19.06.2017
* O que eu aprendi com 30 anos! ♥

Ei, Gente! Para quem não sabe, no último dia 17, completei 31 anos. :) Então, resolvi contar por aqui cinco coisas que aprendi aos 30 anos. Ah! Não necessariamente, você tem de aprender essas “lições” com essa idade, mas como isso aconteceu comigo, resolvi transformar todo esse aprendizado em um post. Espero que ajude de alguma forma. Boa leitura! ;-)

16864541_592455794279882_7420783568520235453_n

1. Tudo bem a sua vida não ser exatamente como você imaginou quando tinha 15 anos! 

Quando eu era mais nova, idealizava uma vida completamente diferente aos 30 anos. Pelas minhas contas, já era para eu estar casada com o cara dos meus sonhos, mãe de uma linda menina, escrevendo e publicando meus livros, colunista de alguma revista feminina, ganhando dinheiro com o blog e tal. Minha realidade? Morando com a minha mãe e minhas irmãs, desempregada, escrevendo por hobby e nem perto de casar e ter filhos. Acho que venho de uma geração, que as pessoas meio que colocavam uma idade limite em tudo, sabem? Se até aos 30, você não casar e nem ter filhos, por exemplo, ferrou. Já era o seu sonho!

Não cheguei a ter uma crise braba antes dos 30, mas sofri um pouco. Cheguei até me achar uma fracassada, mas aí eu vi aos poucos que tudo bem a minha vida não ser aquela que eu imaginava aos 15 anos. As coisas mudam e os objetivos também. Ainda tenho os mesmos sonhos, mas hoje eu sei que tudo acontece na hora certa. Nem antes, nem depois. Por mais clichê que seja. Ah! E que nada cai do céu! Tenho que fazer as coisas que dependem de mim e seja o que Deus quiser. ;-)

Minha vida pode ser diferente do que eu imaginei, mas isso não significa que ela seja ruim. Já conquistei tantas coisas! Claro que têm dias que eu me sinto um peixe fora d’água, mas quem nunca, né? Vale lembrar que cada um tem uma trajetória. A grama do vizinho pode até ser mais verde, mas a sua é totalmente sua, entendem?

2. As pessoas não mudam! 

Eu sempre soube disso, mas consegui finalmente transformar a teoria na prática. Mudar não é uma tarefa fácil. Ninguém muda da noite para o dia! E acho que a medida que vamos crescendo, essa mudança fica bem mais difícil. Por exemplo, tem parente que cisma que você tem de agir do jeito que ele acha melhor. Até então, ficava para morrer. Mas aprendi a fazer cara de paisagem. Essa pessoas são assim há anos, se não mudou até agora, não muda mais. Dá raiva, dá. Mas a melhor coisa é respirar e seguir em frente.

E caso não queira mais essa pessoa na sua vida, fique à vontade. Você não é obrigada a aturar certas coisas e tudo bem! Ah! Mas isso não te dá o direito de ser cruel. Ama muito essa pessoa e esse jeito não te prejudica em nada? Converse e se nada mudar, aceite e seja feliz também. Ninguém é perfeito! Tenta trocar a cara feia por um abraço. ;-)

3. Ganhei gordurinhas e sou muito mais feliz! 

Até uns 3 anos atrás, eu pesava uns 37/38 quilos. Ao contrário do que muitos pensam, não era muito feliz com o meu corpo. Hoje tenho 42 quilos e estou muito mais satisfeita! Mesmo com uma pequena “pochete” habitando o meu corpo hahaha. E gente, nem precisei colocar silicone no peito. Ganhei automaticamente hahaha! \o/  Tem gente que me olha e fala: nossa, como você engordou. Criticando mesmo! Quase caio na pilha, mas quando me olho no espelho, eu vejo uma Carol muito mais feliz. Corro na esteira, faço exercício, mas muito mais por saúde e para manter. Não quero nem engordar, nem emagrecer. Ah! Perdi muita roupa! Tive que renovar meu guarda-roupa, mas sem comprar por impulso. E hoje em dia, não demoro tanto para me arrumar. Não por não ter muita opção, mas por ter encontrado melhor o  meu estilo. Continuo com a mesma essência, mas de um jeito melhor. Meio que uma coisa levou a outra, sabem?

Enfim, acho que a gente tem que focar sempre no bem-estar e na saúde. Não porque está na moda ou algo do tipo! Essas gordurinhas a mais não foram de propósito, aconteceu naturalmente. O corpo muda mesmo, mas estou bem feliz com essa mudança.

4. Não é qualquer papo furado que tira o meu sono! 

Gente, eu sempre fui muito romântica. Quando eu ficava com um carinha, já sonhava acordada e com uma ligação no dia seguinte! E às vezes eu nem tinha curtido tanto, mas só pelo fato de ter alguém, sabem? Não que eu não seja mais romântica, mas hoje em dia não é qualquer papo furado que tira o meu sono. Hoje consigo aproveitar mais e se no dia seguinte não rolar nem uma curtidinha no Insta, fico de boa. Fico suspirando, mas sem sofrer. Sem me sentir a pior pessoa do mundo porque “ele não ligou”. Acho até que antes eu me arriscava mais e, por um lado, isso é bom. Mas sei lá, hoje eu prefiro me reservar mais. Quero alguém que bagunce a minha vida de uma forma boa! E aos poucos. Não que isso tenha de ser uma regra, mas tudo que vem muito rápido, vai muito rápido também. Ah! E aprendi a parar de espalhar aos sete ventos os meus sentimentos. Muita gente deseja o seu bem, mas outras só estão loucas para ouvir mais uma “história tosca”. ;-)

5. Sua raiva só atinge a você mesmo! 

Depois que consegui colocar na prática esse ditado, a minha vida melhorou tanto! Não é que você tenha que virar uma santa e não sentir raiva de nada e nem ninguém. Não mesmo! Mas aprendi que essa raiva realmente só atinge a gente. Nada vai mudar porque você está triste e tal. A pessoa que fez a besteira, muitas vezes não está nem aí. A situação que te deixou mal, não vai mudar. Tudo tem solução e, às vezes, a melhor solução é seguir em frente mesmo.

O que eu mais aprendi nessa idade, é desfocar de coisas que me deixam mal e não tem jeito.

***

É isso, gente! Claro que a minha vida não é um mar de flores. Têm dias que esses aprendizados não funcionam de jeito nenhum, mas ai no dia seguinte tudo passa. E, claro, é bom evoluir, mas manter a essência é fundamental. A listinha de coisas que aprendi vai além. Sou menos ansiosa, graças a ajuda de especialistas e também a minha força de vontade. Ah! Se não quero fazer algo, não faço. Mas também sei que, às vezes, é bom ceder. Mas sem ultrapassar os meus limites. Ainda não encontrei meu equilíbrio, mas hoje em dia estou muito mais perto. Enfim, seja bem-vindo, 31 anos. Assim, me assustei um pouco com a sua chegada, mas espero que ocorra tudo bem e que você me surpreenda.

19415629_644090179116443_1291032962_n

E agora contem: sua vida é como você imaginava com a sua idade atual? O que você aprendeu até hoje?

Beijos, Carol.

P.S: aceito parabéns atrasado hahaha!

Fan Page ♥  Instagram


17


17 Respostas para "* O que eu aprendi com 30 anos! ♥"

Simone Benvindo - 20-06-2017 (10:26)

Me identifiquei muito com o que você escreveu. Tenho 26 anos e não tenho nem a metade que imaginei que teria com esta idade. Admito que os 30 me assusta, mas é a vida né? Gostei de saber que não é um bicho de sete cabeças e concordo plenamente que cada um tem seu momento. Confio muito em Deus e sei que a hora dele é a melhor. Coloco tudo na mão dele. Feliz aniversário, pelo texto percebi a mulher forte que você é. Meus parabéns e tudo de melhor para você <3
Charme-se

Responder


carol - junho 23rd, 2017 em 6:56 pm respondeu:

Fato, Simone. ♥ Essa idade assusta, mas não é um bicho de sete cabeças. Confiar em Deus sempre é a melhor. Obrigada, viu? :) Beijos

Responder



Cristiane Andrade - 20-06-2017 (10:39)

Que linda, parabéns pelos 31 anos!!!! :)
Preciso levar a sua quinta dica pra vida, as vezes passo muita raiva por motivos bestas..
A minha vida também não é do jeito que eu imaginei mas vamos vivendo né!
http://www.corujasemasas.com.br
beijos. <3

Responder


carol - junho 23rd, 2017 em 7:13 pm respondeu:

Obrigada, Cris. ♥ Não é fácil seguir a risca esse conselho, mas quando a gente consegue pela primeira, depois fica mais fácil. ;-) Beijos!!

Responder



Aline Amorim - 20-06-2017 (14:09)

É sempre bom percebermos o quanto amadurecemos né! Eu aprendi que em todo mundo que estava à minha volta queria realmente o meu bem.
E eu também ganhei gordurinhas e fiquei mais feliz! Beijos

Responder


carol - junho 23rd, 2017 em 7:18 pm respondeu:

Verdade, Aline. ♥ Tão bom aprender essas coisas, né? Beijos!!

Responder



Pathy Guarnieri - 20-06-2017 (14:20)

Carol, adorei seu post e posso dizer que partilho do mesmo pensamento kkkkkkkkk. Principalmente o primeiro!

Beijo!

Responder


carol - junho 23rd, 2017 em 7:19 pm respondeu:

Hahaha bate aqui \o! Beijos e obrigada pelo comentário! ♥

Responder



Grazy Bernardino - 20-06-2017 (15:44)

Feliz aniversário Carol! Eu faço 29 esse ano e muito dos seus aprendizados eu levo pra vida! Adorei!

Responder


carol - junho 23rd, 2017 em 7:20 pm respondeu:

Obrigada, Grazy. Tem que levar mesmo! ♥ Beijos ^^

Responder



Lulu - 20-06-2017 (17:53)

Olá Carol,
Tb achava que quando chegasse aos 30 anos já estaria casada e com família, no entanto, as coisas não sairam como planejado e tomou novos rumos. Perdi meu pai nessa idade e passei dar maior assistência a minha mãe.
Sou mais gordinha hoje e tô lutando a cada dia pra ser mais grata e feliz.
big beijos

Responder


carol - junho 23rd, 2017 em 7:31 pm respondeu:

Acho que na maioria das vezes é assim, né Lulu? Mas o jeito é seguir em frente, aprender as lições e ser grata por tudo. Tenho certeza de que seu pai está olhando e te protegendo sempre. Assim como o meu. ♥ Beijos!!

Responder



Juliana - 20-06-2017 (23:05)

Dica 6
Tudo bem se você não ter feito tudo o que achava que teria feito aso 30.

Dica 7
Os 30 são muito melhores do que os 20 :)

Responder


carol - junho 23rd, 2017 em 7:32 pm respondeu:

Falou tudo, Ju. ♥ Obrigada!!! Beijos ^^

Responder



Nina Novaes - 21-06-2017 (21:49)

Oi Carol!

Você falou tudo sobre a gente ter crescido em um época que era normal datar as coisas. Cada vez mais acredito nesse filosofia de que cada um tem a sua trajetória. E realmente não é todo dia que estamos de “boas” com a nossa situação, mas também aprendemos que não é o fim do mundo e que amanhã podemos acordar bem mais esperançosas.
Também tenho tentado não cultivar muita a raiva. É difícil, muito. As vezes julgo impossível. Mas no final das contas sei que faz muito mal para mim canalizar toda essa negatividade.
Adorei o texto e tudo que você compartilhou. Me identifico com tudo!!

beijos

Responder


carol - junho 23rd, 2017 em 7:33 pm respondeu:

Fato, Nina. Também acredito muito! ♥ Nada é fácil, mas com o tempo a gente acaba lidando melhor, né? Beijos e muito obrigada pela visita de sempre. =)

Responder



Pequena Jornalista » Blog Archive » * Lições de mais uma primavera! ♥ - 18-06-2019 (23:01)

[…] Post Antigo: O que eu aprendi com 30 anos […]




Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019