississippi. A adaptação não é nada fácil e eles contam com a ajuda de uma família negra: os Jackson, que são responsáveis pelo trabalho pesado com o plantio e a colheita. Nesse meio tempo, Jamie, irmão mais novo de Henry, volta da Guerra e fica amigo de Ronsell, um dos filhos da família negra, que também lutou na Guerra para defender o seu país. Afinal, os dois compartilham traumas dessa difícil fase que passaram. Porém, a amizade logo é questionada e vira alvo de conflitos, tanto de gêneros e classes sociais, que envolvem as duas famílias.

Observações da Pequena: Foge completamente do estilo de filme que eu gosto, mas esse me surpreendeu positivamente. E acho que deveria ter sido indicado na categoria de melhor filme. Para saber mais, falei sobre a história nesse post aqui.

Indicações: Melhor atriz coadjuvante, Melhor roteiro adaptado, Melhor fotografia, entre outras.

***

É isso, pessoal. Se até domingo, eu assistir outros, faço um segundo post. ;-) Ah! Também assisti A Bela e a Fera, Extraordinário e O Poderoso Chefinho, que estão concorrendo em algumas categorias. Gostei bastante dos três também, principalmente, do primeiro e segundo. E agora me contem: já assistiram algum? Quais são os preferidos para domingo? 

Beijos, Carol.

Para ler: Extraordinário

Fan Page ♥  Instagram


0
02.01.2018
* Para assistir: Extraordinário! ♥

Ei, Gente! :) E o primeiro post do ano é uma dica de filme que entrou para os meus favoritos da vida: Extraordinário, inspirado no livro que recebe o mesmo o nome!  É uma história que aquece o nosso coração e faz a gente acabar  com todos os lencinhos de papel do planeta. Enfim, vamos lá? ;-)

3262971.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Para começar, um pequeno resumo para ficar por dentro do que se trata: Auggie Pullman é um garoto que nasceu com uma deformação facial e, desde então, já passou por 27 cirurgias plásticas. Aos 10 anos de idade, ele irá frequentar pela primeira vez uma escola regular. Nesse novo cenário, terá de aprender a lidar com a constante sensação de ser sempre observado por todos à sua volta. É uma história que fala sobre família, amigos, bullying, amor, gentileza e muito mais.

Se a história na telona superou as minhas expectativas? Muito.  É um dos melhores filmes da vida e o melhor: achei bem fiel ao livro! E, como todo bom leitor, isso conta pontos extras! Se teve algo diferente, não me incomodou em nada. A escolha dos atores foi extraordinária. Sem exceção! Desde os amiguinhos, ao Auggie (Jacob merece todo o nosso amor), passando pelos pais (Julia Roberts e Owen Wilson ), família, funcionários da escola, entre outros personagens. Destaque para a cachorrinha Daisy. Queria levar para casa! Cada um deu vida ao seu personagem de um jeito incrível e mais uma vez: bem fiel ao que a autora nos contou durante os capítulos.

É um filme bom de assistir, sabem? Mesmo com mil lágrimas rolando! Mostra coisas importantes de um jeito leve, mas na medida certa. É um trabalho lindo e que emociona até a pessoa mais dura na queda. A gente aprende mais um pouco sobre família, amizade e a importância da palavra gentileza. Vê que nem todos os erros têm de ser imperdoáveis. Como é uma história que mostra o ponto de vista de quase todos os personagens, a gente acaba compreendendo porque tal pessoa age de tal maneira. Mas sem mimimi. Ninguém justifica os erros, mas aproveita como ninguém a tal da segunda chance. Têm cenas que marcaram mais, como uma da Daisy. Acho que por mais triste que seja, deu um importante start na vida do Auggie e de todos aos seu redor. Ah! Também entendi melhor a questão do capacete e achei a atitude do pai maravilhosa!

Destaque também para os pais do nosso protagonista. A leveza e humor do pai fazem toda a diferença. A seriedade, mas de um jeito leve, da mãe também. O amor deles pela família é incrível e faz jus ao real significado da palavra. Mesmo com tudo, eles levam ao máximo uma vida normal, com altos e baixos. E acho que é isso que faz a diferença. Também adorei a irmã e me identifiquei um pouco com ela. Sr. Buzanfa e Sr. Browne tinham de estar presentes em todos os colégios do mundo. E seus preceitos também! Auggie? Nem preciso dizer! Ele é uma criança que se destaca diariamente, pelas atitudes, tanto de um adulto quanto de uma criança, pelo humor e mais uma vez: pela leveza!

O final é encantador. As palavras do Auggie e do Sr. Buzanfa são perfeitas! Falando nisso, vale anotar muitos trechos no caderninho e levar para a vida. É uma história que vale a pena assistir uma, duas, quantas vezes for necessária. Acho que em todas, vai marcar de uma forma e ensinar muito. Enfim, mega recomendo. 

Crédito das imagens: Adoro Cinema

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Corre! :)

Beijos, Carol.

Para ler: Resenha – Extraordinário

Fan Page ♥  Instagram


1
04.12.2017
* PJ News Dezembro – Natal, Ano Novo, Paris, NY! ♥

Ei, Gente! E o último PJ News do ano está no ar.  É um dos meus favoritos, tem muita coisa fofa e lançamentos relacionado ao Natal e Ano Novo. Não poderia ser diferente, né? Tem filme extraordinário, decoração, itens de beleza, Paris, NY e muito mais. Chega de blá-blá-blá e bom post! ;-)

PJ News - 2Crédito das imagens: Adoro Cinema, Saraiva, Divulgação, Instagram Sephora e Garotas Estúpidas.
Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

Para começar: um dos filmes mais esperados por mim! Dia 7 de dezembro, estreia finalmente Extraordinário, inspirado no best-seller (se quiser saber mais sobre essa história, clique aqui). Ansiosa! Também tem lançamento de um livro que te leva para Paris, mas uma viagem de forma autêntica: 30 Jours à Paris, da autora Carol Pio Pedro, da editora Letramento. Mega aceito de Natal, amigo oculto e por aí vai #ficadica.  Também tem uma coleção linda da Top Quadros em parceria com o escritor Fred Elboni.  Apaixonada! E para quem ama beleza, uma novidade mara. A Sephora Brasil agora vende produtinhos da Too Faced! Como não amar essas embalagens? Falando nisso, meus personagens queridinhos do filme A Bela e a Fera viram lip balm. É da marca Fire Box, porém, ENTREGA NO BRASIL uhul \o/!

PJ News - 3Crédito da imagem: Divulgação Assessoria! 

Essa novidade não é nem tão nova assim. Mas no meio de novembro, o cenário que lembra a saudosa Audrey Hepburn, Tiffany & Co, lançou linha Home & Acessórios e um Blue Box Café, na flagship da 5ª Avenida, em NY. Sério. Não sei quando vou para lá, mas quando eu for, item número 1 do meu roteiro! Ah! E dei uma olhadinha nos preços e tal do café da manhã e nem achei tão mega caro.

PJ News - 1Crédito das imagens: 1 e 2 – Divulgação, Instagram Papel Craft e Glamour.
Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

Para terminar: as coisinhas de Natal e Ano Novo. Na compra de produtos Melissa, exceto itens de liquidação, meias, chaveiros e miniaturas, o cliente ganha uma estrela personalizada para enfeitar a árvore de Natal. Tem como não amar também? Para o Ano Novo, a Loungerie e Mumm criaram kits com calcinha e taça flute, nas cores rosa, amarela e branca. Também tem esses cartões lindos da Papel Craft e blocos para anotar planos só nossos da Imaginarium em parceria com a Glamour♥ 

É isso, pessoal. Gostaram? :) E quem quiser compartilhar outras novidades, fique à vontade para acrescentar nos comentários!

Beijos, Carol.

Para ler: PJ Todos os Dias – Inspiração do Dia

Fan Page ♥ Instagram 


0
29.11.2017
* Para assistir: Depois daquela montanha! ♥

Ei, Gente! :) Um dos filmes mais esperados por mim nesse mês era Depois Daquela Montanha, inspirado em um livro que leva o mesmo nome, do autor Charles Martin (publicado pela Arqueiro, parceira do PJ). Depois de algum tempo enrolando para assistir, por conta da rotina corrida, consegui finalmente assistir.  Então, hoje a dica é cinematográfica. Vamos lá?

Para assistir - Depois daquela montanha - PJ - 1

Para começar, segue um pouco da sinopse. Alex é uma jornalista, que está querendo voltar para casa com o seguinte objetivo: comparecer ao seu casamento. Já Ben, um doutor, está voltando de uma conferência médica e tem uma cirurgia marcada. Porém, ambos tem o mesmo voo cancelado. Mas como são compromissos inadiáveis, decidem fretar um jatinho. Entretanto, os planos não dão certo e no meio do voo, o piloto sofre um ataque cardíaco e o avião cai em uma região montanhosa coberta por neve. E com um detalhe: como o voo foi de última hora, ninguém sabe que os dois fretaram esse jatinho, então, a chance de ter um socorro é quase nula. Daí, os dois, até então desconhecidos, tentam sobreviver, independente dos ferimentos e do fato de que estão perdidos.

Para assistir - Depois daquela montanha - PJ - 2

O que eu achei? Bom, o livro me surpreendeu muito mais. Mas o filme não deixa a desejar não, gente!  A história na telona me trouxe sensações e reações parecida: fiquei angustiada na maioria das cenas, me apaixonei perdidamente pelo cãozinho (que a propósito era do piloto) e aprendi mais uma vez que as situações podem ser devastadoras, mas se você lida de uma forma leve, na medida do possível, elas deixam de ser tão pesadas. E esse humor de ambos foi bem retratado no filme! Pontinho extra, claro.

Mas como nem tudo são flores, senti falta de alguns pontos importantes também. Alguns detalhes, que eu considero importante, eles não deram a mínima no filme. Por exemplo, a vida do piloto. No livro foi retratado e no filme nada aconteceu.  Aliás, o final do cachorrinho também foi diferente, mas até que me surpreendeu de forma positiva. Outros fatos também não foram nada semelhantes… Em contrapartida, como é adaptação, quase nunca é igual a história literária mesmo e tudo bem.

Para assistir - Depois daquela montanha - PJ - 3Crédito das imagens: Adoro Cinema 

Quanto à escolha dos atores: amei. Os dois, Kate Winslet e Idris Elba, arrasaram muito. No começo, achei que o decorrer da história poderia ser meio parada ao extremo, principalmente, para quem não leu o livro. Mas só foi no comecinho, que deu essa impressão. Depois fluiu bem, pelo menos na minha opinião. Porém, se você é do tipo que gosta de um filme mais movimentado e tal, esse talvez não seja para você, já que em algumas partes o ritmo é meio paradinho.

Enfim, independente dos pontos negativos, acho que vale assistir. É uma história que traz várias lições nas entrelinhas. E como um bom filme (na minha humilde opinião), tem romance, mesmo na tragédia. Mas não é de uma forma apelativa. E se quiser conhecer além, leia o livro. Tem resenha literária aqui

No mais, podem opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Para assistir: Homem-aranha, de volta ao lar

Fan Page ♥ Instagram


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018