18.05.2020
* Para assistir: Ricos de amor! ♥

Ei, Gente! :) Para matar a saudade de ir ao cine e do namô, no último domingo decidimos assistir um filme da Netflix juntinhos pelo FaceTime. Diferente, mas bem divertido. E a história da vez foi: Ricos de amor. Então, pega a pipoca e o refri que a sessão já vai começar! ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Para começar, aquele clássico resuminho: Teto é conhecido como o Rei do Tomate e, em breve, se tornará membro da fábrica de tomates do pai. Ele não quer muito essa vida, mas ao conhecer a futura médica, Paula, seu mundo vira uma grande confusão. Ela é diferente das outras e como tem medo da reação dela, acaba escondendo suas origens e finge ser humilde. Porém, essa mentira vira de cabeça para baixo e rende desentendimentos e muitos suspiros! ♥

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

E o que eu achei dessa comédia romântica brasileira? Eu simplesmente amei, de verdade. É bem clichê, sem dúvida. Mas a forma como é contada que faz a grande diferença. Falando nisso, adorei a história e achei bem amarradinho, com algumas ressalvas.

Os protagonistas nos conquistam de cara e amei os dois atores juntos. Ela eu já conhecia e ele ainda não! E os outros personagens são hilários e essenciais para o filme. A Fernanda Paes Leme como Alana é maravilhosa. Sério! Também amei o Igor e a Monique, que são os meus favoritos. No começo, a Monique me irritou, mas ela é a amiga que todo mundo precisa ter.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Destaque para a cena do restaurante com os funcionários do prédio fingindo papeis importantes em uma reunião para a fábrica de tomate. Também amei o Teto cuidando da criança e a confusão que ele se mete na festa de formatura rende muitas risadas! O Dr. Vitor é um idiota e ele sim acha que tem o Rei na barriga. As amigas da Paula queria que aparecessem mais. Imaginava uma outra coisa, mas não deixou totalmente a desejar.

O final é fofinho, mas a sensação que tive foi que teve de ser encerrado às pressas e ficou tudo resolvido muito rápido. Mas é filme e a gente perdoa! E a ideia foi bem boa e seria legal se funcionasse na vida real (eu acho que não tem projeto parecido, porém, não tenho certeza). E aqui fica todo o meu amor pela trilha sonora. Deu um toque a mais, porém, poderia ter música brasileira. Mas como todas (ou quase todas) são produzidas pelo Alok, aí ok!

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Tem uma mensagem fofinha, que não importa quem você é, simplesmente, seja. E a sua melhor versão pode ser descoberta no meio do caminho e tudo bem! Enfim, mega recomendo. Principalmente, nesse momento de quarentena, que a gente precisa de uma boa comédia. Um toque de romance, que rende muitos suspiros e deixa a vida mais leve e feliz! ♥

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! ^^
E obrigada namô pela companhia, mesmo que virtual. Aliás, é uma ótima forma de matar a saudade de assistir filme com o seu amor. Às vezes a bateria acaba e tal, mas nada que um pause não resolva a vida hahaha!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Uma segunda chance para amar
Fan Page ♥ Instagram  


6
09.04.2020
* TBT da semana: Quem não ama esses filmes antigos? ♥

Ei, Gente! :) E já que hoje é dia de TBT, resolvi compartilhar cinco filmes antiguinhos, especialmente, para quem ama comédia romântica clássica e/ou um romance marcante. Aproveita que amanhã é feriado e se joga na pipoca e no sofá! Então, vamos lá? Boa sessão. ♥

Crédito das Imagens: Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Como perder um homem em 10 dias (Ano: 2003)
Sinopse:
Ben é um publicitário e Andie é uma jornalista. Ele faz uma aposta com o seu chefe: caso uma mulher se apaixone por ele em 10 dias, uma grande campanha será responsabilidade dele. Ela decide fazer uma matéria sobre como perder um homem em 10 dias. O destino? Decide pregar uma peça nos dois!
Observação da Pequena: É um dos melhores filmes da vida, gente! Por conta dele, o meu sonho é que a câmera do beijo me encontre (e o boy) em algum jogo americano (ou algo do tipo hahaha) e tal. E Kiss Me faz parte da minha playlist até hoje!!

2. 10 coisas que eu odeio em você (Ano: 1999)
Sinopse:
Bianca não vê a hora de arranjar um namorado, mas seu pai não permite. Mas depois de insistir bastante, ele toma uma decisão: ela pode namorar, caso Katharina, a sua irmã, namore também. Só que ela não é nada fácil de lidar. E para tudo dar certo, Cameron (o carinha da Bianca), contrata Patrick para conquistar a sua futura cunhada (Katharina).
Observação da Pequena: A trilha sonora desse filme é uma das melhores! Quem não queria uma declaração no meio da quadra do colégio? E a cena do poema vai ficar marcada para o resto da vida!!

3. A filha do presidente (Ano: 2004)
Sinopse:
Samantha MacKenzie é caloura de uma Universidade e filha do presidente! Apesar de querer levar uma vida normal, parece que essa possibilidade não existe. Segurança para lá, segurança para cá… E ela se apaixona pela vida que James mostra e…. Só assistindo para saber!
Observação da Pequena: Marcou muito a adolescência e a cena final com o fusquinha roxo, se eu não me engano. E uma das cenas mais fofas é a do cinema e ela esperando o pai para comer o doce na cozinha!! É bem teen, mas vale cada segundinho, independente da idade.

Crédito das Imagens: Adoro Cinema
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. Um lugar chamado Notting Hill (Ano: 1999)
Sinopse:
Will é dono de uma livraria especializada em guias de viagem. Um dia, recebe a visita inesperada de uma estrela de cinema: Ana Scott. Entre encontros e desencontros, será que o improvável relacionamento vai dar certo?
Observação da Pequena: Assisti recentemente com o meu namô e bateu uma saudade! Fez mais sentido agora e a cena final mexe comigo até hoje. E se eu não me engano a livraria existe em Londres e eu sou louca para dar um pulinho lá, como quem não quer nada hahaha. E a última música? MINHA SANTINHA DAS PLAYLISTS, NÃO AGUENTO NÃO hahaha.

5. Um amor para recordar (Ano: 2002)
Sinopse:
Landon é punido por ter feito uma brincadeira de péssimo gosto na escola. Sendo assim, fica encarregado de participar de uma peça de teatro. Lá, ele conhece Jamie, uma jovem estudante. Ambos acabam se apaixonando e arranco suspiros e lágrimas dos telespectadores hahaha!
Observação da Pequena: É triste, muito triste! Mas vale muito a pena, gente! Têm cenas tão marcantes, como ele riscando o item da lista dela de estar em dois lugares ao mesmo tempo. As músicas são incríveis e acho bem fofo quando ele pede para a mãe dele ensiná-lo a dançar. Sério, acaba com a gente, mas é tão MARAVILHOSO! ♥

***

É isso, pessoal. :) Agora me contem: qual filme antiguinho passa na sua TV até hoje? No mais, podem opinar à vontade. Ah! Alguns acredito que estejam disponíveis na Netflix, na Amazon e tal. Mas me guiei para fazer essa seleção no Telecine Play. Então, com certeza vocês conseguem matar a saudade por lá. E não é um publipost isso, mas estamos aí hahaha. Brincadeirinha!! ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: 10 filmes queridinhos!
Fan Page ♥ Instagram  


6
10.02.2020
* Oscar 2020: Os dois looks + lindos e outras coisitas mais! ♥

Ei, Gente! :) Ontem foi dia da 92ª edição do Oscar. Confesso que não foi a minha favorita, porém, algumas coisas ganharam o meu coração. ♥

Para começar os dois looks mais lindos que passaram no Red Carpet. Primeiro, a Gal (ou Mulher Maravilha, como preferir) arrasou muito no tapete vermelho com esse Givenchi. Acho que a dupla “rosa & preto” vai ser a minha favorita, ou ao menos, vou testar mais vezes. Fora que a maquiagem tava linda. Também amei o colar usado dessa forma e é isso. Acho que foi o meu favorito da noite. ♥

Crédito da Imagem: Just Jared
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

E o 2º look favorito: o Chanel, da Penelope (sou muito íntima hahaha). Antigamente, eu acharia essa flor meio exagero, mas achei tão na medida certa e super combinou com ela, na minha humilde opinião. Tudo ornou bem e essa “correntinha” achei bem característico da marca. Acho bem legal quando a gente bate o olho em uma peça e diz “é dessa loja, né?”. Enfim, eu queria, ao menos, um vestido semelhante assim no meu guarda-roupa. E vocês? ;-)

Crédito da Imagem: Just Jared
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Quanto às premiações, confesso que eu queria que Jojo Rabbit levasse tudo que foi indicado. mas fiquei muito feliz deles terem levado a estatueta por Roteiro Adaptado. E fiquei mais feliz ainda quando encontrei a foto com esses dois, que arrasaram muito no filme. Tinha de ter uma categoria para ator mirim, né? Mas fica aqui o meu recado: meu Oscar vai para vocês e todos do elenco dessa história cinematográfica PERFEITA!

Crédito da Imagem: Just Jared
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

E uma das partes que mais me marcou nesse Oscar, foi a apresentação de uma das músicas do Frozen. Na versão português, eu não curti muito, mas achei bem legal eles colocarem no palco “Elsas” de vários lugares do mundo. Para quem quiser assistir, só clicar aqui.

Acho que é isso. Um resuminho bem por cima, mas acho que dá para ter uma ideia, né? E quanto aos filmes que foram indicados, receberam prêmios, segue a lista de quais você encontra aqui no PJ:

Jojo Rabbit
Toy Story 4
Como treinar o seu dragão 3
Malévola: Dona do mal
O Rei Leão

Ah! Assisti alguns, como “Era uma vez… em Hollywood“, “Star Wars“, “Rocketman” e “O Escândalo” . Mas como eu não curti, acabei nem colocando resenha aqui. Porém, me avisem se quiserem alguma, sem falta. :) E nos próximos dias, quero muito assistir “Adoráveis Mulheres“, “1917“, “História de um Casamento“, “Judy“, “Hair Love” e talvez “Parasita“. Eu li em algum lugar que é meio terror, mas como venceu o Oscar e está todo mundo falando, acho que vou embarcar. ;-)

É isso, pessoal. E quem quiser saber a lista direitinho de todos os ganhadores, só clicar nesse link.

Crédito da Imagem: Blog Preta, Preto e Pretinhos
Esse curta tem cara de ser muito amor, né?

É isso, gente! Podem opinar à vontade. ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Oscar 2019
Fan Page ♥  Instagram 


4
31.01.2020
* Para assistir: Jumanji – Próxima Fase! ♥

Eu tenho uma mania. Para deixar as pessoas “mais perto” de mim, aquelas que já se foram, eu assisto filmes, escuto músicas que sei que elas amavam. É uma forma de lembrar delas com carinho e isso acolhe a saudade. Meu pai é um exemplo disso. Sempre faço questão de assistir filmes que sei que ele gostava! Por exemplo? Jumanji.

Ok. Confesso que morria de medo do primeiro, aquele bem antigão! Aquela batidinha já me dava arrepio. Mas essa nova versão eu amo e sei que ele gostaria também! Daí, recentemente eu assisti ao segundo dessa franquia atual e me conquistou mais ainda. Fora que me senti bem pertinho da pessoa que mais sinto saudade. ♥

Então, vamos lá? Com vocês: o que eu achei de Jumanji: Próxima fase. Pega a pipoca, o refri, que a sessão já vai começar! ;-)

Para começar, um pouquinho da história: Como sua vida anda meio confusa, Spencer decide consertar o videogame que permite que os jogadores sejam transportados ao jogo. Na intenção de se sentir forte como no primeiro filme, ele volta para a realidade de Jumanji, só que sem os seus amigos. Logo, os três sentem falta dele e correm para o porão e lá embarcam novamente na aventura para resgatar o companheiro. Mas tem novidade nessa segunda parte! Por exemplo, o jogo está bugado e seu avô e amigo aparecem na partida, que está para lá de emocionante e tudo indica que uma nova fase está por vir! ;-)

E o que eu achei? Tem muita emoção nesse novo nível de Jumanji, mas as sacadas continuam hilárias e diria até melhores! Fiquei apreensiva em algumas partes, mas ri muito, gente. Por isso, é um filme de “ação”, digamos assim, mas a comédia inteligente e nada apelativa continua intacta.

Amei que cada jogador foi parar na pele de outro e isso mostra como os atores são maravilhosos! A entrada do avó do Spencer e seu (ex, futuro) melhor amigo é a mais hilária. Dá um toque a mais, que fez total diferença no filme. Tudo bem que algumas coisas ficaram com aquele ar de dúvida e isso incomoda um pouco, mas tirando esse detalhe, vale cada cena!

E, como falei, o filme tem um “quê” de ação, mas mostra a importância dos amigos e da família. Uma coisa bem clichê, mas que no final aquece o nosso coração. Sinceramente, acho que é uma história para a família toda! Tem risada, emoção e muito aprendizado. E a mensagem de que a velhice é um presente é uma das melhores!

Crédito das Imagens: Adoro Cinema

Enfim, amei. Os efeitos, a premissa, os atores, a trilha sonora e tudo mais! Por isso, recomendo e MUITO!! E obrigada pai por me fazer assistir esse filme que tirou de cena o pânico que sentia e substituiu por uma leveza que me faz amar ainda mais esse mundo cinematográfico! (E obrigada namorado por me acompanhar nesses filmes). ♥

É isso. Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! Ah! E uma observação: caso ainda não tenha visto a primeira parte dessa nova versão, acho que vale embarcar na história antes de assistir esse, ok? ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para ler e assistir: A menina que roubava livros!
Fan Page ♥  Instagram


5
04.11.2019
* Para assistir: A Família Addams! ♥

Ei, Gente! :) No finde, relembrei a minha infância indo ao cinema para assistir “A Família Addams“. Estalei os dedos como a clássica música pede e me diverti bastante com a história, que rende ótimas lições e uma doce (e assustadora, para combinar hahaha) nostalgia. Vamos lá? Pega a pipoca e o refri, que a sessão já vai começar! 

5933410.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Para começar, um resuminho da história: a Família Addams irá receber uma visita de parentes para uma importante celebração. Porém, vizinhos da misteriosa mansão estão com outros planos, que por incrível que pareça, são bem assustadores! Afinal, uma casa mal assombrada não combina nada com um bairro para lá de colorido e que precisa vender e garantir a audiência de um programa estilo “Irmãos à obra”.  Uma aventura de causar arrepios, provocar calafrios e matar a saudade dessa família! ;-)

THE ADDAMS FAMILY

E o que eu achei? Não é o meu filme favorito da vida, mas curti bastante, principalmente porque relembrei a minha infância!  Achei a animação muito bem feita e com personagens que marcaram uma época, desde o primo It até a maravilhosa mãozinha. Aliás, a Wandinha é a minha personagem favorita nessa versão e dá um banho no quesito proteger e amar a família! Mesmo com aquele jeitinho sombrio de ser. Já a filha da Margaux (apresentadora do tal programa) é uma típica adolescente viciada nas redes sociais e esse toque atual fez a diferença no filme. E o que falar do Tio Chico? Amei o destaque e o seu final hahaha. Enfim, ri bastante e quando acabou, nem senti que tinha passado.

Ou seja, a história tem ritmo! Ah! E uma trilha sonora maravilhosa. É impossível não ficar estalando os dedos depois de sair do cine e até mesmo quando o filme está rolando. Também tem lições valiosas e bem pertinentes, como respeito ao próximo, mesmo que o outro seja diferente do padrão e de você. Fiquei bem feliz com o final, mesmo não entendo algumas falas. Mas pode ser que eu tenha deixado passar algo!

THE ADDAMS FAMILY

THE ADDAMS FAMILY

THE ADDAMS FAMILYCrédito das Imagens: Adoro Cinema

Enfim, é um filme que vale a pena assistir com a sua família, seus amigos ou na sua própria companhia. E se você foi dessa época, prepare que essa história vai te deixar nostálgica! No mais, recomendo. ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – ABC do Amor e Meu primeiro amor

Fan Page ♥ Instagram  


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020