12.10.2020
* 12 livros que marcaram a infância dos leitores do PJ! ♥

Ei, Gente! :) Para comemorar o Dia das Crianças e o Dia Nacional da Leitura, pedi indicações de livros que marcaram a infância dos leitores lá no Insta do PJ. Separei alguns clássicos e outros que não conhecia. Vamos lá? Bom post. ♥

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Vamos começar pelos clássicos? Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll, marcou muita infância. Inclusive a minha! Aliás, eu amo todas as princesas da Disney, mas a personagem que sempre me identifiquei muito: Alice. ♥ Outra história que indicaram é “O Pequeno Príncipe“, de Antoine De Saint-exupéry. Eu ainda não li, juro, mas sempre quando vejo algo dele, lembro da minha mãe. E o que falar de “O mágico de Oz“, de L. Frank Baum? Não sei se cheguei a ler, mas a história na telinha me conquistou!

Pedro Bandeira é um autor brasileiro que marca gerações. A droga da obediência e outras histórias deixaram o mundo dos livros bem mais legal. Ziraldo é outro, né? Amava “O menino maluquinho” e eu não lembro de “Uma professora muito maluquinha“, mas fiquei bem curiosa. Outro clássico que faz parte da infância: A bolsa amarela, da Lygia Bojunga. Sei que tem muita gente que leu, porém, confesso que não lembro se fez parte da minha infância hehehe.

Crédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Recebi indicações de uns títulos bem fofinhos também e que eu quero ler, independente da minha idade hahaha. As cores de Laurinha, do Pedro Bandeira. Como não amar esse livro só pela capa? ♥ Marcelo, marmelo e martelo, da Ruth Rocha, é outro clássico que lembrei agora que fez parte da minha estante. Sopa de letrinhas, da Teresa Noronha, me lembrou da comida que eu mais amava quando era criança hahaha.

Eu tinha medo de bruxa, mas acho que ia adorar a “Bruxa Onilda vai a Paris“, de Enric Larreula e Roser Capdevila. Pode embarcar nessa e em outras histórias da personagem agora? ;-) Listas Fabulosas, da Eva Furnari, tem cara de ser bem engraçadinho e lúdico. Por fim, selecionei “A ilha de chocolate“, da série “Salve-se quem puder“, da Karen Dolby (acho que têm outros autores também). Eu amei o nome e queria mergulhar nessa ilha em busca do melhor chocolate!

***

É isso, pessoal. :) Um livro que marcou muito a infância era um do cachorrinho, que tinha uma minhoca e acho que aquele brinquedo de mola. Mas nunca lembrei o nome! Quem souber, me ajuda, por favorzinho! E um que eu teria adorado ler quando criança, é a história “A fada mamãe e eu“, da diva Sophie Kinsella. Que a propósito, embarquei no último Dia das Crianças e que tem resenha aqui. ♥

E me contem: qual título remete à fase mais inocente da sua vida? No mais, podem opinar à vontade. E obrigada a todos que me ajudaram nesse post. Nem todos são de autores nacionais, mas dá para ter uma ideia de escritores que ajudam na leitura nacional. ;-)

E Feliz Dia da Criança para todos, independente da sua idade. E sempre que for possível, incentive a leitura infantil, que faz toda a diferença nesse mundo. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Filmes infantis que eu amo!
Fan Page ♥  Instagram


9
12.10.2019
* PJ Leu: A fada mamãe e eu! ♥

Ei, Gente! :) E como hoje é Dia das Crianças, resolvi postar uma dica literária mega fofa: A fada mamãe e eu, o primeiro livro para o público infantil da Sophie Kinsella! Quem não amaria que a própria mãe fosse uma fada, mesmo que um pouco doidinha? Enfim, vamos lá? Boa leitura! ♥

IMG-2226Livro: A fada mamãe e eu | Editora: Galera Junior | Autora: Sophie Kinsella
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros!
 

Sinopse: Ella Brook mora em uma cidade chamada Cherrywood e tem um grande e magnífico segredo: sua mãe é uma fada! Aliás, todas as mulheres da família possuem esse poder, além de asas maravilhosas! Inclusive uma smartvarinha, que é capaz de realizar maravilhosos feitiços, como festas de aniversário, acelerar a fila do mercado e fazer deliciosos e lindos cupcakes. Ella é uma fada-na-fila-de-espera, mas bem que queria fazer mágicas logo, principalmente, para dar uma boa lição na sua não-melhor-amiga Zoe. Ainda bem que ela tem a ajuda dos melhores amigos Tom e Lenka e, claro, do seu irmãozinho Ollie e sua palavra favorita “Ipiiii”. No mais, entre feitiços e confusões (afinal, a sua fada mãe é meio doidinha), ambas ensinam e aprendem sobre amor, solidariedade e honestidade nesse livro cheio de magia e fofurice! 

Opinião da Pequena: É um dos livros mais fofos que já embarquei. Adoraria ter lido quando criança, mas me diverti também agora. É tudo muito fofo e colorido! Dá vontade de morar dentro desse livro, aliás, histórias da Sophie Kinsella sempre me dão essa sensação.

Achei muito criativo, principalmente, a smartvarinha, uma varinha na era tecnológica hahaha. E o que falar das palavras “não melhor amiga”? Sério, é impossível não cair na gargalhada hahaha. A faixa etária, acredito, que seja para crianças um pouco mais velhas. Mas nada impede do adulto ler para um filho, sobrinho, primo e tal. Aliás, acho que é uma das coisas que mais quero fazer quando for mãe! Bem clichezão: na hora de dormir, ler para o pequeno! 

Fora isso, as ilustrações são bem lindas e no final têm brincadeiras bem divertidas, inclusive, receitas de cupcake de fada! Como não amar? Além de ser uma leitura gostosa e bem a cara dos livros da Sophie, traz mensagens mágicas, principalmente, no quesito de ser como você é, independente de feitiços. A mãe da Ella é muito comédia e quando fala “marshmallow” é muito fofinho! Tudo é bem amarradinho e dá vontade de ler mais e mais histórias. Acho que deveria ter outras aventuras das duas!

Destaque para a capa e para o irmãozinho Ollie. Acho que ele deveria ser um “fado” também hahaha! No mais, se você quer um pouco de magia, vale a leitura, independente da sua idade. Fiquei com vergonha de comprar o livro, mas foi uma das compras mais fofas da vida! E se você, assim como a pequena que vos bloga, é fã da Sophie, mais um motivo. Fala que vai comprar para uma criança e leia sem medo de ser feliz hahaha! =)

***

É isso, pessoal. Feliz Dia das Crianças para todas as crianças! Até mesmo para aquelas que não deixam esse lado nunquinha! ♥ 

Já leu? Conta o que achou! E se tiver outros livros para esse público, fique à vontade para indicar!

Beijos, Carol.

Post Antigo: O livro que marcou essa época!

Fan Page ♥ Instagram


1
11.10.2018
* Post-Ajuda: Dia das Crianças – Atenção! Alto nível de fofurice! ♥

Ei, Gente! Nos 45 do 2º tempo, segue a nossa clássica sugestões de mimos e programações para comemorar mais uma data. E Dia das Crianças não poderia ser diferente, né?  Espero que ajude de alguma forma a tornar essa ocasião ainda mais feliz. Bom post para vocês! :)

Dia das Crianças - PJ - 2Crédito das Imagens: Divulgação Assessoria de Imprensa 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar, separei duas programações para os pequenos cariocas e paulistas, mas que ajuda a inspirar quem for de outra cidade também. A rede de Galeria Urban Arts, preparou uma tarde de arte e diversão no Rio de Janeiro para as crianças terem um contato com o estilo de alguns artistas, como Pablo Picasso. Acontece tanto em Ipanema (Rua Maria Quitéria, 77) quanto no loja do Barra Shopping, das 14h às 17h30. Já no Iguatemi, em São Paulo, todos os sábados e domingos a criançada pode assistir algumas peças de clássicos infantis, como Dona Baratinha. Mas essa sugestão é para quem deseja comemorar mais para frente, nos dias 27 e 28 de junho. Fica a dica! :-)

E como a pequena blogueira que vos bloga ama livro e escrever, óbvio que teria sugestões de histórias e diários, né? A Instrínseca lançou a coleção Pipoquinha, de Kim Smith, com livros infantis ilustrados, inclusive dessa história que marcou a minha infância: Esqueceram de Mim. Já a Tok&Stok tem esse lindo livro repleto de histórias para o bebê dormir e sonhar. Achei bem fofinho! E para a criança que ama escrever, desde sempre, tem esse lindo diário da Hello Kitty, da Ciranda Cultural. ;-)

Destaque também para esse estojo lindo da Kipling (outra loja que marcou a minha infância) e essa mochila de bombeiro (Clio): impossível não imaginar uma criança carregando para cima e para baixo ela!

Dia das Crianças - PJ - 1Crédito das Imagens: Divulgação Assessoria de Imprensa
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista 

E que tal deixar o quarto do pequeno mais aconchegante e fofo? Achei linda essa almofada, da Colab55 e esse mobile de dormir de frutas, da Ameise Designer. E se a criança quer um toque de estilo a mais, amei num nível de fofurice esse óculos (Ótica Diniz) e esse crocs do Toy Story (Crocs). Caso, seu filho, sobrinho e tal for mais velho e possa comer chocolate, achei uma ótima sugestão essa caixa, que lembra os Minions, da Cacau Show.

Dia das Crianças - PJ - 3Crédito das Imagens: Divulgação Assessoria de Imprensa 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Infância remete à cabana, né? Por isso selecionei essa da Tok&Stok. Outra palavra que vem na minha cabeça é jogo de tabuleiro (Tok&Stok)! Todo mundo se diverte, inclusive, adultos. Eu adoro essa torre inteligente E já que o blog ama roupas e tal, tem essa opção também. ;-) Essa t-shirt é linda (Reserva Mini), camisa daquela febre “Lol” (Renner) e esse boné fofo (Renner também). E para finalizar esse post repleto de fofurices, um body com as seguintes palavras “Atenção! Alto nível de fofurice!“, da Tiger T Tigre. Tem como não amar?  ;-)

É isso, pessoal. Espero que gostem! E lembrem-se, presente é muito bom, mas como diz a escritora Fernanda Mello: todo dia é dia de ser criança e criança não liga pra preço, pra laço de fita e cartão com relevo. Criança gosta mesmo é de beijo, abraço e surpresa. 

Beijos, Carol.

Para ler: Criança Crescida

Fan Page ♥ Instagram 


0
08.10.2018
* Inspiração do dia: Pink + Paris! ♥

IMG_0195

IMG_0221Crédito das imagens: Lovely Pepa! 

Tem como não amar e se inspirar em um look assim? É divertido, fofo e pink.  Tudo bem que mudaria alguns detalhes, mas para esse mês, que remete à criança também, essa inspiração caiu como uma luva, na minha humilde opinião. E o cenário inspira ainda mais, né? Amei e quem encontrar um vestido nesse estilinho e acessórios também, me avisa? Grata. ;-)

É isso, gente. Boa semana e para variar: podem opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Para ler: Ainda é inverno!

Fan Page ♥ Instagram


2
12.10.2017
* Para assistir: filmes infantis que eu amo! ♥

Ei, Gente! :) Para o Dia das Crianças, selecionei cinco filmes infantis (com a ajuda da mamys) que amo e que mais marcaram a minha vidinha. Então, pega a pipoca, o refri, guloseimas e faz maratona com a família. Bom post!

Post Dia das Crianças - PJCrédito das imagens: Adoro Cinema / Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

1. O Rei Leão (1994)
Trailer aqui.
Observação da Pequena: A trilha sonora é uma das melhores e é uma das melhores lembranças que eu tenho do meu pai. E foi no ano que a minha irmã mais nova nasceu, então esse filme marcou. Fora, que quando eu cresci e entrei para o teatro: essa peça foi uma das que mais gostei de fazer, mesmo sendo o matinho hahaha. ;p

2. Toy Story (1995)
Trailer aqui.
Observação da Pequena: Quando fiz essa listinha, mamy exigiu que eu colocasse esse filme. De qualquer, forma! Até hoje tenho o boneco do Woody e tenho que confessar… Acho que ele foi o meu primeiro crush hahaha.  =D

3. Meu primeiro amor (1992)
Trailer aqui.
Observação da Pequena: O que falar desse filme, gente? Posso assistir 300 milhões vezes e as 300 vou chorar, me emocionar e ter raiva daquele anel hahaha. Amo tanto e não é a toa, que vou me casar com a música My Girl (tipo meu futuro marido cantando para mim). Uma das lembranças mais marcantes que tenho do meu pai é desse filme. Lembro até hoje dele me pegando na escola e me deu de presente a fita cassete para escutar no carro. O melhor abraço que ele me deu, foi esse! 

4. O Pequeno Stuart Little (2000)
Trailer aqui.
Observação da Pequena: Eu já era um pouco mais velha, mas é só um pequeno detalhe hahaha. Assisti com mamys e a gente é COMPLETAMENTE apaixonada pela história. Se a gente tivesse um ratinho, com certeza o nome dele seria Stuart. Te dedico, mamys! Minha companheira de filmes!! 

5. Matilda (1996)
Trailer aqui.
Observação da Pequena: A paixão dela por livros é o que mais amo nesse filme. Nunca mais vi, mas bateu uma saudade! Até hoje, desejo ter os poderes mágicos dela. Quem não, né? ;p

***

É isso, gente! :) Claro, que tem mais filmes que marcaram, mas esses acho que são os principais. Depois me contem o top 5 de filmes infantis! E, por aqui, vocês sempre vão encontrar filmes de criança. Eu amo e posso ficar velha gagá, que sempre vou amar!

Bom feriado e Feliz Dia das Crianças!!! 

Beijos, Carol.

Para ler (assistir): Moana – Um mar de aventuras!

Fan Page ♥  Instagram


1
12

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020