20.08.2018
* Pequena Jornalista completou 9 anos de blogosfera! ♥

Parece que foi ontem. Dia 20 de agosto de 2009, a pequena blogueira que vos bloga resolveu criar um cantinho na blogosfera: Pequena Jornalista! Na época, tudo ainda era mato e, de lá pra cá, muita coisa mudou. O blog de tudo um pouco, continua com esse objetivo, mas o mundinho literário também invadiu essa parte da minha vida. E que bom!  Nesses 9 anos, tanta coisa aconteceu. Li histórias incríveis, ganhei amigos para a vida inteira e muitas oportunidades, que meu Deus! Quando imaginei ganhar livros? Quando imaginei credencial para Bienal? Quando imaginei entrevistar meus autores favoritos? Quando imaginei receber uma Melissa, mimos de papelarias e tal? Como já contei algumas vezes, o PJ é a minha dose extra de alegria (e de aprendizado). Aqui escrevo sem regras. Me permito acertar e errar, na mesma intensidade (por mais que meu perfeccionismo insista em tomar conta hahaha).

Falando nisso… Também tenho os meus dias difíceis, que quase nunca compartilho. Mas eles existem, viu? Ou acha que blogar é só glamour? Que a vida da Pequena só se resume em fofurices? Não mesmo! A gente recebe cada não, que dói. Cada foto péssima que eu tiro (isso o feed do Insta não mostra hahaha). A inspiração some, a internet não colabora, o computador trava, o trabalho (que paga os boletos e que eu amo também) toma todo tempo do mundo e o jeito é ler de madrugada mesmo, postar no outro dia e mandar o e-mail com as perguntas para o próximo entrevistado depois. Nessas horas, a frustração toma conta e parece que nada dá certo. Mas no dia seguinte, você lembra das conquistas, do e-mail surpreendente que recebeu e passa. Faz parte, né? Momentos ruins servem para a gente dá valor aos bons. Se tudo fosse fácil, talvez não tivesse tanta graça.

Enfim! Sou grata por cada pedacinho da história do blog e por quem faz parte dela, seja direta ou indiretamente. Obrigada a todos leitores, escritores, parceiros (antigos e novos), assessorias, família (principalmente Mamys, Lulu e Jeanninha e Johnninho), amigos, namorado e tal. Obrigada por cada comentário, sugestão e participação. Obrigada por me incentivarem sempre! E que venham mais anos, mais posts, mais leituras, mais tempo para me dedicar mais ainda, mais surpresas, mais aprendizados. E que nunca falte: gratidão, sonhos e, claro, livros e tudo que faz parte do meu mundinho, como moda, beleza, filme, séries e etc.

Parabéns para mim. Parabéns para o blog. Parabéns para você!

E aqui vai um recadinho: está rolando sorteio lá no Insta de 9 anos do PJ. Clica aqui para saber mais!

Beijos, Carol.

Pequena Jornalista - 9 anos9 Tentativas de fotos para comemorar os 9 anos de PJ! 
Se eu gostei de todas essas fotos? Não mesmo, mas fazem parte de um momento tão incrível, que nem liguei e compartilhei! 
E para o PJ tudo ou nada? TUDO! 
♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Para ler: Niver 2017!

Fan Page ♥ Instagram 


3
25.08.2017
* {Beda 25} – PJ Entrevista: Raffa Fustagno! ♥

Ei, Gente! Mais uma vez sumi por aqui, mas tive um pequeno problema com o servidor. Ainda bem, que eles resolveram e estou de volta! :) Daí, para essa sexta-feira, preparei para vocês uma entrevista muito especial e que é uma inspiração nessa blogosfera literária: Raffa Fustagno, dona do blog A menina que comprava livros e autora do “O livro da menina” e “Blogueiras.com“. Espero que gostem! 

Entrevista Raffa Fustagno - PJ - 1PJ Entrevista: Raffa Fustagno 

1. Alguma curiosidade do “O livro da menina” e “Blogueiras.com” que quase ninguém saiba? Aliás, como foi todo o processo? 
R: “O Livro da Menina” e “Blogueiras.com” foram convites incríveis. Um veio da editora e outro de uma amiga linda e talentosa (a Thati Machado!). Minha memória nem sempre é maravilhosa, mas acho que nunca contei que quando recebi o convite do primeiro e a editora sugeriu que tivesse muitas partes interativas, eu que já sou super fã de livros interativos, virei a louca dos livros de preencher. Eu comprei em uma tacada só 8 livros do gênero para pesquisa, em inglês e em português. Eu queria ter ideias, não queria nada de colorir, mas pensei “O que você gostaria de preencher?” e fiz de um modo que eu me divertiria preenchendo! No Blogueiras.com, o processo de pesquisa foi vendo filmes, eu assisti 2 vezes (e nem lembro quantas vezes já tinha visto antes disso…mas muitas!) “E O vento Levou” e “A Rosa Púrpura do Cairo”, pois queria me inspirar ainda mais e o resultado acho que deu certo. Amo esses filmes!

2. Escrever livro ou “blogar” sobre eles? Comente um pouco sobre as dores e delícias de ser blogueira literária e autora!
R: Quando a gente bloga, damos nossa opinião ao resenharmos, e talvez lá no início eu não tivesse tanta noção de como escrever um livro é se doar. Amo blogar, não me vejo sem postar na Menina e alimentar todas as redes sociais possíveis. Mas descobri que ser autora é muito difícil. A gente tem uma vaga noção quando entrevista os autores, porém quando lança seu próprio livro, vê como é complicado ser lido e manter as amizades. Conheci muita gente bacana e vivi momentos maravilhosos, tanto como autora quanto blogueira. Na verdade, mais como blogueira. Afinal, são 7 anos blogando e nem fiz 1 ano de livro lançado ( completo em novembro). Mas os dois meios tem gente que sente inveja, gente que te decepciona. É o ser humano e seu ego incurável agindo em todas as profissões! Infelizmente, a gente tem que matar um leão por dia, não é fácil, Mas quando algo dá certo ou quando uma mensagem fofa de um leitor e/ou seguidor chega para te animar, você esquece de tudo isso.

3. Pergunta difícil: quais são os três livros (não podem ser os que você escreveu rs) que salvaria de um possível incêndio na sua biblioteca?
R: Eu poderia dizer o dos meus autores favoritos, mas esses eu poderia comprar novamente. Então, certamente eu salvaria um livro autografado pelo Mauricio de Sousa (tenho uns 6 rs… Mas ok, escolheria um), o livro “Seis Anos Depois”, que está autografado por Harlan Coben. E aí fica difícil porque eu não sei se escolheria o livro da Anne Rice ou da Jojo Moyes. Mas acho que da Anne, ela é mais difícil de voltar ao Brasil.

Entrevista Raffa Fustagno - PJO livro da Menina! 

4. O blog da Menina completou sete anos. Quais são os ingredientes fundamentais para manter um cantinho tanto tempo na internet?
R: 
Resiliência. Acho que não encontro outra palavra. Antes de publicar os livros, nunca tinha ganho um tostão. Então, o primeiro ponto importante é não esperar que ele faça sucesso logo de cara, que você ganhe como a Kéfera, que a vida seja só seguidores dizendo que te amam. Porque infelizmente a vida tem Hater para caramba! Mas não pode se deixar abalar, blogar é muito de tirar do próprio bolso, é dormir pouco para colocar uma postagem importante no ar, é saber que nem sempre você poderá cobrir eventos porque tem faculdade ou trabalho… Tem outro fator que acho que faz diferença: fazer eventos é um diferencial, você fica mais próximo de quem te lê, você se sente amiga (e vira mesmo!) daquela pessoa que te acompanha online. E é não desistir NUNCA! A vida é feita de mais nãos dos que sim, né?

5. A Raffa leitora e autora tem alguma mania peculiar na hora de ler, escrever e gravar vídeos?
R: Sim! Eu leio em qualquer lugar: no metrô, no elevador, no avião. Só não leio no ônibus porque enjoo. Para escrever eu preciso ouvir música, pode ser antes, parar e escrever, e pode ser depois. Sempre me inspira! Escrevi “O livro da Menina”, ouvindo Guns n´Roses e Shakira, sou eclética. O “Blogueiras.com”, escrevi ouvindo David Bowie. E agora estou escrevendo para um projeto lindo, que assim que puder divulgar vou ficar super feliz! Mas tem sido Alicia Keys, Frank Sinatra e Nirvana. Bem louco  isso né? Em relação aos vídeos, eu mudo o lugar da casa. É o que é mais fácil, pois o tempo é curto. No meu quarto, tem o lugar que fica meu laptop e já tem câmera e tripé ali, então é mais tranquilo. Mas na sala, eu já gravei muitas vezes também o espaço é até maior, porém, meu marido fica jogando e do nada ele dá uns berros e atrapalha meu vídeo… Então ultimamente tenho optado por gravar no quarto mesmo. Não sei se chamaria isso de peculiar hahaha.

***

Tem como não se inspirar? A Raffa é bem pé no chão e eu adoro isso! Além de ser, mega fofa e divertida! Muito obrigada, viu? Mais e mais sucesso! Muitos eventos, livros, filmes e por aí vai. Você merece!!  Quem tiver na Bienal, é só conferir a agenda dela (no final desse post). Vale a pena pedir uma dedicatória, dar um abraço e conversar com ela. E assim que eu ler os dois livros, conto para vocês!!

20543554_1625249107508482_4264071765204403228_oPartiu Bienal? =)

É isso, pessoal. Podem opinar à vontade e não deixem de seguir a Raffa no Insta, na Fan Page e assinar o canal dela também! E quem quiser comprar os livros, é só entrar na lojinha da Menina. =)

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram 


4

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018