28.07.2020
* Para assistir: A barraca do beijo 2! ♥

Ei, Gente! :) Pega a pipoca e o refri, que a sessão PJ vai começar. Com vocês: A barra do beijo 2, que está disponível na Netflix

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Para começar, um resuminho dessa segunda parte: Elle e Noah lidam com um relacionamento a distância depois de um verão para lá de romântico. No meio disso tudo, vem a escolha da faculdade, os dilemas com o melhor amigo Lee e, claro, um novo colega de sala de aula: Marco.

Eu não sei exatamente porque eu não fiz a resenha do primeiro filme, mas só queria dizer que eu amei. ♥ Para entender direitinho esse, recomendo assistir o começo de tudo, ok? Vale cada cena, juro juradinho! Sobre esse: eu também adorei. Em contrapartida, não sei falar qual é o meu favorito hahaha.

O desenrolar da história prende a gente do início ao fim. Aliás, a “Barraca do beijo 2” rende gargalhadas, suspiros e algumas reflexões bem típicas de filmes com uma pegada teen. Mas como uma eterna adolescente de 15 anos, isso é sempre bem-vindo. Falando nisso, Marco foi um personagem que não me conquistou muito, mas ele me ensinou bastante. :)

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

No mais, adorei como cada cena é construída e o desfecho não me decepcionou e ainda remete à clássica barraca do beijo que junta alguns casais apaixonantes! Tudo tem uma ligação e, pelo menos para mim, nada ficou no ar. Claro, agora já é nítido que vai ter uma continuação. Mas quando um filme desperta sensações que aquecem o coração, tá tudo bem aguentar a ansiedade para conferir a terceira parte, né?

E preciso dizer que eu me identifiquei mais com essa Elle (a propósito, ela é bem parecida com a Rory, de Gilmore Girls, né?) e a sua redação é maravilhosa! Tenho 34 anos e aprendi que tudo bem não saber quem eu quero ser daqui a 5 anos! Só quero ser a risada das pessoas que estão comigo, faça chuva ou faça sol.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Ah! Fiquei um pouco triste com o Noah e senti ciúmes dele com a Chloe. Entendi completamente a Rachel e fiquei com vontade de estudar em Harvard. O Lee é o amigo mais fofo e lindo da face da Terra e os pais da histórias são perfeitos, sem defeitos. A trilha sonora dá um toque todo especial na história e quando tudo isso acabar quero muito ir em algum parque de diversões no estilo do filme e participar de uma competição de dança idêntica. E dessa vez fiquei com muita vontade de embarcar nos dois livros que inspiraram as adaptações. ;-)

Já viu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Tudo e todas as coisas!
Fan Page ♥ Instagram


8

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020