25.04.2018
* {Beda 25} – Blogagem coletiva: Leia.Seja! ♥

Ei, Gente! :) Em homenagem ao Dia Mundial do Livro, a Editora Arqueiro junto com a campanha “Leia.Seja”, realizada pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros, convidou os blogueiros parceiros para fazer uma blogagem coletiva durante essa semana. Óbvio que eu topei, afinal, não é sempre que damos de cara com uma projeto que incentiva a leitura de verdade e, tem por objetivo, mostrar o papel transformador dos livros na sociedade. Então, para participar, selecionei cinco histórias da Arqueiro, que me marcaram de alguma forma. Vamos lá? 

Blogagem Coletiva - Leia.Seja e Arqueiro - PJCinco livros da Arqueiro que me marcaram! 

1. Dois a Dois (Nicholas Sparks) 
Sinopse: Com uma carreira bem-sucedida, uma linda esposa e uma adorável filha de 6 anos, Russell Green tem uma vida de dar inveja. Ele está tão certo de que essa paz reinará para sempre que não percebe quando a situação começa a sair dos trilhos. Em questão de meses, Russell perde o emprego e a confiança da esposa, que se afasta dele e se vê obrigada a voltar a trabalhar. Precisando lutar para se adaptar a uma nova realidade, ele se desdobra para cuidar da filhinha, London, e começa a reinventar a vida profissional e afetiva – e a se abrir para antigas e novas emoções.
Observação da Pequena: Aprendi tanto com o Russ e sua adorável família. Me perguntava o tempo todo, o que faria no lugar dele. Essas histórias fazem a gente se sentir na pele dos personagens, de verdade. Foi o meu primeiro contato literário com o Nicholas e comecei com o pé direito, mesmo chorando em algumas horas! Para saber mais, tem resenha nesse post. ;-)

2. Nossa Música (Dani Atkins) 
Sinopse: Ally e Charlotte poderiam ter sido grandes amigas se David nunca tivesse entrado em suas vidas. Mas ele entrou e, depois de ser o primeiro grande amor (e também a primeira grande desilusão) de Ally, casou-se com Charlotte. Oito anos depois do último encontro, o que Ally menos deseja é rever o ex e sua bela esposa. Porém, o destino tem planos diferentes e, ao longo de uma noite decisiva, as duas mulheres se reencontram na sala de espera de um hospital, temendo pela vida de seus maridos. Diante de incertezas que achavam ter vencido, elas precisarão repensar antigas decisões e superar o passado para salvar aqueles que amam.
Observação da Pequena: É uma história que mexe com a nossa cabeça e é impossível não se colocar no lugar das personagens. Muda a perspectiva de várias questões e aborda assuntos fundamentais, mas de uma maneira leve, na medida do possível. Quer saber mais? É só clicar aqui.

3. Tudo e todas as coisas (Nicola Yoon) 
Sinopse: Um romance que conta a história da Madeline, uma adolescente que tem uma doença rara. Isso significa que ela é basicamente alérgica ao mundo. Há 17 anos, nossa protagonista não coloca o pé para fora de casa. As únicas pessoas que ela tem contato direto são: a mãe e a enfermeira Carla. Mas tudo muda quando um caminhão de mudança para na frente da casa ao lado. Madeline olha pela janela e dá de cara com um cara alto, magro e, aparentemente, ama preto. Seu nome? Olly. O significado? Ele irá provocar uma mudança na vida dela e ela na dele. Se isso será uma catástrofe? Ninguém sabe, mas imagina… ;-)
Observação da Pequena: Como não se apaixonar por Olly? Senti o mesmo amor e carinho que a Madeline sentiu pelo novo vizinho. O que ele fez e como mudou a vida dele é… Sem palavras! Vale cada página e para ler mais, é só clicar nessa resenha.

4. Álbum de Casamento (Nora Roberts) 
Sinopse: O livro conta a história da Mackensie Elliot, que não teve uma infância muito boa e guarda recordações nada felizes. Seus pais se separaram quando ela era pequena e nenhum dos dois deu muito apoio e atenção à filha. Sua mãe só a procura para pedir dinheiro e, caso esteja prestes a não conseguir, faz chantagem emocional. Ainda bem que ela tem o seu porto seguro triplo: Parker, Laurel e Emma, suas três melhores amigas. Elas cresceram juntas e a brincadeira preferida era planejar casamentos. Até que o sonho virou realidade e o quarteto fundou uma empresa de organização de casamento, na qual Mac é responsável pela fotografia. Ama o que faz, tem a independência financeira e agora apareceu um cara chamado Carter Maguire, que por acaso era o seu “coleguinha” da escola. Na verdade, ele era louco por ela, mas a timidez e o jeito meio nerd nunca chamaram a atenção dela. Dez anos depois, tudo mudou. Intimidado a acompanhar a irmã numa reunião para planejar o casamento dela, Carter aparece e dá de cara com a sua paixão platônica. E tudo indica que Mac está na mesma. Será? Um encontro desastrado e que pode virar suas vidas de cabeça para baixo e mudar o conceito deles em relação ao amor.
Observação da Pequena: Mac é uma das minhas preferidas dessa série do Quarteto de Noivas… E Carter também é sem comentários! Uma história de amor improvável, mas que arranca suspiros e que ensina a gente lições valiosas. Leia a resenha aqui.

5. Como agarrar uma herdeira (Julia Quinn) 
Sinopse: Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou. Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso. A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação que o desarma completamente.
Observação da Pequena: A personagem principal tem o meu nome, então, já amei de cara. E ela é uma das protagonistas mais divertidas e que me identifiquei, em alguma situações. Sério, me apaixonei perdidamente por romance de época graças a esse livro! Fingi ficar sem voz que nem ela e me apaixonei por Blake e Jason também. Tem resenha dessa história aqui.

Bela_ComMinha versão “Quando você lê, você é a Caroline Trent por um tempo”. ;-) 

Agora eu quero saber: qual personagem da Arqueiro que você se sentiu na pele por um tempo? No mais, podem opinar à vontade! E quem quiser saber mais sobre esse projeto, é só clicar aqui.  ♥ 

Beijos, Carol.

Para ler: Dia Mundial do Livro

Fan Page ♥ Instagram 


0
24.04.2018
* {Beda 24} – Superindico: Babados e Bolinhas! ♥

Ei, Gente!  Aqui vai mais uma indicação de esmalte lindo: Babados e Bolinhas, outro da coleção em homenagem a Minnie Mouse, feito pela Risqué. Um rosa fechado, quase vermelho, que também tem tudo a ver com a atual temporada.

Superindico - Babados e Bolinhas - PJProtagonista do post!
♥ 

Já usei duas vezes. Na primeira, a durabilidade me surpreendeu muito. Mais de uma semana e o esmalte estava intacto. Dessa vez, não durou tanto. Mas a cor é tão linda, que vale a pena! Duas demãos e a gente arrasa por aí. Fora que é hipoalergênico e tem o nome mais fofo. Na hora de tirar, não mancha e limpar também não é difícil. Mega recomendo! 

E vocês? Já usaram? Contem aí!

Beijos, Carol.

Para ler: De orelha a orelha!

Fan Page ♥ Instagram


1
23.04.2018
* {Beda 23} – Dia Mundial do Livro! ♥

a313639a58eadc8bc350dbb811d16a1aCrédito da imagem: Pinterest! 

Ei, Gente! :) Sabia que hoje é o Dia Mundial do Livro? Uma das datas mais especiais, afinal, o que seria da nossa vida sem essa palavrinha tão mágica e que faz a gente viajar, aprender, suspirar, chorar, rir e um milhão de coisas mais. Não importa se o livro é ficção, chick-lit, fantasia, thriller, biografia, clássico, entre outros gêneros. O importante é ler. Sem essa de preconceito literário! Enfim, um post curtinho para agradecer a todos os autores pelas histórias incríveis. E todos que fazem parte disso. Seja leitor, blogueiro, editor, livreiro… Cada livro que embarquei, marcou de um jeito. Até quando a leitura não bate muito, acrescenta de alguma forma. Por isso, digo mais uma vez: leia. Faz a diferença, de verdade! Alguns dizem que é uma forma de fugir da realidade. Até concordo, mas é uma fuga tão rica e vasta. Então, por que não?

E aqui vai uma listinha de alguns autores que escreveram algumas das minhas histórias favoritas:

– Sophie Kinsella
– Fernanda França
– Laura Conrado
– Julia Quinn
– Teca Machado
– Lucy Holliday
– Markus Zusak
– Angie Thomas
– Lauren Graham
– Nora Roberts
– Melissa Hill
– Lori Nelson Spielman
– Kiera Cass
– R. J. Palacio
– Deborah McKinlay
– Lauren Weisberger
– Jennifer E. Smith
– Jojo Moyes
– Nicholas Sparks
– John Green

Quem quiser ler alguma resenha de algum desses escritores, é só digitar o nome dele na caixinha de busca do blog, ok? Agora me contem: quem está na listinha de autores favoritos da vida?

3f46654561f3a94efdac2af2b32badd7Crédito da imagem: Pinterest

Beijos, Carol. 

Para Ler: Tradição Livros & Flores – Barcelona!

Fan Page ♥ Instagram 


2
19.04.2018
* {Beda 19} – Top 5: Jane Austen! ♥

Ei, Gente! :) Essa semana, contei uma gafe literária minha: nunca li nada da Jane Austen, considerada a primeira romancista moderna da literatura inglesa. Absurdo, eu sei! Mas pretendo mudar isso, ainda esse ano. Então, separei três livros dessa escritora ícone e mais dois que tem a autora no meio. Vamos lá?

Jane Austen - Top 5 - PJCrédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Orgulho e Preconceito 
Sinopse: Esse romance retrata a relação entre Elizabeth Bennet e Fitzwilliam Darcy, na Inglaterra rural do século XVIII. Lizzy possui outras quatro irmãs, nenhuma delas casadas, o que a Sra. Bennet, mãe de Lizzy, considera um absurdo. Quando o Sr. Bingley, jovem bem sucedido, aluga uma mansão próxima da casa dos Bennet, a Sra. Bennet vê nele um possível marido para uma de suas filhas. Enquanto o Sr. Bingley é visto com bons olhos por todos, o Sr. Darcy, por seu jeito frio, é mal falado. Lizzy, em particular, desgosta imensamente dele, por ele ter ferido seu orgulho na primeira vez em que se encontram. A recíproca não é verdadeira. Mesmo com uma má primeira impressão, Darcy realmente se encanta por Lizzy, sem que ela saiba do fato.
Observação da Pequena: É a obra clássica dela, né? E eu sou apaixonada por esse filme, então, não poderia ficar de fora da minha listinha!

2. Persuasão 
Sinopse: Aos 19 anos, Anne Elliot tem a chance de viver feliz para sempre: ela é pedida em casamento pelo homem que ama, Frederick Wentworth, um jovem oficial da Marinha, inteligente e ambicioso. Porém, Anne é persuadida a romper o noivado, pois a união da filha de um baronete com um oficial não seria vista com bons olhos pela sociedade inglesa do início do século XIX. Aos 27 anos, entretanto, Anne continua solteira e sua família encontra-se endividada devido aos excessos de Sir Walter, seu pai. A casa ancestral dos Elliot é alugada e os novos inquilinos são o almirante Croft e sua esposa, que por acaso é irmã de Wentworth. Anne reencontra seu antigo amor, agora um distinto e rico capitão. Persuasão não é apenas uma crítica mordaz de Austen à vaidade e à pretensão, mas também uma comovente história sobre perdão, amor e segundas chances.
Observação da Pequena: Pelo que eu pesquisei, foi o último romance da escritora. Então, não poderia ficar  de fora desse top 5 também!

3. Razão e Sensibilidade
Sinopse: Um romance que trata de amor e desilusão! Duas irmãs, Elinor e Marianne Dashwood, estão em busca do amor verdadeiro e, ao mesmo tempo, tem de enfrentar o mundo de interesses e e intrigas da alta aristocracia. As duas são oposto, enquanto uma é romântica e musical, a outra é a encarnação da prudência e do decoro.
Observação da Pequena: Acho que tem cara de ser um daqueles romances, que a gente devora em um dia!

4. O clube de escrita de Jane Austen (Rebecca Smith – Bertrand Brasil) 
Sinopse: Um guia charmoso e informativo sobre como escrever como Jane Austen, escrito pela sobrinha-neta de quinto grau da famosa escritora. Rebecca Smith analisa vários aspectos da escrita de ficção como enredo, caracterização de personagens, diálogos, cenários e técnicas de escrita, dividindo também com os leitores os conselhos que Jane Austen escreveu em cartas a seu sobrinho e sobrinhas aspirantes a romancistas. Repleto de exercícios úteis e citações esclarecedoras, este livro ensinará métodos, dicas e truques, usando como exemplos a obra de Austen.
Observação da Pequena: Quem me conhece um pouquinho, sabe que eu quero virar uma escritora best-seller. Então, acho que vou aprender muito com esse livro!

5. O clube de leitura de Jane Austen (Karen Joy Fowler – Rocco) 
Sinopse: Cinco mulheres e um homem se reúnem para debater as obras de Jane Austen na Califórnia do início dos anos 2000 e acabam descobrindo, entre casamentos frustrados, arranjos sociais e afetivos, que suas vivências não são assim tão diferentes das experimentadas por Emma ou outras personagens da escritora britânica que tão bem descreveu a sociedade de sua época, dois séculos atrás.
Observação da Pequena: Todo mundo fala tão bem desse livro e do filme, que não poderia ficar de fora também! ♥

***

É isso, gente! :) E se alguém quiser me indicar mais algum para colocar nessa lista, fique à vontade! Ah! Não coloquei a editora dos três primeiros livros, porque edição é o que não falta! Algum exemplar, vocês vão achar. E, deixem eu compartilhar uma coisa: com a novela da Globo, Orgulho e Paixão, inspirada na obra de Jane Austen, muita gente tem procurado por romances da escritora. Não consigo acompanhar essa novela, mas fico feliz que esteja incentivando novos leitores!

Beijos, Carol.

Para ler: Top 5 – Laura Conrado

Fan Page ♥ Instagram 


1
18.04.2018
* {Beda 18} – Minhas tatuagens! ♥

Ei, Gente! :) E o post de hoje é um assunto que, por incrível que pareça, eu amo: tatuagem! Sempre quis fazer uma, mas o medo me impedia. Até que em 2013, numa conversa com a minha irmã, eu resolvi colocar a coragem para jogo e decidi fazer a minha primeira. Então, passou uns 2 anos, fiz a segunda… E, aí, esse ano, fiz a minha terceira! Sou apaixonada por elas e cada uma tem um significado especial para mim. Não acho que todas têm de ter um motivo preciso, mas acredito que antes de fazer, tem de ter certeza e não apenas por impulso. Mas também não pensa muito não, porque se não a coragem vai embora. Enfim, vou contar um pouco da história de cada uma. Bom post!

Post PJ - TatuagensAs protagonistas do post!

Lacinho nas costas: Foi a minha primeira e fiz em outubro, de 2013. Como disse, sempre quis fazer uma tattoo, mas o medo não deixava. Até que um dia, em uma conversa com a minha irmã Lulu, decidimos que precisava mudar isso. Ai, ela combinou com um tatuador de confiança, decidi o desenho e a gente foi lá. Ainda tinha medo, mas no tal dia, cai de bumbum no chão e ficou tão dolorido, que a dor toda ficou concentrada no bumbum e, quando o profissional começou, não senti nadica de nada! Está aí uma boa tática, mudar o foco da dor hahaha. Brincadeirinha! ;p Esse desenho não tem um significado preciso, mas acho que lacinho me representa. Como diz uma amiga, eu sempre crio laço com as pessoas. Amo muito esse desenho e o único lado ruim é que eu não vejo todos os dias, mas é bom para quem deseja fazer uma tatuagem mais discreta.

Coração com duas patinhas no pulso direito: Sempre quis fazer um coração, mas em janeiro de 2016, perdi o meu cachorrinho… E sabe o que me deu uma levantada? A ideia de fazer uma tatuagem em homenagem ao Johnnynho. Então, em junho, fui lá fazer a minha segunda tatuagem: um coração com patinha… Mas agora com uma patinha a mais: da minha nova cachorrinha, a Jeanninha! Meio que uni o útil ao agradável. Ela é uma das minhas preferidas. Namoro todos os dias e, às vezes, tiro foto mostrando o pulso só por conta dela hahaha. Fora que sempre que a olho, lembro dos meus bichinhos que tanto amo! Ah! No pulso senti um incômodo a mais, mas durou menos de cinco minutos. E na hora de retocar, fechei o olho, mas nada insuportável.

Trevo de quatro folhas no pulso esquerdo: Meu pai faleceu dia 6 de março de 2002 e, esse ano, completou 16 anos que ele se foi. Esse dia sempre foi triste para mim, mas por destino ou simples coincidência, a tatuadora marcou o dia da minha tattoo para essa data… Então, um dia que era ruim, se tornou especial. Afinal, esse trevo é uma homenagem ao meu pai, que sempre me deu sorte e dá até hoje! Ele não era muito fã de tatuagem não, mas tenho certeza de que se sentiu feliz (assim espero, pai hahaha). E as outras folhas em formato de coração são: minha mãe e minhas duas irmãs, que me ensinam diariamente que a gente tem que correr atrás da nossa sorte também. ♥ 

***

É isso, gente! Todas eu fiz no Rio de Janeiro e gostei de cada profissional, mas essa última foi a que mais gostei: Joanna, do Studio Benartti. Excelente profissional, manda um questionário giga e que faz a gente perceber que o trabalho é sério. Mega fofa e tem um traço fininho, que para mim é fundamental. Agradeço até hoje ter visto o Instagram da The (a íntima hahaha), do Fashionismo. Conheci a Joanna por conta dela! Enfim, quem estiver procurando por uma tatuadora, mega recomendo. Ela fica lá em Botafogo, ok? E juro que não é publipost. Serviços bons a gente tem que indicar mesmo! Fica o Instagram dela: @juanitattt.

Agora me contem: pensam em fazer tatuagem? Tem alguma? Podem contar tudo nos comentários! E, sim, penso em fazer mais duas. Mas só mais para frente mesmo, aí mostro para vocês! ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Favoritos de beleza!

Fan Page ♥ Instagram 


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018