28.01.2020
* PJ Leu: Os delírios de Natal de Becky Bloom! ♥

Sim. Finalmente embarquei nessa história! E por mais que o mês natalino já tenha dado adeus há séculos (exageros hahaha), eu não me aguento e vou fazer resenha do mesmo jeito. Em pleno janeiro mesmo! A propósito, estou falando de “Os delírios de Natal de Becky Bloom“, o último (até então) da série sobre a nossa consumista literária número um. Então, vamos lá? ♥

Livro: Os delírios de Natal de Becky Bloom | Editora: Record | Autora: Sophie Kinsella
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros

Sinopse: Becky Brandon (nascida Bloomwood) adora Natal. Todo ano é a mesma coisa: a família se reúne na casa dos pais dela, eles ouvem canções natalinas, sua mãe finge ter feito a sobremesa e os vizinhos usam aqueles clássicos suéteres natalinos. E agora as compras ficaram mais fáceis: sites em promoções e dependendo do valor, o frete é grátis. Bem mais prático!

Porém, esse ano (no livro), parece que as coisas mudaram um pouco… Como os pais de Becky se mudaram, acabam pedindo para ela organizar o Natal. Ela se assusta, mas, afinal… O que poderia dar de errado, não é mesmo? É só dar conta de algumas (muitas, na verdade) demandas. Por exemplo: peru vegano para a sua irmã Jess. O presente de sempre para o Luke (mas talvez seja melhor mudar) e um desejo bem curioso da sua filha Minnie.

Mas calma que tem mais, caro leitor! Um ex-namorado ressurge das cinzas (ou dos palcos), algumas brigas atrapalham seus planos perfeitos e ainda precisa ganhar uma rifa de um local bem peculiar. Se ela consegue tirar de letra? É a Becky, né?

Opinião da Pequena: Ganhei esse livro no dia 25 de dezembro de 2019. Mesmo sabendo o que tinha no pacote que meu namorado pediu para eu guardar, fui boazinha e não abri hahaha. Que leitora controlada, né gente? Por esse motivo, a resenha entrou com um pequeno delay. Mas tudo bem. Quem liga? ;-)

A maioria já deve saber que a Sophie Kinsella é a minha escritora gringa favorita. Eu amo a escrita dela e queria muito que a Becky Bloom fosse uma pessoa de verdade e MINHA AMIGA. E com esse 9º livro essas vontades só aumentaram.

Todos os livros, eu me identifiquei com a protagonista de alguma forma. Mas esse passou dos limites hahaha. Natal é mágico, lindo e Nem Grinch (quem ler, vai entender o motivo da menção) pode roubar. Mas essa data têm muitos perrengues sim. E essa premissa é total gente como a gente, justamente nessa época do ano.

Têm aqueles exageros clássicos da personagem mais consumista do mundo literário. A Minnie ganha mais destaque e a história do ex-namorado com a namorada controladora é uma das que rende mais gargalhadas! Becky tem uma mente muito fértil, mas juro que dessa vez, fez total sentido o que ela estava pensando!

Suze é muito fofa e uma nova personagem conquistou o meu coração! Aliás, mostra ainda mais um lado da Becky que foge completamente do consumismo: alegre, atrapalhada, a protagonista é uma das personagens que mais ajuda, sem olhar a quem. Zero egoísta mesmo! Me ensinou muito, de verdade.

As brigas de família: qualquer semelhança, não é mera coincidência. Bom, pelo menos no meu caso hahaha. Jess, melhor amiga da mãe da Becky e os pais estão com a mesma essência. E a história do jogo de bilhar é maravilhosa e mostra uma Becky bem empoderada, mesmo que ela tenha algumas outras intenções. Eu amei! Ah! Graças a esses novos delírios, digamos assim, agora sei o que significa “Portmanteau” (não sabia hahaha) e vou adotar a palavra “Sprygge” na minha vidinha hahaha.

Enfim, amei muito esse novo livro e JURO que não caiu na mesmice. Por incrível que pareça. E apesar das confusões, dos estresses e de muitas atrapalhadas, a história mostra o verdadeiro espírito de Natal, com todas as imperfeições que essa comemoração carrega na vida real. Como falei, é bem gente como a gente, de uma forma leve, engraçada e verdadeira!

Ah! Se vai ter continuação? ESPERO QUE SIM DONA SOPHIE KINSELLA E BECKY BLOOM. Porque a palavra que ela deu de presente para o Luke (meu eterno crush ) tem muito pano para manga. Por favor, Santinha dos Leitores! Nunca te pedi nada.

***

É isso, gente. Já embarcou nesse livro? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Becky Bloom ao Resgate
Fan Page ♥  Instagram


2
21.11.2019
* Top 5: quero ler no Kindle! ♥

Ei, Gente! :) Na última Bienal, eu finalmente comprei o meu Kindle. Apesar de gostar  muito mais de livro físico, tenho noção de que preciso usar e abusar dessa minha aquisição literária. Então, fiz uma listinha com cinco e-books que quero ler o quanto antes. Então, vamos lá? Bom post para vocês. 

E-book - Top 5 - PJCrédito das Imagens: Amazon 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Você acredita mesmo em amor à primeira vista (Fabi Santina) 
Sinopse: Um romance sobre o amor verdadeiro e sobre a pessoa mais importante da sua vida: você mesma! Quando nos deparamos com o amor pela primeira vez podemos perder as estruturas, fazer loucuras, viver com mais intensidade e acabar até nos esquecendo de nós mesmos. Não que amar não seja bom, mas é que ele não vem com manual de instruções, nos deixa perdidos, sem saber como agir e anestesiados. O amor por si só deveria se bastar! Mas nem sempre é assim. Somos seres humanos, queremos mais, criamos expectativas e sonhamos longe. Então vem a vida nos ensina a viver um dia de cada vez…
Observação da Pequena: Depois que eu acompanhei o casamento da Fabi Santina e do Lê, pensei: eu realmente preciso ler esse livro, que conta a história da Youtuber com o seu namorado e, agora, marido!  Foi um dos casamentos mais lindos que vi pela Internet, a propósito.
Link: clica aqui

2. Save The Date (Natalia Oliveira) 
Sinopse: Lizzie passou por maus bocados em seu relacionamento anterior, mas atualmente está de casamento marcado com um homem tão lindo quanto o Clark Kent. Enquanto todos se divertem e se apaixonam ao conhecerem sua história de amor por meio de seu blog de casamento, seu relacionamento passa por uma crise que ninguém poderia imaginar. Afinal, como um casal tão perfeito poderia estar prestes a se separar?
Observação da Pequena: Vi essa dica no Insta da Rê Lustosa e em outros blogs também e eu achei a história bem criativa! Se eu não me engano, é uma autora brasileira e nada como prestigiar a leitura nacional, né?
Link: clica aqui

3. Um contrato para Camille (Isabela Allmeida) 
Sinopse: É só um casamento de mentira? Foi o que a Camille pensou, quando recebeu a proposta milionária e irrecusável de Mamaodi. O plano era simples: fingir ser um casal apaixonado e conviver com seu marido, por um período de seis meses. Depois disso, Camille estaria livre e rica para viver sua vida e garantir um bom futuro para seus filhos. Porém ela não contava que, além de rico, ele também fosse dono de um charme irresistível, o que causou uma química inegável entre eles. Assim, Camille se deu conta de que estava encrencada e que não seria nada fácil passar esses seis meses sendo uma esposa falsa, quando nutria por Ícaro um sentimento tão verdadeiro.
Observação da Pequena: Essa dica eu também vi lá no Insta da Rê Lustosa. Tem cara de ser clichê, mas aquele clichê super bem-vindo! Ah! Pelo que eu vi é de autora brasileira também.
Link: clica aqui

4. Como não conquistar o seu chefe CEO bilionário (Katherine Laccom’t)
Sinopse: Gillian Rawlings, tem trinta e pouco anos, mora com os pais e está em um emprego que não é o dos sonhos. Nessa história, a personagem mostra como não seduzir o seu chefe CEO bilionário do emprego que nem é o dos seus sonhos.
Observação da Pequena: A sinopse está bem curtinha, mas só o título dá para imaginar que a história arranca risadas. Bom, espero! E o que falar da capa?
Link: clica aqui

5. Devaneios de uma famosa em apuros (Nohane Carvalho) 
Sinopse: Helena sempre sonhou com o dia em que viveria do que ela mais ama fazer: cantar. Entretanto, ninguém jamais gostaria de ver uma “gorda” no palco, foi o que ouviu de um produtor tempos atrás. Apesar de ridículo, aquilo continuou em sua mente. Sem o apoio da mãe, ela conta com seus melhores amigos: Camila e Jonas. Ela está decidida a continuar tentando alcançar o sucesso no mundo da música, o coração de Jonas e, quem sabe um dia, aceitar e amar seu corpo exatamente como ele é. Porém, um dia, Helena acorda e descobre que não se lembra de absolutamente nada dos últimos cinco anos de sua vida. Ela se tornou uma importante cantora de reconhecimento internacional, está casada com o “homem dos sonhos” de todas as mulheres, e está em sua melhor forma. Porém algo parece simplesmente errado.
Observação da Pequena: Mais uma autora brasileira que encontrei na Amazon para fazer esse post e acho que vou amar a história. Pela capa, eu já me apaixonei! :)
Link: clica aqui

***

É isso, pessoal. =) Quem tiver mais dicas de e-book desse gênero (comédia romântica, romance e tal), me indica, por favor! Ah! E eu juro que esse ano ainda sai as minhas impressões do Kindle. Como eu preciso ler mais, por isso ainda não me senti “pronta” para escrever sobre. No mais, podem opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Post Antigo: 5 cenários mais incríveis para tirar foto.

Fan Page ♥ Instagram


0
17.09.2019
* PJ Leu: Te devo uma! ♥

Ei, Gente! =) Uma pausa nos posts sobre a Bienal (ainda tenho alguns conteúdos sobre para postar) para indicar um dos livros mais incríveis da diva Sophie Kinsella: Te devo uma, publicado pela Editora Record. A capa é uma das mais lindas, mas juro que o conteúdo é ainda melhor! Enfim, vamos lá? Boa leitura! 

IMG_1679Livro: Te devo uma | Editora: Record | Autora: Sophie Kinsella
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros!

Sinopse: Fixie Farr é o tipo de pessoa que não consegue deixar nada para lá. Ela simplesmente sente a necessidade de ajeitar tudo, seja uma coisa fora do lugar, um amigo passando por algum perrengue, entre outras situações. Até que um dia no Café Allegro, um estranho pede para ela olhar seu laptop por um instante. E, claro, ela diz sim, até que…. O teto do local desaba, nada muito grave, e ela defende com unhas e dentes o computador do cara, que a propósito se chama Sebastian. Surpreso e grato pelo gesto, pega um protetor de copo e entrega para a protagonista com os dizeres “Te devo uma”.  Fixie acha a atitude fofa, porém, duvida muito que vá encontrá-lo algum dia.

Óbvio, que o destino prega uma peça e eles se reencontram. Afinal, um antigo crush dela, o Ryan, precisa de um favorzinho do Sebastian! Mesmo as coisas não dando certo, a troca de favores não para! Aliás, é justamente isso que a faz enfrentar coisas do passado e abraçar um futuro que promete. 

Minha opinião: Está em busca de uma história leve, divertida e, de quebra, com lições valiosas? O novo livro da Sophie, para variar, é perfeito para isso! Amei cada parágrafo e deu um apertinho no coração ao terminar o último capítulo. Bateu uma leve resseca literária hahaha!

Te devo uma fala sobre família, amigos e amor! Clichê, eu sei. Mas é aquele clichê necessário, principalmente, para quem ama chick-lit. A premissa é bem engraçada e faz a gente devorar as páginas! Os personagens cativam e, aqueles que deixam a desejar, ganham um espaço no nosso coração com o tempo e deixam saudade! Inclusive, a Fixie é uma das protagonistas da autora que mais me identifiquei. O jeito dela e como a mesma evolui no decorrer dos capítulos me ajudou muito em relação a me posicionar, até mesmo, com as pessoas que mais amo. Caiu como uma luva a leitura!

No mais, Sebastian é um daqueles que arrancam suspiros de, nós, leitores! Ryan, como dá para imaginar, desde os primeiros momentos, é um pé no saco. E os irmãos são incríveis, mesmo com as particularidades! Adorei a equipe da Farrs e a mãe da Fixie é uma das melhores pessoas e sua tia também! Porém, queria mais participação das duas e o sustinho que ela (a mãe) deu… Bom, achei necessário, porém, o susto foi grande e não gostei muito não hahaha.

Enfim, o final é simplesmente maravilhoso. Tudo termina bem, mas sempre com aquelas surpresinhas e que faz a gente querer morar dentro da história. Muito obrigada, mais uma vez, Sophie Kinsella! Você que é fã, vai amar. E você que ainda não conhece, vai se apaixonar! Sou suspeita, mas eu INDICO MUITO! E a capa eu nem preciso mencionar? Que paleta de cores linda! ^^

IMG_1680Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

Ah! E antes de terminar, olhem os brindes que eu ganhei durante a Bienal. Lá no stand da Record, se você assinasse o Clube de Romance da Carina (Rissi), você levava esses e mais um mimo (um bloquinho). Eu fiquei tão feliz quando soube que eram personalizados. E, sério, tem tudo a ver com a dica literária do dia mesmo! Daí, precisava compartilhar com vocês hahaha! 

É isso, gente! Quem ainda não leu, fica a dica. Já leu? Pode opinar à vontade, mas sem spoiler! =)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Mas tem que ser mesmo para sempre?

Fan Page ♥ Instagram 


1
17.07.2019
* Top 5: “chick-lit” que estão na fila! ♥

Ei, Gente! :) Já declarei o meu amor por chick-lit, né? Como semana passada, mostrei algumas histórias literárias leves que já embarquei esse ano, resolvi trazer cinco livros que estão na minha listinha de próximos. Lembrando, que quem tiver dicas de leituras do gênero, pode indicar, que eu vou amar! Enfim, vamos lá? Bom post! 

PJ - 5 Chick LitCrédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Te devo uma (Sophie Kinsella – Editora Record)
Sinopse: Fixie Farr não consegue deixar nada pra lá. Se encontra alguma coisa fora do lugar, quer logo ajeitar, se um amigo está em dificuldade, já começa a pensar em como pode ajudar… Ela sente necessidade de arrumar tudo. Tudo! Então, quando um estranho em um café lhe pede que fique de olho em seu laptop por um instante, ela não só se compromete a tomar conta do computador como acaba salvando-o de um grande desastre. Sebastian, muito tocado com o gesto de Fixie, não sabe como lhe agradecer, então pega um protetor de copo e o entrega a ela depois de escrever nele: “Te devo uma”. Fixie acha a atitude muito fofa, mas duvida que voltará a vê-lo. Até o dia em que um antigo crush da época da escola volta para sua vida e Fixie precisa ajudá-lo. Ela então recorre a Seb, mas as coisas não dão muito certo. Agora é ela quem fica lhe devendo um enorme favor, e isso gera uma troca de favores infinita que obriga Fixie a enfrentar um passado que cheio de mágoas para abraçar o futuro que ela de fato merece.
Observação da Pequena: É da diva Sophie, né? Não poderia deixar de entrar na minha listinha. Mas só lança em agosto. Alguém contando os dias para o próximo mês também? hahaha =)

2. As joias de Manhattan (Carmen Reid – Editora Bertrand Brasil) 
Sinopse: Três irmãs, um destino: se tornarem milionárias. Como conseguir? Vendendo joias roubadas! Mas a experiência no assunto é zero e a chance de o plano virar de pernas pro ar é de 100%.
Observação da Pequena: Eu comprei na última Bienal que teve aqui no Rio, mas ainda não consegui embarcar. Espero resolver essa questão ainda esse ano. Lendo novamente a sinopse, tem cara de ser maravilhoso e do jeitinho que eu gosto! 

3. Falsiane (Lucy Sykes e Jo Plazza – Editora Harper Collins) 
Sinopse: O que fazer quando a geração mais nova (mais descolada, mais ambiciosa, mais antenada) está de olho no seu cargo? É o que Imogen Tate, editora de uma grande revista de moda nova iorquina, está prestes a enfrentar. Após uma licença médica de seis meses, ela está de volta à redação, mas as coisas estão bem diferentes… Sua assistente de vinte e poucos anos aproveitou sua ausência para tentar derrubá-la do seu pedestal, roubar seu emprego e transformar a famosa Glossy em um aplicativo de celular! Avessa às tecnologias e sem sequer saber usar direito um iPhone, Imogen vai ter que correr atrás do prejuízo para desbravar o mundo virtual e provar que a experiência ainda vale muito. Custe o que custar!
Observação da Pequena: Recebi essa dica no Insta e, com certeza, entrou para a minha lista! =)

4. As Patricinhas (Zoey Dean – Editora Bertrand Brasil) 
Sinopse: Megan Smith, recém-formada em Yale, tem grandes planos para a sua carreira de jornalista, mas também uma dívida enorme: 75 mil dólares do empréstimo que fez para pagar a faculdade. Por conta disso, aceita trabalhar num tabloide de quinta categoria, é demitida, até que… recebe uma proposta irrecusável. As gêmeas Rose e Sage Baker têm 17 anos e são as herdeiras mais badaladas de Palm Beach, conhecidas por terem rios de dinheiro e uma queda pelos flashes dos paparazzi. A avó das gêmeas se oferece para pagar a dívida de Megan, com a condição dela aceitar ser professora particular das meninas e fazer com que entrem numa boa universidade. Mas as gêmeas não estão nem um pouco dispostas a abrir espaço em suas agendas de patricinhas para aprender álgebra. Megan logo descobre que, para conquistar suas alunas, vai ter que saber a diferença entre Pucci e Prada. E mais: se entrar para a galera, talvez, quem sabe, consiga ensinar alguma coisa para as meninas. O que nunca imaginou é que ela própria aprenderia uma grande lição.
Observação da Pequena: Acreditam que eu não sabia da existência desse livro? Simplesmente encontrei por acaso na internet e eu estou louca para embarcar! Aliás, amanhã mesmo vou tentar encontrar na livraria! 

5. Esposa 22 (Melanie Gideon – Editora Intrínseca) 
Sinopse: Alice e William Buckle se casaram apaixonados. Mas, dois filhos e quase vinte anos depois, Alice está entediada. Por isso, quando recebe um convite por e-mail para participar de uma pesquisa on-line sobre casamentos, ela aceita num impulso. Respondendo às perguntas enviadas por um pesquisador anônimo e carismático, Alice tem a oportunidade de reexaminar a história do próprio relacionamento. Protegidos pelos pseudônimos “Esposa 22” e “Pesquisador 101”, a protagonista e o condutor da pesquisa iniciam uma intensa troca de mensagens que acaba tomando um rumo cada vez mais íntimo.
Observação da Pequena: Sempre escutei falar desse livro, mas nunca tinha lido a sinopse, acreditam? Diz que não está mais disponível, mas espero encontrar esse livro naqueles quiosques promocionais da Bienal. Torçam por mim! ;-)

***

É isso, pessoal. Ah! Vou fazer uma versão desse post com autores brasileiros também, ok? Mandem sugestões!

Beijos, Carol. ^^

Post Antigo: 5 chick-lit que eu indico!

Fan Page ♥ Instagram 


2
11.07.2019
* TBT Literário: 5 livros que embarquei esse ano! ♥

E já que 5ª feira é dia de #TBT, resolvi relembrar cinco leituras que deixaram esse 1º semestre ainda mais leve! Sim, às vezes, a vida real é bem tensa, mas os livros ajudam a escapar um pouquinho. Porém, ledo engano, quem acha que essas histórias são rasas. Pelo contrário, deixam muitas lições para enfrentarmos o dia a dia. Então, vamos lá? Bom post. 

TBT Literáio - PJCrédito da Montagem e Imagens: Pequena Jornalista

1. Adulta sim, madura nem sempre (Camila Fremder – Editora Paralela) 
Sinopse: Um livro que reflete sobre a chegada da fase adulta. Que muitas vezes, nem está lá, mas, de acordo com a sociedade, já deveria estar lá há séculos. A autora brasileira conta para a gente sobre a sua experiência com a transição do fim da adolescência para a maturidade. Que a propósito, chega do nada e pode ser assustadora! Fala sobre a maternidade, relacionamentos e a autoestima. De um jeito bem-humorado, ela conta passo a passo e histórias como entregar um freela para ontem, pagar a conta de gás atrasada e colocar o bebê para dormir. Tudo junto e misturado! E, de forma alguma, ela finge que está tudo sob controle e que essa transformação não é tão simples. E tudo bem! O melhor é aceitar e adotar o melhor remédio: rir muito!  
Lição #TBT: Consegui entender melhor as amigas que já são mães e, até mesmo, a minha. E vi que não estou adulta, porém, nem sempre madura, sozinha!

2. Confissões de uma terapeuta (Renata Lustosa – Editora Lura) 
Sinopse: Melissa Belinque é uma garota planejada. Muito planejada. Apaixonada por seu melhor amigo e formada em psicologia, ela é uma terapeuta especializada em relacionamento, porém, nunca esteve em um. E o que fazer quando, numa reviravolta do destino, Mel descobre que uma de suas pacientes está completamente apaixonada (e é recíproco) justo pelo mesmo boy que ela? Bom, nossa protagonista terá de correr atrás do prejuízo e impedir que o grande amor de sua vida e seus planos mega certos sejam passados para trás!
Lição #TBT: Aprendi que planos são bons, mas não há problema algum readaptá-los!

3. Corra, Abby, Corra (Jane Costello – Editora Record) 
Sinopse: Abby Rogers nunca foi de se preocupar com hábitos saudáveis e, desde que fundou a River Web Design, as coisas só pioraram. Fazer as refeições nos horários certinhos é missão impossível. Mas quando a sua melhor amiga, a Jess, maratonista incurável, a convence de participar de um clube de corrida, nossa protagonista topa se arriscar. Claro, que a sua motivação tem nome, apelido e um sorriso encantador: Oliver, ou melhor, Dr. Sexy, que a propósito é o capitão do clube. Seu primeiro dia de corrida? Um desastre total! Com certeza, essa atividade não combina nada com ela. Então, depois de ter a sensação de que seus pulmões foram incendiados, prometeu nunca mais correr…. Até que a sua assistente Heidi lhe dá a notícia que é portadora de esclerose múltipla, uma doença que não tem cura. Sendo assim, ela ganha um outro incentivo na corrida e decide investir nessa “carreira” para arrecadar fundos para uma pesquisa da cura dessa enfermidade. Claro que ela vai precisar de muito fôlego para enfrentar essa e outras corridas diárias da vida: gerenciar a sua empresa (que não está muito bem), lidar com os pais, conquistar o Dr. Sexy e ainda por cima enfrentar um motoqueiro que cruzou o seu caminho por acidente (literalmente) e muito mais. Haja disposição! Mas será que ela vai ter para essas maratonas atípicas? Só lendo para descobrir.
Lição #TBT: Quando ajudamos o outro, automaticamente estamos nos ajudando também!

4. Lendo de cabeça para baixo (Jo Platt – Editora Fábrica 231) 
Sinopse: Rosalind Shaw tem 30 anos e foi abandonada no altar sem nenhuma explicação. Ela mergulha em uma forte depressão que a impele a praticamente não sair de casa, largar o emprego e passar quase todos os dias em frente à TV. Preocupados, sua família e seus amigos se revezam para cuidar dela. Passados alguns meses, sem sequer manter regulares os seus banhos, Ros, por sugestão do amigo Tom, resolve deixar o centro da cidade e começar uma vida nova na pequena St. Albans, onde se torna coproprietária de uma loja de livros usados e antigos. Nesse cenário, trabalhando na companhia de três novos amigos (Andrew, Georgina e Joan), ela tenta voltar a ser a pessoa que sempre foi: feliz, confiante e divertida. Porém, quando tudo parece estar se encaixando, chega o seu novo vizinho Daniel com a seguinte notícia de que matou sem querer o seu porquinho da índia!
Lição #TBT: Sim, amigos leitores, nada acontece por acaso e quem menos esperamos nos surpreende positivamente!

5. A pequena livraria dos sonhos (Jenny Colgan – Editora Arqueiro) 
Sinopse: Nina Redmond é uma bibliotecária que passa os dias unindo alegremente livros e pessoas, afinal, ela sempre sabe as histórias ideais para cada leitor. Porém, quando a biblioteca pública em que trabalha fecha as portas, nossa protagonista não tem ideia do que fazer. Então, se depara com um anúncio de classificados de uma van, que te chama atenção e tem um clique: por que não transformá-la em uma livraria volante e transformar vidas em cada lugar por onde passar. Seu primeiro destino: um vilarejo em Terras Altas, na Escócia. Por lá, descobre um mundo de aventuras, romances e talvez, o seu verdadeiro lar doce lar.
Lição #TBT: Livros tem um poder de aproximar as pessoas e os fatos. Aliás, existe uma leitura para cada tipo de pessoa, viu? Esquece essa história de não gostar de ler!

***

É isso, pessoal. Gostaram desse #TBT especial? Podem opinar à vontade. E, claro, me contem: qual livro leve, nesse 1º semestre, te ensinou bastante?
Lembrando, que temos resenhas de todos os livros citados nesse post. É só buscar na caixinha de “procura-se”.

Beijos, Carol. 

Post Antigo: 5 livros chick lit

Fan Page ♥ Instagram 


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020