12.06.2020
* PJ Leu: Conto – Um filme de nós dois! ♥

Ei, Gente! :) Para o dia de hoje, separei uma resenha para lá de romântica e bem a cara da quarentena. O conto da vez é “Um filme de nós dois“, das autoras brasileiras Fernanda França e Leila Rego. Vamos lá? Boa leitura! ♥

Conto: Um filme de nós dois | Disponível na Amazon | Autoras: Fernanda França e Leila Rego
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Sozinhos e em plena quarentena, Kátia e Jonas se conhecem no Tinder, migram para um aplicativo de xadrez e logo se conhecem pessoalmente, protegidos pelo distanciamento social e por máscaras e roupas especiais – e surpreendentes. A rotina é mudada com a inscrição em um concurso de curtas-metragens. É nesse cenário de comédia e romance que os dois amigos começam a se conhecer melhor, partilham segredos e descobrem que os sentimentos não medem distância. E quando a quarentena acabar será que haverá lugar para cada um deles na vida do outro?

Opinião da Pequena: Em primeiro lugar, gostaria de dizer que essa leitura teve um gostinho para lá de especial para a Pequena que vos bloga. Fui convidada pelas autoras para ser meio que uma leitora beta e ler algumas partes do conto! Me senti tão honrada, que nem sei. Mas juro que apesar da parceria, a minha opinião é de todo o coração!

Tenho lido bastante nessa quarentena e todos os livros acrescentam de alguma forma. Em contrapartida, nenhuma traduz o que a gente está passando no momento. Daí, vem esse conto e acolhe o leitor com tanto carinho, repleto de álcool em gel, máscaras de proteção e uma história incrível de amor com muitas risadas e lições valiosas.

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

A premissa prende do início ao fim e é quase impossível não se identificar em algum momento com a Kátia. Seus dilemas durante o isolamento social (depilar ou não a perna, dar adeus aos sutiãs) e as conversas inusitadas com os motoboys arrancam choros de tanto rir e trazem um humor necessário para essa pandemia. Aliás, essa palavra – humor – tem um novo significado e faz a gente olhar para ela com outros olhos.

O Jonas é muito fofo e apaixonante. Adorei a originalidade do jogo de xadrez e apesar de ter amado as roupas diferentonas em breves encontros, não sei se isso aconteceria, de fato, na vida real. Mas entrando na onda do conto… Já sei as próximas fantasias do Carnaval e decidi que quero um pijama de unicórnio. Me julguem hahaha!

Há outras partes incríveis e a gente nota que ficar em casa pode trazer tédio, mas ideias que dão certo, como o curta-metragem. Preciso destacar a Dani e a avó dela. São pessoas como elas que trazem leveza no dia a dia, principalmente, em tempos de distanciamento social. Adorei os conselhos e tirei algumas lições, como a importância de tirar as sujeiras que escondemos embaixo do tapete. Ah! Desfechos não, necessariamente, precisam ser tristes. Aliás, sinceridade com carinho é tudo!

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

No mais, as coisas acontecem aos poucos e tudo vai se encaixando no seu tempo. Nada corriqueiro, mas nada que deixe a leitura arrastada. Alguns assuntos sérios, como antirracismo, são abordados e mesmo por alto, fizeram a diferença. É um conto que traz esperanças de um futuro melhor, mostra como o presente que pode ser especial e a importância de visitar novamente algumas partes do passado.

Por fim, preciso falar que fiquei muito feliz quando um simples pitaco (meu) fez parte da rotina de ambos. Talvez tenha rolado algumas lágrimas e uma inspiração a mais para finalmente sentar o meu bumbum na cadeira e escrever livros e tal. Muito obrigada, Fer e Leila! Inclusive, pela dedicatória na parte de agradecimentos!! ^^

Se eu recomendo? Sim! Pode ler nesse Dia dos Namorados e em outras ocasiões. Falando nisso…. Aos casais apaixonados: um feliz dia! Ao meu namô: te amo! Aos que estão na fase do “só tô lendo”: esse status vale tanto a pena quanto qualquer outro! ♥

Quem quiser ler, é só clicar na imagem abaixo. Aliás, ler por aqui, ajuda muito o Pequena Jornalista, viu? ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – 9 minutos com Blanda!
Fan Page ♥ Instagram


12
24.04.2020
* PJ Leu: Conto – Segredos do meu coração! ♥

Ei, Gente! :) Nunca fui muito de ler conto, mas só essa semana já li dois. Acho que está fluindo melhor nessa quarentena, vai saber hahaha. Então, para o post do dia trouxe uma nova resenha literária: Segredos do meu coração, da autora Fernanda França! Vamos lá? Boa leitura. ♥

Conto: Segredos do meu coração | Editora: Amazon | Autora: Fernanda França
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Oz é tudo o que Hermes Timoteo conhece do mundo. Ele trabalha como lenhador, embora sua paixão seja realizar esculturas em madeira. Allegra nasceu e mora em Saul, um pequeno lugar escondido por magia onde se encontram os curandeiros que atendem todos os habitantes de Oz. Em uma de suas viagens, os dois se conhecem e o improvável acontece.

Opinião da Pequena: A Fernanda França é a minha escritora brasileira favorita. Amo a escrita dela e como as suas histórias são conduzidas. Sempre me ensinam e marcam a minha vida de leitora! E eu estava com uma saudade de ler algo escrito por ela.

Então, quando soube desse conto, coloquei na minha listinha de próximas leituras. Porém, confesso que fiquei com um pouco de receio, afinal, dessa vez, ela saiu da sua zona de conforto e se instalou em outro tipo de gênero. Mas logo na primeira página, vi que a sua essência permanecia intacta. :)

É um conto bem curtinho, porém, intenso. Não devorei em um dia, como o último que postei aqui. Mas absorvi cada batida do coração do protagonista Tim (Hermes Timoteo). Aliás, para quem ama O Mágico de Oz, vai adorar essa versão do Universo antes de Oz, que conta com um dos personagens mais icônicos: o Homem de Lata. Também tem bruxa e tal! ;-)

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

No mais, é fantasia e fez total sentido para mim cada parte desse conto. Tirei lições, como: o amor incondicional realmente é um dos mais bonitos, mesmo que as algumas escolhas não favoreçam a todos, digamos assim. E amei o conceito de felicidade da Allegra e como a mesma vive seus dias. Inspira a gente, até mesmo, em tempos de isolamento social.

Destaque para a avó da Alegra e as irmãs do Tim. Aliás, a história do relógio é sensacional e rende um dos melhores trechos desse conto. Nosso protagonista também é inspirador e, a propósito, ele é a prova literária de como o amor pode mudar a gente por completo e no melhor sentido da palavra.

O final dá uma dó, mas ao mesmo tempo, traz esperanças. Enfim, o desfecho é feito com chave de ouro, ou melhor, com um sapatinho vermelho icônico! ;-) E eu vou parar por aqui, porque não quero dar spoiler.

Ah! Não sei ao certo se vai virar livro, mas queria dizer que adoraria que virasse. Aliás, contos estão tendo esse efeito em mim. Quero que tudo vire um milhão de páginas hahaha.

***

É isso, pessoal. Quem já leu, me conta. Quem ainda não, fica a dica! ♥

Ah! A Fernanda França lançou essa história no mesmo tempo que a Leila Rego lançou “O outro lado da muralha”, que também acontece antes de Oz. E acho que vou embarcar nesse conto no finde e semana que vem conto para vocês. Quem quiser ler os dois, é só clicar aqui e aqui. ;-)

Beijos, Carol.

P.S: esse post é uma parceria, mas a opinião é sincera e de coração! ^^

Post Antigo: PJ Leu – O pulo da gata
Fan Page ♥  Instagram 


15
07.01.2019
* PJ Leu: 9 Minutos com Blanda! ♥

Ei, Gente! :) Sabia que hoje é o Dia do Leitor? Então, nada melhor do que uma dica literária para comemorar essa data tão especial. Dessa vez, o “PJ Leu” vai falar sobre o livro “9 minutos com Blanda”, primeiro romance da autora brasileira que eu amo: Fernanda França! É uma leitura bem água com açúcar, do jeitinho que eu gosto. Vamos lá? Boa resenha para vocês! 

PJ Leu - 9 Minutos com BlandaLivro: 9 minutos com Blanda| Editora: Rai | Autora: Fernanda França
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: cinco livros!

Sinopse: Todos os dias, depois de brigar com o despertador que dá apenas nove minutinhos a mais de sono, Blanda se depara com a seguinte situação: ela está quase sem dinheiro, desempregada e sua única companhia é o fato Freddy Krueger. Bom, não exatamente, já que ela namora Max, um cara que nunca assumiu seu relacionamento com ela e é extremamente folgado. Afinal, não trabalha e não muita questão de mudar isso. Porém, é com ele que a nossa protagonista se vê prestes a dizer “eu aceito” no altar.

Em uma confusão envolvendo muito estresse, a porta giratória de um banco e uma calcinha pink, Blanda conhece alguém que poder mudar o seu destino. Mas será que a vida é um conto de fadas como vemos no cine? Só lendo esse romance para saber. ;-)

Minha opinião: Eu sou suspeita, pois a Fê é a minha autora brasileira favorita. Mas eu achei tão amor esse livro. Foi uma ótima forma de terminar 2018 (comecei final de dezembro a leitura) e de começar 2019 no setor “vida de leitora”. No começo, confesso que não me simpatizei muito com a Blanda. Achei ela bem estressada! Porém, no decorrer da história quis ser amiga dela e conversar horas sobre o carinha do banco! Ela é estressadinha sim, mas a gente entende os motivos e adora como ela amadurece entre os capítulos. Ela é persistente, vai atrás do que quer e não vem cantar de galo para cima dela não!

Quanto aos outros personagens…. Dona Cotinha é a coisa mais fofa e amei o final que teve. Foi surpreendente e encheu meu coração de amor! O pai da Blanda é simplesmente sensacional. A mãe é doidinha, mas com o tempo nos conquista também. Max é sem noção. Adorei os amigos e o gatinho Freddy Krueger me deu um pouco de medo, mas é mais por conta do nome mesmo hahaha.

No mais, o livro é bem água com açúcar e com aquelas pitadas de surpresas, que a gente fica pensando: COMO ASSIM??? A leitura é leve, divertida e rápida. Faz a gente pensar na vida profissional, nos sonhos novos e antigos e que sim: conto de fadas não é exatamente como os filmes mostram, mas é tão mágico quanto. Ah! E acho que é quase impossível não se identificar com a relação da Blanda e o despertador hahaha. Por fim, foi uma leitura que resgatei da pilha de livros para ler e acho que embarquei no momento certo!

É isso. Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Indico! Ah! A editora Rai não existe mais e a gente não encontra nas livrarias, mas achei o meu exemplar nessas feiras de livros. Então, fica a dica.

Beijos, Carol. 

Post Antigo: Top 5 – Fernanda França

Fan Page ♥ Instagram


2
25.07.2018
* Dia do Escritor pede Radar Literário PJ! ♥

Ei, Gente! :) Hoje é um dos dias mais fofos do ano: Dia Nacional do Escritor! Para comemorar, trouxe algumas novidades recentes sobre algumas escritoras, que ocupam o topo dos meus autores favoritos: Sophie Kinsella e Fernanda França! Ok, a primeira é lá de fora, mas quem se importa, né?

Radar Literário PJCrédito das Imagens: Pequena Jornalista

Para começar, a Fernanda França vai marcar presença na Bienal do Livro, no dia 4 de agosto, sábado. Iei! Nem acredito que vou matar a saudade dela! Então, anotem aí na agenda: das 18h às 19h, no estande da Editora Planeta autografando. E a partir das 20h às 22h, na Arena Cultural vai rolar um encontro com fãs e escritores de romance contemporâneo e hot. Para mais detalhes, só clicar aqui.

Preparados para a próxima notícia? Um dos livros da Sophie Kinsella, “Os segredos de Emma Corrigan“, vai virar filme. A história literária conta sobre Emma, que em uma viagem turbulenta de avião, acaba revelando todos os seus segredos a um estranho. Porém, esse homem é ninguém menos do que o novo presidente da empresa onde trabalha. Lembro que no encontro com a Sophie na penúltima Bienal do Rio, ela contou que teve essa ideia quando ficou parada no metrô em Londres. Quem vai interpretar a protagonista é Alexandra Daddario, não conheço a atriz, mas pelo que eu li, foi uma boa escolha. Já pode contar os dias para estreia do filme, que ainda não tem data hahaha? ;-)

Por fim, mas não menos importante, Nicholas Sparks promete nos fazer chorar mais uma vez com o seu novo livro “Almas Gêmeas“, publicado pela Arqueiro (parceira do blog). Sim, ele também tem lugar cativo no meu coração de leitora. ;-) O lançamento (mundial) é no dia 16 de outubro, mas já está em pré-venda e com um brinde exclusivo: um lindo chaveiro de carta, que nem a capa da história. Para garantir já o seu, é só clicar aqui. E já adianto um pouco sobre a sinopse: Hope Anderson namora o mesmo homem há seis anos, sem perspectiva de casamento. Quando seu pai é diagnosticado com ELA, Hope resolve passar uma semana na casa de praia da família, na Carolina do Norte, para pensar nas difíceis decisões que precisa tomar em relação ao próprio futuro. Tru Walls, nunca esteve nos Estados Unidos, até receber uma carta de um homem que diz ser seu pai biológico, convidando-o a encontrá-lo numa casa de praia na Carolina do Norte. Intrigado ele aceita e faz a viagem. Quando os dois estranhos se cruzam na praia, nasce entre eles uma ligação imediata. O que vai acontecer? Só lendo! Ansiosa? Imaginaaaa! 

prevenda_almasgemeasCrédito da Imagem: Arqueiro

É isso, pessoal. :) Gostaram das novidades? Espero que sim! E tem recadinho para todos os escritores: obrigada pelas histórias incríveis! Aprendo com todas, sem exceção. Vocês merecem todo o meu carinho, gratidão e admiração. Espero um dia fazer parte desse “lado escritor” também. 

Beijos, Carol.

Para ler: Top 5 – Fernanda França

Fan Page ♥ Instagram


1
01.03.2018
* Top 5: Fernanda França! ♥

Ei, Gente! E o top 5 da semana é de uma das minhas autoras brasileiras favoritas: Fernanda França Quem ainda não conhece, corre para ler algum desses livros, por favor. Principalmente quem ama escrita leve, divertida e com lições que valem ouro. Vamos lá? Bom post! :)

Top 5 - Fernanda França - PJCrédito das imagens: Saraiva
Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

1. Malas, Memórias e Marshmallows 
Sinopse: Às vezes, o fim de algo pode ser apenas um novo começo. Após ser despedida do trabalho no dia de seu aniversário, Melissa Moya conhece Theodoro Brasil, seu vizinho, dando início a uma nova amizade que vai permitir que a jovem jornalista realize seu maior sonho: viajar pelo mundo afora. Então, Mel embarca no projeto “América sobre rodas”, uma aventura por diversas regiões dos Estados Unidos, deixando para trás sua gata, Lady Gaga, sua família e seus amigos. Máquina fotográfica na mão, notebook debaixo do braço, Melissa vai acabar percebendo que a vida surpreende a cada momento, principalmente quando o assunto é o amor verdadeiro.
Observação da pequena: É um dos meus livros preferidos da vida e foi o meu primeiro contato com a Fê. A capa é linda e o conteúdo é incrível. Aliás, contei sobre o que achei dessa história aqui.

2. Bolsas, Beijos e Brigadeiros 
Sinopse: Melissa é uma jovem jornalista, que vive de escrever suas deliciosas aventuras por belas e curiosas cidades do mundo. Passando por uma nova fase profissional, Mel viaja à Europa em busca de cenários para as suas matérias e também de suas raízes italianas. Em meio a essa instigante jornada, nossa protagonista precisa lidar com a distância de seus familiares queridos, principalmente de sua mãe— grávida de um lho temporão —, e os misteriosos sumiços de seu namorado, Théo. Afinal, o que será que ele tanto esconde?
Observação da pequena: É a continuação de Malas, Memórias e Marshmallows, mas é uma leitura independente. Porém, indico ler esse depois do outro. Se você morre de vontade de conhecer a Europa, matar a saudade de algumas cidades ou pegar dicas, é uma leitura ideal. E tenha uma panela de brigadeiro a sua disposição, pois dá muita vontade de comer. Prefiro o primeiro livro, mas esse tem a sua magia e lições valiosas tanto quanto o outro. E, por favor, Fê: uma história para o Luca! Ah! Tem resenha sobre aqui.

3. 9 Minutos com Blanda
Sinopse: Todos os dias, depois de brigar com o despertador que dá apenas nove minutinhos a mais de sono, Blanda se depara com a seguinte situação: ela está quase sem dinheiro, desempregada e sua única companhia é o gato Freddy Krueger. Bom, não exatamente, já que ela namora um cara chamado Max, que nunca realmente assumiu o relacionamento. Max é folgado, não trabalha e também não faz muita questão de conseguir um emprego, mas é justamente com ele que Blanda se vê prestes a dizer “aceito”. Em uma confusão envolvendo muito estresse, a porta giratória de um banco e uma calcinha pink, Blanda conhece alguém que pode mudar sua vida. Mas será que a realidade pode virar um conto de fadas?
Observação da Pequena: É o livro de estreia da Fê, mas acreditam que eu ainda não consegui embarcar? Porém, está na minha listinha de livros que preciso ler ainda esse ano!

4. O Pulo da Gata 
Sinopse: Maggie May ama os animais e exerce sua profissão de veterinária com paixão. Mas seu maior sonho é casar com tudo que uma mulher romântica tem direito: vestido branco, cerimônia religiosa, festa com todos os seus amigos e parentes, lua de mel… O noivo nem importa muito, desde que seja alto. Apesar de jovem tem 23 anos , ela faz de tudo para se casar e age como se fosse uma solteirona desiludida. Não é a toa que está na sua quinta tentativa, mas está confiante de que Felipe, que ela conheceu num site de encontros, a tornará, enfim, feliz. Só que as estrelas, que tudo veem lá de cima, não têm tanta certeza assim. Nem Eric, o comediante gato que ela conhece por acaso, no dia do seu primeiro encontro físico com Felipe.
Observação da Pequena: Um livro doce, mas sem deixar de ser real. Está na 3ª pessoa, mas me conquistou tanto quanto os outros. Indico muito e destaque para a capa. Posso querer me casar com um vestido assim? Tem resenha dele aqui.

5. O Livro Delas 
Sinopse: Do sobrenatural ao chick-lit, passando por romance, aventura, drama e denúncia social, a coletânea agrada desde os leitores jovens adultos aos mais velhos. São 9 autoras e 9 histórias e uma delas é da Fê!
Observação da Pequena:  Está na minha listinha há séculos, mas ainda não rolou a leitura. Assim que eu embarcar, conto para vocês também. E acho que é um bom livro para quem quer conhecer um pouco a Fernanda e outras autoras brasileiras também. ;-)

***

É isso, pessoal. Me contem: já embarcaram em alguma história dela? O que acharam? Ah! Quer saber um pouco mais sobre ela? Já rolou entrevista aqui no PJ. E espero fazer outras indicações de livros da Fê em breve. De verdade, quem ama chick-lit e afins, ela é uma das melhores autoras na minha humilde opinião! Sem falar que é uma querida e mega acessível com os leitores. 

Beijos, Carol.

Para ler: Top 5 – Livros & Paris

Fan Page ♥ Instagram


3

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021