01.07.2019
* PJ Leu: Confissões de uma terapeuta! ♥

Ei, Gente! Nada melhor do que começar o mês com uma indicação de um livro, que aquece nosso coraçãozinho e faz a gente amar ainda mais chick lit, né? O PJ Leu da semana é “Confissões de uma terapeuta“, da autora Rê Lustosa. Vamos lá? Boa leitura! ♥ 

PJ Leu - Confissões de uma terapeutaLivro: Confissões de uma terapeuta | Editora: Lura | Autora: Renata Lustosa 
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 5 livros!

Sinopse: Melissa Belinque é uma garota planejada. Muito planejada. Apaixonada por seu melhor amigo e formada em psicologia, ela é uma terapeuta especializada em relacionamento, porém, nunca esteve em um. E o que fazer quando, numa reviravolta do destino, Mel descobre que uma de suas pacientes está completamente apaixonada (e é recíproco) justo pelo mesmo boy que ela? Bom, nossa protagonista terá de correr atrás do prejuízo e impedir que o grande amor de sua vida e seus planos mega certos sejam passados para trás!

Minha opinião: Chick lit, muitas vezes, é dito como uma leitura rasa, apenas uma distração! Nada contra um livro ser apenas uma distração, mas esse gênero, normalmente, me ensina tantas coisas, que acho bem injusto sofrer preconceito literário. E “Confissões de uma terapeuta” é assim: leve, divertido e cheio de aprendizados! Bom, pelo menos para mim. Amei que a autora conseguiu abordar questões como ansiedade, TOC, bullying e quilinhos a mais de um jeito sério, mas sem perder a leveza que o tipo de história pede. Acho que entra muito mais na cabeça do leitor, sabem?

Mas vamos aos personagens? Começando pela nossa protagonista Mel. É quase impossível não se identificar com ela e descobrir que a gente não está sozinha nesse mundo. Ela é incrível! Mesmo a gente querendo ter uma conversa digna de Dr. Julio (outro personagem incrível) com ela. É bem visível o crescimento dela no decorrer dos capítulos. E eu amo isso! A Alana é aquela paciente que dispensamos, mas pessoas assim tendem a nos ensinar muito. E a protagonista foi bem profissional e não deixou atrapalhar muito a sua paixonite na hora de cada sessão.  A Pati é bem doidinha fofa, o Rafa meio sei lá e o Leo é o meu atual crush literário. Digamos que foi amor à primeira vista! E a sua segunda paciente é a melhor de todas. Prestem atenção nessa garotinha também, que dá muitos tapas (do bem) na sociedade! E amei a estilista e suas palavras que vão ficar para a vida “você pode usar o que você quiser, querida”.  Iolanda não apareceu muito na história, mas foi aquela personagem que marcou! E a mãe da Mel na palestra? Compete muito sério com a mamy da Becky Bloom e a minha hahaha. Rendeu ótimas risadas e conversas bem maravilhosas!  A-D-O-R-E-I!

No mais, o contexto é bem bom e prende a gente do início ao fim! A escrita da Rê é deliciosa! É impossível querer largar a leitura no meio do capítulo. A construção da história foi muito bem bolada e amei as sacadas da Mel e suas observações. Destaque também para o nome de cada capítulo e a diagramação. Deu um toque a mais! E, claro, que o conteúdo é repleto de lições. O que eu mais aprendi foi sobre aqueles planos, que a gente cisma e não deixa de lado por nada nesse mundo. Vi que é bom ser organizada, ter tudo na mente. Mas na dose certa, se não o plano “B”, vira plano meio, desculpa o termo, de b de “babaca” (como a própria Mel diz). Às vezes, é bom deixar a vida fluir. Porém, isso não significa que você deve ficar sentada no sofá sem fazer nada, ok? Talvez, um equilíbrio entre a protagonista e a mãe dela, seja uma boa forma de levar o dia a dia! E outro aprendizado é que uma atitude muda tudo, prova viva é a relação da Melissa com a sua secretária.

E, gente! Quem fica meio assim com psicólogo, psiquiatra e tal… Leiam esse livro! É um investimento que a gente faz para a nossa saúde mental! E, obrigada, Rê, por abordar esse tema tão bem! Enfim, é o típico livro que faz a gente amar a capa, mas quando embarca, faz o leitor abraçar a história bem apertado. Falando nisso, o final é simplesmente lindo! Dá uma ressaca literária, mas a certeza de que esse chick lit vai seguir com a gente para todos os outros capítulos da nossa vida, é certeira, viu? “Confissões de uma terapeuta” é sobre amor, amizade, profissão (que a propósito faz a gente não desistir, mesmo que seja bem difícil), planos e outros temas que volta e meia podem aparecer na corrida do nosso livro real. Sem dúvida, entrou para a minha listinha de favoritos. 

PJ Leu - Confissões de uma terapeuta - TrechoCrédito da imagem: Pequena Jornalista

É isso, pessoal. Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo muito!

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Entrevista – Rê Lustosa

Fan Page ♥  Instagram


4
10.06.2019
* PJ Entrevista: Rê Lustosa! ♥

Não é todo dia que a gente encontra por aí escritoras que ilustram o próprio chick lit, né? Para começar a semana, separei uma entrevista que faz a gente amar ainda mais o mundo dos livros e das ilustrações. Quem topou responder algumas perguntas para o blog foi a Rê Lustosa, autora e ilustradora, que escreveu recentemente o livro “Confissões de uma Terapeuta“, publicado pela Lura Editorial. Super fofa, ela deu ótimas dicas e falou um pouco sobre essa comédia romântica, que vai fazer Becky Bloom amar a história. Vamos lá? Conta aí, Rê! 

IMG_3003PJ Entrevista: Rê Lustosa

1. O que dá mais trabalho: escrever um livro ou ilustrar uma resenha?
R: Escrever um livro! Pois leva um tempo maior para finalizar o projeto, e o processo da escrita passa por muitas desconstruções até chegar ao resultado final.

*** P.S: Mega indico essa parte do site, que eu amei as resenhas ilustradas!!!! 

2. Aliás, como essas duas paixões (leitura e ilustração) surgiram na sua vida?
R: Foi na época da faculdade, quando descobri o mundo editorial como uma possibilidade de trabalho, e percebi que era apaixonada por essa área. Eu amava livros de Chick Lit e lia um atrás do outro desse gênero. Porém, eu também estava me aventurando na área da ilustração, apesar de ainda não saber como juntar essas duas paixões. Foi só mais pra frente que percebi que ilustração e leitura combinavam muito com meu propósito profissional, que é criar conteúdo para alegrar o dia das pessoas. E, a partir daí, tudo foi se encaixando naturalmente! Rsrs

Rê Lustosa - Ilustração

3. E a ideia de escrever a história da Melissa? (Conta um pouco sobre o processo de escrita, curiosidades, aliás foi você que ilustrou a capa do seu livro?)
R: O processo de escrita do livro foi longo, mas muito divertido. Uma ideia atrás da outra ia surgindo, e eu sempre ia anotando quando elas surgiam em minha mente. Foi um período super criativo, mas também de muito amadurecimento da escrita e de muito estudo. O livro foi dedicado ao meu namorado, Felipe, que me auxiliou nesse processo de escrita e publicação, e sempre me apoiou na realização do meu sonho! Fui eu quem ilustrei a capa do meu livro sim e eu amei! Rsrs Eu queria deixar minha marca também na arte da capa, além da escrita, e gostei de ter decidido desenvolvê-la! Fico feliz de ter criado a Melissa tanto em palavras quanto visualmente Rsrs.

4. Escolha três livros que salvaria de um incêndio na sua biblioteca. (Não vale o seu hahaha).
R: Rsrsrs combinado! Eu salvaria “O diário de Bridget Jones”, “Os delírios de consumo de Becky Bloom” e “O diabo veste Prada”.

5. Para quem deseja viver de escrita e/ou ilustração, qual conselho valioso você daria?
R: Eu diria que treino diário é uma das coisas mais importantes nessas duas áreas. Treine e estude bastante. Além disso, o planejamento e as metas são muito importantes para tirar os projetos da mente e passá-los para o papel, afim de realizá-los.

Confissões de uma terapeutaCrédito das Imagens: Rê Lustosa

***

Gostaram? Espero que sim! Eu amei, Rê. Muito obrigada pela atenção! Todo sucesso do mundo para você. ♥ 

E como não amar essa capa, gente? Me conquistou total, mas tenho certeza de que como uma boa leitora de chick lit vou me apaixonar ainda mais pelo conteúdo! A propósito, o livro conta sobre Melissa Belinque. Formada em psicologia, ela é uma terapeuta especializada em relacionamentos, mas com um detalhe: nunca esteve em um. Daí, o destino prega uma peça, onde uma de suas pacientes é apaixonada pelo mesmo homem que Melissa, que por sinal é o seu melhor amigo! Pela sinopse, a gente imagina o que vem por aí. Louca para embarcar!!

Eu já fiz o meu pedido (meu namô vai me dar de Dia dos Namorados hahaha) e assim que eu ler, conto para vocês, ok? E quem quiser garantir o seu, é só clicar aqui. Para conhecer mais o trabalho dela, vale seguir o insta também. Cada post mais fofo que o outro! ^^

Beijos,
Carol.

Post Antigo: Entrevista – Sublinhando

Fan Page ♥  Instagram


5
15.05.2019
* Top 5: Martha Medeiros! ♥

Ei, Gente! :) E o top 5 literário da semana é de uma pessoa que é quase impossível não amar o que ela escreve: Martha Medeiros. Eu adoro as crônicas dela, mas percebi que de todos os livros, só li um e leio mais nas revistas e tal. Espero mudar isso o quanto antes! Enquanto isso, segue o que já embarquei e quatro que quero ler logo. Aliás, recentemente, a escritora lançou seu mais novo livro (O meu melhor), que estou louca para embarcar, mesmo que eu veja crônicas repetidas.Enfim, vamos lá? Bom post! 

PJ - Top 5 - Martha MedeirosCrédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. O meu melhor (Planeta Livros) 
Sinopse: Martha Medeiros completa 25 anos escrevendo crônicas semanalmente publicadas por jornais em todo o país.Para celebrar este aniversário, ela selecionou as 100 crônicas de maior sucesso em toda a sua carreira.
Observação da Pequena: Teve lançamento desse livro no Rio e eu não consegui, mas quem sabe a autora não volte na Bienal, né? Acho que é uma ótima oportunidade para quem não conhece ou de ler novamente textos, que sempre valem o repeteco!

2. Feliz por nada (L&PM) 
Sinopse: Nesta coletânea de mais de oitenta crônicas, Martha Medeiros aborda temas muito diversos e ao mesmo tempo muito próximos do leitor. A autora tem o dom para aproximar assuntos por vezes fugidios – como é próprio do cotidiano – de questões universais, como o amor, a família e a amizade, e criar lugares de reconhecimento para o leitor, como ao falar de Deus, dos romances antigos e novos, da mulher, de escritores e cineastas que são imortais, de se perder e se reencontrar, do que a vida oferece e muitas vezes se deixa passar.
Observação da Pequena: Esse, por enquanto, foi o único que li da autora. Não lembro se na época, embarquei em todas as crônica, mas nesse que eu descobri, se eu não me engano, que o melhor lugar do mundo é dentro de um abraço!

3. A graça da coisa (L&PM)
Sinopse: 
Para Martha Medeiros, a grande questão é se desapegar daquilo que é desnecessário, que nos faz mal, que nos atrasa, e enxergar a graça da coisa – sendo a “coisa”, no caso, a própria vida. É deixar ideias pré-concebidas de lado, saber rir de si mesmo, se reinventar; estar aberto para encontrar o amor onde menos se espera, é transformar a ansiedade em sabedoria, é saber ouvir, é um conjunto de pequenas atitudes que, se colocadas em prática, vão nos ajudar a levar uma vida mais desestressada e, de quebra, nos surpreender.
Observação da Pequena: Achei bem triste essa capa, mas pela sinopse é impossível não querer colocar na lista de próximos livros, né?

4. Felicidade crônica (L&PM)
Sinopse: 
Pelo que eu entendi, os 20 anos da cronista, foi o pretexto para lançar alguns volumes com crônicas sobre paixão, liberdade e felicidade. Neste volume, o leitor encontrará os melhores textos dela sobre os temas sem os quais uma existência feliz não se dá: curtir a vida, amor-próprio, família e outros afetos…
Observação da Pequena: Acho que de todos os volumes, esse foi o que mais me encheu os olhos. Alguém já leu?

5. Simples assim (L&PM)
Sinopse: 
A autora não tem solução para os nossos problemas, mas, com seu olhar afiado, aponta pequenezas da vida que tanto trabalho nos dão e nos faz lembrar uma máxima muitas vezes esquecida: a vida está aí para ser vivida. Simples assim! São 100 crônicas que transbordam a perspicácia, o olhar atento e a sensibilidade aguçada da escritora.
Observação da Pequena: É uma das capas mais legais e eu preciso ler esse urgentemente! Levar a vida com esse lema “simples assim”, dá a impressão de ter uma dia a dia mais leve e eu estou precisando muito. Todo mundo, né?

***

É isso, pessoal. :) E o esquema é o mesmo, assim que eu ler esses livros, posto aqui no PJ, ok? No mais, podem opinar à vontade!

Beijos, Carol. 

Post Antigo: Livros e Paris

Fan Page ♥ Instagram  


0
30.04.2019
* Top 5: Bruna Vieira! ♥

Ei, Gente! :) Há muito tempo eu não faço um top 5 com escritor brasileiro, né? Dessa vez, escolhi falar de alguns livros da Bruna Vieira, dona de um dos perfis da internet mais fofos! Não li todos, mas alguns já embarquei e me vi muito nas protagonistas que ela criou. Enfim, vamos lá? Boa leitura! 

Top 5 - Bruna Vieira - PJCrédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. De volta aos quinze 
Sinopse: Anita tem 30 anos, e sua vida é muito diferente do que ela sonhou para si. Um dia, ao reencontrar seu primeiro blog, escrito quando tinha 15 anos, algo inusitado acontece, e tudo ao seu redor se transforma de repente. Em meio a amores impossíveis, amizades desfeitas e atritos familiares, ela tentará escrever seu próprio final feliz em uma página misteriosa na internet.
Observação da Pequena: A capa é linda e o conteúdo é apaixonante. Foi o 1º livro que li da Bruna!

2. A menina que colecionava borboletas 
Sinopse: Um livro de crônicas e pensamentos, onde a autora mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. Para ela, as páginas deste livro significam o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito por algum tempo e que agora, finalmente, pode deixar que voem livres por aí.
Observação da Pequena: Acho a capa desse livro bem poética e crônicas sempre são bem-vindas! Está na minha listinha de livros que quero ler.

3. De volta aos sonhos 
Sinopse: No 2º livro da trilogia, Anita viaja no tempo acidentalmente e acaba mudando seu destino mais uma vez. As consequências são inevitáveis e fazem com que ela repense suas prioridades. Vale a pena trocar tudo por um amor? Ela terá que descobrir a resposta enquanto decide o que cursar na faculdade e arruma as malas para trabalhar em um outro país, no meio do turbilhão de sentimentos por Joel, cada vez mais presente em sua vida, e Henrique, agora uma estrela em ascensão no mundo da música. Além de buscar o controle sobre seu próprio destino, a protagonista deverá lidar com escolhas erradas e problemas certos, na tentativa de desvendar de uma vez por todas o mistério das viagens no tempo.
Observação da Pequena: Tem Paris no meio, a gente já embarca. É uma das minhas capas preferidas! E espero que a Bruna esteja escrevendo o terceiro da trilogia, mas se não, tudo bem… Imaginar o desfecho também tem o lado bom. Mas se eu pudesse fazer um pedido para ela, seria: escreva a continuação, por favor! 

4. Um ano inesquecível 
Sinopse: Um livro que fala sobre doces e sensíveis momentos que passamos na adolescência e que não se apagam da memória tão facilmente. Quatro contos, em quatro estações do ano, sobre jovens que passam por vivências e sentimentos intensos. A Bruna escreve com outras autoras e a estação dela é a primavera, onde mostrar uma paixão brotando!
Observação da Pequena: Já contei por aqui que tenho ele, mas ainda não embarquei. Confesso que a vontade giga de ler, por enquanto, passou, mas acho que no momento certo, vou embarcar nessas histórias!

5. Quando tudo começou 
Sinopse: Bruna tem uma lista secreta de sonhos que nunca contou para ninguém. Em uma cidade tão pequena que você provavelmente nunca ouviu falar, sua história começa. Nem tão alta, nem tão magra, nem tão divertida. Dizem que ela queria fazer as malas e explorar o mundo, mas antes disso vai precisar lidar com a timidez e enfrentar os primeiros dias na nova escola. Viajando com andorinhas e descobrindo as pontes que ligam a vida de uma garota comum aos seus sonhos, Bruna Vieira encontra o traço delicado da premiada ilustradora e quadrinista Lu Cafaggi, nos presenteando com a história de uma jovem que aprendeu a amar a vida e a si mesma antes de conhecer o mundo lá fora.
Observação da Pequena: Nunca li quadrinhos, além da Turma da Mônica, mas esse livro tem cara de ser bem fofinho e inspirador, né?

***

É isso, pessoal. Todos são da editora Gutenberg e o último é do selo Nemo! E agora me contem: já leram algum livro da eterna blogueira? Podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Babi Dewet

Fan Page ♥ Instagram  


0
16.04.2019
* Desejos de Páscoa: 1 livro, 2 livros, 3 livros assim! ♥

Ei, Gente! :) Senta aí, que lá vem wishlist literária de Páscoa. Sim, eu amo chocolate e não passo um dia sem comer um docinho que seja. Mas estou mega disponível para receber livros na data mais doce do ano! Nessa época, nada melhor do que histórias que deixam o dia a dia mais leve e feliz. Então, bom post! Vai que a minha listinha ajuda na listinha de vocês? 

Wishlist de Páscoa - PJ - 2019Crédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Literalmente (Lucy Keating – Globo Alt) 
Sinopse: Annabelle leva uma vida perfeitamente sob controle. Ela tem amigos, segue sua rotina à risca, está prestes a se formar e mora com os pais e o irmão mais velho em uma casa que ama. Mas as coisas começam a fugir do controle quando Lucy Keating, autora best-seller de livros juvenis, vai à sua escola falar sobre seu novo romance e, curiosamente, passa a descrever a vida de Annabelle. Logo fica claro que Annabelle é a mais nova protagonista da história de Lucy e, de súbito, o relacionamento de seus pais não parece mais tão perfeito, a casa que tanto ama corre sérios riscos de ser vendida, Will — um aluno transferido que parece literalmente feito para ela — não é mais tão interessante e Elliot, o melhor amigo de seu irmão, passa a ser algo mais que apenas um coadjuvante em sua história. Lucy Keating pode ter um plano para ela. Mas Annabelle está disposta a escrever sua própria história.
Observação da Pequena: Se eu não me engano, vi esse livro na última Bienal, mas não tenho certeza. O fato é que eu esbarrei nesse livro hoje e fiquei com muita vontade de ler. Tem cara de ser bem leve e cheio de lições. Do jeitinho que eu amo!

2. Tudo tem uma primeira vez (Mariana Kalil – Dublinense)
Sinopse: A vida é uma estreia permanente. Desde o momento em que nascemos, vivemos situações pela primeira vez: algumas inusitadas, outras tristes, muitas corriqueiras e outras tantas insólitas — aprendizados ganham um tom diferente quando vistos a partir do olhar da autora. Para ela, por exemplo, vomitar em um jantar de gala pode ser um exercício de elegância; chamar a polícia, um ensinamento sobre a natureza dos vizinhos; e uma lua de mel no paraíso, tornar-se o inferno. Essas e outras histórias, mais do que lições, garantem boas risadas e divertimento.
Observação da Pequena: Pelo que eu vi é um livro antiguinho, mas quando vi na livraria esses dias, fiquei com muita vontade de comprar! Amo livros assim e acho que essas histórias vão me acrescentar bastante!

3. Amar tá osso (Vanessa Bosso – Astral)
Sinopse: 
Cléo tem certeza que possui o dedo podre para escolher namorados e decide fugir de relacionamentos por um tempo. Para sufocar o amor que existe dentro de si, ela se dedica de corpo e alma à clínica veterinária que tem em sociedade com sua irmã, a Franciscão. Mas, em uma manhã sossegada de domingo, dando uma caminhada com os seus dois filhos peludos, Cléo é pega de surpresa por um tiroteio que resulta em um cão ferido. A partir daquele momento, a vida da veterinária sofrerá uma guinada fenomenal.
Observação da Pequena: Amo livros com essa pegada. E gente, o nome da clínica veterinária ganhou o meu coração! E tem cachorrinho na história… Só espero que ninguém morra, por favor! Ah! Se eu não me engano, essa autora é brasileira. E como adoro prestigiar autores brasileiros, mega aceito de presente esse livro, ok, mãe? =D

4. Nada Fácil (Radhika Sanghani – Fábrica 231)
Sinopse: 
Ellie Kolstakis, grega, 22 anos, têm dívidas, um estágio não remunerado em uma revista online e divide um apartamento com 3 colegas que a deixaram num quarto individual para combinar bem com seu status: solteira. Desde que perdeu sua carteirinha de virgem, aos 21 anos, Ellie pensou que teria uma vida sexual intensa, invejável. Porém, suas inseguranças não desapareceram da noite para o dia, os homens não vivem batendo à sua porta e ela continua sexualmente distante de suas amigas. Mas a protagonista está determinada a acumular experiência e explorar sua sexualidade. Percebe que a vida de solteira pode não ser nada fácil, mas quer ampliar seu histórico de relacionamentos. Ela não quer apenas um namorado – ela quer vários! E se sua vida sexual for excitante o suficiente, sua editora poderá explorar suas atividades amorosas em uma nova coluna. Em sua obstinada e autoimposta missão, ela publica anúncios em sites de relacionamento e mergulha de cabeça em aplicativos como OKCupid e Tinder. Mas as decepções se sucedem e Ellie constata que namorar em Londres não é simples assim e que, mais do que sexo casual, ela gostaria de transar com alguém de quem gostasse. 
Observação da Pequena: 
Ultimamente tenho visto muitos livros divertidos dessa editora e acho que vou chorar de rir com essa história.

5. A Dama mais desejada (Julia Quinn, Eloisa James, Connie Brockway – Arqueiro)
Sinopse:
 O irresistível conde de Briarly precisa de uma esposa. Para ajudá-lo, sua irmã convida as mais elegantes damas da sociedade, assim como alguns cavalheiros, para uma festa em sua propriedade. A reunião inclui a incrivelmente bela (e dolorosamente tímida) Gwendolyn Passmore, a sincera e adorável Katherine Peyton e a viúva lady Georgina Sorrell, além de alguns condes e até um arrojado herói de guerra. Durante o evento, que promete ser o grande acontecimento da temporada, Finchley Hugh Dunne terá tempo suficiente para eleger a dama que mais deseja. A não ser que outro cavalheiro seja mais rápido. Nesse caso, quem sabe ele acabe cortejando uma moça que definitivamente não está no mercado casamenteiro, e que vai exigir uma boa dose de perseverança…
Observação da Pequena: Romance de época sempre deixa a nossa rotina literária mais feliz, né? E tem Julia Quinn no meio… Sendo assim, não preciso falar mais nada hahaha!

***

É isso, gente! Esses livros entraram na minha wishlist de Páscoa por conta das sinopses e das capas, mas espero que realmente deixem essa data ainda mais doce, do jeitinho que deve ser. E agora me contem: já prepararam a listinha literária “1 livro, 2 livros, 3 livros assim”? Compartilhem! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Páscoa – Livros que adoçam a vida!

Fan Page ♥ Instagram  


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020