03.07.2020
* Tag: Um país, um livro! ♥

Ei, Gente! :) Para essa sexta-feira friorenta (obrigada pelo frio, Rio de Janeiro), separei mais uma TAG Literária, que vi no canal da Ju Cirqueira: Um país, um livro. Achei divertida e uma ótima oportunidade de viajar sem sair de casa. Vamos lá? ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. Cite um livro que se passa num país que você nunca visitou.
R: A pequena livraria dos sonhos
, que se passa na Escócia.

2. Um livro que te despertou vontade de conhecer um país que você nunca teve interesse antes.
R:
A culpa é das estrelas me deu vontade de conhecer Amsterdã (Holanda).

3. Um livro que se passa em um país que você já esteve.
R:
Se eu não me engano, Menina de 20 (da Sophie Kinsella) se passa na Inglaterra, mais precisamente em Londres.

4. Um livro que se passa num país gelado.
R: A menina que roubava livro
s, que se passa na Alemanha.

Crédito das Imagens: Amazon

5. Um livro que se passa num país tropical.
R: Na minha onda
, que se passa no Brasil (Bahia).

6. Um livro que te deu ainda mais vontade de visitar um lugar.
R: O café da Praia
, que se passa no sudoeste da Inglaterra, mais precisamente na Cornualha. Nunca tive vontade, mas tenho lido tantos livros que se passam lá, que entrou para a minha listinha de viagens interessantes hahaha.

7. Um personagem que fez uma road trip.
R:
A Mel, do livro “Malas, memórias e marshmallows“, que fez uma road trip pelos EUA.

8. Um livro que se passa dentro de um avião, carro, trem ou navio.
R: Becky Bloom ao regaste
, um livro que se passa dentro de um trailer e eles vão para Las Vegas (EUA).

9. Um livro que se passa em um lugar onde você gostaria de estar agora mesmo.
R: 30 jours à Paris
, que se passa na França. Adoraria fazer esse roteiro desse livro (e pretendo ler esse livro em breve).

Crédito das Imagens: Amazon

***

É isso, gente! :) Agora me contem: qual lugar de qual livro você adoraria passar a quarentena? No mais, podem opinar à vontade! Ah! A maioria das resenhas você encontra aqui, ok? E vou colocar a imagem de três histórias que apareceram nesse post. Quem quiser comprar pelo link/imagem do PJ na Amazon, saiba que é uma ótima forma de ajudar o blog.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Livros e Paris!
Fan Page ♥ Instagram


0
02.07.2020
* Por que eu amo Gilmore Girls? ♥

Ei, Gente! :) Sabe o motivo de eu não indicar tantos seriados aqui no blog? Porque entra e sai série e eu cismo em assistir pela milésima vez uma que marcou muito a minha vida: Gilmore Girls! ♥ Daí, eu decidi falar um pouco sobre e até incentivar você a acompanhar, dar replay e/ou tentar entender o meu amor por essa história. Vamos lá? ;-)

Crédito da Imagem: Gilmore Brasil

Eu não lembro exatamente quando comecei a assistir. Mas quando me toquei, eu já era uma Gilmore de carteirinha! Acho que a simplicidade e a leveza foram fatores essenciais para me conquistar. A relação entre mãe e filha era surreal e eu amava cada diálogo rápido e sagaz!

É uma série que incentiva a leitura e mostra a paixão por esse mundinho! Sempre gostei de ler, mas sem dúvida, esse programa deu um empurrão para eu ser uma bookaholic. Não sei se já li algum livro que a Rory leu, mas a questão aqui é que você fica com tanta vontade de ler, independente do título.

Eu cresci vendo cada temporada. Algumas vezes, me assustava com algumas semelhanças. Meu lado dramática aflorou e por mais que já amasse escrever, Gilmore Girls foi uma das culpadas na escolha da minha carreira (jornalista). Só não consegui ficar viciada em café e para tentar me sentir um pouco na pele da Rory e da Lorelai, hoje meu corpo é quase 99% de mate. E como tem cafeína, tá tudo bem.

Descobri a importância de curtir a fossa e me senti acolhida nesse episódio. Algumas temporadas ficam arrastadas e outras passaram tão rápido. A propósito: a terceira é a minha favorita. E a cena da formatura da Rory no colégio é a minha preferida e me emociono só de pensar! Amei o revival que a Netflix produziu e queria que tivesse continuação, mas a minha imaginação voa e acho que entendi a mensagem que a dona Amy (criadora) quis passar!

Crédito da Imagem: Pinterest

Já fui apaixonada pelo Dean, mas hoje não consigo mais gostar dele. O Logan me irrita e, não tem jeito, sou uma eterna #TeamJess. Aliás, uma série que sou apaixonada: This is us. Por quê? Porque tem o nosso eterno Jess, meu primeiro crush da adolescência e tal hahaha. Quanto ao Luke, é um dos meus personagens favoritos. E deu uma dor no coração quando descobri que o Richard faleceu na vida real! Mas com certeza lá do céu, ele deve ter ficado feliz de ser lembrado no Revival. Aliás, rendeu ótimas e emocionantes cenas esse fato.

Cada personagem é icônico e fico tão feliz quando vejo algum ator bombando e falo com o maior orgulho e bem blasé (hahaha): ele começou em Gilmore Girls. Amo as inúmeras profissões de Kirk, a Emily, a Paris e Dona Patty. Sookie é a melhor cozinheira e o Michel é o cara que consegue unir antipatia e simpatia em uma única frase! Lorelai? É uma das minhas favoritas e uma das melhores mães do mundo. Só perde para a minha, que a propósito é fã da série. Enfim, amo todos e esqueci de citar vários hahaha.

Ah! Descobri o lado feminista da série anos depois. Aliás, se os pais podem colocar o nome deles no filho, as mães têm o mesmo direito! Mas claro que vai além desse detalhe. Morro de saudade de escutar a música da abertura e, às vezes, quero só assistir por conta dessa parte! Toda vez que eu vejo algum episódio, dá um quentinho no coração. Olhar para trás e relembrar de situações e saber que tive tanta influência boa para construir o presente e um futuro ainda melhor, é reconfortante! Aliás, tenho saudades dos amigos que fiz nos fóruns e mesmo perdendo contato, eles marcaram para sempre!

Pequena Fã

Enfim, hoje eu mato a saudade com canecas personalizadas, blusas com frases, memes e funkos! Ou assistindo tudo de novo mesmo hahaha! Também leio livros que atores escreveram, como a Lauren (ou Lorelai hahaha) e olho fotos autografadas que recebi pelo correio por conta de cartinhas que escrevi na época. Sim, eu era dessas hahaha! Sei que a série tem algumas imperfeições e por mais que eu tenha meus personagens favoritos, sei que muitos erraram. Mas é aí que torna tudo mais gente como a gente, né?

Queria que existisse uma cidade chamada Stars Hollow, usar o uniforme de Chilton e me hospedar na pousada Dragonfly Inn…. Ou seja, sou fã mesmo e amo isso! Tô saudosa hoje e se você ama tanto quanto eu, por favor, compartilha esse amor comigo nos comentários. Ainda não viu? Dá uma chance! E me indica uma série levinha? Para eu assistir depois que terminar só mais um episódio de GG hahaha. ;-)

Beijos, Carol. ♥

Post Antigo: PJ Leu – Quem sabe um dia!
Fan Page ♥ Instagram  


9
01.07.2020
* PJ News – Julho: ainda dá tempo de fazer a sua festa julina! ♥
Em: PJ News

Ei, Gente! :) Junho passou voando, né? Apesar de a gente continuar no mesmo barco, espero que o novo mês seja melhor em relação à pandemia e outras notícias que assustam. Mas falar de coisas boas tende a atrair coisas boas, né? Então, trouxe algumas novidades de julho para deixar o nosso dia a dia melhor! Vamos lá? Bom post. ♥

Crédito das Imagens: Delícias da Mari, Malena Flores e Cloe
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar: 2020 não está deixando as tradicionais festas juninas acontecerem. Mas isso não significa que a gente não possa aproveitar na nossa casa, né? Tenho visto alguns lugares que estão fazendo kit para essa época não passar em branco. Aqui no Rio de Janeiro, por exemplo, tem a Delícias da Mari, que faz jus ao nome. Nesse kit “julino” tem até brigadeiro de paçoca. Quem quiser saber mais, só clicar aqui. Eu já provei algumas coisas de lá e mega recomendo! ;-)

E para deixar a nossa rotina mais fofa, a artista Malena Flores, lançou para você imprimir em casa um Printable Best Day Ever. Nesse Kit, tem adesivos e um planner diário. Bem lindão! Para quem quiser comprar, só acessar a lojinha dela. E, por enquanto, fico na vontade, já que ainda não tomei vergonha cara e comprei o cartucho da impressora hahaha.

Recentemente, ganhei um memory board e tô bem a louca das fotos. Daí, a loja Cloe lançou polaroids, que eu tô simplesmente apaixonada. A identidade visual é linda e entrou para a minha wishlist. Quem quiser, só clicar aqui. ♥

Crédito das Imagens: Adoro Cinema, Gabriela Rodrigues e Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

E é óbvio que não poderia faltar filme e livro nessa seção, né? A Netflix vai disponibilizar no dia 24 de julho a continuação da história “A Barra do Beijo 2“. Eu amei o primeiro e espero gostar na mesma intensidade do segundo! Quem quiser assistir ao trailer, só clicar aqui.

Histórias literárias temos duas: Ele tem ela, elas tem ele, da Gabi. Ela é leitora do blog e blogger também! E agora: escritora. Neste livro ela conta a história do pai, o João, que foi diagnosticado com ELA. Imagino que seja uma leitura repleta de emoções e lições. Para quem quiser embarcar, só falar com a autora pelo Insta.

E a escritora maravilhosa, a Aimee Oliveira, lançou um livro que tem a ver ver com o isolamento social: Enclausurados. Com tédio no limite, a protagonista resolve mudar o visual e ganhar o apelido de “Rapunzelly”. Presa em um prédio, tinha um rapaz que insistia em jogar bola na quadra, colocando a vida de todos em risco. Até que ela vira um perigo maior, digamos assim. Não sei bem o que esperar, mas conhecendo a escrita da Aimee, acho que vai ser aquela leitura leve e divertida! Quem quiser embarcar, só clicar aqui.

***

É isso, pessoal. Podem opinar à vontade e quem quiser indicar outras novidades, acrescente nos comentários. ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Romance Concreto!
Fan Page ♥ Instagram  


7
30.06.2020
* Junho: o melhor mês do mundo! ♥

Ei, Gente! :) No comecinho de junho, contei que esse mês é o meu preferido. Tem meu niver e coisas boas aconteceram, mesmo que em plena pandemia! Então, esse post vai ser totalmente para agradecer e o objetivo é não ser um reclamona de carteirinha, como volta e meia costumo ser. Vamos lá? Espero que gostem! ♥

Crédito da Imagem: Bia Pof!

1. Um dia, eu estava no aeroporto e me deparei com um livro com uma das páginas mais lindas: Malas, memórias e marshmallows, da Fernanda França. Ela é uma das minhas autoras favoritas da vida e nem nos meus sonhos mais incríveis imaginaria ser leitora beta dela. Daí, que nessa quarentena, ela e a Leila Rego (outra escritora incrível) me convidaram para ler um conto e opinar. Ver o meu nome na página de agradecimentos foi uma das melhores coisas que aconteceu na minha vida de bookblogger! E ver que uma das ideias foi aceita, me deu um up para escrever cada vez mais. Muito obrigada, meninas! Meu mês ganhou mais cor por conta desse lindo presente. Quem quiser ler a resenha é só clicar aqui. ♥

2. Eu não tinha planos mirabolantes para comemorar o meu niver esse ano. Com a quarentena, menos ainda! Mas como contei aqui, acho que nunca me senti tão especial nessa data. Recebi tanto carinho e, até mesmo, de pessoas que eu não imaginava. Ver tantas carinhas no parabéns surpresa pelo zoom me fez amar ainda mais esse dia e quebrar o preconceito que tinha desse app. Consegui comemorar com as pessoas que mais amo, independente de ser longe ou perto. Enfim, comecei meu novo ano com o pé direito!

3. No comecinho de 2020, andava bem desanimada com a vida profissional. Aos pouquinhos, as coisas estão acontecendo! Tanto como redatora web quanto blogueira. Aliás, eu e a minha irmã (que me ajuda muito com a parte de audiência e fotos para o Insta… Muito obrigada, Lulu!!) tínhamos uma meta de chegar a 4.500 seguidores e atingimos!! Fico tão feliz, que nem sei. Não queria ter de me importar com os números, porém, eles são importantes para ter acesso a ferramentas da rede social e conseguir trabalhos rentáveis em alguns aplicativos para influenciadores. ;-) Obrigada a todos que ajudaram e que ajudam diariamente. Ah! Finalmente, saiu a Newsletter do PJ. Isso foi uma conquista gigante (se alguém quiser entrar na listinha, só me avisar). ♥

Crédito das Imagens: Pequena Jornalista

***

Eu sei que a gente anda numa fase bem tensa. Cada notícia ruim dá um desânimo. Mas acho que se a gente olhar para o lado, tem algo bom acontecendo. Nem que seja um pôr do sol, um livro emocionante ou um sorriso que ilumina (nem que seja numa foto antiga)! Tenta, quando for possível, agradecer por essas mínimas coisas! Mas olha, sei totalmente que, às vezes, na prática, a teoria é outra. Vai no seu tempo, sem cobranças e nada como um dia após o outro, né? ♥

Agora me conta: qual foi o auge de junho? No mais, podem opinar à vontade. E que julho seja incrível. Para mim e para todos! A gente merece. ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Carta para 2020!
Fan Page ♥ Instagram   


6
29.06.2020
* PJ Leu: O que acontece em Londres! ♥

Ei, Gente! :) E a última dica literária do mês é: O que acontece em Londres, da Julia Quinn. O livro, publicado pela Arqueiro (parceira do blog), é o segundo da trilogia “Bevelstoke“. Vamos lá? Boa leitura! ♥

Livro: O que acontece em Londres | Editora: Arqueiro | Autora: Julia Quinn
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 4 livros

Sinopse: Há um boato de que Harry Valentine matou a própria noiva. Olivia Bevelstoke não acredita nisso, porém, por via das dúvidas, acha melhor espioná-lo, já que o rapaz é o seu mais novo vizinho! Tudo a postos: encontra um lugar perto da janela do quarto e se esconde atrás da cortina. Logo descobre um homem intrigante e que, sem sobra de dúvida, está tramando algo com o seu chapéu e inúmeros papeis.

Mas nem tudo é o que parece: Sir Harry, na verdade, trabalha para o Departamento de Guerra inglês, traduzindo documentos vitais para a segurança nacional. Não é um espião, mas já passou por treinamentos para ser um e logo de cara percebe que a sua vizinha está o observando!

Mas chega à conclusão de que ela é só uma bisbilhoteira e descobre também que a jovem está sendo cortejada por um príncipe russo suspeito de conspirar contra a Inglaterra. Ou seja? Querendo ou não, agora ele vai ter de espioná-la e talvez essa missão represente uma paixão, que nenhum dos dois imagina. ;-)

Opinião da Pequena: A Olivia é uma das minhas personagens favoritas do primeiro livro da trilogia. Então quando li que a história seria dela, tive de embarcar, né?

Para começar: a premissa! Achei bem divertida. É clichê, mas ao mesmo tempo não é, sabem? Claro que a gente imagina, de cara, o que vai acontecer. Mas a forma como tudo é contado que faz a diferença, mesmo com algumas ressalvas. A escrita da Julia Quinn tá bem intacta e faz a gente suspirar por mais um romance de época.

Harry e Olivia são protagonistas dos melhores diálogos. Desde o comecinho do relacionamento até o clímax, mas não vou dar spoiler! Amei ele por conta do nome (sou dessas hahaha) e o jeito meio intrigante conquista de cara. Olivia não é a personagem que mais me identifiquei, porém, é aquela amiga que eu queria ter na vida. Aliás, ela não é leitora voraz de livro, mas ama um jornal e acho que tem futuro para entrar no mundo dos leitores hahaha.

Achei o Sebastian bem maluquinho e o príncipe russo me lembrou um pouco o Gaston. Por falar nele, seu guarda-costas me surpreendeu! As cenas de um tal livro (que amei a criatividade do nome) são hilárias e eu soltei a minha imaginação. A rixa entre o Harry e o vulgo Gaston rende boas risadas e alguns trechos dão raiva. Queria que alguns personagens aparecessem mais, tipo a Mary, os irmãos e tal… Porém, fiquei feliz que a gente teve atualizações do livro 1.

Enfim, eu adorei a história e suspirei muito! Algumas partes esperava mais e achei alguns capítulos do meio para o final meio confusos e resolvidos de uma forma muito rápida. Minha cabeça fez um bolôlô, sabem? Mas aí vieram as últimas páginas e achei tão incrível, que quase tudo fez sentido! Enquanto o primeiro teve um dos casamentos mais sem graça, esse teve um pedido maravilhoso!!

Ah! A capa é linda e é uma das minhas favoritas! Falando nisso, eu fiquei imaginando os figurinos e os penteados da Olivia. Acho que é isso! Já leu? Conta o que achou. Ainda não? Recomendo! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – História de um grande amor
Fan Page ♥ Instagram


12

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2020