05.03.2018
* Oscar 2018: livros que inspiraram alguns filmes + Resuminho! ♥

Ei, Gente! :) Ontem rolou a 90ª edição do Oscar e, claro, que isso merece um post especial. Então, resolvi contar sobre cinco livros que inspiraram filmes, que levaram para casa alguma estatueta na noite  ou apenas foram indicados em alguma categoria. Afinal, independente do resultado, acho que só a indicação já é uma grande honra! Vamos lá? Boa leitura para vocês! 

Post Oscar 2018 - Livros - PJCrédito das Imagens: Saraiva
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. A Forma da Água (Guillermo Del Toro e Daniel Kraus – Editora Intrínseca) 
Sinopse: Richard Strickland é um oficial do governo dos Estados Unidos enviado à Amazônia para capturar um ser mítico e misterioso cujos poderes inimagináveis seriam utilizados para aumentar a potência militar do país, em plena Guerra Fria. Dezessete meses depois, o homem enfim retorna à pátria, levando consigo o deus Brânquia, o deus de guelras, um homem-peixe que representa para Strickland a selvageria, a insipidez, o calor — o homem que ele próprio se tornou, e quem detesta ser.  Para Elisa Esposito, uma das faxineiras do centro de pesquisas para o qual a criatura é levada, representa a esperança, a salvação para sua vida sem graça cercada de silêncio e invisibilidade. Richard e Elisa travam uma batalha tácita e perigosa!
Observação da Pequena: Foi o grande vencedor da noite de ontem! Não era uma dos meus favoritos, mas também não fiquei triste! Nas telonas, a história é repleta de magia e nas páginas, promete ser um suspense misturado com contos de fada e terror. Quem gosta desses três elementos, acho que é uma grande pedida. ;-)

2. Mudbound – Lágrimas sobre o Mississippi (Hillary Jordan – Editora Arqueiro) 
Sinopse: Ao descobrir que o marido, Henry, acaba de comprar uma fazenda de algodão no Sul dos Estados Unidos, Laura McAllan, uma típica mulher da cidade, compreende que nunca mais será feliz. Apesar disso, ela se esforça para criar as filhas num lugar inóspito, sob os olhos vigilantes e cruéis de seu sogro.Enquanto os McAllans lutam para fazer prosperar uma terra infértil, dois bravos e condecorados soldados retornam do front e alteram para sempre a dinâmica não só da fazenda, mas da própria cidade. Jamie, o jovem e sedutor irmão de Henry, faz Laura de repente renascer para a vida, enquanto Ronsel, filho dos arrendatários negros que trabalham para Henry, demonstra uma altivez que não será aceita facilmente pelos brancos da região. De fato, quando os jovens ex-combatentes se tornam amigos, sua improvável relação desperta sentimentos violentos nos habitantes e uma nova e impiedosa batalha tem início na vida de todos.
Observação da Pequena: Não levou para casa nenhum estatueta, mas sem dúvida, foi uma das apresentações mais lindas do Oscar. Apesar de ser uma história bem pesada, era um dos meus favoritos e fiquei triste que não foi indicado ao melhor filme, mas acontece. A leitura não é uma das minhas prioridades do momento, mas se algum dia rolar de ler, conto para vocês. Enquanto isso, confira o que achei (aqui) da adaptação cinematográfica. 

3. Dunkirk – A história real por trás do filme (Joshua Levine – Editora Harper Collin’s) 
Sinopse: 
Em 1940, no porto francês da cidade de Dunkirk, mais de 300 mil tropas Aliadas foram salvas da destruição pelas mãos da Alemanha Nazista, em uma extraordinária evacuação pelo mar. Esta é a verdadeira história de soldados, marinheiros, pilotos e civis envolvidos no resgate de 90 dias que se tornou uma lenda. Agora, a história que o primeiro-ministro britânico Winston Churchill descreveu como um “milagre” é narrada pelo autor best-seller Joshua Levine, incluindo entrevistas com veteranos e sobreviventes. Contada do ponto de vista de quem estava na terra, no ar e no mar, o livro “Dunkirk” é um relato dramático da derrota que levou à vitória da guerra e preservou a liberdade de gerações por vir.
Observação da Pequena: 
Não acho que faça o meu tipo de leitura, mas quero assistir ao filme, que levou alguns prêmios para casa. ;-)

4. O Touro Ferdinando (Munro Leaf – Editora Intrínseca) 
Sinopse:
Um clássico infantil, que foi publicado, originalmente, em 1938. Conta sobre o touro Ferdinando, que tem mais de 80 anos de idade, mas continua em boa forma.  Apesar de seu tamanho e sua força, não tem interesse em lutar nas touradas. Tudo que ele quer é cheirar as flores e ficar quietinho no seu canto, mas às vezes o mundo à nossa volta não compreende aqueles que são diferentes da maioria.
Observação da Pequena: Eu sei que um dos grandes vencedores foi “Viva: a vida é uma festa”, mas eu ainda quero assistir muito a esse filme, que tem cara de ser repleto de mensagens incríveis. Fora que é uma forma de prestigiar grandes pessoas dessa indústria, como o diretor Carlos Saldanha. Assim que eu assistir, conto aqui também. E, claro, alguém duvida que o livro também fará parte da minha estante? 

5. A Bela e a Fera (Elisabeth Rudnick – Editora Universo dos Livros) 
Sinopse: 
A história todo mundo conhece, né? Mas para resumir: esse livro é sobre a Bela, que é apaixonada por livros e tem um ponto de vista único, comparado com a sua vizinhança. Ai o destino a coloca no caminho da Fera e seu misterioso castelo… O resto, a gente já sabe!
Observação da Pequena: Essa edição é do filme live action, que concorreu a categoria de melhor figurino. Não levou. Fiquei triste, mas não achei injusto! Louca, desde sempre, para ter essa edição linda na minha estante. ;-)

***

Em relação ao resuminho, vamos lá! Eu amei a abertura do Oscar, com um estilo meio de cinema antiguinho, sabem? O apresentador Jimmy Kimmel foi bem, na minha humilde opinião. A brincadeira dele sobre a gafe do ano passado, que entregaram a estatueta para o filme errado, foi bem engraçadinha. Mas a melhor reação foi da Jennifer Lawrence zoando a Emma Stone! 

hbz-jlaw-emmastone-index-1520214487Crédito da imagem: Cosmopolitan 

Quanto aos looks, gostei de vários. Mas a Lupita divou com esse Versace! Ela nunca decepciona, né? 

lupita-nyongo-danai-gurira-shine-on-red-carpet-at-oscars-2018-01Crédito da imagem: Just Jared

Sobre as apresentações… Amei as das músicas: This is me (Filme: O Rei do Show) e Mighty River (Filme: Mudbound). Não levaram a estatueta, mas ficaram marcadas como as melhores, pelo menos para mim! Por fim, o que foi o pessoal invadindo uma sala de cinema? Eu ia morrer com o Ansel jogando cachorro quente hahaha!

DXfntFyU8AEw7dSCrédito da imagem: Twitter do Jimmy Kimmel 

É isso, gente! Post ficou meio grandinho, mas é Oscar, né? Merece! E podem opinar à vontade: já leram algum livro da listinha? Falando nisso, tem outros que inspiraram mais filmes! E os melhores momentos do Oscar? Quais foram? Comentem!! ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Quatro  filmes do Oscar que assisti

Fan Page ♥  Instagram


1


Uma resposta para "* Oscar 2018: livros que inspiraram alguns filmes + Resuminho! ♥"

Pequena Jornalista » Blog Archive » * PJ News Março: Somos Harper Collin’s! ♥ - 07-03-2018 (23:12)

[…] Para Ler: Oscar 2018! […]




Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018