18.04.2019
* Para assistir: Shazam! ♥

Ei, Gente! :) Feriado chegando e essa palavrinha combina muito com cinema, né? Para quem vai ficar em casa e quer uma dica de filme, separei um bem divertido: Shazam. Nunca imaginei gostar tanto dessa história, mas depois do Homem Aranha, acho que ele é um dos meus personagens nesse estilo que eu mais amei. Então, prepara o saco de pipoca, desliga o celular, que a sessão já vai começar!

3735597.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Para começar, aquele resumo básico da história: Billy tem 14 anos e recebeu o dom de se transformar em um super-herói adulto chamado Shazam. Ao gritar essa palavrinha mágica, o adolescente se transforma em um versão para lá de divertida e tem a possibilidade de testar as suas habilidades com a ajuda de Freddy. Porém, por mais divertida que seja a ideia, ele vai precisar aprender a controlar seus poderes e melhorá-los para enfrentar um grande malvado nesse mundo: Dr. Thaddeus Sivana.

No começo, o primeiro pensamento que eu tive: que filme chato e parado! Não combinava com o trailer, sabe? Mas com o tempo, a gente acaba se envolvendo, principalmente depois que ele conta sobre o seu poder para o irmão/amigo Freddy. Tudo fica bem mais divertido e prende a nossa atenção até o fim! Quanto à premissa, achei bem interessante. Muito mais do que uma história de super-herói é um filme sobre a família e seu real valor. Não importa se é a tradicional ou não. Sobre os personagens, destaque para o Billy (versão adulta e adolescente), Freddy e Darla. As melhores cenas são com eles! E ela tentando guardar segredo é a melhor parte. Depois os outros irmãos vão se envolvendo mais e a gente adora cada um. Os pais também são bem fofinhos, mas eu queria que eles tivessem participado mais. Ah! O vilão achei meio sem graça, mas até que é ok.

1746070.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

1365489.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxxCrédito das Imagens: Adoro Cinema

O filme não tem muita ação. Mas tem muita comédia e isso vale muito, na minha humilde opinião! Amei também o Billy e Freddy testando os poderes do Shazam. As cenas do parque são as mais legais, principalmente, o grand finale! Chega até dar um apertinho no coração, mas depois a gente chora de tanto rir. E, atenção! Se você tem um grande carinho por The O.C., vai conseguir matar a saudade de um dos personagens mais icônicos da série: Seth Cohen. Sua participação é mínima, mas é maravilhosa!

No mais, adorei o final e acredito que terá continuação, porém, se não tiver, não ficou nada no ar (na minha humilde opinião). Ah! Eu nunca tinha escutado falar sobre Shazam, então não sei se essa versão é parecida com o que vocês já escutaram por aí e tal. Mas independente, eu MEGA RECOMENDO! 

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Homem-Aranha, de volta ao lar

Fan Page ♥ Instagram


2
17.04.2019
* Decor: máquina de escrever! ♥

Decor - Máquina de escrever

Além do básico, o que não pode faltar na decoração da casa, escritório e tal de um leitor e/ou escritor? Acertou quem respondeu: máquina de escrever! Eu ainda não tenho uma para chamar de minha (só na identidade visual do PJ haha), mas quando eu casar, com certeza esse item vai fazer parte do meu novo lar doce lar E olhando no pinterest, vi que fica incrível também na decor de casamentos. Para dar um help para quem busca esse tipo de inspiração, separei algumas imagens. Espero que ajude de alguma forma esse post, nem que seja apenas para salvar na pastinha de sonhos para realizar futuramente. ;-)

Para começar, máquina de escrever tem tudo a ver com home office, na minha humilde opinião. Não necessariamente para pôr a mão na massa, mas para dar um toque de inspiração a mais no seu trabalho. Também mega combina com a sala, o quarto e, dependendo da ideia, até mesmo, na cozinha. Ah! E eu com certeza acrescentaria esse item em um cantinho da leitura. Meio clichê, eu sei. Mas quem se importa, né? O importante é deixar a sua imaginação fluir! Sobre cores: eu amo as de tons pastel, mas uma de cor mais fechada fica um charme!

Máquina de escrever - decor casa - PJ

Quanto aos casórios: adorei a ideia de ter uma máquina de escrever nesse tipo de cenário, principalmente, para quem quer uma pegada mais vintage, literária e romântica. Amei as inspirações para cantos “escreva uma mensagem para os noivos” e de boas-vindas para os convidados. Fica a dica, futuros casais que vão subir no altar! ;-)

Máquina de escrever - decor casamento - PJCrédito das imagens: Pinterest 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista 

E como o PJ também é cultura, pesquisei no Google um pouco sobre a história da protagonista do post de hoje! Sabia que a primeira máquina de escrever (que realmente funcionava) foi criada em 1867? Christopher Latham Sholes, tipógrafo americano, leu um artigo sobre uma recém-criada máquina inglesa que numerava páginas de livros e aí teve essa ideia. Interessante, né? Claro que tem muita coisa antes e depois, quem quiser saber mais, vale ler essa matéria.

No mais: o que vocês acham desse tipo decor? Adotariam? Ou já adotaram? Podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Prateleira + Livros

Fan Page ♥ Instagram  


1
16.04.2019
* Desejos de Páscoa: 1 livro, 2 livros, 3 livros assim! ♥

Ei, Gente! :) Senta aí, que lá vem wishlist literária de Páscoa. Sim, eu amo chocolate e não passo um dia sem comer um docinho que seja. Mas estou mega disponível para receber livros na data mais doce do ano! Nessa época, nada melhor do que histórias que deixam o dia a dia mais leve e feliz. Então, bom post! Vai que a minha listinha ajuda na listinha de vocês? 

Wishlist de Páscoa - PJ - 2019Crédito das imagens: Saraiva 
Crédito da montagem: Pequena Jornalista

1. Literalmente (Lucy Keating – Globo Alt) 
Sinopse: Annabelle leva uma vida perfeitamente sob controle. Ela tem amigos, segue sua rotina à risca, está prestes a se formar e mora com os pais e o irmão mais velho em uma casa que ama. Mas as coisas começam a fugir do controle quando Lucy Keating, autora best-seller de livros juvenis, vai à sua escola falar sobre seu novo romance e, curiosamente, passa a descrever a vida de Annabelle. Logo fica claro que Annabelle é a mais nova protagonista da história de Lucy e, de súbito, o relacionamento de seus pais não parece mais tão perfeito, a casa que tanto ama corre sérios riscos de ser vendida, Will — um aluno transferido que parece literalmente feito para ela — não é mais tão interessante e Elliot, o melhor amigo de seu irmão, passa a ser algo mais que apenas um coadjuvante em sua história. Lucy Keating pode ter um plano para ela. Mas Annabelle está disposta a escrever sua própria história.
Observação da Pequena: Se eu não me engano, vi esse livro na última Bienal, mas não tenho certeza. O fato é que eu esbarrei nesse livro hoje e fiquei com muita vontade de ler. Tem cara de ser bem leve e cheio de lições. Do jeitinho que eu amo!

2. Tudo tem uma primeira vez (Mariana Kalil – Dublinense)
Sinopse: A vida é uma estreia permanente. Desde o momento em que nascemos, vivemos situações pela primeira vez: algumas inusitadas, outras tristes, muitas corriqueiras e outras tantas insólitas — aprendizados ganham um tom diferente quando vistos a partir do olhar da autora. Para ela, por exemplo, vomitar em um jantar de gala pode ser um exercício de elegância; chamar a polícia, um ensinamento sobre a natureza dos vizinhos; e uma lua de mel no paraíso, tornar-se o inferno. Essas e outras histórias, mais do que lições, garantem boas risadas e divertimento.
Observação da Pequena: Pelo que eu vi é um livro antiguinho, mas quando vi na livraria esses dias, fiquei com muita vontade de comprar! Amo livros assim e acho que essas histórias vão me acrescentar bastante!

3. Amar tá osso (Vanessa Bosso – Astral)
Sinopse: 
Cléo tem certeza que possui o dedo podre para escolher namorados e decide fugir de relacionamentos por um tempo. Para sufocar o amor que existe dentro de si, ela se dedica de corpo e alma à clínica veterinária que tem em sociedade com sua irmã, a Franciscão. Mas, em uma manhã sossegada de domingo, dando uma caminhada com os seus dois filhos peludos, Cléo é pega de surpresa por um tiroteio que resulta em um cão ferido. A partir daquele momento, a vida da veterinária sofrerá uma guinada fenomenal.
Observação da Pequena: Amo livros com essa pegada. E gente, o nome da clínica veterinária ganhou o meu coração! E tem cachorrinho na história… Só espero que ninguém morra, por favor! Ah! Se eu não me engano, essa autora é brasileira. E como adoro prestigiar autores brasileiros, mega aceito de presente esse livro, ok, mãe? =D

4. Nada Fácil (Radhika Sanghani – Fábrica 231)
Sinopse: 
Ellie Kolstakis, grega, 22 anos, têm dívidas, um estágio não remunerado em uma revista online e divide um apartamento com 3 colegas que a deixaram num quarto individual para combinar bem com seu status: solteira. Desde que perdeu sua carteirinha de virgem, aos 21 anos, Ellie pensou que teria uma vida sexual intensa, invejável. Porém, suas inseguranças não desapareceram da noite para o dia, os homens não vivem batendo à sua porta e ela continua sexualmente distante de suas amigas. Mas a protagonista está determinada a acumular experiência e explorar sua sexualidade. Percebe que a vida de solteira pode não ser nada fácil, mas quer ampliar seu histórico de relacionamentos. Ela não quer apenas um namorado – ela quer vários! E se sua vida sexual for excitante o suficiente, sua editora poderá explorar suas atividades amorosas em uma nova coluna. Em sua obstinada e autoimposta missão, ela publica anúncios em sites de relacionamento e mergulha de cabeça em aplicativos como OKCupid e Tinder. Mas as decepções se sucedem e Ellie constata que namorar em Londres não é simples assim e que, mais do que sexo casual, ela gostaria de transar com alguém de quem gostasse. 
Observação da Pequena: 
Ultimamente tenho visto muitos livros divertidos dessa editora e acho que vou chorar de rir com essa história.

5. A Dama mais desejada (Julia Quinn, Eloisa James, Connie Brockway – Arqueiro)
Sinopse:
 O irresistível conde de Briarly precisa de uma esposa. Para ajudá-lo, sua irmã convida as mais elegantes damas da sociedade, assim como alguns cavalheiros, para uma festa em sua propriedade. A reunião inclui a incrivelmente bela (e dolorosamente tímida) Gwendolyn Passmore, a sincera e adorável Katherine Peyton e a viúva lady Georgina Sorrell, além de alguns condes e até um arrojado herói de guerra. Durante o evento, que promete ser o grande acontecimento da temporada, Finchley Hugh Dunne terá tempo suficiente para eleger a dama que mais deseja. A não ser que outro cavalheiro seja mais rápido. Nesse caso, quem sabe ele acabe cortejando uma moça que definitivamente não está no mercado casamenteiro, e que vai exigir uma boa dose de perseverança…
Observação da Pequena: Romance de época sempre deixa a nossa rotina literária mais feliz, né? E tem Julia Quinn no meio… Sendo assim, não preciso falar mais nada hahaha!

***

É isso, gente! Esses livros entraram na minha wishlist de Páscoa por conta das sinopses e das capas, mas espero que realmente deixem essa data ainda mais doce, do jeitinho que deve ser. E agora me contem: já prepararam a listinha literária “1 livro, 2 livros, 3 livros assim”? Compartilhem! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: Páscoa – Livros que adoçam a vida!

Fan Page ♥ Instagram  


1
15.04.2019
* Radar Literário: Campanha Livres e Iguais! ♥

57297861_616522462155387_3571255028767260672_nCrédito da Imagem: Divulgação Editora MOL (Banca do Bem) 

Ei, Gente! :) Quem acompanha o blog, sabe que a Banca do Bem (Editora Mol) é uma grande parceira do PJ, sem o menor fim lucrativo. Sou fã das publicações deles há séculos e acredito que o trabalho que eles realizam ajuda a mudar o mundo e faz a gente querer fazer o mesmo. Fora que deixa o nosso dia a dia mais leve e feliz, dando valor aos mínimos detalhes. Sendo assim, resolvi divulgar uma nova campanha deles em prol da publicação do livro “Livres e Iguais“, onde encontramos 30 postais sobre direitos humanos e a renda será revertida para ONGs que apoiam mulheres, negros, LGTBs e índios.

Mas para esse sonho sair do papel e virar uma linda realidade, eles contam com a ajuda de todos! Como? Bom, está rolando, até o dia 8 de maio, uma campanha de financiamento lucrativo. através desse link. A meta é R$ 125.000,00 e pode doar o valor que for viável para cada um. O importante é ajudar e espalhar o bem! A luta é de todos, independente de qualquer coisa (tipo opinião política e tal)! Então, acessem o site e saibam mais informações. ;-)

57882536_1961078344000894_7127289569610825728_nCrédito da Imagem: Divulgação Editora MOL (Banca do Bem) 

Eu já fiz a minha parte… E vocês? Se o momento não for o melhor para ajudar financeiramente, não tem problema, ok? Eu mesma queria ajudar muito mais, mas, por enquanto, eu não consigo. Porém, compartilhar essas informações já é um gesto grandioso. Lembre-se: por “menor” que seja a sua atitude, ela é sempre válida

Beijos, Carol.

Post Antigo: Entrevista – Roberta Faria

Fan Page ♥  Instagram


1
11.04.2019
* Um amor em forma de: adesivos! ♥

Ei, Gente! :) Quando eu era adolescente, morria de pena de usar adesivos da agenda, do caderno e tal. Guardava para uma ocasião especial, mas esse momento nunca chegava! Usava mais quando enviava cartas para amigas de longe, boys e/ou as melhores do colégio. Minha paixão por esse item de papelaria nunca morreu totalmente, mas desde que aderi um planner direitinho, meu amor voltou à tona! Então, adesivos não podem faltar no meu dia a dia. Para mostrar esse vício, selecionei algumas das minhas cartelas favoritas. Além disso, vou mostrar onde você pode encontrá-los e o que fazer com eles para deixar a sua rotina mais fofinha. Vamos lá? Bom post!

Adesivos PJ - 1

Para começar, os adesivos que mais chamam a minha atenção são aqueles com dizeres do dia a dia e ilustrações. Esse das meninas, por exemplo, é de um ilustrador chamado Diego Mendes (@dimelidraws), que ganhei da lojinha Yellow Handmade. Também amo esses “bons drink” e tal, da Magnólia Papelaria, em parceria com o @blogdomath. Comprei dois pacotes, que são usáveis para diversos momentos na hora de decorar a sua agenda e afins. Também têm esses mais simples da lojinha Ilustralle, onde comprei o meu planner, que de brinde veio essa cartela, que tem um olhinho e algumas palavras. E esse da Meg & Meg, foi um dos meus primeiros no mundinho das papelarias virtuais. Adoro essas bandeirinhas e lembretes com coração, do tipo “para fazer” e tal. Também tem essa cartela maravilhosa, com desenhos, mês, palavras e etc, da lojinha Donna Dolce. Sempre fiquei namorando essa papelaria no Insta, mas até então não tinha comprado nada. Valeu muito a pena e estou louca para dar um toque a mais na organização da minha rotina!

Adesivos PJ - 2

E calma que ainda não acabou: esses da mala, be happy e por aí vai, são também da Magnólia Papelaria. E essas ilustrações da Pati, do Sublinhando? Que tem a menina lendo livro e tal. Comprei quando ela vendeu uma vez pelo Insta e valeu muito a pena! Aliás, meu computador, vou mostrar na próxima imagem, têm dois adesivos dessa cartela linda! E lá em cima, mais perto do meu planner, tem um pacote de figurinhas tipo em alto relevo, com mensagens irônicas, como “chama na DM“, que comprei na Imaginarium. E a da Donna Dolce e da Yellow Handmade (HD Yellow) eu coloquei novamente na foto, porque eu estou apaixonada por esses adesivos hahaha.

Então, recapitulando, você pode achar adesivos em diversas papelarias, como:

1. HD Yellow
2. Donna Dolce
3. Magnólia Papelaria 
4. Ilustralle
5. Meg & Meg 
6. Imaginarium
7. Sublinhando (P.S: acho que no momento, a Paty não está vendendo, mas vejam com ela. E outra, alguns ilustradores têm lojinhas online, com adesivos, como a Dessa More e a Nanaths)

Adesivos PJ - 3Crédito das imagens: Pequena Jornalista

E onde acrescentá-los na correria do dia a dia? Bom, eu decoro muito o meu planner. Também uso nos cadernos de cursos que eu faço e, apesar de sujar um pouco e estragar, colo alguns no lap top. Também coloco nos bilhetinhos de niver e do blog! Mas use a sua criatividade, sem medo de ser feliz. E eu sei, dá pena de usar. Mas acho que é por um bom motivo! Então, não vale cometer o mesmo erro da adolescência e deixar mofando em alguma caixinha hahaha! ;-) Ah! Quanto ao valor, acho que quando é loja física, acaba saindo mais em conta por não ter frete e tal. Mas assim, nenhum que comprei até hoje saiu mais de R$ 50,00 e acho bem importante prestigiar essas lojinhas, artistas independentes. Então, compro feliz da vida!

É isso, pessoal. Agora me contem: qual adesivo fez o seu coração acelerar de amor? E se alguém souber de outros lugares que vendem, pode acrescentar nos comentários, ok? 

Beijos, Carol.

Post Antigo: Diário de Viagem – Fofurices que comprei!

Fan Page ♥ Instagram  


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019