16.10.2014
* Projeto Drama Queen! ♥
Oi, Gente! 
Eu e a Teca, do blog Casos Acasos & Livros, estamos com um novo projeto para vocês queridos leitores: o Projeto Drama Queen. Cada semana, uma das duas vai escrever alguma situação do dia a dia em que o nosso lado dramática aflora e acabamos com todos os lenços de papel do estoque da farmácia ao lado, porque a sessão de choro não acaba por nada nesse mundo. Claro, tudo com uma dose exagerada de drama. Para começar, eu, pequena blogueira que vos bloga, revoltada master com o Whatsapp, escrevi um texto sobre esse aplicativo odiado por mim e por vocês, em algum momento da vida. ;-) 
“Escala de ódio Whatsapp: 10 mil ícones do Whatsapp!”
(Por Carol Daixum) 
“Como uma boa drama queen, tenho uma listinha de coisas que eu não morro de amores. Por exemplo, tampa de refrigerante. Funciona assim: compre e não beba, porque você vai demorar muito para abrir e a sua mão vai ficar roxa e dolorida. Escada rolante parada e a gente é obrigada a usar? Dá uma aflição. Agora quem ocupa o topo da minha lista é o Whatsapp e seu amiguinho ‘última visualização’. Nossa, ódiozinho profundo. 
Eu adorava no começo. Os criadores (anotem os nomes para jogar vudu hahaha #brincadeirinha: Jan Koum e seu sócio Brian Acton) eram os meus heróis. Hoje eu desejo profundamente que as mensagens deles sejam visualizadas e ignoradas constantemente. Não é vingança, é lei do retorno. Se as cartas estão extintas, o e-mail está indo pelo mesmo caminho. Se você não olhar o seu grupo, considere-se excluída do programa de sábado à noite. E nada de reclamar, afinal você estava adicionada e “ciente” de todas as informações. É seu aniversário? Mensagem no Facebook já era, agora é pelo Whatsapp e olhe lá (eu até mandava parabéns por lá, mas só quando eu não conseguia falar com a pessoa, não tinha intimidade ou a pessoa estava viajando. E eu só perdoava nesses casos também). 
O meu drama aumenta quando eu mando mensagem, a pessoa fica online, do nada off, olho a última visualização mil vezes e confirmo: fui ignorada. Eu tenho uma teoria: se a pessoa teve cinco segundos para olhar, ela também pode tirar cinco segundos para responder ‘oi, estou ocupado, depois eu respondo’, acrescenta uma carinha feliz e fica tudo bem. Tão simples! Ok, eu também demoro para responder. Mas em minha defesa, o 3G não colabora quando estou na rua, às vezes eu tenho que pensar na minha resposta e algumas pessoas merecem sentir na pele. Aplico a lei do retorno mesmo e é isso. Claro, que o mundo não gira em torno do meu umbigo. Nem sempre a pessoa faz por mal. Talvez o boy não faça ideia das lágrimas que escorrem dos nossos lindos olhinhos porque ele visualizou e não respondeu. Mas poxa vida. Bom senso, sabe? 
Visualizou e não respondeu é praticamente um ato terrorista do mundo do Whatsapp. E quando a pessoa fica online mil vezes por dia e você confirma que foi ignorada? E esse papo de se distrai e tal, não funciona comigo. Choro a cada clique na porcaria do ícone verde. Nunca odiei tanto a cor verde. Dependendo da pessoa, essa história de ‘ops, esqueci de responder’ não desce. Para tentar mudar o rumo da minha vida, resolvi desativar o modo visualização. Mas não adiantou muita coisa, já que eu via a pessoa online sempre. Então, eu tomei uma decisão: deletei o aplicativo (pausa dramática). Fui terrivelmente criticada, mas sou ansiosa ao extremo e esperar não é o meu forte. Bloquear tal pessoa e blá-blá-blá não me ajuda em nada. Quem quiser falar comigo, saia da caixinha e arrume um jeitinho. 
Agora sem drama, ok, um pouco. Eu sei que o aplicativo facilita a vida. Para alguns, é o único meio de comunicação. Porém, afasta também. Em terra de Whatsapp, ligação é prova de amor. Sabia que você corre o risco de ficar sem o prêmio que você ganhou honestamente porque você não respondeu a mensagem no Whatsapp? Pelo amor. Não estou falando para todo mundo ser radical, mas eu torço por mais gestos reais e menos demonstrações virtuais. Há duas semanas eu não fico ansiosa ao extremo, não olho o celular de cinco em cinco minutos, não ignoro ninguém e ninguém me ignora, durmo melhor e sou mais feliz. Whatsapp me causou um trauma profundo. E as pessoas que usam em excesso mais ainda. As que ignoram, meu Deus, sem comentários. 
Então, seguem três recadinhos. Você visualiza, responde sem demorar e usa com moderação o odiado Whatsapp? Parabéns, você é um ser abençoado, iluminado e merece todo o meu amor. Agora, caro usuário que faz parte do time que visualiza, não responde, só fala através desse aplicativo e tal, vai catar coquinho na esquina (a sua sorte que eu sou educada =D). E leitora que faz parte do meu clube ‘sofri, chorei, não aguentei e deletei’, vem cá dá um abraço, drama queen de primeira. Você não está sozinha e está no caminho certo (pausa para as críticas da oposição).” ;-) 
Crédito da foto: Disney Irônica
Vocês também odeiam o Whatsapp e o usuário sem coração? Comentem! 
E podem opinar e sugerir à vontade. ;-)
Um beijo, 
C. 

11


11 Respostas para "* Projeto Drama Queen! ♥"

Teca Machado - 16-10-2014 (22:03)

Dramáticas, unidas, jamais serão vencidas!
Hahahaha.
:D
Aaah, quem não se identifica?
:**

Beijoooooo, Carolzitcha!

http://www.casosacasoselivros.com

Responder



Karla Cunha - 17-10-2014 (00:23)

Ah, eu adorei o projeto. As vezes tenho graaaaaaaaaaandes momentos de drama. Depois vejo que nem precisava de tanto. HEHEHE

E ah, eu sou prática no wpp. acredita que nunca fiquei olhando isso de visualizações? Eu respondo que fala comigo, e se não fala, eu também não falo. É simples. HEHEHEHEH

Um beijo
http://www.reinodascoisas.com

Responder



Renata Truchinski - 17-10-2014 (08:48)

HAHAHHA, amei o projeto!
beijinhos, Rê

http://renatatruchinski.com

Responder



Camila Faria - 17-10-2014 (15:56)

Hahaha… ri muito com o post! Tão verdadeiro! Confesso que já ignorei e fui ignorada várias vezes no whats… mas ainda não peguei esse ódio todo por ele!

Responder



Thati Machado - 17-10-2014 (16:15)

"Não é vingança, é a lei do retorno." HAHAHAHAHAHHAHAHHAHA! Simplesmente amei o post de hoje, Carol <3 Eu sou uma drama queen de nascença e não consigo entender o amor das pessoas por esse aplicativo. Sendo bem sincera? Todos os grupos em que sou adicionada ficam no silencioso. Dificilmente leio tudo. Respondo estritamente o necessário. Não fico jogando conversa fora. Quer jogar conversa fora? Então me convide para um café, simples. Confesso que às vezes sou excluída de algo porque não vi e tal, mas por favor, né? Se a pessoa quisesse realmente a minha presença teria pelo menos enviado um inbox, rs!
Estou ansiosa pelos próximos dramas, sinto que vou me identificar com váááários.
Grande beijo ♥

Thati;
http://nemteconto.org

Sorteio de "As Sete Irmãs", de Lucinda Riley, no blog.

Responder



Wanessa - 17-10-2014 (16:51)

Ahhh quem nunca foi ignorada? Ontem mesmo eu fui e tô nem aí! Antes eu ficava mal com isso, mas hoje nem ligo não!
Tanto é que tirei essa de visualizei pela ultima vez em tal hora, isso só irrita a gente e acaba com o nosso dia. Mas, eu não gosto de demorar a responder. Se me perguntou eu respondo e qlqr problema que acontecer eu aviso pra pessoa pq não rolou de falar com ela aquele momento.
Bjokas http://diadebrilho.com

Responder


carol - outubro 18th, 2014 em 5:31 am respondeu:

Você é um ser abençoado ;-)! Adorei o comentário! Beijocas, Carol.

Responder



Anne - 17-10-2014 (18:16)

Me diverti com seu texto!
Faço parte do seleto (kkk) time de pessoas que não dão a mínima pro Whatsapp. Tenho meia dúzia de contatos, pessoas realmente muito próximas, com as quais converso por lá de vez em quando, até porque temos outros meios de comunicação aos quais damos preferência.
Mas na boa, amiga: quem te ignora não merece sua atenção! Desencana, deleta e larga pra lá.
Beijo :-*

Responder



Meg's Army - 17-10-2014 (21:49)

Adorei o post, Pequena!!! Me diverti lendo o drama chamado Whatsapp e confesso que já sofri do mesmo mal… Conclui que o aplicativo nos faz ficar 24h de prontidão para responder qualquer pessoa, a qualquer momento. Fora que queremos que nossas respostas sejam atendidas a todo custo E no momento que enviamos! Para os ansiosos de plantão, a ferramenta é realmente um terror e o barulhinho do plim plim no ouvido chega ao nível de INSUPORTÁVEL. Ainda utilizo o Whatsapp, mas de forma consciente e moderada, virei adepta ao Viber (por ter seletos amigos e NADA de grupos) e ganhei mais espaço no meu querido álbum do celular: Chega de não ter espaço no telefone, pq vc tem 57638 mil fotos de figurinhas com coisas ridículas e piadinhas sem nexo! Uhull.. Viva as fotos dos nossos momentos incríveis, um viva para nossas noites sem plimplins de madrugada e chega de insanas visualizações no ícone verde!! o/

Beijos,

Camila

Responder


carol - outubro 18th, 2014 em 5:33 am respondeu:

Viva o Viber! Ô aplicativo humano hahaha ;-)))! Beijo, friend. Amei o commentario!! Beijos, Carol.

Responder



Dudi Kobayashi - 19-10-2014 (02:37)

Carooool! Adorei o projeto e adorei o seu texto! Também odeio quando a mensagem é visualizada e não respondida, o que não acontece apenas no whats, mas também no face! Contudo, eu não sou contra ele por conta da praticidade e facilidade em se manter contato – já que praticamente todo mundo tem. Lógico que eu prefiro ouvir a voz em uma ligação, ou ver pessoalmente, mas a comodidade acaba impedindo isso para mtos… Eu acho que tudo é questão de esquilibrio (acho que vc ainda devia ter whats kkkk), mas confesso que ser ignorada nesse app é chaaaato! Devia ter um botão para apertar e fazer o cel da pessoa vibrar! kkkk

bjinhus
dudikobayashi.blogspot.com.br

Responder




Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2017