28.12.2020
* PJ Leu: Conto – A magia do Natal na loja de brinquedos! ♥

Ei, Gente! Com a correria de sexta-feira, nem consegui passar aqui no blog para desejar Feliz Natal e indicar um conto incrível que li antes e durante o dia mais mágico do ano. Mas ainda dá tempo, né? ;-)

Então, para o dia de hoje, trouxe mais uma dica literária, que tem o fundo de Natal, mas assim como a história anterior que postei aqui, também é atemporal. Com vocês: A magia do Natal na loja de brinquedos, da Laura Baticioto. Boa resenha! ♥

Conto: A magia do Natal na Loja de Brinquedos | Autora: Laura Baticioto
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Há 5 anos, a vida de Beatrice virou de cabeça para baixo. Com a morte do pai, ela herdou a loja de brinquedos “Passaporte para a Infância” e deixou de gostar de muitas coisas, inclusive, do Natal. Mas um presente especial na véspera do dia mais mágico do ano traz reviravoltas, que deixam a vida melhor e tudo muda novamente. Ainda bem!

Opinião da Pequena: Eu amo as resenhas da Laura, do blog Estante Bibliográfica, e quando ela contou que ia lançar um conto de Natal, já coloquei na minha listinha. :)

A premissa é bem fofa. São poucas páginas, mas o suficiente para a gente amar ainda mais essa época do ano! É uma leitura rápida e bem simples. Algumas partes clichês e uma carta é o elemento surpresa, que a propósito me fez ver que o conto serve para o ano inteiro.

Adorei que mostra como a gente tem que aproveitar o caminho e não apenas almejar a linha de chegada. E realmente a espera pelo Natal é mais mágica do que o próprio dia, que passa voando. Destaque para a amiga Nicole e, claro, para o Nathaniel.

A princípio, pensei que a loja reservasse magias tipo história de filme infantil. Em contrapartida, nada melhor do que um toque mais realista. Deu muita saudade do meu pai, mas as lembranças aqueceram o meu coração.

A capa é muito fofinha e tirando algumas questões de formatação do texto (diálogo entre os personagens), eu adorei tudinho. E também não foi nada que tenha atrapalhado. Só causou uma leve estranheza porque to acostumada com um outro padrão e nem sei se era o meu Kindle.

Enfim, espero que seja a primeira história de muitas da Laura. Aliás, me inspirou para escrever mais e mais. ♥

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo. Está disponível aqui.
E Feliz Natal atrasado, pessoal. :)

Beijos, Carol.

Post Antigo: TBT Pipoca – Esqueceram de Mim
Fan Page ♥ Instagram  


7
24.12.2020
* PJ Leu: Conto – Contrato de Natal! ♥

Ei, Gente! :) Feliz véspera de Natal para todo mundo yay! E para entrar ainda mais no clima, separei uma dica literária: Contrato de Natal, da Renata Lustosa. Um conto de chick-lit natalino perfeito. Vamos lá? Boa leitura! ♥

Conto: Contrato de Natal | Autora: Renata Lustosa
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Emília Fontenele não quer seguir o padrão imposto pela sociedade de que precisa ser uma garota comprometida. Afinal, já está quase na casa dos trinta. Mas isso não significa que a sua família indelicada tem de falar pra ela desistir de uma vez de arrumar um namorado. Que abuso!

Para dar uma lição nos seus familiares, decide pedir ajudar para o amigo do trabalho, que topa ser seu “namorado” no dia do Natal. Porém, quem aprende e descobre coisas além do que imaginava é ela mesmo.

Opinião da Pequena: Quando a Rê me convidou para ler o novo conto dela, não pensei duas vezes. Todas as histórias que ela escreve vão além de um simples chick-lit. E esse têm um especial: é de Natal. ^^

A premissa é bem clichê. Mas sabe aquele clichê que aquece o coração? Então! Personagens carismáticos, protagonista gente como a gente e elementos surpresas que fazem a diferença, até mesmo quando a gente já imagina o final.

E dessa vez, o tema abordado é a clássica imposição que a sociedade coloca na mulher, de que para ser feliz precisa ser comprometida. Em contrapartida, não para por aí. Como essa questão já tá tão enraizada, a própria Emília se cobra. E leva todos os discursos com desconfiança.

Amei como tudo foi amarradinho, ri muito e percebi como a protagonista cresceu, mesmo com poucas páginas. Fiquei apaixonada pela sua família e, claro, pelo Theo. Adorei o desfecho, algumas sacadas e o arquivo final que o leitor encontra na última página contém a melhor planilha. E mais uma vez: o único defeito é que a história acaba muito rápido hahaha. E confesso que imaginava uma capa mais natalina, entretanto….

O tema é de Natal, porém, acredito que seja um conto bem atemporal. Já que trata de assuntos distintos, mesmo com os clássicos “a tia dos namoradinhos” e tal. E além do tema central que contei anteriormente, aprendi que tudo está na forma como interpretamos. Às vezes, a gente fica tão focada em tal coisa, que não entende a real intenção de uma conversa. Ou de borboletas no estômago. Enfim, recomendo. O melhor contrato que já li.

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica (clica aqui para baixar).

Beijos, Carol.

Post Antigo: Os delírios de Natal de Becky Bloom
Fan Page ♥  Instagram


7
17.12.2020
* Mais 3 contos de Natal! ♥

Ei, Gente! :) Confesso que esse fim de ano eu tô meio sem ideia e um pouco cansada mentalmente, mas estou tentando preparar posts. Então, desculpem pela falta de post ontem… Aliás, talvez role uma mini férias do blog. Porém, não sei ainda.

Em contrapartida, hoje tem postagem com alguns contos de Natal que eu quero ler muito, além do qual eu postei aqui. Tô finalizando “Como falar romance em francês” e espero que role resenha até amanhã.

Enfim, recadinhos dados. Agora vamos às histórias natalinas? ♥

Crédito da Imagem: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Contrato de Natal, da Rê Lustosa, é a minha próxima leitura. Ansiosa para embarcar nesse chick-lit que conta a história da Emília Fontenele. Tudo o que ela quer é um pedido de desculpas da sua família. Afinal, nada a ver falar que ela deveria desistir de arranjar um namorado.

Ao mesmo tempo em que ela não quer seguir o padrão da sociedade, não deseja o oposto extremo. Então, ela prepara uma lição para os familiares na ceia natalina. Com a ajuda de um amigo do trabalho, ela terá um namorado por um dia… Mas tem muita coisa por trás: descobertas sobre ela e todos!

Crédito da Imagem: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Também quero muito conhecer a escrita da Laura, do blog Estante Bibliográfica, que lançou esse ano seu primeiro conto: A magia do Natal na loja de Brinquedos. Conta sobre a Beatrice, que tem cinco anos que perdeu o pai e herdou a loja de brinquedos “Passaporte para a infância”.

A protagonista acaba perdendo o gosto pela vida e nem chega a comemorar o Natal, que era a sua festividade favorita. Há lendas de que a loja é capaz de realizar sonhos e dentre desânimos, surge um presente especial e um cliente que precisa fazer compras de últimas horas… Tudo com inúmeras surpresas em plena véspera de Natal.

Crédito da Imagem: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

E recebi hoje como sugestão de leitura na Amazon, esse conto: Como se fosse um presente de Natal, da Paula Neiva. Achei a capa linda e a história parece ser divertida. Que a propósito fala sobre Luísa, que arrumou um trabalho temporário bem doido: se vestir de Mamãe Noel em um shopping lotado e com uma roupa de látex.

Mas tudo piora, quando descobre que uma das crianças esqueceu seu presente ao lado do trenó. Agora ela parte para a missão de entregá-lo à dona. Então, ela chega à conclusão de que Papai Noel pode até não existir, mas a Mamãe Noel sim.

***

É isso, pessoal. Quem quiser ler esses contos, só clicar aqui, aqui e aqui. ♥ Se eu conseguir ler todos, faço uma maratona de posts semana que vem, ok? E me contem: tem alguma história literária que vocês amam? No mais, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Cinco histórias natalinas!
Fan Page ♥  Instagram 


5
02.12.2020
* Um look, um conto de Natal! ♥

Ei, Gente! :) Sim. Vamos ter uma série de posts natalinos! Mas juro que vai ser na medida certa e intercalando com outros temas. É que esse ano teve tanta coisa doida, que um pouco da magia do Natal cai bem, né? ♥

Para o dia de hoje, separei um look lindo que encontrei no Pinterest e um conto que vi lá no Insta da Laura, do Estante Bibliográfica. Vamos lá?

Crédito das Imagens: Pinterest (Burbank Mom) e Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar, o lookinho da vez. Adoro essas peças temáticas e adoro que a gente consegue achar aqui no Brasil com mais frequência. Ano passado, encontrei uma t-shirt natalina na Riachuelo e eu fiquei tão feliz! E essa inspiração achei perfeita e mega estilosa! Se eu encontrar algo parecido no Mercado Livre ou em outro lugar, conto para vocês! Quero muito uma assim, mas qualquer coisa, tenho duas aqui em casa e vou fazer aquele repeteco de look. Afinal, a gente só tem essa oportunidade, ao menos, uma vez por ano! :)

E eu já tenho alguns contos na listinha para ler ainda esse mês. Mas hoje entrou mais um: Um toque de Natal, da Letícia Kartalian. Vi a resenha no Insta da Laura e fiquei encantada com a sinopse. E como eu amo um clichê natalino, quero embarcar! A propósito, a história conta sobre a Stella, que é apaixonada pela data e Romeo que não curte muito! Mas uma necessidade de ambos e um pedido de uma criança feito ao Papai Noel, muda tudo. Está disponível em e-book, na Amazon. ♥

***

Gostaram das dicas? Espero que sim. Um post curtinho, mas achei válido. No mais, podem opinar à vontade. ;-) E sugestões de looks e contos de Natal são bem-vindos!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Desejos de Natal
Fan Page ♥  Instagram


5
14.09.2020
* PJ Leu: Conto – Cale-se para sempre! ♥

Ei, Gente! :) A minha concentração literária está voltando aos poucos e no finde consegui até ler um conto novo: Cale-se para sempre, da Renata Lustosa (autora nacional), uma parceira querida do PJ. Então, trouxe a resenha para vocês. Vamos lá? Boa leitura!

Conto: Cale-se para sempre | Autora: Renata Lustosa
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Olívia Florence é dona de uma pequena empresa de organização de eventos chamada “Dois pombinhos”. Parece que as coisas vão melhorar com o novo casal cliente, porém, tudo muda quando o noivo dá em cima dela na maior.

Agora o que fazer? Contar para a Bianca, a noiva, e perder seus potenciais clientes ou deixar isso para lá e não falar nadinha? Sua honestidade pode prejudicar a sua empresa, que já está meio mal das pernas ou pelo contrário?

Entre essas questões, Olivia aprende boas lições. Inclusive, faz as pazes com o senhor cupido!

Opinião da Pequena: Sempre quando eu leio algo da Rê, eu lembro o motivo de eu amar tanto chick-lit. Esse conto é mais uma prova de que esse gênero traz valores que inspiram a gente no nosso dia a dia e não tem nada de “raso”.

A premissa chama a atenção. Imagina: o único cliente, que pode manter a sua empresa, dá em cima de você na maior cara de pau? É impossível não se colocar no lugar da Olívia e ter vontade de dar um murro nele (sou contra violência, mas esse vilão merece hahaha).

Adorei como a história foi conduzida e o único defeito é que acaba muito rápido! Quando a gente se toca, chega o epílogo, mas fica feliz que tudo se encaixa direitinho.

De quebra, a gente aprende lições, como a importância de ter aulas de krav magá. Que a propósito, essa parte rende boas risadas. Outra: a honestidade e a empatia valem ouro. E que o Cupido sabe das coisas e um bom partido aparece e ele tem de ter várias coisinhas, que vão além de bens materiais. Clichê, mas sempre bom lembrar.

Crédito da Imagem: Amazon / Renata Lustosa

Tomás é meu novo crush literário, mesmo com algumas ressalvas. A Olívia? Amei esse nome! Ah! E eu quero contratar a “Dois Pombinhos” quando eu me casar hahaha. ;-) Aliás, noiva Bianca, você me surpreendeu. Quer ser minha amiga? Eu,você e a Olie podemos criar um grupo no Whats hahaha.

Enfim, recomendo muito para quem anda travado nas leituras. Quer algo divertido, leve e para devorar em questões de horinhas? Cale-se para sempre é perfeito para isso.

E não sei vocês: mas contos eu acho que sempre devem virar livros, porque quero mais detalhes e tal hahaha. Tipo uma personagem, que acho que acrescentaria muito, ficou meio apagada. Mas entendo que esse tipo de leitura é desse jeito, mais direto ao ponto, digamos assim.

Quanto à capa… Tem tudo a ver com a história, inclusive, com uma cena incrível. Pelo menos, eu acho! E o título também! E adorei a diagramação e as ilustrações em algumas páginas, que fazem a diferença. ^^

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

É isso, pessoal. Quem quiser embarcar, está disponível nesse link da Amazon. No mais, podem opinar à vontade! ;-)

Beijos e boa semana,
Carol.

Post Antigo: Conto – Maldito Beijo!
Fan Page ♥  Instagram


6
12

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021