16.04.2019
* Desejos de Páscoa: 1 livro, 2 livros, 3 livros assim! ♥

Ei, Gente! :) Senta aí, que lá vem wishlist literária de Páscoa. Sim, eu amo chocolate e não passo um dia sem comer um docinho que seja. Mas estou mega disponível para receber livros na data mais doce do ano! Nessa época, nada melhor do que histórias que deixam o dia a dia mais leve e feliz. Então, bom post! Vai que a minha listinha ajuda na listinha de vocês? 

Wishlist de Páscoa - PJ - 2019Crédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Literalmente (Lucy Keating – Globo Alt) 
Sinopse: Annabelle leva uma vida perfeitamente sob controle. Ela tem amigos, segue sua rotina à risca, está prestes a se formar e mora com os pais e o irmão mais velho em uma casa que ama. Mas as coisas começam a fugir do controle quando Lucy Keating, autora best-seller de livros juvenis, vai à sua escola falar sobre seu novo romance e, curiosamente, passa a descrever a vida de Annabelle. Logo fica claro que Annabelle é a mais nova protagonista da história de Lucy e, de súbito, o relacionamento de seus pais não parece mais tão perfeito, a casa que tanto ama corre sérios riscos de ser vendida, Will — um aluno transferido que parece literalmente feito para ela — não é mais tão interessante e Elliot, o melhor amigo de seu irmão, passa a ser algo mais que apenas um coadjuvante em sua história. Lucy Keating pode ter um plano para ela. Mas Annabelle está disposta a escrever sua própria história.
Observação da Pequena: Se eu não me engano, vi esse livro na última Bienal, mas não tenho certeza. O fato é que eu esbarrei nesse livro hoje e fiquei com muita vontade de ler. Tem cara de ser bem leve e cheio de lições. Do jeitinho que eu amo!

2. Tudo tem uma primeira vez (Mariana Kalil – Dublinense)
Sinopse: A vida é uma estreia permanente. Desde o momento em que nascemos, vivemos situações pela primeira vez: algumas inusitadas, outras tristes, muitas corriqueiras e outras tantas insólitas — aprendizados ganham um tom diferente quando vistos a partir do olhar da autora. Para ela, por exemplo, vomitar em um jantar de gala pode ser um exercício de elegância; chamar a polícia, um ensinamento sobre a natureza dos vizinhos; e uma lua de mel no paraíso, tornar-se o inferno. Essas e outras histórias, mais do que lições, garantem boas risadas e divertimento.
Observação da Pequena: Pelo que eu vi é um livro antiguinho, mas quando vi na livraria esses dias, fiquei com muita vontade de comprar! Amo livros assim e acho que essas histórias vão me acrescentar bastante!

3. Amar tá osso (Vanessa Bosso – Astral)
Sinopse: 
Cléo tem certeza que possui o dedo podre para escolher namorados e decide fugir de relacionamentos por um tempo. Para sufocar o amor que existe dentro de si, ela se dedica de corpo e alma à clínica veterinária que tem em sociedade com sua irmã, a Franciscão. Mas, em uma manhã sossegada de domingo, dando uma caminhada com os seus dois filhos peludos, Cléo é pega de surpresa por um tiroteio que resulta em um cão ferido. A partir daquele momento, a vida da veterinária sofrerá uma guinada fenomenal.
Observação da Pequena: Amo livros com essa pegada. E gente, o nome da clínica veterinária ganhou o meu coração! E tem cachorrinho na história… Só espero que ninguém morra, por favor! Ah! Se eu não me engano, essa autora é brasileira. E como adoro prestigiar autores brasileiros, mega aceito de presente esse livro, ok, mãe? =D

4. Nada Fácil (Radhika Sanghani – Fábrica 231)
Sinopse: 
Ellie Kolstakis, grega, 22 anos, têm dívidas, um estágio não remunerado em uma revista online e divide um apartamento com 3 colegas que a deixaram num quarto individual para combinar bem com seu status: solteira. Desde que perdeu sua carteirinha de virgem, aos 21 anos, Ellie pensou que teria uma vida sexual intensa, invejável. Porém, suas inseguranças não desapareceram da noite para o dia, os homens não vivem batendo à sua porta e ela continua sexualmente distante de suas amigas. Mas a protagonista está determinada a acumular experiência e explorar sua sexualidade. Percebe que a vida de solteira pode não ser nada fácil, mas quer ampliar seu histórico de relacionamentos. Ela não quer apenas um namorado – ela quer vários! E se sua vida sexual for excitante o suficiente, sua editora poderá explorar suas atividades amorosas em uma nova coluna. Em sua obstinada e autoimposta missão, ela publica anúncios em sites de relacionamento e mergulha de cabeça em aplicativos como OKCupid e Tinder. Mas as decepções se sucedem e Ellie constata que namorar em Londres não é simples assim e que, mais do que sexo casual, ela gostaria de transar com alguém de quem gostasse. 
Observação da Pequena: 
Ultimamente tenho visto muitos livros divertidos dessa editora e acho que vou chorar de rir com essa história.

5. A Dama mais desejada (Julia Quinn, Eloisa James, Connie Brockway – Arqueiro)
Sinopse:
 O irresistível conde de Briarly precisa de uma esposa. Para ajudá-lo, sua irmã convida as mais elegantes damas da sociedade, assim como alguns cavalheiros, para uma festa em sua propriedade. A reunião inclui a incrivelmente bela (e dolorosamente tímida) Gwendolyn Passmore, a sincera e adorável Katherine Peyton e a viúva lady Georgina Sorrell, além de alguns condes e até um arrojado herói de guerra. Durante o evento, que promete ser o grande acontecimento da temporada, Finchley Hugh Dunne terá tempo suficiente para eleger a dama que mais deseja. A não ser que outro cavalheiro seja mais rápido. Nesse caso, quem sabe ele acabe cortejando uma moça que definitivamente não está no mercado casamenteiro, e que vai exigir uma boa dose de perseverança…
Observação da Pequena: Romance de época sempre deixa a nossa rotina literária mais feliz, né? E tem Julia Quinn no meio… Sendo assim, não preciso falar mais nada hahaha!

***

É isso, gente! Esses livros entraram na minha wishlist de Páscoa por conta das sinopses e das capas, mas espero que realmente deixem essa data ainda mais doce, do jeitinho que deve ser. E agora me contem: já prepararam a listinha literária “1 livro, 2 livros, 3 livros assim”? Compartilhem! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Páscoa – Livros que adoçam a vida!

Fan Page ♥ Instagram  


1
04.04.2019
* Top 3: Jane Costello! ♥

Ei, Gente! :) Todo mundo sabe que a minha autora gringa favorita é a Sophie Kinsella. A segunda? Apesar de eu estar no segundo livro ainda, a Jane Costello atualmente ocupa esse lugar! ^^ Uma escrita, leve, divertida e que deixa o meu amor por chick lits ainda mais forte. Pena que ela tem pouco livro publicado aqui no Brasil. Bom, isso foi o que eu pesquisei. Não sei ao certo se ela publicou mais, porém, dando uma olhadinha no Insta dela acho que sim. Enfim, mesmo com esses “poréns”, fiz um top 3 com histórias literárias dela. Vamos lá? Bom post! 

Top 3 - Jane CostelloCrédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Damas de Honra 
Sinopse: Quando Evie Hart, uma jovem e sonhadora jornalista, aceita ser dama de honra de Grace, sua melhor amiga, ela percebe que isso é o mais perto que conseguirá chegar do altar. Aos 27 anos, Evie nunca experimentou aquela sensação de frio na barriga, do coração parecer estar saindo pela boca ao chegar perto de alguém especial. Mesmo sabendo que relacionamentos não são seu forte – e que, por mais encantada que fique por um namorado, não consegue suportá-lo por mais de três meses. E quando Evie põe os olhos em Jack, seu mundo dá uma guinada. É amor à primeira vista. Lindo, charmoso, inteligente, bem-humorado, ele até seria capaz de fazê-la pensar em um relacionamento sério… Mas de onde saiu esse deus grego a quem nunca foi apresentada? Para decepção de Evie, Valentina, sua amiga mais deslumbrante e incrivelmente sexy está saindo com ele. Ou estava, porque Jack rapidamente deixa claro que Valentina não é dona do seu coração. Evie fica maravilhada com a perspectiva de um romance, porém, sua vida está longe de ser perfeita. Ela precisa trabalhar duro no jornal para mostrar seu valor. Enquanto isso, sua amiga de infância, Charlotte, que sempre se sentiu excluída por ser gordinha, decide mudar completamente o visual – com direito até a um namorado misterioso! E Georgia, uma amiga da faculdade, está de casamento marcado. Para completar, sua mãe anuncia que também vai se casar. De vestido verde! Como se não fosse o bastante, seu ex-namorado parece persegui-la por todos os lugares.
Observação da Pequena: Eu lembro que ganhei esse livro de várias amigas, porque digamos já fui madrinha algumas vezes hahaha. A capa e o título me chamaram atenção, mas o conteúdo é, sem dúvida, a melhor parte. Amei a história e tenho esse livro na minha pilha de livros que não dou por nada nesse mundo!

2. Corra, Abby, Corra
Sinopse: Abby nunca foi de se preocupar com hábitos saudáveis. Aos 28 anos, ela acaba de fundar a própria empresa de web design, e sua rotina parece consumir todo o seu tempo. Ela não tem a menor ideia de quando foi a última vez que deu um beijo apaixonado. E o pior: mal tem tempo para comer, malhar então… nem pensar. Mas quando sua melhor amiga a convida para participar de um clube de corrida, a jovem empresária encontra uma motivação: Oliver, charmoso e bem-sucedido médico que parece estar interessado em suas investidas. Seu primeiro dia de corrida, entretanto, não acaba como imaginou e ela jura que nunca mais vai correr. Até o dia em que sua assistente Heidi revela ser portadora de esclerose múltipla. A partir daí, Abby vê nas corridas uma forma de arrecadar fundos para a pesquisa da cura para a esclerose. Só que ela precisa de muito fôlego para gerenciar a empresa, lidar com sua operadora de seguro para arcar com o prejuízo de um motoqueiro que ela atropelou por acidente, e ainda conquistar o Dr. Sexy. Mas o que Abby não imagina é que pode estar correndo atrás do homem errado…
Observação da Pequena: Esse é o meu segundo livro da Jane e ainda não terminei, mas sério, por enquanto, é o meu favorito dela. Sério, não dá vontade de parar de ler, mas infelizmente preciso dormir e tenho outras coisas para fazer. Mas, no momento, só queria ler Corra, Abby, Corra. Assim que eu acabar, posto resenha aqui, ok?

3. Quase Casados
Sinopse: Para Zoe Moore, o dia de seu casamento foi o mais marcante de sua vida. Ou melhor, o dia em que deveria ter se casado, mas em vez disso, foi largada no altar após sete anos de namoro. Arrasada e disposta a se recuperar, ela decide se mudar de Liverpool para os Estados Unidos e trabalhar como babá. Ao chegar em Boston, ela se depara com a esperta Ruby, prestes a completar 6 anos, o adorável Samuel, que acaba de fazer 3, e o pai deles, Ryan Miller. Seu novo chefe, além de fazer uma bagunça sem precedentes e de ter um mau humor imbatível, é incrivelmente bonito. Depois de um começo um tanto decepcionante, Zoe e Ryan começam a se entender, mas ela está prestes a descobrir que recomeços podem ser mais difíceis do que esperava.
Observação da Pequena: Não sabia que esse livro era dela! Se eu não me engano quase comprei, mas como estava em uma fase meio tensa, desiludida do amor, acabei nem levando. Ou levei e troquei. Não lembro ao certo! Mas agora que descobri que é dela, vou procurar novamente e devorar. Vocês sabem, eu não resisto a um chick lit! 

***

É isso, gente! E o que falar dessas capas? Amo! ^^
Enfim… Vocês já conheciam essa autora? Se alguém souber de outro livro e tal, comenta aí, por favor. No mais, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post antigo: Top 5 – Lucinda Riley

Fan Page ♥ Instagram 


1
02.04.2019
* Metas Literárias: Abril 2019! ♥

Ei, Gente! :) Ultimamente, eu não tenho conseguido cumprir à risca as minhas metas literárias. Sabem como é, aparece um livro ali, outro aqui, aí eu não resisto e acabo burlando os meus planos hahaha. Mas tudo bem. Pelo menos essa lista me ajuda a ter noção de qual caminho literário quero seguir. Fora que vocês conhecem novos livros, podem opinar nas histórias que já embarcaram e por aí vai. Ou seja, por mais que eu não siga fielmente, sempre tem um lado bom esse tipo de post. Mas enfim, chega de conversa e vamos ver o que desejo ler no mês de abril. Boa leitura! ;-)

Metas Literárias - Abril 2019Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. Corra, Abby, Corra (Jane Costello – Grupo Editorial Record)
Sinopse: Abby nunca foi de se preocupar com hábitos saudáveis. Aos 28 anos, ela acaba de fundar a própria empresa de web design, e sua rotina parece consumir todo o seu tempo. Ela não tem a menor ideia de quando foi a última vez que deu um beijo apaixonado. E o pior: mal tem tempo para comer, malhar então… nem pensar. Mas quando sua melhor amiga a convida para participar de um clube de corrida, a jovem empresária encontra uma motivação: Oliver, charmoso e bem-sucedido médico que parece estar interessado em suas investidas. Seu primeiro dia de corrida, entretanto, não acaba como imaginou e ela jura que nunca mais vai correr. Até o dia em que sua assistente Heidi revela ser portadora de esclerose múltipla. A partir daí, Abby vê nas corridas uma forma de arrecadar fundos para a pesquisa da cura para a esclerose. Só que ela precisa de muito fôlego para gerenciar a empresa, lidar com sua operadora de seguro para arcar com o prejuízo de um motoqueiro que ela atropelou por acidente, e ainda conquistar o Dr. Sexy. Mas o que Abby não imagina é que pode estar correndo atrás do homem errado…
Observação da Pequena: Sabe aquele chick lit de primeira? É esse! Já estou lendo e amando cada página. Queria só ler esse livro e não fazer mais nada na vida. Assim que eu acabar, conto para vocês, óbvio.

 2. Sou fã! E agora? (Frini Georgakopoulos – Editora Seguinte) 
Sinopse: Com uma linguagem rápida e divertida, este livro é uma mistura de artigos breves e atividades interativas que te convidam a refletir e discutir o que todos nós, fãs, mais amamos: as histórias. Escrito por uma fã de carteirinha, “Sou fã! E agora?” faz um verdadeiro raio X da literatura jovem adulta, analisa os principais elementos das narrativas e a relação intensa que se desenvolve entre os fãs e as histórias. A autora ainda dá algumas dicas valiosas para você conseguir extravasar todo o seu amor, como criar seu próprio cosplay, escrever uma fanfic, organizar um evento, começar um blog ou canal e muito mais!
Observação da Pequena: A Frini me ajudou no TCC  da pós e, desde então, virei fã dela. Esse livro está na minha listinha há séculos, mas só comprei no último clube do livro, que ela faz na Saraiva todo mês. Fica a dica para quem for do Rio. ;-)

3. Dez argumentos para você deletar agora suas redes sociais (Jaron Lanier – Editora Intrínseca) 
Sinopse: Hoje as redes sociais são praticamente um segundo documento de identidade e não participar de determinada plataforma muitas vezes é sinônimo de total isolamento. Mas você já pensou como seria se deletasse os seus perfis na rede e levasse uma vida diferente? Jaron Lanier não tem conta em nenhuma rede social e deixa bem claro por quê, diz que evita as redes sociais pela mesma razão que fica longe das drogas. Então, através de dez argumentos poderosos e convincentes, fala o motivo de largar Instagram, Facebook e por aí vai. Segundo o autor, é uma forma de ter redes sociais dignas e aproveitar de verdade o potencial da internet.
Observação da Pequena: Mamy me deu de Natal esse livro e não sei se vou apagar as redes sociais depois da leitura, mas vou tentar entender os argumentos do autor!

***

É isso, pessoal. Se tiver mudanças, aviso lá no Insta do blog, ok? E se alguém tiver algum comentário sobre os livros e tal, fique à vontade. Também pode sugerir, qual resenha gostaria de ler e por ai vai!

Beijos, Carol. 

Post Antigo: 5 Perfis que me inspiram

Fan Page ♥ Instagram 


1
25.03.2019
* PJ Leu: Um verão na Itália! ♥

Ei, Gente! :) Para quem gosta de romance ou deseja embarcar em uma história literária mais romântica, de arrancar suspiros, a dica é: Um verão na Itália, da autora Carrie Elks. Publicado pela Verus Editora, é um daqueles livros que a gente tem vontade de colocar em um potinho, mas com algumas ressalvas. Enfim, vamos lá? Boa leitura!

PJ Leu - Um verão na ItáliaLivro: Um verão na Itália | Editora: Verus | Autora: Carrie Elks
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 3 livros!

Sinopse: Cesca Shakespeare chegou ao fundo do poço. Depois de escrever uma peça de teatro premiada que acabou em desastre, o bloqueio criativo se instalou sem previsão de ir embora. Seis anos mais tarde ela acabou de perder mais um emprego pavoroso e está prestes a ser despejada de seu apartamento. Pior ainda, suas irmãs não fazem ideia de como sua vida vai mal. Assim, quando o seu padrinho lhe arruma uma temporada de verão em uma villa italiana, sem ter de pagar nada por isso, Cesca concorda, meio a contragosto, em ir para lá e tentar escrever uma nova peça. Isto é, antes de descobrir que a casa pertence a seu arqui-inimigo: Sam Carlton.

Quanto a ele, mais uma vez se depara com o seu nome em todas as manchetes pelas razões erradas. O galã de Hollywood decide correr para um lugar que possa se esconder e nada melhor do que a villa italiana de sua família. Só que quando chega lá, descobre que não está sozinho e terá de enfrentar o seu passado. No começo, a raiva se instala e depois uma atração entre os dois surge. Mas afinal: será que a história entre Cesca e Sam é apenas um caso de verão arrebatador ou um amor de todas as estações? ;-)

Minha opinião: Sabe aquele meme que tem um leitor de fora só observando os dois protagonistas que se odeiam, porém, está na cara que ambos vão se apaixonar? Esse livro é o próprio! A gente só observa a Cesca e o Sam e o desenrolar dessa história de verão. ;-) Falando nisso, o enredo é clichê e confesso que desejei alguma reviravolta mais chamativa, porém… Me apaixonei do mesmo jeito e desejei guardar o livro em um potinho, viajar para a Itália e me hospedar na villa, claro.

A autora é bem detalhista e alguns capítulos, digamos, que são bem picantes! Mas também tem muita parte fofinha, tipo na hora da quebra de bloqueio de escrita da Cesca! Foram as minhas cenas favoritas. Sobre os outros personagens, alguns são de extrema importância e mereciam mais destaque, como o padrinho e as irmãs. Outros? Não faço a mínima ideia de como pararam ali. Falando nisso, amei a Gabi e a mãe do Sam. Espero vê-las, nem que seja um pouquinho, nos próximos livros (sim, vamos ter mais quatro pelo que eu entendi)! E o casal protagonista? Conquista, principalmente, o Sam. Por incrível que pareça, achei ele um pouco mais maduro que a Cesca. Porém, é óbvio que os dois amadurecem bastante!

Resumindo, o romance é de arrancar suspiros, mas com algumas ressalvas. Vale a leitura para tirar a sua própria conclusão. E palmas para a capa linda, é uma das minhas preferidas da vida! No mais, amei a escolha do cenário do livro e, de um modo geral, a história. Também não posso esquecer de uma das lições mais importantes que tirei: as nossas atitudes muitas vezes valem mais do que as consequências.

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! 

Beijos, Carol.

Post Antigo: Uma noite com a Marilyn Monroe

Fan Page ♥ Instagram


1
12.03.2019
* Post-ajuda: Quero começar a ler… E agora? ♥

Ei, Gente! :) Se uma das suas metas desse ano é finalmente criar o hábito da leitura, separei algumas dicas para, você, leitor iniciante. Então, deixa a preguiça de lado e pegue já o seu livro. São pequenos detalhes que podem fazer a diferença. Bom post.

the-book-theif

1. Sem preconceito literário! 
Observação da Pequena: O primeiro passo é pegar um livro que desperte um real interesse. Por exemplo, nada de decidir embarcar em tal história, apenas porque o autor é famoso ou o livro está mega falado. Se o assunto que ele aborda não lhe agrada, a leitura vai virar uma chatice. Claro, que aqui serve para quem deseja ler apenas por prazer, não para a faculdade, trabalho e tal (aí não tem jeito haha). Então, voltando, deixe de lado o seu preconceito literário, ok? O importante é ler. Não importa se o gênero é chick-lit ou cult!

2. Crie um ambiente literário! 
Observação da Pequena: Se você é do tipo que sente sono ao ler, deitar e pegar um livro, pode ser uma péssima ideia. Que tal ler naquela cafeteria preferida ou em frente ao mar? Escolha um local aconchegante e voilá! O importante é um ambiente que incentive a leitura.

gif-livro-com-café-2

3. Desconecte-se!
Observação da Pequena: 
Ler com o seu celular grudadinho, pode ser uma furada, sabia? Afinal, qualquer sinal de notificação do Instagram, a atenção que o livro merece vai por água abaixo. Sendo leitor iniciante ou não, esse aparelho pode atrapalhar e muito. Então, deixe de lado o cel e boa leitura (que vai fluir bem mais, pode acreditar)!

4. Quantidade X Qualidade!
Observação da Pequena:
Olha, ser devoradora de livros é bem legal. Em contrapartida, o que vale é a qualidade e não a quantidade. Às vezes, a pessoa pode ler 100 livros por ano, mas não absorve nem a metade da lista de livros. Ou seja, não precisa ser uma máquina de leitura.  Às vezes, um livro apenas faz muito mais sentido do que 10!

5. Não desista tão fácil!
Observação da Pequena: 
Sabe, muitas vezes, o livro até pode ter chamado a nossa atenção, mas quando a gente vai embarcar… Não era nada daquilo que imaginávamos. Calma! Não desista, ok? Vai tentando, aos poucos. Não abandone já no primeiro capítulo! Muitas histórias, podem ficar mais interessantes do meio para o fim e tudo bem. Porém, se realmente não está rolando, vale procurar outros livros e encontrar finalmente um que te faça devorar! Existem inúmeros livros e, com certeza, o seu “tipo” está por aí em alguma estante! 

rapunzel-books

***

Claro, que criar um hábito não é uma tarefa simples. Requer tempo e dedicação! Trace metas, vai no seu tempo. Espero que de alguma forma, esse post seja útil para quem está louco para embarcar em histórias literárias por aí! E se você já é um leitor assíduo e tem alguma dica infalível, compartilha nos comentários, ok? ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Manual Prático de Bons Modos em Livrarias

Fan Page ♥  Instagram


1
12

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019