16.01.2019
* PJ Leu: Adulta sim, madura nem sempre! ♥

Ei, Gente! :) E a minha segunda leitura do ano foi “Adulta sim, madura nem sempre“, da autora Camila Fremder. O típico livro que a gente devora bem rapidinho e quando acaba pensa: ué, mas já? Enfim, segue a sinopse e a minha opinião. Boa resenha! 

Pj Leu - Adulta simLivro: Adulta sim, madura nem sempre | Editora: Paralela | Autora: Camila Fremder
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: cinco livros!

Sinopse: Um livro que reflete sobre a chegada da fase adulta. Que muitas vezes, nem está lá, mas, de acordo com a sociedade, já deveria estar lá há séculos. A autora brasileira conta para a gente sobre a sua experiência com a transição do fim da adolescência para a maturidade. Que a propósito, chega do nada e pode ser assustadora! Fala sobre a maternidade, relacionamentos e a autoestima. De um jeito bem-humorado, ela conta passo a passo e histórias como entregar um freela para ontem, pagar a conta de gás atrasada e colocar o bebê para dormir. Tudo junto e misturado! E, de forma alguma, ela finge que está tudo sob controle e que essa transformação não é tão simples. E tudo bem! O melhor é aceitar e adotar o melhor remédio: rir muito! 

Minha opinião: Esquece tudo que você escutou até hoje sobre a vida adulta e corre para ler esse livro agora! E juro que não estou sendo paga para falar isso (mas estamos aí hahaha #brincadeirinha). A mesma autora que me fez aceitar melhor os trinta anos (por conta do livro “Enfim, 30!”), me ajudou a perceber que não estou adulta, no mini perrengue, sozinha! É uma terapia literária daquelas, que vale cada página. A Camila conta as dores e delícias de entrar nessa fase e é impossível não se identificar com alguma história e perceber ao final de cada capítulo, que não estamos no controle, mas que sim: vai dar tudo certo! E se a gente souber olhar com bons olhos, tudo flui melhor!

No mais, a escrita dela é leve, divertida e faz a gente devorar em poucos dias o livro. A não ser que você tenha de parar para dar de mama. Mas como ainda não é o meu caso, consegui ler em menos de uma semana (hahaha) e fiquei chateada quando acabou. Só a parte da maternidade, que como ainda não sou mãe, não foi o meu capítulo preferido. Mas consegui entender mais o lado das minhas amigas e, até mesmo, o da minha mãe. ♥

Destaque para a capa maravilhosa e quando eu tiver o meu filho, juro que vou usar essa terapia da chupeta (só lendo o livro para entender). Também amei as ilustrações que a gente encontra dentro do livro. A última é a melhor e faz a gente abraçar quando termina! Obrigada, Camila!

Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Mega recomendo! ♥ E um obrigada especial ao meu namorado, que me deu esse livro tão incrível. ^^

Beijos, Carol.

Post Antigo: Enfim, 30!

Fan Page ♥ Instagram 


0
10.01.2019
* Top 5: aniversariantes do mês! ♥

Ei, Gente! :) Vocês têm o costume de anotar o aniversário dos escritores? Eu não, mas a Arqueiro/Sextante (editoras parceiras do blog) me deu uma brilhante ideia por conta do calendário lindo deles: passar a anotar, ao menos dos preferidos. Tipo, agora eu sei que o da Sophie Kinsella é no dia 12 de dezembro. Da Fê França, no dia 2 setembro! E pensando nisso, resolvi preparar um top 5 com livros dos aniversariantes de janeiro. A maioria já li, mas outros estão na minha listinha de próximos. Enfim, vamos lá? Bom post!

PJ - Top 5 - Aniversariantes de janeiroCrédito das Imagens: Arqueiro e Sextante
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista 

1. Aniversariante: Harlan Coben (04.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Seis anos depois
Sinopse: Library Journal Jake Fisher e Natalie Avery se conheceram no verão. Eles estavam em retiros diferentes, porém próximos um do outro. O dele era para escritores; o dela, para artistas. Eles se apaixonaram e, juntos, viveram os melhores meses de suas vidas. E foi por isso que Jake não entendeu quando Natalie decidiu romper com ele e se casar com Todd, um ex-namorado. No dia do casamento, ela pediu a Jake que os deixasse em paz e nunca mais voltasse a procurá-la. Jake tentou esconder seu coração partido dedicando-se integralmente à carreira de professor universitário e assim manteve sua promessa… durante seis anos. Ao ver o obituário de Todd, Jake não resiste e resolve se reaproximar de Natalie. No enterro, em vez de sua amada, encontra uma viúva diferente e logo descobre que o casamento de Natalie e Todd não passou de uma farsa. Agora ele está decidido a ir atrás dela, esteja onde estiver, mas não imagina os perigos que envolvem procurar uma pessoa que não quer ser encontrada.
Observação da Pequena: Já escutei falar que o Harlan é o típico autor mega fofo. Sempre vejo as pessoas falando dos livros dele e esse foi o que mais me chamou a atenção e entrou para minha lista. E parabéns atrasado, Harlan (a íntima hahaha).

2. Aniversariante: Julia Quinn (12.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Uma dama fora dos padrões
Sinopse: Uma história que fala sobre encontrar o amor nos lugares mais inesperados… Ou não! Por exemplo, todos esperam que Billie Bridgerton se case com um dos irmãos Rokesbys. As duas famílias são vizinhas há séculos e, quando criança, a levada Billie adorava brincar com Edward e Andrew. Qualquer um deles seria um marido perfeito… algum dia. Porém, há apenas um irmão Rokesby, que Billie simplesmente não suporta: George. Ele até pode ser o mais velho e herdeiro do condado, mas é arrogante e irritante. Billie tem certeza de que ele também não gosta nem um pouco dela, o que é perfeitamente conveniente. Mas às vezes o destino tem um senso de humor perverso… ;-)
Observação da Pequena: Ganhei no encontro da Arqueiro, mas já saiu o segundo da série e ainda não consegui ler, acreditam? Porém, esse status de leitura vai mudar daqui a pouco. E parabéns adiantado, diva dos romances de época!

3. Aniversariante: Daiana Garbin (25.01 – Editora Sextante) 
Livro: Fazendo as pazes com o corpo
Sinopse: Daiana Garbin passou 22 anos odiando o próprio corpo. Sentia-se eternamente inadequada, deseja ser reta, seca. Só pele e osso. Tinha vergonha de si mesma e de seu descontrole diante da comida. Encarou dietas hiper-restritivas, passou por três cirurgias plásticas, fez procedimentos estéticos agressivos e ficou viciada em remédios para emagrecer. Sempre acreditando que um corpo magro lhe traria paz e felicidade. Foi só depois de muito sofrimento que ela descobriu que a insatisfação profunda que sentia em relação ao corpo não era vaidade nem frescura: era doença. Diagnosticada com transtorno alimentar, a autora decidiu compartilhar sua história para ajudar as pessoas que sofrem em silêncio por querer se enquadrar em padrões inatingíveis e acabam deixando de aproveitar a própria vida. Ela revela o longo caminho que percorreu para aprender a ficar em paz com o corpo e com a comida. Os altos e baixos, o que deu certo, o que deu errado. As vezes que quis jogar tudo para o alto e o momento em que percebeu que existia uma saída. Um livro que traz entrevistas com especialistas na área, desde nutricionistas até psiquiatras. Faz com que o leitor pense sobre os perigos alimentares, o lado nocivo das redes sociais e o padrão de beleza irreal que a mídia impõe. Além disso, mostra como a autocompaixão pode ajudar no processo da cura. Que aliás, é um exercício diário!
Observação da Pequena: Como eu amo e recomendo essa leitura, gente! Parabéns mega adiantado, Daiana! Você merece o melhor! E tem resenha sobre esse livro aqui.

4. Aniversariante: Oprah Winfrey (29.01 – Editora Sextante) 
Livro: O que eu sei de verdade
Sinopse: Desde que Oprah Winfrey foi questionada sobre as coisas que tinha certeza na vida, ela passou a registrar suas reflexões todos os meses na revista O. The Oprah Magazine. E esse livro é um apanhado desses textos, que na verdade são conselhos preciosos, pensamentos e revelações. Dividido por assuntos como alegria, perseverança, gratidão, lucidez e poder, O que eu sei de verdade traz mensagens francas e comoventes. Um presente para quem embarcar nessa leitura
Observação da Pequena: Por favor, leiam esse livro. É vida, mesmo! E parabéns, querida Oprah (mega íntima outra vez hahaha). Tem resenha desse livro aqui.

5. Aniversariante: Felippe Barbosa (30.01 – Editora Arqueiro) 
Livro: Os quase completos
Sinopse: O Quase Doutor é um renomado cardiologista que passa os dias em um hospital, mas no fundo é um artista frustrado. A Quase Viúva é uma professora que está de licença do trabalho para ficar com o noivo, em coma após um grave acidente. O Quase Repórter é um jornalista decepcionado com a profissão que sofre há mais de um ano pelo suicídio da esposa. A princípio, a única coisa que essas pessoas têm em comum é a sensação de incompletude e de desilusão com a vida. Mas não…. Por quê? Um dia… O Quase Doutor é persuadido por um velho desconhecido a embarcar com ele em um ônibus rumo a jornada para se reconciliar com o seu passado. Logo, a viagem se transforma em uma aventura cheias de surpresas e com um porém: ele precisa fazer escolhas que mudarão para sempre o seu destino e a forma de ver a sua vida! Sobre a Quase Viúva, ela suspeita que alguém está querendo matar o seu noivo dentro do hospital. Já o Quase Repórter, através de uma pesquisa minuciosa, acredita que podem ter matado a sua esposa. O que esses personagens têm em comum então? A resposta para os mistérios que envolvem os seus amores e a vida deles, pode estar dentro do ônibus, que o Quase Doutor embarcou.
Observação da Pequena: Recomendo a leitura, que é cheia de mensagens intensas e que nos ensinam bastante. Fora que o Felippe é mega fofa e acessível. Ele é autor brasileiro, então, vamos apoiar nossos escritores nacionais também. Tem resenha do livro aqui. E parabéns, Felippe!

***

É isso, gente! :) Gostaram desse esquema de aniversariantes do mês? E me contem: sabem que dia é o niver do seu escritor preferido? 

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Julia Quinn

Fan Page ♥ Instagram 


0
07.01.2019
* PJ Leu: 9 Minutos com Blanda! ♥

Ei, Gente! :) Sabia que hoje é o Dia do Leitor? Então, nada melhor do que uma dica literária para comemorar essa data tão especial. Dessa vez, o “PJ Leu” vai falar sobre o livro “9 minutos com Blanda”, primeiro romance da autora brasileira que eu amo: Fernanda França! É uma leitura bem água com açúcar, do jeitinho que eu gosto. Vamos lá? Boa resenha para vocês! 

PJ Leu - 9 Minutos com BlandaLivro: 9 minutos com Blanda| Editora: Rai | Autora: Fernanda França
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: cinco livros!

Sinopse: Todos os dias, depois de brigar com o despertador que dá apenas nove minutinhos a mais de sono, Blanda se depara com a seguinte situação: ela está quase sem dinheiro, desempregada e sua única companhia é o fato Freddy Krueger. Bom, não exatamente, já que ela namora Max, um cara que nunca assumiu seu relacionamento com ela e é extremamente folgado. Afinal, não trabalha e não muita questão de mudar isso. Porém, é com ele que a nossa protagonista se vê prestes a dizer “eu aceito” no altar.

Em uma confusão envolvendo muito estresse, a porta giratória de um banco e uma calcinha pink, Blanda conhece alguém que poder mudar o seu destino. Mas será que a vida é um conto de fadas como vemos no cine? Só lendo esse romance para saber. ;-)

Minha opinião: Eu sou suspeita, pois a Fê é a minha autora brasileira favorita. Mas eu achei tão amor esse livro. Foi uma ótima forma de terminar 2018 (comecei final de dezembro a leitura) e de começar 2019 no setor “vida de leitora”. No começo, confesso que não me simpatizei muito com a Blanda. Achei ela bem estressada! Porém, no decorrer da história quis ser amiga dela e conversar horas sobre o carinha do banco! Ela é estressadinha sim, mas a gente entende os motivos e adora como ela amadurece entre os capítulos. Ela é persistente, vai atrás do que quer e não vem cantar de galo para cima dela não!

Quanto aos outros personagens…. Dona Cotinha é a coisa mais fofa e amei o final que teve. Foi surpreendente e encheu meu coração de amor! O pai da Blanda é simplesmente sensacional. A mãe é doidinha, mas com o tempo nos conquista também. Max é sem noção. Adorei os amigos e o gatinho Freddy Krueger me deu um pouco de medo, mas é mais por conta do nome mesmo hahaha.

No mais, o livro é bem água com açúcar e com aquelas pitadas de surpresas, que a gente fica pensando: COMO ASSIM??? A leitura é leve, divertida e rápida. Faz a gente pensar na vida profissional, nos sonhos novos e antigos e que sim: conto de fadas não é exatamente como os filmes mostram, mas é tão mágico quanto. Ah! E acho que é quase impossível não se identificar com a relação da Blanda e o despertador hahaha. Por fim, foi uma leitura que resgatei da pilha de livros para ler e acho que embarquei no momento certo!

É isso. Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Indico! Ah! A editora Rai não existe mais e a gente não encontra nas livrarias, mas achei o meu exemplar nessas feiras de livros. Então, fica a dica.

Beijos, Carol. 

Post Antigo: Top 5 – Fernanda França

Fan Page ♥ Instagram


1
02.01.2019
* Metas Literárias: Janeiro 2019! ♥

E no primeiro dia útil do ano, claro que teria post por aqui, né? :) E o tema não poderia ser diferente: metas literárias do mês! Ano passado, essa coluna ficou meio esquecidinha, mas pretendo voltar com tudo, porque ajuda muito a ter uma ideia do que vou ler e pode colaborar com a listinha de vocês também. Claro, que no meio do caminho as coisas podem mudar, mas aviso lá no Insta (@pequenajornalista), combinado? Então, vamos lá. Boa leitura para vocês! 

Metas Literárias - PJ - Janeiro 2019Crédito da imagem: Pequena Jornalista

Para começar, tem um livro que veio lá de 2018: 9 Minutos com Blanda, da escritora nacional Fernanda França. Ainda não consegui terminar, mas estou quase lá e essa semana vai rolar resenha por aqui. Já adianto que estou curtindo bastante!  Depois dessa leitura, vou para uma que tem cara de ser bem leve e divertida também: Adulta sim, madura nem sempre, da Camila Fremder.  Só pelo título já dá para ter uma ideia do que me aguarda. Também vai rolar resenha por aqui. E, por fim, um livro que está na minha listinha há séculos: Tipos incomuns, do Tom Hanks, que recebi da Arqueiro e esqueci completamente dele. Falando nisso, durante 2019 espero muito resgatar mais livros que eu esqueci que tenho que ler. ;-) E agora: as sinopses para vocês!

1. 9 minutos com Blanda (Fernanda França – Editora Rai) 
Sinopse: Todos os dias, depois de brigar com o despertador que dá apenas nove minutinhos a mais de sono, Blanda se depara com a seguinte situação: ela está quase sem dinheiro, desempregada e sua única companhia é o gato Freddy Krueger. Bom, não exatamente, já que ela namora um cara chamado Max, que nunca realmente assumiu o relacionamento. Max é folgado, não trabalha e também não faz muita questão de conseguir um emprego, mas é justamente com ele que Blanda se vê prestes a dizer “aceito”. Em uma confusão envolvendo muito estresse, a porta giratória de um banco e uma calcinha pink, Blanda conhece alguém que pode mudar sua vida. Mas será que a realidade pode virar um conto de fadas?

2. Adulta sim, madura nem sempre (Camila Fremder – Editora Paralela) 
Sinopse: A vida adulta chega de uma hora para outra e nem sempre estamos preparados para ela. E tudo bem. Um dia você é a jovem moderna que ouve música alta e incomoda a vizinha. Num piscar de olhos é você quem está interfonando para o porteiro e reclamando, aos berros, do som da garota que mora no andar de cima. O que aconteceu? Simples: a vida adulta chegou. Quer dizer, não tem nada de simples. A vida adulta costuma chegar de uma hora para outra, sem avisar, sem um curso preparatório, sem nada. Ou pelo menos é assim que a gente se sente. E a consequência disso é muito estranhamento, reflexões e boas risadas. Saem de cena as noites agitadas e os dias sem grandes preocupações, sendo substituídos por fraldas (no caso de quem tem filho), boletos e muita paranoia com a aparência. Com observações perspicazes e bom humor, Camila nos ajuda a entender e aceitar melhor essa transição.

3. Tipos Incomuns (Tom Hanks – Editora Arqueiro) 
Sinopse: Um affaire agitado e divertido entre dois grandes amigos. Um ator medíocre que se torna uma estrela e se vê em meio à frenética viagem de divulgação de um filme. O colunista de uma cidadezinha com um ponto de vista antiquado sobre o mundo. Uma mulher se adaptando à vida na nova vizinhança após o divórcio. Quatro amigos e sua viagem de ida e volta à Lua num foguete construído num fundo de quintal. Essas são apenas algumas das pessoas e situações que Tom Hanks explora em sua primeira obra de ficção!

**

É isso, pessoal. Agora me conta: quais são as suas metas literárias desse mês? 

Beijos e bom ano,
Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Enfim, 30!

Fan Page ♥  Instagram 


1
17.12.2018
* Top 5: Livros de Natal! ♥

Ei, pessoal. Que tal esse ano presentear, ao menos, uma pessoa com um livro no Natal? É uma forma de incentivar a leitura e ajudar o nosso mercado editorial, que não anda muito bem. E já que o clima é Natalino, separei 4 livros com essa pegada e tem mais um que mamys me deu recentemente. É lá de Portugal, acredito que não tenha um idêntico aqui no Brasil, mas pode ser uma inspiração para vocês também. ;-) Enfim, vamos lá? Bom post. 

PJ - Natal Livros - 2Crédito das imagens: Editora Rico (Eu leio Brasil), Amazon e Saraiva
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Aconteceu Naquele Natal (Eu Leio Brasil – Juliana Parrini, Janda Montenegro e Samanta Holtz) 
Sinopse: Nicholas sempre teve tudo o que o dinheiro podia comprar: uma vida luxuosa, carro do ano na garagem, roupas de marca e uma namorada de dar inveja. Ele nunca conheceu a tristeza ou a desilusão, até aquela noite em que tudo mudou. Três anos depois, Nick se vê mergulhado em um pesadelo. Sem dinheiro e com a mãe à beira de um colapso, acaba aceitando participar de algo terrível, sem pensar nas consequências. É quando conhece Carolina, dona de um peculiar Fusca azul e do sorriso mais lindo que já viu. Perdido em um caminho que parece sem volta, ele descobre, naquela mágica noite de Natal, como duas pessoas podem encarar a vida de maneiras tão diferentes. Mas o destino é uma caixinha de surpresas e Nicholas está prestes a entender isso quando Carol reaparece em seu caminho e, com ela, sua chance de redenção. Será que a vida lhe reservaria uma segunda chance? Ou uma terceira…
Observação da Pequena: Esse livro já apareceu aqui no blog esse mês e é sério, eu estou louca para ler. Fora que são autoras nacionais e tem cara de ser aquele tipo de história que aquece no coração, o que é sempre bem-vindo nessa época, né? Para comprar, só acessar esse site.

2. Esqueceram de Mim (Intrínseca – Kim Smith) 
Sinopse: as arriscadas aventuras de Kevin McCallister, um menino de 8 anos que, chateado com a mãe, deseja que sua família desapareça. E o desejo se realiza! Sozinho em casa na véspera de Natal, Kevin tem que aprender a se virar e usa suas artimanhas infantis para se defender de dois ladrões insistentes.
Observação da Pequena: Sim, esse clássico filme de Natal foi parar nas livrarias também. Está na minha listinha Natalina e de vocês? Tem aqui nesse site!

3. Um dia em Dezembro (Bertrand Brasil – Josie Silver) 
Sinopse: Laurie não acredita em amor à primeira vista. Afinal de contas, a vida não é a cena de um filme romântico. Mas, então, em uma manhã de dezembro fria e com neve, o ônibus de dois andares em que voltava para casa para em um ponto. Ao olhar para baixo, ela o vê. Por um segundo transcendental, seus olhos se encontram… e então o ônibus começa a andar. Depois de muitos meses com a esperança de cruzar novamente com ele, Laurie acha que nunca mais verá o garoto do ônibus. No entanto, um ano depois, em uma festa de Natal, sua melhor amiga, Sarah, apresenta o novo namorado, o grande amor de sua vida. Para seu profundo desespero e surpresa, ele é ninguém menos que o garoto do ônibus. Determinada a esquecê-lo, Laurie segue com sua vida. Mas e se o destino tiver outros planos?
Observação da Pequena: Foi o último livro que li e sério, recomendo muito. Essa semana vai rolar resenha, mas quem quiser já garantir, é só clicar aqui.

4. Todas as cores de Natal (Agência Página 7 – Vitor Martins, Alliah, Bárbara Morais, Lucas Rocha e Mareska Cruz) 
Sinopse: Nessa coletânea, tem uma divertida história de amigo secreto no curso de inglês que vai fazer o leitor morrer de amores e vergonha alheia por Renato. Também tem as “Garotas Mágicas” para salvar o Natal na capital do país e falar sobre a importância da amizade verdadeira. Tem a história do Danilo, que só queria um fim de ano comum, mas, de repente, tudo dá errado na noite de Natal e ele se vê preso em uma tempestade envolvendo um peru assado, um cachorro e o garoto por quem ele tem uma quedinha. E uma simples viagem em grupo de fim de ano para uma ilha no litoral do Rio de Janeiro pode revelar seres sobrenaturais sofrendo com as alterações mágicas causadas pela poluição dos mares. Por fim, a relação de Benedita com o Natal desde o seu nascimento: são quinze anos de pura diversão, coração partido, amor e amizade.
Observação da Pequena: Uma boa oportunidade de conhecer autores nacionais incríveis e que defendem a causa LGBTQ, que é mega necessária. Quem quiser, está disponível aqui.

***

E para fechar com chave de ouro, o livro que ganhei da Mamys. Ele esteve recentemente em Portugal e achou que eu ia amar essas tradições Natalinas em formato de história literária. Assim que eu ler, conto para vocês. Obrigada, mamys, por incentivar esse meu vício do bem sempre. 

PJ - Natal LivrosCrédito da imagem: Pequena Jornalista

Lembrando que esse post não é publi, ok? É para defender uma coisa que amo: o mundo literário, que não anda muito bem, mas que se cada um ajudar, tudo vai melhorar. ;)

Beijos, Carol. 

Para ler: Natal com Arqueiro

Fan Page ♥ Instagram  


2

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019