19.03.2018
* Top 5: livros que estão completando niver na lista de não lidos! ♥

Ei, Gente! :) Leitor que é leitor tem uma lista quilométrica de livros para ler, mas que até o momento, estão na pilha de espera. Com um pequeno detalhe: há alguns anos eles estão lá. Sim, você comprou e deixou lá. E se você não passa por essa situação, manda a dica aí, porque to precisando hahaha. Então, o top 5 do dia são cinco histórias que estão completando quase uma década no meu quarto (exagero meu hahaha). Porém, pretendo ler ainda esse ano SEM FALTA. Se vou conseguir? Oremos hahaha! Bom post!

Top 5 - Livros guardados na minha estante - PJCrédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

1. Como eu era antes de você (Jojo Moyes – Editora Intrínseca) 
Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.
Desculpa (sincera) da pequena: Já lançaram o segundo e o terceiro livro dessa série e nada da Pequena ler o primeiro. Até vi o filme e fiquei ainda mais empolgada, porém, ainda não rolou. Comprei o livro na Bienal de 2016 e… #fuén novamente! Já ganhei até o segundo, porque a minha amiga jurava que eu já tivesse embarcado na história. Enfim, sempre digo que no próximo mês vou ler, mas aí aparecem outros e espero que em abril (de 2018) eu consiga. Atualizo vocês!

2. Poder Extra G (Thati Machado – Editora Alto Astral) 
Sinopse: Nina não é uma mulher de tipos. E não apenas por causa dos seus noventa e dois quilos. Nina tem atitude e amor-próprio. Talvez não nessa ordem, mas quem se importa? Ao namorar Marco, ela achava que estava subindo mais um degrau rumo ao topo de sua autoestima. É claro que alguns sinais lhe alertavam do contrário, só que o ego pode ser bastante ensurdecedor quando nos convém. Depois de se dar conta da farsa que era o seu relacionamento, Nina deixa sua vida em São Paulo e parte rumo a Buenos Aires, para um mês regado a argentinos sedutores e muito doce de leite. Ela só não esperava que o país dos hermanos pudesse lhe trazer muito mais do que uns quilinhos extras.
Desculpa (sincera) da pequena: Eu comprei esse livro na tarde de autógrafos com a Thati (em 2016 mesmo) e sei que é o tipo de leitura que vou amar. Mas acabaram entrando outros na frente e esse ano, a história da Nina não me escapa. Assim espero!

3. Corra, Abby, Corra (Jane Costello – Editora Record) 
Sinopse: Aos 28 anos, Abby acaba de fundar a própria empresa de web design, e sua rotina parece consumir todo o seu tempo. Ela não tem a menor ideia de quando foi a última vez que deu um beijo apaixonado. E o pior: mal tem tempo para comer, malhar então… nem pensar. Mas quando sua melhor amiga a convida para participar de um clube de corrida, a jovem empresária encontra uma motivação: Oliver, charmoso e bem-sucedido médico que parece estar interessado em suas investidas. Seu primeiro dia de corrida, entretanto, não acaba como imaginou e ela jura que nunca mais vai correr. Até o dia em que sua assistente Heidi revela ser portadora de esclerose múltipla. A partir daí, Abby vê nas corridas uma forma de arrecadar fundos para a pesquisa da cura para a esclerose. Só que ela precisa de muito fôlego para gerenciar a empresa, lidar com sua operadora de seguro para arcar com o prejuízo de um motoqueiro que ela atropelou por acidente, e ainda conquistar o Dr. Sexy. Mas o que Abby não imagina é que pode estar correndo atrás do homem errado…
Desculpa (sincera) da pequena: Toda vez que leio essa sinopse, eu penso: por que cargas d’água ainda não li? Amo a autora e é a típica chick lit que sei que vou suspirar, amar, anotar vários trechos em post-its e por aí vai. MAS ESSE ANO VAI. JURO, JURADINHO! Me cobrem!

4. Trago seu amor de volta sem pedir nada em troca (Ique Carvalho – Editora Sextante) 
Sinopse: A vida de Ique Carvalho era tranquila e parecida com a de muitos jovens de Belo Horizonte, sua cidade natal. Ele morava com os pais e os irmãos, era apaixonado pela namorada e trabalhava na agência de publicidade da qual era sócio. Suas impressões sobre o cotidiano iam para o blog The Love Code, onde podia dar vazão ao seu talento para escrever. Até que, em 2013, dois fatos fizeram tudo virar de ponta-cabeça. Na mesma semana, seu namoro teve um fim traumático e o pai recebeu o diagnóstico de uma doença degenerativa grave, que o mataria aos poucos. Sem chão e em meio a um turbilhão, foi no blog que encontrou refúgio para expressar seus sentimentos. Os textos fortes e genuínos acabaram viralizando, popularizando o site e dando a Ique milhares de fãs e seguidores. Suas palavras possuem o incrível dom de ser, ao mesmo tempo, simples e profundamente verdadeiras, traduzindo o que há de mais puro e desejável no amor.
Desculpa (sincera) da pequena: Conheci o Ique na última Bienal e sério: que cara! Só escuto falar bem do livro e eu preciso embarcar urgentemente! Sempre bom ler livros que falam de amor, de uma forma realista. Vou chorar? Vou! Já me alertaram. Mas acho que vale cada palavrinha. Com certeza vai rolar resenha por aqui e quem sabe uma entrevista com ele também. * dedinhos cruzados *

5. 9 minutos com Blanda (Fernanda França – Editora Rai) 
Sinopse: Todos os dias, depois de brigar com o despertador que dá apenas nove minutinhos a mais de sono, Blanda se depara com a seguinte situação: ela está quase sem dinheiro, desempregada e sua única companhia é o gato Freddy Krueger. Bom, não exatamente, já que ela namora um cara chamado Max, que nunca realmente assumiu o relacionamento. Max é folgado, não trabalha e também não faz muita questão de conseguir um emprego, mas é justamente com ele que Blanda se vê prestes a dizer “aceito”. Em uma confusão envolvendo muito estresse, a porta giratória de um banco e uma calcinha pink, Blanda conhece alguém que pode mudar sua vida. Mas será que a realidade pode virar um conto de fadas?
Desculpa (sincera) da pequena: É o livro de estreia da Fê, né? Uma das minhas autoras favoritas da vida! Ainda não li pelo mesmo motivo: passaram outros na frente, mas vou resolver isso. Prometo! Ah! Infelizmente, acho que não está vendendo mais em livrarias. Se eu não me engano, a Editora Rai fechou. Mas o meu exemplar, encontrei nessas feiras de livro em shopping, sabem? Então, fica a dica, quem quiser embarcar nessa leitura também. 

**

É isso, pessoal. Agora me contem: qual o top 5 de vocês de livros que não saem da pilha de próximos? Podem desabafar. Vocês não estão sozinhos hahaha! Acredito muito também que cada livro, a gente embarca na hora certa. Então, talvez a leitura ainda não tenha rolado por esse motivo! Ou seja só uma desculpa para comprar mais e mais sempre hahaha. Vai saber, né? ;p

Beijos, Carol.

Para ler: Top 5 – Fernanda França

Fan Page ♥ Instagram

 


0


Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019