02.07.2015
* Um drama chamado: processo seletivo! – Projeto Drama Queen #37! ♥
Procurar trabalho já é um drama, participar de um processo seletivo então… Nem se fala! 
Quem inventou essa história de entrevista de emprego e aquelas perguntas do tipo “qual é o seu animal preferido?”, sabia bem o significado da palavra “tortura“. E o inventor nunca tinha ficado desempregado na vida. E tudo deve ter sido bem fácil pra ele. Porque a pessoa não tem coração e nem piedade. É muita maldade, gente! Dá não!

Por Carol Daixum
Não tem como não ficar nervosa, mesmo que você seja a pessoa mais calma do mundo e tome mil calmantes (brincadeirinha). Eu até tento ficar zen, mas o nervosismo toma conta assim que eu desligo o telefone com a funcionária da tal empresa que entrou em contato comigo. Funciona assim: primeiro fico mega feliz! Afinal, alguém viu meu currículo! Ai depois fico imaginando o meu dia a dia no trabalho, as roupas que eu preciso comprar e ligo para a minha mãe e irmã contando. Depois bate um nervosinho: e se eles mandarem eu escrever uma redação de 30 linhas sobre a questão política do país? Ok, eu sei falar sobre o assunto. Mas a situação muda completamente quando você está sendo observada a cada piscada. É diferente escrever quando o emprego já é seu, né? Ou seja, já penso: nem fui contratada e já vou ser demitida. Ai para finalizar, vem a sua irmã e fala: não vai perder a hora, coloca mil despertadores. Gente, nem consigo dormir, porque eu tenho pesadelo achando que vou perder a hora, que perdi a oportunidade da minha vida e nossa… É muita pressão! 
Segunda parte: a roupa e maquiagem! Como a pessoa marca com você às 8 da manhã e te espera linda e sem nenhuma olheira? Sério, dá não. Ainda mais que na parte da manhã parece que os seus produtinhos de beleza não funcionam e a roupa que ficou ótima no dia anterior, resolveu te deixar estranha e com cara de criança. Quando dá tudo certo, você conseguiu pegar o ônibus, chegar num horário bom, a recepcionista pede para você aguardar um pouquinho. Mas só te recebem duas horas depois. Claro, acontece. Ainda mais com esse trânsito caótico e a correria do dia a dia. Mas, desculpa a sinceridade, tem empresa que abusa, gente! Posso até não ser mais contratada, mas acho que o respeito tem que ser dos dois lados. Tanto do candidato quanto do recrutador. Mas a gente respira fundo e fica lendo livro na salinha de espera. Ou sendo fuzilada pelos seus concorrentes. Que te analisam mais do que a pessoa que vai te entrevistar. 
Aí finalmente te chamam e perguntam: você veio para a vaga de analista de sistema? OIII??? Não, eu sou jornalista e, apesar de respeitar muito esse profissional, não faço a mínima ideia quais são as funções dele. Daí, a pessoa te pergunta: não te informaram a vaga? Ai você responde: não, só falaram que era para parte de comunicação. Então, ela pede mil desculpas e fala que te informaram errado. Mas que se tiver vaga nessa área, seu currículo já está cadastrado na empresa. Ou seja, todo sofrimento a toa. Porém, quando você menos espera te ligam de outra empresa para uma área que você sempre sonhou: redação de uma revista feminina. ♥
O processo é o mesmo. Tudo dá certo, a entrevista ocorre bem, você se sente segura e confiante. Ai falam que vão entrar em contato, porém não te falam o dia exato. Então, a ansiedade toma conta mais ainda. Passou um mês e nada da resposta e nem de responderem seu e-mail que você pergunta sutilmente “e aí?”. Nesse meio tempo, pintou outra vaga de emprego. Você passou. Não era bem o que você queria, mas do jeito que as coisas estão difíceis. Ai na sua primeira semana de trabalho, seu celular toca: é a chefe de redação da revista perguntando se você pode começar na segunda…. Ou seja??? Senta e chora!!! ;’D
*** 
Processo seletivo? Quando eu tiver a minha empresa, vou mudar esse esquema. hahaha ;-) Lembrando que sempre tem uma dose de exagero esses textos. Ok, pessoal do RH? Não me importo com atraso, de escrever uma redação (mesmo tensa hahaha) e por aí vai rsrsrs! ♥ As histórias sempre são baseadas na minha vidinha, porém a maioria dos detalhes é “fruto da minha imaginação“. 
Vale lembrar que o Projeto Drama Queen é uma parceria entre o Pequena Jornalista e o blog Casos, Acasos e Livros. E se você quiser sugerir um tema dramático ou mandar o seu relato, fique à vontade. Só mandar um e-mail para: projetodramaqueen@gmail.com ;-)!! 
Beijo, 
Carol. 

2


2 Respostas para "* Um drama chamado: processo seletivo! – Projeto Drama Queen #37! ♥"

Juliana Bittar - 03-07-2015 (17:00)

Carol… teve uma época que eu fui em tantos processos seletivos que tinha decorado as respostas para perguntas do tipo "Como você se imagina daqui 5 anos?" Aff…

E quando rolava dinâmicas em grupo?? "Liste 5 defeitos" Ficava com raiva pq todo mundo respondia a mesma coisa "Sou ansioso, sou perfeccionista" Ngm fala a verdade "Sou chata, sou metida, tenho chulé, não sei ensinar, não tenho paciência com chefe mal humorado" Ngm fala essas coisas!! isso me deixava puta, e minha resposta era igual a de todo mundo! rsrsrs

Ficar sob análise dos concorrentes realmente não dááá!!! Nossa!! pelo menos do povo de ADM a galera queria se comer vivo!! hauahauah

Bjinhos
JuJu
As Besteiras Que Me Contam

Responder



Maby - 03-07-2015 (21:20)

Ollá Carol ^^
Sempre me divertido lendo Drama Queen kkk'
Ainda não passo por essa tortura de processos seletivos hehe' mas já consigo sentir a pressão XD

Beijoxx.
Princess of Love ♥ http://maria-gabriely.blogspot.com/

Responder




Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017