15.02.2018
* PJ Leu: Sonhos em flor! ♥

Ei, Gente! E a dica literária da semana é Sonhos em flor, da autora Estelle Laure Esse romance, publicado pela editora Arqueiro (parceira do blog), é a continuação do livro Essa luz tão brilhante e aborda sobre a vida e a morte, mas de um jeito leve. Enfim, vamos lá? Boa resenha para vocês! ;-)

PJ Leu - Sonhos em FlorLivro: Sonhos em flor | Editora: Arqueiro | Autora: Estelle Laure
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

Sinopse: Eden Jones tem 17 anos e o futuro todo planejado. Com o apoio dos pais amorosos, do irmão gêmeo e da melhor amiga Lucille, sonha em estudar em Nova York e se tornar uma grande bailarina. Mas  o destino tem outros planos e seu mundinho “perfeito” começa a desmoronar. Primeiro, o teste que fez para um balé importante não é nada daquilo que imaginou. Pelo contrário! Depois, perde o seu chão, quando descobre que Lucille e seu irmão estão namorando e ninguém conta para ela. Por fim, sofre um acidente, que a deixa em coma. Depois dessa experiência de quase morte, nossa protagonista, volta ao “normal” e depois de um tempinho recebe alta. Porém, voltar à rotina não é tão fácil quanto parece. Além de ter algumas restrições físicas e alimentares, Eden tem alucinações com flores negras e uma garota em coma na mesma ala do hospital, onde esteve internada. E como se não fosse o bastante, se apaixona por Joe, que tem uma ligação com a personagem que ela anda tendo “visões”. Então, inúmeras dúvidas surgem e nessa árdua caminhada, ela começa a entender que não ter o controle das coisas pode ser libertador. ;-)

Minha opinião: Eu jurava que a continuação do livro Essa luz tão brilhante, seria sobre a história da Lucille e da irmã de novo. Então, vem a escritora e me surpreende. E posso dizer? Adorei e, apesar de ter curtido o primeiro e esperar por respostas, a leitura desse fluiu muito mais. Eden me inspirou! Em nenhum momento se mostrou imatura, pelo menos não tanto quanto imaginei. Gosto de me colocar no lugar das personagens e acho que ela se saiu muito bem, mesmo depois de ter enfrentado essa experiência de quase morte. Falando nisso, já li alguns livros onde um dos temas era esse, mas o jeito que a autora colocou, foi diferente, natural e não assustou. Tem o poder de mexer positivamente com o leitor e traz uma mensagem incrível de que a gente tem que viver, independente dos maus momentos. A vida é assustadora, mas tem a sua beleza, que a gente não pode tapar com os problemas, sabem? Essa foi a lição mais valiosa que tirei dessa leitura leve e mágica. Além dessa, aprendi que algumas coisas não tão boas, realmente acontecem para o nosso bem.

E gostei que a Estelle (autora) foi bem pé no chão na construção da história. Conseguiu dar aquela floreada importante, mas sem viajar muito. Mesmo com as flores negras, alucinações e tal. Pelo contrário, fizeram total sentindo, pelo menos para mim. Faz a gente rever as nossas crenças de um jeito bom e necessário! Quanto aos personagens, não tem nenhum que eu excluiria. Todos são fundamentais para as perguntas de Eden. Mas os meus favoritos são o médico, a enfermeira e a psicóloga (vou levar esse conselho para a vida: cortar lenha e carregar água). Destaque também para os pais da nossa protagonista, que fazem jus à sinopse: mais amorosos, impossível. Em relação ao Joe e a Jaz, os dois merecem crédito por mostrar que não ter o controle dessa coisa chamada vida, pode realmente ser libertador. Aliás, tudo planejadinho, sem mexer em nada, tende a causar sofrimento em dobro.

Outros detalhes importantes: a capa é linda, gostei de saber um pouco do andar da carruagem da história da Lucille. Mesmo que por alto! E mais uma vez vi que amor de irmão é para sempre, mesmo com algumas brigas. E, por fim, meu momento #pirigueteliterária dessa resenha: Joe tem lugarzinho cativo na minha listinha de crushes literários. Amei a parte de agradecimentos do livro e a história acabou fazendo ainda mais sentido para mim. Dá para imaginar, que a escritora teve uma inspiração extra. E destaque para os títulos de cada capítulo e dos trechos de quase morte. Principalmente, no final. 

Enfim, leitura que meega recomendo, pessoal. E quem já leu, conta o que achou! ;-)

Beijos, Carol.

Para ler: Cinco histórias para acreditar no amor

Fan Page ♥  Instagram


2
14.02.2018
* Valentine’s Day – Top 5: cinco histórias para acreditar no amor! ♥

Ei, Gente! :) A folia carnavalesca chegou ao fim, mas de uma forma bem boa: afinal, hoje é Valentine’s Day! Então, para comemorar essa data de um jeitinho especial, separei cinco histórias para a gente acreditar (ainda mais) no amor. Seja o próprio, entre duas pessoas, no quesito amoroso, amigável ou de família mesmo. Vamos lá? Bom post! 

PJ - Valentines Day - 2018Crédito das imagens: Saraiva e Adoro Cinema
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

Para começar: Um Presente da Tiffany, da autora Melissa Hill, que conta a história de dois homens que estão em busca de um presente para as mulheres que amam. Mas as sacolas são trocadas e muita confusão ocorre. O livro todo arranca suspiros, o final é surpreendente e faz a gente acreditar no amor, mesmo quando parece impossível. Para saber mais detalhes, sem spoiler, tem a resenha dele aqui. Depois tem I Love New York, da Teca Machado, que fala sobre a Alice, que depois de ter um vídeo na internet, passa um tempo em NY e parece que o anonimato não tem a ver com ela. Amo essa história, principalmente pelo casal protagonista lindo e que tem de superar muita coisa, mas com muita risada e amor. Falando no boy dela, o Mateus, ele deixa qualquer príncipe da Disney no chão. Quer saber mais? Só clicar nesse post. Também tem o livro Não se esqueça de Paris, da escritora Deborah McKinlay. Paris tem tudo a ver com romance e, logo, com amor. Mas a história vai além, gente. Que a propósito, conta sobre Eve, que vive reclusa na sua casa da Inglaterra e Jackson Cooper, um autor bem-sucedido. Os dois trocam cartas e logo nasce uma das histórias literárias mais lindas e com um final que é um tapa na nossa cara. Para ter mais detalhes, corre para ler esse post depois. ;-)

E, claro, que não poderiam faltar filmes românticos, né? O primeiro: Cartas para a Julieta, que fala sobre a Sophie, que sonha em ser escritora e um dia viaja para a Itália ao lado do noivo Victor, que está abrindo o seu próprio restaurante. Os dois vão para Verona, local da grande história de amor entre Romeu e Julieta. Porém, ela acaba percebendo que ele está bem ocupado e resolve fazer as coisas por conta própria e acaba indo na Casa da Julieta. Lá, ela descobre uma antiga carta de amor, entrega para as “ajudantes da Julieta” e, claro, responde a Claire, autora das palavras. Para a sua surpresa, ela aparece por lá e resolve seguir o seu conselho. As duas e Charlie (neto da Claire) viajam pela Itália em busca de Lorenzo, o grande amor de adolescência da Claire. Sério, é uma das minhas histórias cinematográficas preferidas e que faz a gente deixar o “e se” de lado e correr atrás do que acredita. Sem medo de ser feliz!

Por fim, tem O amor não tira férias, que aborda sobre duas mulheres. A primeira é a Iris, jornalista de casamento, em Londres. Ela está apaixonada por Jasper, porém, descobre que ele está prestes a se casar com outra. A segunda é Amanda, que vive em Los Angeles, dona de uma agência de publicidade, que acaba descobrindo que seu namorado não é nada fiel. As duas resolvem se inscrever em uma espécie de intercâmbio de casas e decidem passar as “férias” uma na casa da outra. Essa mudança mostra tanta coisa! Tanto para elas quanto para o público. Afinal, a troca de casa traz reflexos na vida amorosa de cada uma. Só para ter uma noção: Iris conhece Miles, um compositor de cinema e Amanda se envolve com Graham, irmão de Iris. Enfim, mostra literalmente que o amor não tira férias, por mais que a gente queira. Mas que “respirar” novos ares pode trazer aprendizados e histórias que aquecem o coração.

***

É isso, pessoal. :) Cada história traz um pouquinho de amor, seja o próprio e outras formas tão importantes quanto.
Gostaram? Podem opinar à vontade e depois me contem o top 5 de vocês! E claro: Happy Valentine’s Day

Beijos, Carol.

Para ler: Espalhando o amor!

Fan Page ♥  Instagram


0
09.02.2018
* Post-ajuda: para usar no Carnaval! ♥

Ei, Gente! :) Como eu sei que tem leitora do PJ que adora cair na folia, seja em um bloco de rua ou na avenida, preparei esse post-ajuda com alguns itens para usar no Carnaval. Meio em cima da hora, mas acho que pode ajudar quem deixou para os 45 do 2º tempo. Tem de tudo um pouco, principalmente itens úteis para a ocasião e, até mesmo, para incrementar a fantasia. Enfim, espero que ajude de alguma forma. Bom post! 

Post-ajuda Carnaval - PJ - 1

Para começar: glitter de gel, afinal, tem época melhor para brilhar? E se for de forma que não prejudique o planeta, melhor ainda. Adorei esse da Shock e achei a novidade mega bacana! Também amei esse vestido de arco-íris com o arco da Mercatto e essa regata da Renner de sereismo. Protetor solar com cor da Darrow, nem preciso falar, né? E falando em item indispensável, uma paleta de iluminadores tem que ter. Curti essa da Too Faced. E já que o assunto é iluminar, escolhi como sugestão essa barra da Lush.

Post-ajuda Carnaval - PJ - 2Crédito das imagens: Divulgação assessoria de imprensa
Crédito das montagens: Pequena Jornalista 

E o quanto eu amei esse boné da Josefina Rosa Cor? Vem com três plaquinhas para grudar no item. Tem as palavras: solinha, indisponível e simpática. Achei a cara do Carnaval. Essa camisa da Reserva também tem tudo a ver com a época. E para ajudar a carregar os outros itens necessários, uma pochete utilitária da Melissa. Prática e bem útil. E por fim, mais carnavalesco impossível: essa máscara poderosa da Lança Perfume

É isso, gente. Espero que esse post ajude de alguma forma. Até para quem precisa de uma inspiração! Ah! Me contem também: qual é o item preferido de vocês?? Eu amei muito esse glitter gel biodegradável!

Beijos e bom carnaval!!

Carol.

Para ler: 5 lugares que você precisa conhecer em SP

Fan Page ♥  Instagram


1
08.02.2018
* PJ + Blog da Natz: 5 lugares que você precisa conhecer em SP! ♥

Ei, Gente! :) A blogosfera me presenteou com algumas amigas e a Nat, do blog da Natz, é uma delas. Converso com ela há séculos, mas só ano passado a conheci pessoalmente. E sério: parecia que a gente tinha se visto dias antes. Foi um dia tão divertido, que vocês não tem noção. Daí, recentemente, essa friend querida me convidou para escrever um post lá para o cantinho dela sobre um assunto que eu amo: livros! Óbvio que aceitei e também convidei para fazer um top 5 de lugares que a gente precisa conhecer em SP. Sim, ela é paulista. Um dos assuntos que mais amo no blog dela e que eu mega indico para quem vai visitar a terra da garoa! Daí, ela topou e hoje é dia de participação aqui no PJ. Então, vamos lá? Indica aí, friendoca. ;-)

PJ e Blog da NatzParticipação especial: Blog da Natz.

Olá, pessoal. Tudo bem? Eu sou a Natz, do Blog da Natz, e fui convidada pela Carol para fazer esse post aqui no Pequena Jornalista. Como vocês notaram, eu moro em SP, sou a friend paulista dessa carioquinha linda haha. Foi difícil escolher apenas 5 lugares porque eu simplesmente amo minha cidade e há 27 anos moro aqui! Com certeza, faltaram alguns lugares, mas se quiserem conferir outras dicas de lugar sobre SP, podem visitar meu blog também! ;) Para esse post, eu pensei em lugares mais diferentes e menos turísticos, mas que com certeza vocês iriam amar. Então, já sabem o que fazer em uma próxima viagem a Sampa, hein? Espero que gostem! Beijokas <3!

1. LUDUS LUDERIA

ludus-luderia

Sabe aquele lugar para você passar o dia inteiro e quando você menos perceber vai sair de madrugada? É a Ludus Luderia! Uma casa de jogos de tabuleiro e petiscos. É uma delícia ir para lá com a galera, você paga uma taxa pra entrar e pode jogar o quanto quiser, a noite inteeeirinha! É uma programação nostálgica e super divertida. E além dos jogos, a casa serve fritas, hambúrgueres, shakes e outros petiscos. Tudo para você não passar fome, enquanto se diverte! Vale muito a pena, eu adoro.

2. TEX REDNECK BAR

TEX

Um lugar com: pista de dança, sala de karaokê, pista de boliche, mesas de snooker e bar/restaurante, com culinária especializada em menu Tex-Mex. Tudo isso em apenas um lugar! Com ambientes diferentes um do outro. E o mais bacana de tudo, o som de um ambiente, não atrapalha o outro. São bem feitos e planejados, você pode mudar de um local para o outro com total liberdade! Começando a noite na pista de dança, finalizando no karaokê e passando por todas as outras etapas. Enfim, do jeitinho que você preferir! A Tex te oferece diversão garantida.

3. BLITZ HAUS

BLITZ

Vocês vão perceber por essa indicação, que eu amo um lugar versátil! Quanto mais opções de diversão, melhor né? Isso se for bem estruturado e bem planejado. Como a Tex e a Blitz, que é uma casa noturna com três andares, o primeiro é um andar de jogos (você vai encontrar dos games eletrônicos até as mesas de snooker, passando por mesas de baralhos e outros jogos). O segundo andar é um restaurante, com muitas opções de hambúrgueres, entre outras delicinhas! E o terceiro andar é a pista de dança (a da imagem), ela feeeerve, principalmente com músicas pops e house.

4. GLOW IN THE DARK

GLOW

A Glow In The Dark é uma balada com apenas uma opção de diversão, mas eu indico, porque é uma diversão bem diferente! Logo que você chega, ganha algumas pulseirinhas neon na entrada e algumas tintas para se pintar (obs: vá de branco). Lá tem maquiador (especializado em makes neon) e outras atividades voltadas para o propósito da balada. Mas é interessante, olhar a programação antes, pois algumas atraem um público teen demaaais, outras nem tanto. Vale a pena conferir com a galera. É divertido demais! Daí, se pinte, pinte o outro e se acabe na pista! E brilhe literalmente!

5. BAR E RESTAURANTE ALTO DA HARMONIA

alto-da-harmonia

O melhor lugar para você comer uns petiscos bem acompanhada em um fim de tarde. Aliás, o pôr do sol é incrível! As bebidas e aperitivos são de primeira e há muitas opções. Às vezes, tem música ao vivo também e o ambiente é super gostoso. É um casarão com vários andares, mas o que vale a pena mesmo é o último. Onde você vai ver um dos fins de tarde mais incríveis de SP. E na parte da noite, o lugar costuma esquentar e vira quaaaase uma baladinha. Esse ênfase no “quase” é porque a proposta do local é realmente ser bar.

Espero que tenham gostado das dicas. Obrigada pelo convite Carol! Amei fazer esse post para o Pequena Jornalista.  Quem quiser mais informações, é só clicar no nome de cada lugar.

Beijos, Natz.

***

Muito obrigada, frind. Amei muito e exijo que você me leve em todos esses lugares. ;-) E, gente, não deixe de conferir o post que eu fiz lá para o blog dela. Só clicar aqui. E, claro, de bisbilhotar cada post que tem lá.

Beijos, Carol.

Para ler: PJ News de Fevereiro

Fan Page ♥  Instagram


1
07.02.2018
* Mini-Post: PJ News de Fevereiro! ♥

Ei, Gente! :) Vamos para mais um mini-post sobre algumas novidades do mês? Tem livro e filme para variar. Tem rímel novo na área e um acessório mega útil para quem adora cair na folia. É apaixonada por papelaria? Segura o cartão de crédito, que você vai amar “quem” fez parte da seleção de fevereiro. Enfim, espero que gostem. Bom post! 

PJ News - Fevereiro 2018Crédito das Imagens: Instagram Benefit, Site Meg & Meg, Divulgação Melissa, Site Adoro Cinema e Instagram Galera Record
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar: a nova máscara de cílios “BADgal Bang“, da Benefit, que promete mais volume e um alcance de 360º. Ou seja, alcança todos os cílios, sem exceção. Louca para experimentar! Não sei o valor, mas sei que vende na Sephora. E se tratando da marca, deve ser poderoso mesmo. E entrando no mundo das papelarias, a Meg & Meg lançou hoje o seu trio de Washi Tapes fofinho. Como não amar? Também tem essa pochete, que a Melissa lançou para o Carnaval, com cinto ajustável e com o fecho em velcro. Muitas vezes, virei a cara para esse acessório, mas aos poucos, está ganhando o meu coração e acho que em algumas ocasiões, posso usar. Atualizo vocês. ;p

E já que esse mês é o oficial da maratona de filmes do Oscar, separei esse “A Forma da Água“, que está concorrendo em um monte de categorias. Não entendi direito do que se trata, mas parece que uma criatura fantástica ganha o coração da zeladora de um laboratório experimental secreto do governo. Por fim, tem o novo livro da Collen Hoover: É assim que acaba, publicado pela Galera Record, que fala sobre violência e abuso. Parece pesada a história, mas acho que deve ter ótimas lições. Ah! E conta sobre a personagem Lily, que nem sempre teve uma vida fácil, mas trabalhou duro para conquistar os seus sonhos. Se formou em marketing, mudou para Boston, conheceu Ryle Kincaid e não tira da cabeça um antigo relacionamento. Um livro que mostra que um amor, às vezes, custa caro demais.

É isso, pessoal. Agora me contem: qual item você desejou? E, sim, pode escolher todos. E se alguém quiser indicar um lançamento imperdível, fique à vontade! 

Beijos, Carol.

Para ler: Unidos da Leitura, Cine e tal

Fan Page ♥  Instagram


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018