22.10.2019
* Superindico: De moletom e salto! ♥

Ei, Gente! Vamos de dica de esmalte hoje? Na última semana, pintei a minha unha com um novo da Risqué: De moletom e salto, da coleção “Muitas de mim“. É um vermelho bem intenso e que vai virar o meu queridinho da vez! Aliás, acho que é uma boa sugestão para quem for em alguma festa ou evento de Halloween. ;-)

Outras informações importantes: tem uma durabilidade média, vale mais pela tonalidade. Hoje é terça e pintei na sexta…. E, sim, já tem algumas falhas, mas acho que está bem na média mesmo! E o mesmo vale para a secagem. Não demorou para secar, porém, não foi mega rápido. Ah! Foram duas demãos e o top coat, que deu um brilho bem lindão! Aliás, fica a dica… Acho que o esmalte protagonista do post pede esse toque a mais. Um detalhe importante: como não amar esse nome? Acho que a cor muitas vezes é semelhante a outras, mas o nome faz a diferença, né? hahaha

E como uma imagem vale mais do que mil palavras, segue o resultado. 

75233861_2263134227124385_861797849505988608_nCrédito das imagens: Pequena Jornalista (unha) e Instagram Risqué (esmalte) 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

Não sei se a foto faz jus, mas acho que dá para ter uma noção. :)

Agora me contem: já usaram esse esmalte? No mais, podem opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Superindico – Uva

Fan Page ♥  Instagram


0
21.10.2019
* Para assistir: Malévola – Dona do Mal! ♥

Ei, Gente! :) Há séculos não coloco dica de filme por aqui, então lá vai: Malévola, a vilã mais querida da vez. É um daqueles filmes que a gente entende o motivo de amar tanto a Disney! Então, vamos lá? Pega a pipoca, que a sessão já vai começar. 

2705293.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx (1)

Para começar, aquele resuminho básico: alguns anos após a Aurora despertar do sono profundo, ela é pedida em casamento pelo príncipe Phillip. Rainha do Moors, a nossa eterna Bela Adormecida aceita o pedido e, sendo assim, vai para o reino de Ulstead, com o objetivo de conhecer os seus sogros: John e Ingrith. Porém, esse encontro, ao lado de Malévola, foge do controle e do objetivo de celebrar os reinos. Afinal, a mãe do príncipe tem outros interesses…

O que eu achei? Mais uma prova de que é impossível não amar a Disney.  É tudo muito mágico, como manda os contos de fada! Confesso que gostei mais do primeiro, mas esse também me encantou bastante. Principalmente, os detalhes! Aliás, se eu puder dar um conselho: assista em 3D essa história, que vale muito a pena. Algumas coisas eu não lembrava, mas aí meu namô deu aquela relembrada. Se eu puder dar um segundo conselho, reveja o primeiro filme antes de assistir ao novo.

4284245.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

5664244.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

5818901.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Angelina Jolie tá ainda mais perfeita e é uma das melhores vilãs. Fiquei meio assim de saber que ela virou má novamente, mas deu para entender direitinho! Aliás, sabem aquela história de quem vê cara não vê coração? Se encaixa perfeitamente nesse segundo filme.  O corvo continua um dos melhores e as fadinhas continuam nos conquistando, mesmo com um final meio fora da rota! O príncipe Phillip é de arrancar suspiros e o pai dele é um verdadeiro líder. A Aurora tá bem princesa, mas com aquele toque “girl power” que faz a diferença! E a mãe do príncipe? Sem querer dar spoiler, mas já dando: que MEDO!

E como nem tudo são flores…. A Malévola, apesar de ter destaque, acho que no primeiro ela tem mais. Ai isso acabou me decepcionando um pouquinho. A premissa é mais sobre os reinos e tal! O título dá uma outra imagem, mas acho que pode ser uma jogada de marketing ou sei lá. Mas é achismo, tá gente?

No mais, o final é bem engraçadinho, emocionante e aquece o coração. Têm surpresas e lendas deixadas para trás. Aliás, a gente ri bastante e fica chocada com algumas coisas, pelo menos eu fiquei hahaha. E, claro, que sempre tem aquela mensagem: sem guerra e mais união, digamos assim! Somos diferentes e tudo bem. E apesar de ser um conto de fada, se encaixa com a nossa realidade. Ah! Destaque para os figurinos da Aurora e, claro, o da Malévola.

nullCrédito das Imagens: Adoro Cinema 

Acho que é isso. Se eu falar mais, acabo correndo o risco de soltar spoiler hahaha. Então, comenta aí o que achou e se ainda não assistiu: fica a dia! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Malévola

Fan Page ♥  Instagram


0
17.10.2019
* PJ Leu: Quando não há palavras! ♥

Ei, Gente! :) E a dica literária da semana é “Quando não há palavras“, da autora Julie Buxbaum. Publicado pela Galera Record, é um YA (Young Adult) que conta a história de uma menina de luto e um menino diferente, onde uma tragédia acaba unindo os dois. Vamos lá? Boa resenha! 

IMG-2410Livro: Quando não há palavras | Editora: Galera Record | Autora: Julie Buxbaum
Crédito da imagem: Pequena Jornalista
Nota de 1 a 5: 2 livros!

Sinopse: Kit Lowell perdeu o pai em um acidente de carro e, de uma hora para outra, seu mundo perdeu o colorido. As amigas, a mesa onde sempre se sentou na hora do almoço, as aulas e, até mesmo, o sabor da comida indiana da sua mãe não tem mais graça. A ausência do pai se tornou a presença que ela não consegue evitar! Já David Drucker tem Asperger, declama pi numa sequência de centenas de algarismos (de cor) e sente dificuldade de entender figuras de linguagem e não compreende sentimentos alheios. Ainda bem que pode contar com a sua família e com um caderno, onde anota tudo que considera digno de nota.

Kit precisa de alguma maneira se reinventar para lidar com o luto. Então, a mesa de David parece um bom lugar para recomeçar. Ele, por sua vez, é honesto demais e está cada vez mais atraído pela natureza curiosa dela. E no meio disso tudo, ela pede ajuda ao mais novo amigo para desvendar os detalhes do acidente do pai. Porém, o que nenhum dos dois esperavam era a surpresa que a vida reservou. Será que a amizade (ou algo a mais) irá sobreviver a dura verdade?

Opinião da Pequena: Vi esse livro no aeroporto e meu namorado me deu de presente na Bienal. Confesso que a princípio a história parecia ser daquelas que prende do início ao fim… Afinal, a premissa é muito boa! E no começo foi desse jeito, mas a leitura começou a ficar arrastada e eu quase abandonei o livro! Porém, decidi continuar. E um pouco depois do meio até mais ou menos o final, a leitura fluiu mais! Daí, quando teve aquela reviravolta…. Por mais impressionante que fosse, não mexeu comigo como eu achei que poderia mexer!

Mas é claro que tiveram coisas boas! Adorei a sinceridade do David, saber um pouco mais sobre Asperger e achei totalmente compreensível a reação da Kit. Acho que ela vai evoluindo no decorrer das páginas e o nosso protagonista também! Muitas lições nessa história, como ser a gente mesmo e que não ser compreendida, às vezes, é uma boa perspectiva! A irmã do David é a melhor e a mãe dele também. O pai me surpreendeu de forma positiva! A mãe da Kit tem os seus prós e contras, mas acho que a partir do momento que a gente fica mais velho, suas atitudes são mais compreensíveis. Torci pelo Jack (vai entender, mas sei lá hahaha) e adorei o professor de violão do David.

Acho que a história merecia mais páginas. Por mais que a leitura não tenha fluido da melhor forma, algumas coisas ficaram muito no ar. E, sei lá, gosto de usar a minha imaginação, mas eu queria algumas respostas, sabem? No mais a capa é linda e a escrita da autora é bem boa, mas acho que só não bateu e acontece, né? Mas fiquem à vontade para embarcar. Até porque o que pode não ser tão legal para mim, pode ser para vocês! 

É isso, gente! Quem já leu, conta o que achou. Quem ainda não, fica a dica! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Três coisas sobre você

Fan Page ♥  Instagram


0
16.10.2019
* Top 3: Escrevendo o amor! ♥

Ei, Gente! :) Recentemente, fiz uma oficina de escrita chamada “Escrevendo o amor“. Apesar de ter ficado bem tímida, escrevi bastante e escutei histórias incríveis. Nessas duas aulas, a nossa professora, a Paula Gicovate, citou alguns livros e escolhi dois e um bônus. Vamos lá? Espero que gostem. Bom post! 

Top 3 - Escrevendo o amor - PJCrédito das Imagens: Amazon
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Este é um livro sobre amor (Paula Gicovate – Editora Guarda-Chuva) 
Sinopse: Ella tem duas grandes obsessões – a escrita como forma de sobrevivência e o amor. Ao longo do livro, a narradora relata episódios marcantes de sua vida amorosa, construída a partir de quatro relacionamentos com homens de personalidades distintas e atitudes que provocam no leitor uma série de sensações reconhecíveis. Longe dos clichês onipresentes em obras que abordam o universo do amor, a leitura do livro provoca reflexões e identificações inevitáveis com as situações vivenciadas por Ella.
Observação da Pequena: Comecei pelo livro bônus. Sim, a Paula, que deu a oficina, tem essa história publicada e que tem tudo a ver comigo, eu acho hahaha. Vou tentar embarcar ainda esse ano! Daí, conto para vocês! ;-)

2. Uruguaia (Pedro Mairal – Editora Todavia) 
Sinopse: Divertido e apaixonante, o livro fala sobre afetos, crise conjugal, entre outros temas. Através das peripécias sentimentais de um escritor recém-chegado aos quarenta anos, ele nos mostra como devemos enfrentar as promessas que fazemos e não cumprimos e as diferenças entre aquilo que somos e o que realmente gostaríamos de ser.
Observação da Pequena: Esse foi um dos livros que ela citou como exemplo em uma das atividades e fiquei apaixonada. Acho que vou me divertir, suspirar e aprender muito. Bom, eu espero! Quando eu embarcar, óbvio que conto para vocês. 

3. Carta a D. (André Gorz – Editora Companhia das Letras) 
Sinopse: É uma das declarações mais conhecidas e emocionantes, além de ser uma afirmação comovente de companheirismo entre duas pessoas apaixonadas. É uma carta de amor a Dorine, mulher do autor, que infelizmente sofria de uma doença degenerativa incurável.
Observação da Pequena: Eu acho que não sabia da existência desse livro, mas assim que soube do que se tratava, bateu uma curiosidade. Afinal, cartas de amor sempre são emocionantes e essa apesar de parecer bem profunda e, até mesmo, triste, acho que vou suspirar, chorar e amar. Vai rolar resenha também, ok? ;-)

***

É isso, pessoal. =) Ela citou outros livros, mas esses, além do livro bônus, me chamaram mais atenção.
Ah! Quem já leu, conta o que achou. Mas sem spoiler, ok? No mais, podem opinar à vontade.

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – A lista de Brett

Fan Page ♥ Instagram   


0
14.10.2019
* Post-ajuda: qual planner escolher? ♥

Ei, Gente! :) O post-ajuda da vez é para quem ainda não escolheu o planner para o próximo ano. Sim, eu sei, ainda estamos em outubro. Mas se deixarmos para a última hora, corre o risco de não ter mais aqueles personalizados, fofinhos e que dão up a mais na hora de organizar a rotina de 2020. Então, separei os cinco que mais me chamaram atenção, por enquanto. Espero resolver essa pendência ainda esse mês! Então, vamos lá? Vamos morrer de amores comigo! 

Post - Planner 2020 - PJCrédito das Imagens: Instagram Meg & Meg; Instagram Donna Dolce; Instagram Bee Mine;
Instagram Magnólia Papelaria e Instagram Ilustralle
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Eu sempre fico de olho nos planners da Meg & Meg. E achei essa capa amarelinha de flor a coisa mais linda da vida. Fora que vem adesivos, dicas de produtividade, espaço para a gente traçar as metas do próximo ano e divisórias fofinhas. Tem visão semanal e calendário mensal! Ah! Ele é datado, mas isso não me incomoda nadinha, até porque a intenção é usar quando começar o próximo ano mesmo. Quanto ao preço: R$ 159,00 (+ o frete). Para saber mais e conferir esses e outros detalhes, é só clicar aqui.

Agora o da Donna Dolce… Eu soube da existência do planner por conta dessa marca linda! Enfim, tem a capa bem fofinha e não é datado e tem uma coisa bem diferente e útil: ciclo menstrual. Você também pode refletir sobre tarefas pendentes e tem um checklist semanal. Fora as páginas extras, com listas personalizadas e etc. Sobre o preço: R$ 169,00. Ele é mais carinho, porém, o frete é grátis! Pontinho extra, né? Para saber mais e conferir esses e outros detalhes, é só clicar aqui.

Tem o da Bee Mine, que é uma das minhas papelarias favoritas da vida! É um pouco diferente, não tem aquelas argolas (não sei o nome exato). Ai me incomoda só um pouquinho, mas essa capa ganhou o meu coração. Simples e linda! Já é bem ilustrado e tem visão semanal e mensal. Vem com bolsinho interno e eu vi que a Jess falou no Insta, que na compra desse planner vai uma cartela de adesivo. Mas antes de comprar, confirmem! O valor: R$ 139,00 (+ o frete). Para saber mais e conferir esses e outros detalhes, é só clicar aqui.

E o da Magnólia Papelaria foi o 1º que me chamou a atenção esse ano! É uma coleção de planners da Regina George (Meninas Malvadas) e essa capa dramática é a minha cara hahaha. Ele também não é datado e vem com duas cartelas de adesivos. Tem bolso interno,  planejamento anual, principais metas e resumo financeiro. E cada divisória vem com uma frase do filme! O valor eu não sei ao certo, mas se eu não me engano está mais ou menos na mesma faixa que os outros. Para saber mais e conferir esses e outros detalhes, corre lá no Insta da marca, que tem um destaque só para os planners dessa coleção.

Por fim, mas não menos importante o da Ilustralle. O meu desse ano é da marca e eu amei muito! Comprei nos 45 do 2º tempo, mas valeu muito a pena. Confesso que as capas para o próximo ano não me chamaram muita atenção, mas quando eu vi esse, que segue a linha do planner da Bee Mine, fiquei apaixonadinha! A gente ganha 2 cartelas de adesivos e a lista de filmes e livros é bem fofinha. É datado, tem wishlist e metas e visão mensal. Ah! E a gente pode usar a criatividade, pois tem uma folhinha em branco para a gente decorar como quiser. Dá trabalho, mas no final dá um orgulho hahaha. O preço: R$ 139,00 (+ o frete). Para saber mais e conferir esses e outros detalhes, é só clicar aqui

***

É isso, pessoal. Claro que a gente encontra planners em outras papelarias (física ou online). As físicas, eu acredito, que sejam mais em conta. Porém, não tem aquele toque a mais personalizado, sabem? Mas vejam o que é melhor! :) Enfim, esses estão na minha listinha final e acho que até o fim desse mês, decido qual será o meu próximo planner.

Agora me conta: já decidiu quem vai te ajudar a organizar a sua vida em 2020?

Beijos, Carol.

Post Antigo: Top 5 – Itens de papelaria

Fan Page ♥ Instagram  


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019