04.07.2017
* PJ Leu: A pequena livraria dos corações solitários! ♥

Ei, Gente! E a resenha literária da semana é: A pequena livraria dos corações solitários, primeiro romance da autora Annie Darling. Vamos lá? Bom post! 

downloadLivro: A pequena livraria dos corações solitários | Editora: Verus | Autora: Annie Darling
Crédito da imagem: Saraiva

Sinopse: Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. E não bastava ter herdado um negócio falido, a nossa protagonista ainda tem de lidar com a atenção indesejada do neto de sua eterna chefe: Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro.

Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria de seus sonhos. Porém, Sebastian não a deixa trabalhar em paz. Enquanto (quase) todos lutam para salvar a amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian. Aliás, Posy começou a ter fantasias um tanto ardentes com ele… Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, a protagonista vai conseguir finalmente o seu “felizes para sempre”.

Minha opinião: A história começa de um jeito bem triste, mas ao mesmo tempo emocionante. Lavinia tinha o dom das palavras e me fez chorar com a carta do início! Daí até um certo momento, a leitura fluiu muito bem. Só que no decorrer do tempo, senti falta de um ingrediente a mais, sabe? Aquele que te prende até o fim. :( Mas não abandonei a leitura. Fiquei meio assim, porque só no final a história começou a ficar boa de novo.  Mas acontece, né?

Achei que os protagonistas iam me conquistar de cara. No começo, aconteceu isso mesmo! Porém, no decorrer das páginas, me irritei com os dois. Depois, minha relação com eles melhorou hahaha. Amei o irmão da Posy e os funcionários da livraria. Acho que eles mereciam mais destaque. Se eu não me engano, vai ter continuação esse livro e espero que eles tenham mais!

A escrita da autora é leve, do jeitinho que eu gosto. Mas acho que a forma como ela conduziu, que pecou um pouco! Algumas coisas são bem interessantes e me identifiquei. Tipo, eu adoraria ter a livraria dos sonhos da Posy. Tudo a ver comigo! Mas outras eu não curti muito não. Algumas falas do Sebastian, por exemplo. Mesmo assim, o livro teve um efeito que eu amo: me presenteou com lições valiosas. Por exemplo, não é porque a pessoa não demonstra o amor dela da maneira que você imagina, que ela não ama. Quase tudo tem uma explicação e não cabe a gente julgar. Ah! E nunca comprem pen drives iguais. Isso pode render uma consequência bem tensa, ou não… (quem embarcar nesse livro, vai entender hahaha).

Enfim, não é a melhor história da vida. Mas com certeza é a capa mais linda que eu já vi. Só tentem não julgar o livro pela capa, ok? Isso pode trazer uma expectativa alta. E vale deixar bem claro que toda leitura é válida. Cada um tem o direito de tirar a própria conclusão! Então, não é porque eu não gostei, que você vai ter a mesma opinião. ;-)

Podem opinar à vontade, ok?

Beijos, Carol.

Última resenha: Uma noite com Marilyn Monroe 

Fan Page ♥ Instagram 


5
17.05.2017
* Julgando (três) livros pela capa! ♥

Ei, Gente! Não me julguem, mas selecionei três livros para o post de hoje que acabaram chamando a minha atenção pela capa Sei que não é o mais certo, mas sou tão apaixonada por capas, que não teve jeito hahaha. Elas estão aqui pela simplicidade e detalhes fofos, que, na minha humilde opinião, fazem toda a diferença. Ah! Tem a sinopse de cada livro. Bom post! ;-)

Capas - PJCrédito das imagens: Saraiva (1 e 2) e Cantinho da Leitura (3)
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Antes de partir (Collen Oakley – Bertrand Brasil)
Sinopse: Um romance emocionante sobre vida, morte e amor feito tanto para os leitores que gostam de rir quanto para os que preferem chorar. Na véspera do que esperava ser uma triunfante comemoração de três anos livre do câncer, Daisy, 27 anos, sofre um golpe devastador: seu médico lhe diz que a doença está de volta, desta vez ainda mais agressiva. Tendo apenas de quatro a seis meses de vida, ela está apavorada com o que será de seu marido, Jack, quando não estiver mais lá para cuidar dele. Esse medo tira seu sono, até que uma solução lhe vem à mente: ela precisa encontrar outra mulher para ele. Com uma determinação singular, Daisy visita parques, cafeterias e sites de relacionamento à procura do par perfeito para Jack. Mas, à medida que ela avança em sua busca, ela se vê forçada a decidir o que é mais importante no curto tempo que lhe resta: a felicidade de seu marido ou a sua própria?
Observação da Pequena: Acredito que a história seja bem triste, mas a capa trouxe leveza. Bom, pelo menos foi a minha primeira impressão. Acho que esse livro vou deixar um pouco mais para frente, por motivos de “acho que vou chorar muito” ;p!

2. Depois de você (Jojo Moyes – Intrínseca) 
Sinopse: Quando uma história termina, outra tem que começar. Lou está morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, ela cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la. Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.
Observação da Pequena: A capa chama a atenção pela simplicidade. Aquela velha história: não precisa de muito para dizer tudo, sabem? Amei e, em breve, vou embarcar. Mas primeiro preciso ler “Como eu era antes de você”. Ai, God. A lista de livros só aumenta hahaha.

3. A pequena livraria dos corações solitários (Annie Darling – Verus Editora) 
Sinopse: Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. Porque Posy não herdou apenas um negócio quase falido, mas também a atenção indesejada do neto de Lavinia, Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro de Londres. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria dos seus sonhos — isso se Sebastian deixá-la em paz para trabalhar.
Observação da Pequena: Como não amar essa capa, gente? Os detalhes, as fofurices… E a história tem cara de ser bem amor! Está na minha listinha de próximos de junho. 

***

É isso, gente! Assim que eu ler, posto a resenha aqui no blog. E juro (juradinho) que a capa não vai interferir na minha opinião hahaha! Agora contem: atualmente, quais são as três capas preferidas de vocês? 

Beijos, Carol.

Fan Page ♥  Instagram


2
14.10.2016
* PJ News Outubro: pense rosa, esmalticons, poder extra g e tal! ♥

Meio atrasadinha, mas finalmente trouxe as novidades que mais chamaram a minha atenção nesse mês (algumas não necessariamente de outubro, mas são relativamente novas hahaha)! Tem linha de esmalte, novidades do mundo beauté, capinha para apoiar a campanha Outubro Rosa e já pensando nas metas de 2017, planner lindo. E não para por aí, selecionei livros, filmes e peças para aproveitar a primavera e o verão que está quase chegando. Espero que gostem. :)

pj-news-outubro-2016-2Crédito da Montagem: Pequena Jornalista 
Crédito das Imagens: 1 – Divulgação / 2, 3 e 4 – Instagram da marca / 5 e 6 – Divulgação 

Para começar, a Melissa em parceria com a Ipanema lançou essa linha de sandálias bem a cara do verão! Tem mais opção, mas essa da montagem é a minha preferida! Também fiquei apaixonada por essa T-shirt Drama Queen, da marca 787 Shirts. O Projeto Drama Queen completa 2 anos esse mês, então mega aceito de presente. ;p Mudando de foco: sou bem básica no quesito maquiagem, mas fiquei com vontade de experimentar esses batons da coleção Make B. Africaníssima, do O Boticário. Na nova temporada, estou querendo ousar um pouco. Se alguém experimentou já, me conta aí. E como 2016 já está dando tchau para gente, estou começando a procurar planner para organizar a minha vidinha e o blog. Achei bem fofinho esse modelo da loja Donna Dolce.

Sabe a coleção que mais chamou a minha atenção esse mês e que fui correndo comprar? A Cleo’s Secret, da The Beauty Box, que possui alguns produtinhos para pés e mãos. Comprei para experimentar uma manteiga hidratante para os pés. A embalagem e a fragrância (amêndoas e leite de mel) são maravilhosas e espero que funcione. Conto para vocês depois! Também selecionei outro produto: o sabonete Skinsec em barra, da Darrow Dermocosméticos. Acho que já contei aqui que a minha pele é bem seca, então, quando eu recebi essa sugestão da assessoria de imprensa por e-mail fiquei bem curiosa. Pelo que entendi, o produto, além de proteger a pele do ressecamento, repõe componentes que são necessários a integridade da pele. Vamos ver! Se eu achar, conto para vocês também. E agora mais um que eu quero comprar é o novo creme para as mãos, da L’Occitane, que faz parte da linha (edição limitada) Rosas Originelle. Vi que os produtos possuem fragrância floral frutada. Deve ser bom, né? 

pj-news-outubro-2016-2Crédito da Montagem: Pequena Jornalista 
Crédito das Imagens: 1 e 2 – Saraiva / 3 – Adoro Cinema / 4 – Saraiva / 5 – Instagram da Marca / 6 – Divulgação / 7 – Instagram da Marca 

E, claro, que não poderia faltar livros, filmes e fofurices, né? =) O primeiro livro que está na minha listinha desse mês: Mas você vai sozinha?, publicado pela Globo Livros. A autora Gaía Passarelli fala com sinceridade e bom-humor sobre suas aventuras sozinha pelo mundo. Uma história sobre viajar e voltar pra casa! O segundo livro é Poder Extra G, da Thati Machado, que acabou de ser lançado pela Editora Astral Cultural. Uma comédia romântica que mostra que o caminho do amor pode ter muitas curvas! O terceiro é The Beatles, do autor Steve Turner, da editora Sextante (parceira do blog). O livro reúne todas as músicas deles, com as letras completas e detalhes de quando, como, onde e por que cada álbum foi concebido. Bem diferente de tudo que a gente já viu por aí (pelo menos para mim hahaha).

No final do mês, vai estrear o filme “A Garota no Trem”, que é inspirado no livro que tem o mesmo nome. Apesar de não ter lido, já vi algumas resenhas e acho que vou assistir. Caso eu goste muito, eu leio. Geralmente suspense literário não me atrai muito hahaha. Para os curiosos, segue a sinopse: Rachel (Emily Blunt), uma alcoólatra desempregada e deprimida, sofre pelo seu divórcio recente. Todas as manhãs ela viaja de trem de Ashbury a Londres, fantasiando sobre a vida de um jovem casal que vigia pela janela. Certo dia ela testemunha uma cena chocante e mais tarde descobre que a mulher está desaparecida. Inquieta, Rachel recorre a polícia e se vê completamente envolvida no mistério.

Também fiquei apaixonada pelas novas coleções de esmaltes da Risqué (Linha “Eu era feliz e sabia”, inspirada nas memórias de criança) e Impala (Linha “Esmalticons” – esmalte + emojis hahaha =p – esse da montagem é o emoji “to de olho”). Além dos nomes criativos, achei fofas as cores! Aguardem que o SuperIndico vai voltar para esse blog. ;-) Por último, mas não menos importante, amei a capinha “Pense Rosa”, da Go Case. Em parceria com a ONG Oriente Vida, a marca desenvolveu essa e mais duas estampas para capas para a ação que vai reverter 20% das vendas para a instituição (clique aqui para saber mais). Tudo em prol da campanha Outubro Rosa! ♥ 

Prontinho, gente! =) E se alguém tiver mais alguma dica de lançamento, só acrescentar aqui nos comentários!

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram


8
14.09.2015
* Bienal 2015: Apaixonada por capas! ♥

Adivinhem: o que a pequena blogueira que vos bloga saiu catando pela Bienal do Livro para postar aqui? Ahá! Acertou quem falou: capa! ♥ Essa parte do livro sempre me chama atenção. Se a história aparentemente é boa e tem um “cartão de visitas” lindo de morrer, eu compro. Mas se o livro não parece ser legal (na minha opinião), mas a capa é de tirar o fôlego: tiro pelo menos uma foto para recordar hahaha.

Para esse post, selecionei dez capas que eu amei esbarrar pelos corredores do Rio Centro, local onde aconteceu o evento aqui no RJ. Espero que gostem. ;-)

Capas Bienal -1

Quatro capas que morri de amores, porém acabei deixando lá. Tirando essa terceira (“Um momento de meditação”), queria levar os outros três livros para casa. As histórias me chamaram atenção, porém meu lado menos consumista não me deixou passar o cartão de crédito #fuén hahaha. A da bicicleta (“Quando o vento sumiu“) é a coisa mais fofa. Adorei as cores! A primeira (“Dez coisas que aprendi sobre o amor“) dá uma sensação de paz, mas ao mesmo tempo: vamos refletir. E a quarta (“Tudo que se perde. Tudo que se ganha“): sou gorda, amo melancia hahaha! Brincadeira, achei bem fofinha. Ah!!! Essa 3ª, eu achei linda e bem jornalista, sabem? Mas o assunto não me chamou atenção. 

Capas Bienal -3

Desde o primeiro dia que vi a capa do novo livro da Fernanda França (“O pulo da gata“), me apaixonei. Mas ao vivo, consegue ser mais linda ainda. Esses dois corações e o eclipse (que parece uma lua, mas é um eclipse), têm tipo glitter, sabem? Ah! E a autora contou que quando a gente embarca na história, entendemos cada parte da capa. Ansiosa para ler (esse livro trouxe para casa!!). E seguindo a cor azul, que eu amo, encontrei esse livro de colorir do Pequeno Príncipe (“O pequeno livro de colorir do príncipe“). Tão lindo, mas deixei para algum leitor sortudo. Ainda estou com o Jardim Secreto para colorir aqui, então, não quis comprar ainda. 

Capas Bienal -2

Gente. O que é essa capa do livro “Uma curva no tempo“? Fiquei namorando, flertando e tal, mas como a história não me chamou tanta atenção (no momento), não levei. Mas está no meu Top 5 de capas mais lindas desse ano. ;-) Já a segunda foto (“Um ano inesquecível“)… Bom, como a história parece ser tão fofa quanto a capa, levei.  Uma das coisas que mais me encanta na vida: nuvens! Amo ficar na janelinha do avião, observando. O medo desse transporte aéreo passa na hora haha. Esse livro (“No início não havia Bob“) foi um dos últimos que fotografei na Bienal. Nem cheguei a ler a sinopse, mas depois vou pesquisar direito  e, quem sabe, comprar. Por último, mas não menos importante: a capa mais linda do livro “Becky Bloom em Hollywood“. E aparece, pela primeira vez, a carinha da nossa consumista preferida. Como disse uma menina na fila para a Sophie autografar (depois conto como foi esse momento lindooooo ^^), a capa é a cara da personagem. Pura verdade, né? É o tipo de livro que ela levaria para enfeitar a casa! Levei a outra capa, que segue a mesma linha dos outros livros da série, mas se rolar uma promoção nessas livrarias da vida, quem sabe. 

***

Gostaram da seleção? Podem opinar à vontade. ;-) Ah! Quem foi na Bienal: quais foram as capas que vocês mais gostaram? Contem aí.

Beijos, Carol. 


3

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017