26.06.2019
Top 5: livros que falam de livros! ♥

Ei, Gente! Livros que falam sobre livros merecem todo o nosso amor, né? E merecem também um top 5 especial. ♥ Então, segue uma seleção com algumas histórias que se encaixam nesse “gênero”, que eu adoro e não vivo sem! Vamos lá? Boa leitura! ;-)

Livros que falam de livros - PJ 1Crédito das Imagens e da Montagem: Pequena Jornalista

1. A pequena livraria dos sonhos 
Autora: Jenny Colgan (Editora Arqueiro)
Sinopse: Nina Redmond é uma bibliotecária que passa os dias unindo alegremente livros e pessoas, afinal, ela sempre sabe as histórias ideais para cada leitor. Porém, quando a biblioteca pública em que trabalha fecha as portas, nossa protagonista não tem ideia do que fazer. Então, se depara com um anúncio de classificados de uma van, que te chama atenção e tem um clique: por que não transformá-la em uma livraria volante e transformar vidas em cada lugar por onde passar. Seu primeiro destino: um vilarejo em Terras Altas, na Escócia. Por lá, descobre um mundo de aventuras, romances e talvez, o seu verdadeiro lar doce lar.
Observação da Pequena: O livro que me fez amar ainda mais esse “gênero”. A leitura é bem amorzinho e aquece o nosso coração! Tem resenha aqui.

2. Manual prático de bons modos em livrarias 
Autora: Lilian Dorea  (Editora Seoman)
Sinopse: O livro é uma coleção de pérolas hilárias de fregueses sem noção. Sendo assim, a autora teve uma sacada brilhante e criou um manual de como se comportar dentro deste lugar sagrado. Ah! Livreiros também não escapam. A autora conta e comenta pérolas desses profissionais que, a propósito, merecem todo o nosso amor.
Observação da Pequena: TODO MUNDO que ama livraria tem que ler esse livro, ok? Mas primeiro pode ler a resenha aqui.

3. A menina que roubava livros 
Autor: Markus Zusac (Editora Intrínseca)
Sinopse: Horas depois de ver seu irmão morrer nos braços de sua mãe, que era comunista, Liesel Meminger é adotada por Hans e Rosa Hubermann. Ao entrar na nova casa, trazia escondido na mala “O Manual do Coveiro”, livro que o rapaz que enterrou o seu irmão deixou cair na neve. Foi o primeiro dos vários livros que Liesel roubaria. O começo de uma carreira brilhante! Através dos livros, Liesel descobre um mundo diferente do cenário triste de uma guerra, que transformava a Alemanha diariamente. Ela descobre o real significado do amor, da amizade e da lealdade. E as palavras que Liesel encontrou nessas páginas seriam mais tarde aplicadas ao contexto da sua própria vida, sempre com a assistência de Hans, pai adotivo mais amável do mundo, e Max Vandenburg (o judeu do porão), Rudy Steiner e a Morte, que a propósito é a narradora do livro, que testemunhou a dor e a poesia da época em que Liesel teve sua vida salva diariamente pelas palavras.
Observação da Pequena: Como eu amo esse livro, gente. Foge do estilo que estou acostumada e gosto, mas ele me marcou tanto. Indico a todos, inclusive, o filme. Quem quiser saber mais, é só clicar aqui.

Livros que falam de livros - PJ 2Crédito das Imagens: Saraiva 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

4. A pequena livraria dos corações solitários
Autora: Annie Darling (Editora Verus)
Sinopse: Era uma vez uma pequena livraria em Londres, onde Posy Morland passou a vida perdida entre as páginas de seus romances favoritos. Assim, quando Lavinia, a excêntrica dona da Bookends, morre e deixa a loja para Posy, ela se vê obrigada a colocar os livros de lado e encarar o mundo real. E não bastava ter herdado um negócio falido, a nossa protagonista ainda tem de lidar com a atenção indesejada do neto de sua eterna chefe: Sebastian, conhecido como o homem mais grosseiro. Posy tem um plano astucioso e seis meses para transformar a Bookends na livraria de seus sonhos. Porém, Sebastian não a deixa trabalhar em paz. Enquanto (quase) todos lutam para salvar a amada livraria, ela se envolve em uma batalha com Sebastian. Aliás, Posy começou a ter fantasias um tanto ardentes com ele… Resta saber se, como as heroínas de seus romances favoritos, a protagonista vai conseguir finalmente o seu “felizes para sempre”.
Observação da Pequena: Não é o meu livro favorito da vida, mas vale ler tirar a sua própria conclusão, viu? Tem resenha aqui.

5. Ler, amar e viver 
Autoras: Jennifer Kaufman e Karen Mack (Editora Casa da Palavra)
Sinopse: Divorciada pela segunda vez, a vida de Dora se resume a ficar na banheira acompanhada de uma garrafa de vinho e muitos livros – de Tolstoi a Mark Twain, de Flaubert a Jane Austen. Numa das idas à livraria para se reabastecer para o próximo “porre literário” ela conhece Fred, seu príncipe encantado: formado em Literatura, oferece a ela idéias inteligentes, romantismo e uma válvula de escape. Mas a convivência com a família do namorado traz à tona sentimentos novos e a desperta para importantes decisões. Dividida entre Fred e o arrependido ex-marido, bem como entre o ócio e a retomada da vida profissional, a personagem nos proporciona uma história divertida, sexy e inteligente. A heroína imperfeita Dora reflete a angústia da busca por realização e felicidade com que toda mulher irá se identificar.
Observação da Pequena: Li tem muito tempo, gente. Lembro que amei o título e a capa, mas a história não me surpreendeu tanto! Pelo menos não na época… Quem sabe hoje em dia, né?

****

É isso, pessoal. :) Recomendo todos, até mesmo, os que eu não curti tanto. Acho que cada um pode ter uma percepção diferente e tem muito disso de talvez eu ter embarcado no momento não tão certo. Enfim… Ah! E se alguém tiver outros livros do tema para me indicar, fique à vontade! E eu sei que tem muitos!

Beijos, Carol.  

Post Antigo: Livros que adoçam a vida

Fan Page ♥ Instagram  


0


Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019