21.04.2017
* {Beda 21} – Decor: Home office! ♥

Ei, Gente! Convidei uma amiga, a Cris (que é arquiteta e dona da empresa “Cris Delinger Arquitetura e Interiores”), para dar algumas dicas de como montar um home office aconchegante e propício para trabalhar. Espero que ajude e inspire vocês, assim como me inspirou. Conta aí, Cris! 

Decor PJ - Home Office - 9Dicas para um home office
(Por Cris Delinger)

1. O que não pode faltar em um home office para deixá-lo um ambiente propício para trabalhar?
R: Luz natural e regras ergonômicas não podem faltar em um home office. Caso seja possível monte seu home office próximo à janela. A luz natural tem um papel importantíssimo para o seu bem-estar. Caso a janela tenha vista para uma linda paisagem, o momento do descanso fica ainda melhor. ;-) A ergonomia consiste no estudo da relação do ser humano com o ambiente em que ele se encontra. Para o trabalho, esse estudo tem como objetivo o bem-estar e conforto de quem usa. Prevendo os males que a jornada de trabalho pode causar ao seu corpo, podendo assim criar meios de evitá-los.

Decor PJ - Home Office - 2

2. Atualmente, o que é tendência?
R: Poder mesclar a decoração vintage com o moderno, dará um ar bem atual ao seu home office. Outra tendência forte é a presença dos anos 70. Elementos (com estampas geométricas, por exemplo) que remetem a esse período, estão sendo cada vez mais encontrados nesses tipos de ambientes.

3. Para quem não quer gastar muito, quais são as dicas?
R: Dar novos usos a itens que temos em casa é sempre uma boa opção nesses momentos. Usar a criatividade para criar ambientes confortáveis e funcionais é essencial. Por exemplo: um cavalete que você tem em casa e que está parado no canto da sala. Ele pode ser usado como uma base de mesa para trabalho, sendo necessário apenas acoplar um tampo ao cavalete. O resultado fica super moderno e descolado. Outras dicas legais são usar caixas para organização, reaproveitar luminárias que você já tem casa, fazer as compras dos itens necessários em lojas menores, as quais geralmente têm os preços mais legais. Enfim, é possível fazer um home office gastando pouco e deixando o ambiente muito agradável.

Decor PJ - Home Office - 1

Decor PJ - Home Office - 7

Decor PJ - Home Office - 6

4. O home office tem que ser algum lugar específico da casa ou não tem regra? Comente um pouco
R: O ideal é que você consiga um ambiente bem iluminado em casa e que possa te dar privacidade. Mas independe se será em um quarto ou em uma parte da sala. O importante é deixar o ambiente separado para essa função, para que você realmente tenha um local seu para a sua jornada de trabalho.

5.  O home office varia de profissão ou pode ter o mesmo ambiente para um designer e jornalista? 
R: A vantagem de se ter um home office é a versatilidade que o mesmo proporciona. Você pode realizar diferentes funções em um mesmo home office, desde que o ambiente tenha sido pensado com essa flexibilidade. Por exemplo, um designer precisa de um espaço de bancada maior para desenhos e esboços, já um jornalista pode ter um espaço um pouco menor. Tudo é possível nesses ambientes, mesclar as atividades e funções sem dúvida enriquecerá o espaço.

Decor PJ - Home Office - 3

Decor PJ - Home Office - 5

***

Gostaram? Podem opinar à vontade. Muito obrigada, Cris! Foi curtinha, mas muito informativa.  Ah! Quem tiver precisando de uma Cris na vida, é só entrar em contato com a própria. ;-) O e-mail é projetos@crisdelinger.com.br e o telefone é (21) 96909.8183.

Beijos, Carol.

Para ler: Decor – almofadas

Fan Page ♥ Instagram 


7
20.04.2017
* {Beda 20} – PJ Leu: Meu jeito certo de fazer tudo errado! ♥

Ei, Gente! e a última dica literária da semana é Meu jeito certo de fazer tudo errado, das autoras Klara Castanho e Luiza Trigo. E já adianto que o livro, que foi publicado pela editora Arqueiro (parceira do blog), é um romance teen bem fofo. Boa resenha! 

Meujeitocerto_CapaWEBLivro: Meu jeito certo de fazer tudo errado | Editora: Arqueiro | Autoras: Klara Castanho e Luiza Trigo
Crédito da imagem: Editora Arqueiro

Sinopse: Meu jeito certo de fazer tudo errado conta a história da Giovanna (Ou Nanna para os íntimos haha), uma garota que acaba de se mudar com a família para São Paulo e, de quebra, precisa encarar os dilemas da adolescência. Como por exemplo: obedecer sempre aos pais controladores ou se aventurar em busca de independência? Ignorar suas convicções para agradar o grupinho popular do colégio ou se isolar com a amiga solitária? Viver um grande amor e perder o amigo ou se contentar com a “friendzone”? Essas questões e outras resultam em uma livro repleto de situações e personagens autênticos e coloridos!

Minha opinião: É um livro bem teen, gente! Segue bem o estilo da Thalita Rebouças, sabem? Se você não curte, melhor não encarar. Mas quem gosta e quer arriscar uma leitura diferente, vale a pena embarcar na história. A escrita das autoras é leve e divertida. Não dá vontade de parar! Mas o que mais me conquistou foi o projeto gráfico. Mega fofo, gente! Cada capítulo, uma ilustração linda. Impossível não lembrar da minha adolescência e das vezes que me vi na pele de algumas personagens, como a Giovanna e a Giselle. Enfrentei muitos dilemas parecidos e é nessa hora que a gente percebe o quanto essa fase é complicada. Mas com carinho, dedicação e atenção (dos pais, da escola e dos amigos certos), tudo dá certo! Um livro que fala de assuntos típicos dessa idade, mas com leveza. Vou guardá-lo para minha filha ou meu filho (quando eu tiver um haha) ler.

Os personagens são encantadores. Principalmente, a Nanna, Henrique e Lucas (meio implicante, mas tem bom coração mesmo, gente). Henrique é o tipo de amigo que todo mundo deveria ter. Confesso que torci para um final diferente, mas o clichê me agrada também.  Enfim, recomendo! 

Beijos, Carol.

Última Resenha: Escolha sua vida

Fan Page ♥ Instagram 


3
19.04.2017
* {Beda 19} – PJ Leu: Escolha sua vida! ♥

E a segunda dica literária da semana é Escolha sua vida, da autora Paula Abreu. O livro, que foi publicado pela editora Sextante (parceira do blog), é uma ótima pedida para quem está querendo mudar ou saber se está no caminho certo para ter uma vida feliz fazendo suas próprias regras. Bom post. ;-)

PJ Leu - Escolha sua vida
Livro: Escolha sua vida | Editora: Sextante | Autor: Paula Abreu
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Sinopse: Muita gente poderia dizer que uma advogada bem-sucedida, com muito dinheiro no banco, carro do ano e um apartamento com vista deslumbrante deveria estar satisfeita com a vida, né? Paula Abreu tinha tudo isso, mas um dia constatou que não estava feliz. Daí, resolveu se reinventar: largou a carreira, terminou um relacionamento, mudou seus hábitos e começou a buscar a vida que sempre quis. Não foi fácil! E assim como ela, o leitor também percebe que há possibilidade de abandonar o que lhe causa frustração e correr atrás do que é essencial para a própria felicidade. A autora usa essa experiência para estimular você a sair da zona de conforto e reunir coragem para dar o primeiro passo. O livro traz exercícios de autoconhecimento para definir a sua visão de sucesso e felicidade, vencer os obstáculos que o separam de seus objetivos e conquistar a vida que sempre sonhou.

Minha opinião: Essa leitura foi tipo um complemento do livro “Eu sou as escolhas que faço” (clique aqui para ler a resenha). Deu um up e me ajudou a enxergar algumas coisas novamente, mas dessa vez mais forte. Vi que a gente tem que quebrar essa história de que não é possível trabalhar com o que gostamos. Não é uma tarefa fácil, mas há essa possibilidade sim. Só tem que dar o primeiro start! E saber disso, na minha opinião, já é um bom passo.

Ler Escolha sua vida não vai fazer milagre, mas como a própria autora diz, ela só vai segurar a lanterna enquanto você procura as chaves no fundo da bolsa. ;-) Destaque para os exercícios que ela colocou. Não são simples, mas ajudam muito! Me ajudaram a olhar ainda mais o que desejo para a minha vida. Ah! Uma observação muito importante: o sinônimo de sucesso varia. De felicidade também. Cada um tem o seu. E é preciso respeitar! Lembrando que esse significado pode mudar com o tempo. Por exemplo, em algum momento você pode ser feliz sendo jornalista e no outro, nem tanto. A gente muda e tudo bem!

Enfim, foi um dos livros mais legais que já li e que devorei em um dia! A linguagem é fácil e direta. Sem enrolação! Não é só mais um livro de autoajuda (nada contra, mas alguns acho bem teóricos e acabam não ajudando), ajuda mesmo (Obrigada, Paula). Mega recomendo! 

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram 


3
18.04.2017
* {Beda 18} – Diário de viagem: Favoritos da Disney e Universal! ♥

Ei, Gente! Finalmente vai sair o 1º post de algumas postagens sobre a minha viagem para Orlando, que fiz no comecinho desse ano. E para começar, selecionei 10 brinquedos (e outras atrações) dos parques da Disney e Universal Studios. Foi difícil e muitos ficaram de fora, mas missão dada (por mim hahaha) é missão cumprida. Bom post!

Diário de Viagem - 2 - PJFavoritos da Disney e da Universal. 
Crédito das imagens: Google / Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Twilight Zone Tower of Terror (Disney – Hollywood Studios)
Sempre fui uma pessoa que fazia meus amigos andarem de escada comigo, pelo simples fato de eu morrer de medo de elevador (mas já superei esse medo hahaha). Mas quando ia com a família para a Disney, ir nesse brinquedo (inúmeras vezes) era lei. Amava e sempre queria mais! Vai entender hahaha! E dessa vez, não foi diferente! É praticamente um elevador que tem várias quedas, abre a janelinha e você dá de cara com o parque e por aí vai. Dá medo, uma adrenalina e nunca é igual. Pelo que eu li, o computador deles seleciona a versão “elevador” que você vai enfrentar. Enfim, imperdível. E olha que vocês estão falando com uma medrosa! ;-)

2. The Amazing Adventures of Spider-Man  (Universal – Island of Adventure)
É um dos meus preferidos e da minha mãe também. É um simulador, onde o Homem Aranha te leva para as ruas de Nova York, enfrentar vilões e tal. É bem divertido. Aliás, a maioria dos simuladores da Universal é imperdível. Se eu não me engano, dá para ir todo mundo da família!

3. Harry Potter and the Forbidden Journey (Universal – Island of Adventure)
Foi um dos brinquedos que mais senti medo, mas a sensação de ter jogado quadribol com o Harry, com a Hermione, fez valer a pena! Ele não vira de cabeça para baixo (tenho medo e não ando em brinquedos desse jeito), mas todo o momento pensei “acho que a mulher da fila me enganou e isso vira sim”. Ai na primeira vez, não aproveitei muito. Porém, fui corajosa o suficiente para ir uma segunda vez e aproveitei muito mais. Tentei focar só na impressão de estar voando na vassoura mesmo! E deu mais ou menos certo! Nunca vou me esquecer desse brinquedo e espero ir mais vezes! Ah! E a fila é mega interativa. A gente se sente realmente no filme. Aliás, as partes do Harry Potter são as melhores! Vale muito muito a pena! 

4. Expedition Everest (Disney – Animal Kingdom)
Não sou muito fã de montanha-russa, mas essa do Everest é uma das mais legais. Outra que a minha família também ama e que sempre marca as nossas viagens. Fica na parte da Ásia do parque! O mais legal é que tem uma parte que o trilho acaba e aí o “carrinho” começa a correr para trás. Mega indico! ;-)

5. Splash Mountain (Disney – Magic Kingdom)
Outra montanha-russa mega fofa e divertida! E que pode molhar. Aliás, amo brinquedo que molha. Tá molhando, tô indo hahaha. Ah! É com os personagens de um filme antigo da Disney: A Canção do Sul. Vale bem a pena!

6. Popeye & Bluto’s Bilge Rat Barges (Universal – Island of Adventure)
Você embarca num bote que segue por algumas corredeiras e canhões de água. Nossa missão é “auxiliar” o Popeye a salvar a Olívia (Palito) das garras do Brutus. E, gente! Esse brinquedo não molha. Encharca! Mas é bem divertido e rola uma competição para saber quem se ferrou mais hahaha. Aliás, sugiro levar uma outra roupa e toalha na mochila ou comprar no parque. Ah! E vai enquanto for de dia, porque a noite o risco de ficar doente e passar frio, é maior. ;-) 

7. For the First Time in Forever: A Frozen Sing-Along Celebration (Disney – Hollywood Studios)
Um show de meia hora, onde a gente pode cantar as músicas do filme Frozen (Let it gooooo hahaha). Ai alguns personagens aparecem em “carne e osso”! Ah! O show é apresentado por duas pessoas mega engraçadas, que fazem piada de tudo! É muito fofo e uma ótima pedida para quem ama a história!

Diário de Viagem - 1 - PJFavoritos da Disney e da Universal. 
Crédito das imagens: Google e Pequena Jornalista (da A Bela e A Fera) / Crédito da montagem: Pequena Jornalista

8. Mickey’s PhilharMagic (Disney – Magic Kingdom)
Uma atração bem mágica, gente! Passa um filme (curtinho) em 3D com algumas das principais histórias do mundo Disney. Esse foi um dos momentos mais emocionantes, onde lembrei da minha infância e das viagens com o meu pai (), minha mãe e minhas irmãs. Por isso, entrou na seleção!

9. Show de encerramento (Disney – Hollywood Studios) 
Sem palavras para esse show, gente. Os personagens que amamos, os efeitos. Tudo incrível. Fechamos a viagem com chave de ouro (foi o último parque #snif ;’p). Vale chegar com uma horinha antes para pegar um lugar bacana e ficar todo mundo junto. ;-)

10. Apresentação A Bela e a Fera (Disney – Hollywood Studios)
Outra atração que não tenho palavras, gente! É mágico, assim como a Disney deve ser. Vale muito a pena!! É a história resumida, mas vale muito a pena!

Diário de Viagem - 3 - PJPequena blogueira que vos bloga na montanha russa do Everest!
Crédito da imagem: Pequena Jornalista! ;-)

***

Prontinho, gente! Algumas atrações ficaram de fora, mas (quase) todas são incríveis e mágicas. Não coloquei brinquedo que dá looping, porque morro de medo e não vou nem morta hahaha. Mas se quiserem dica, avisem nos comentários, que peço para a minha irmã fazer a seleção dela, ok? E me falem qual é o top 10 de vocês e/ou quais brinquedos gostariam de ir. Semana que vem tem mais diário de viagem, juro juradinho!

Beijos, Carol.

Fan Page ♥ Instagram 


4
17.04.2017
* {Beda 17} – PJ Leu: O sol também é uma estrela! ♥

E a primeira dica literária da semana é O sol também é uma estrela, da autora Nicola Yoon. Publicado pela editora Arqueiro (parceira do blog), o livro fala sobre a história de Daniel e Natasha e como esses dois personagens se cruzam. O protagonista? Dependendo do seu ponto de vista: o Universo! Boa resenha! ;-)

Osoltambemeestrela_CapaWEBLivro: O sol também é uma estrela | Editora: Arqueiro | Autor: Nicola Yoon
Crédito da imagem: Editora Arqueiro

Sinopse: Natasha acredita na ciência e nos fatos! Sorte, destino e sonhos? Tudo balela! Não é o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um cara bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Principalmente quando ela e a família estão a 12 horas de serem deportadas para a Jamaica. Daniel é um bom filho e aluno! Por sorte (ou não), sempre esteve à altura das grandes expectativas dos pais e nunca se permitiu ser o poeta e sonhador que sempre quis. Mas quando deu de cara com a Natasha, esqueceu todos os poréns e só pensou em uma coisa: o destino tem algo extraordinário para os dois. Será? Enquanto isso, o Universo mostra que cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Só resta saber qual deles se tornará realidade.

Minha opinião: A leitura é pura poesia! Me envolveu a cada página. Obrigada, Nicola! :) Uma hora concordava plenamente com a Natasha, outra mergulhava nos pensamentos do Daniel. Aliás, me identifiquei com os dois! Acredito no destino. Aquela história de que nada acontece por acaso. Em contrapartida, nem todas as coisas que acontecem precisam necessariamente de uma razão, sabem? Ah! Ela é a razão, ele é o coração. Mas os dois são um pouquinho de cada! Tipo… Um equilibra o outro. Quanto ao Universo: ele realmente coloca um milhão de oportunidades e seja o que Deus quiser. Também curti os personagens coadjuvantes, que mostraram um pouco da sua vida. E como nem tudo são flores, queria ter visto mais o ponto de vista de pessoas ligadas diretamente ao Daniel.

De resto, adorei como a história se desenvolveu. A escrita da autora prende o leitor. Fiquei meio decepcionada com algumas partes, mas no final tudo se encaixou e me surpreendeu. E arrancou suspirou também! Esse livro é mais uma prova (fictícia) que uma palavra, uma atitude, muda tudo. Tanto para o bem quanto para o mal. E pode não só afetar você, como todos ao seu redor. Ah! Adoro a parte que a Natasha fala que o sol merece mais poemas. É a minha preferida! O cenário que mais gostei e fiquei imaginando: o karaokê. Enfim, queria muita que O sol também é uma estrela virasse filme. Por fim, destaque para a capa.  Totalmente poética, não acham? 

17362375_604274083098053_6807045986431542363_nMimos que recebi da Arqueiro junto com o protagonista do post! 

É isso, gente! Podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Última resenha: As cordas mágicas!

Fan Page ♥ Instagram 


4

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017