18.11.2019
* Superindico: inveja boa! ♥

Ei, Gente! :) Vamos para mais uma dica de esmalte? Dessa vez, escolhi o Inveja Boa, da coleção Sete Vermelhos, da Risqué. Lembrou muito o “De moletom e salto alto“, mas como aqui a gente ama essa tonalidade, nem liga para repetir cores nessa TAG hahaha. 

Superindico - Inveja Boa - PJCrédito da Imagem e Montagem: Pequena Jornalista

O brilho é bem intenso, né? Amei isso nele. Passei duas demãos e pelo que eu percebi esse é um pouco mais difícil de limpar os cantinhos, mas o resultado é tão lindo que a gente admira ainda mais o trabalho da manicure. ;-) O nome é bem engraçadinho, mas confesso que a durabilidade deixa um pouco a desejar. Fiz no sábado e já lascou bastante (e olha que não estou prendada no momento, tipo não tenho lavado louça e tal hahaha)! Porém, acho que já me acostumei com esse detalhe hahaha. O importante é se apaixonar pela cor e é isso aí.

Agora me contem: qual é o seu vermelho preferido da vida? ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: De orelha a orelha

Fan Page ♥ Instagram


0
15.11.2019
* Para assistir: Deixe a neve cair! ♥

Ei, Gente! Fim de ano remete a filmes natalinos, né? Essa semana, durante uma tempestade, assisti “Deixe a neve cair“, que foi inspirado em um livro. Não é o melhor filme da vida, mas acho que vale a pena incluir na lisa de histórias cinematográficas de Natal. Então, vamos lá? Boa sessão! 

4808979.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Para começar, aquele resuminho: uma nevasca atinge Gracetown, em plena véspera de Natal e a transforma em um inusitado refúgio romântico. Tem trem parado, uma corrida com amigos, perda do namorado ideal, entre outras histórias. Que a propósito, todas se conectam no final. O que eu achei? Confesso que esperava me apaixonar mais, porém, não deixa de ser um filme fofinho.

Produzido pela Netflix, é inspirado no livro que leva o mesmo nome, inclusive um dos autores é o John Green. Os dilemas são bem adolescentes e é quase impossível não lembrar dessa época. Como amores não correspondidos, términos, surpresas, descobertas! A minha história favorita é da Julie e do Stuart. E se eu não me engano, foi a mesma que gostei no livro! Aliás, li há séculos, então, muita coisa eu não lembrava (na época, ainda nem fazia resenha para o blog hahaha). Porém, acredito que eles tenham alterado algumas partes para ficar mais de acordo com o momento em que estamos vivendo, digamos assim. Destaque também para a história do Tobie e da Angie e da Dorrie e da Kerry.

Let It Snow

Let It Snow

Let It SnowCrédito das Imagens: Adoro Cinema

Assim como no livro, me fez desejar ainda mais o Natal e nossa: como eu queria que nevasse em pleno Rio de Janeiro hahaha! O final é bem clichê e eu adoro como as histórias se conectam, mesmo não dando indício algum. No mais, queria uma trilha sonora mais marcante! Enfim, não espere muito do filme, mas vá de coração aberto! É ótimo para passar o tempo e entrar no clima natalino. ;-)

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Fica a dica!

Beijos, Carol.

Post Antigo:  Top 5 – John Green

Fan Page ♥ Instagram     


0
14.11.2019
* Coisas que aprendi durante a SEMAP! ♥

Ei, Gente! :) Durante 2019, tenho apostado muito em cursos e tal para aprender o que posso acrescentar e alterar no meu trabalho, que vai além do blog. E o último que participei foi o da SEMAP, que é a Semana da Marca Pessoal, das Irmãs Alcântaras (Tudo Orna). Normalmente, essas aulas gratuitas apenas querem oferecer cursos pagos e acabam dando a sensação de que a gente perdeu tempo, caso não se inscreva no que eles estão vendendo. Porém, esse do Efeito Orna, elas venderam um curso sim, mas agregaram muito conteúdo maravilhoso. Valeu mega a pena e, com certeza, se estivesse dentro do meu orçamento, participaria. Porém, quem sabe no próximo ano, né? Enfim, estou aqui para contar algumas coisas que aprendi em cada Masterclass. Vamos lá? Bom post! 

SEMAP - PJCrédito da Imagem: Pequena Jornalista 

1. Você não vai conseguir agradar a todos. Mas note como pode contribuir com o outro! 
Observação da Pequena:  Antes de mais nada é preciso enxergar o próximo. Aqui, elas trouxeram o mapa da empatia, que ajuda descobrir as dores e necessidades do seu público, digamos assim. Através dessa ferramenta, conseguimos mostrar o nosso valor.

2. Valor é diferente de preço. 
Observação da Pequena: sempre achei que os dois eram a mesma coisa, porém, descobri que o valor é o que a gente entrega. E a melhor parte é o valor percebido, quando o cliente percebe o que entregamos. Isso ajuda muito na hora de precificar, pois o cliente não vai ficar questionando o seu preço.  Ele irá aceitar e achar justo, pois irá valorizar o trabalho! Mas atenção, você também tem que se valorizar. ;-)

3. Arquétipos e quebra de padrão
Observação da Pequena:  De acordo com Carl Jung, existem 12 arquétipos, como o Inocente e o Herói. É preciso identificar qual personalidade combina com a sua marca, porém, há oportunidades de fazer diferente. Quebre padrões, tabus se reposicione. Aqui elas trouxeram o caso da marca Herself e da Bete, um brinquedo de Toy Story, que vem totalmente repaginada  no último filme.

4. Tudo parte de um começo 
Observação da Pequena: Não há certo ou errado, o importante é começar. Todas as pessoas que você admira, se arriscaram. Não perca oportunidades. Lembre-se: o não você já tem. Deixe a sua marca no mundo, se comprometa, teste, experimente, sem medo de ser feliz. Ah! Nessa masterclass, teve a participação da Niina Secrets, e sério: já admirava e, agora, admiro ainda mais!

5. Parceria
Observação da Pequena: A Débora Alcantara e a Niina falaram muito sobre parceria. Por exemplo, a Niina contou que quando começou com a M.A.C, ela não ganhava dinheiro, mas era uma marca que ela gostava tanto, que valia a pena. E olha onde ela chegou: lançou um produto dela com a marca! A lição que ficou é que tem de namorar, flertar com marcas que você deseja trabalhar. Mas, claro, tudo tem de ser avaliado. Lembrando que tem de ser bom para os dois lados. Pense muito sobre o que aquela parceria irá agregar.

***

Além disso, aprendi também que a evolução tem de ser constante. Que a nossa marca pessoal é a nossa essência, querendo ou não, tem de ter um alinhamento entre os valores pessoais e valores profissionais! Além do blog, sou jornalista, e isso me ajudou muito a refletir sobre qual caminho quero trilhar e o que precisa permanecer. Me identifiquei com vários arquétipos e descobri que sou bastante questionadora, que tem o lado ruim, afinal, essa personalidade pode trazer uma característica mais pessimista. Acho que falta mais otimismo e vou chegar lá! :)

Além dessas aulas, as meninas enviaram um podcast sobre vulnerabilidade e coragem. E a lição mais importante que tirei: a gente tem de escolher quem vai escutar. Claro,críticas construtivas são bem-vindas, mas é preciso dar atenção a quem está na arena com a gente e, não quem está apenas “gritando” da arquibancada. No mais, trouxe duas frases que marcaram bastante na SEMAP. Espero que ajudem de alguma forma:

SEMAP - Frase 1 - PJ

SEMAP - Frase 2 - PJCrédito das Imagens: Pequena Jornalista 

É isso, pessoal. Aproveito para indicar o Instagram do @efeitoorna. ;-) Têm dicas bem interessantes!
No mais, podem indicar outros cursos e tal. E opinar à vontade!

Beijos, Carol.

Post Antigo: 5 livros da Sextante que indico

Fan Page ♥ Instagram    


0
13.11.2019
* Top 5: livros que preciso ler ainda esse ano! ♥

Ei, Gente! :) 2019 está chegando ao fim, mas ainda dá tempo de embarcar em histórias literárias incríveis. Eu tenho alguns livros na minha listinha e separei alguns dos principais para o post do dia.  Se eu vou conseguir ler todos? Só Deus sabe, mas espero que sim hahaha. Então, vamos lá? Boa leitura! 

Top 5 - Livros 2019 - PJCrédito da imagem: Pequena Jornalista

1. Um amor de gato (Melinda Metz – Record)
Sinopse: Jamie Snyder tem 34 anos e é solteira, mas não está “na pista”. Depois de enfrentar O Ano do Homem Com Medo de Compromisso, O Ano do Homem Egoísta e O Ano do Homem que se Esqueceu de Mencionar que Era Casado, ela está pronta para aproveitar o “Meu Ano” sozinha — exceto pela companhia de MacGyver, claro. MacGyver é um gato tigrado adorável com o hábito não tão adorável de fugir de casa à noite e furtar coisas dos vizinhos. Ele permanece sendo o único macho em quem Jamie confia — e o único companheiro de que ela precisa. MacGyver sabe que sua humana está solitária. Ele sente o cheiro da solidão dela. O mesmo cheiro que identificou no vizinho David, um jovem confeiteiro — e gato, por assim dizer — cansado da insistência dos amigos em arrumar uma namorada para ele. E é aí que MacGyver assume o caso. Primeiro, ele furta algo de David e guarda o objeto na casa de Jamie. Em seguida, surrupia algo de Jamie e deixa com David. Em pouco tempo, os dois começam a devolver os objetos furtados, a compartilhar histórias horríveis de relacionamentos fracassados, e a tentar não se apaixonar. Mas eles não vão conseguir fazer MacGyver de bobo. Quando humanos geram essa quantidade de calor, só lhe resta agir como um gato em teto de zinco quente.
Observação da Pequena: Foi o 1º livro que recebi do clube do livro da Carina, da Editora Record. E eu estou louca para embarcar, desde então. Espero conseguir devorar essa história ainda esse ano e me apaixonar por esse gatinho!!

2. Na hora da virada (Angie Thomas – Galera Record) 
Sinopse: Fala sobre a Bri, uma adolescente de 16 anos que sonha se tornar uma das maiores rappers de todos os tempos. Filha de uma lenda do hip-hop underground, que teve o sucesso interrompido pela morte prematura, Bri carrega o peso dessa herança. Mas é difícil ter a segurança de estrear por diversos motivos. Então, ela transforma toda sua ira em uma primeira canção que viraliza. No centro de uma controvérsia, a menina é reportada pela mídia como uma grande ameaça à sociedade. Mas com uma ordem de despejo ameaçando sua família, ela não tem outra escolha a não ser assumir os rótulos que a opinião pública lhe impôs.
Observação da Pequena: Ganhei na Bienal (aliás, estou devendo alguns posts do evento =D) desse ano e eu preciso ler urgentemente!! Acho que vai ser o próximo da listinha!

3. Onde mora o amor (Jill Mansell – Arqueiro) 
Sinopse: Dexter Yates adora sua vida despreocupada em Londres. Além de lindo e rico, mora em um apartamento chique e está sempre acompanhado de belas mulheres. Mas tudo se transforma da noite para o dia quando a irmã morre, deixando a pequena Delphi, de apenas oito meses. Sem a menor ideia de como cuidar sozinho de um bebê, ele resolve se afastar da correria da cidade grande e se muda para sua casa em Briarwood. Dex não está acostumado ao ambiente intimista do vilarejo, em que todo mundo se conhece e todas as histórias se entrelaçam. Os moradores o recebem de braços abertos, sobretudo sua vizinha de porta, a talentosa quadrinista Molly, que se oferece para ajudar com Delphi. Ela tem um passado amoroso catastrófico e muita cautela, mas nasce entre os dois uma inegável conexão. Se Dex vai conseguir se adaptar a essa nova vida e encontrar o amor de verdade, ele primeiro terá muito a aprender: sobre Molly, sobre Delphi, sobre os segredos dos outros e, principalmente, sobre si mesmo.
Observação da Pequena: Uma das séries que mais marcou esse ano foi “Romances de Hoje”, da editora Arqueiro. E é óbvio, que esse último está na minha listinha. Espero que no próximo ano eles lancem outros livros, porque é simplesmente apaixonante! Claro, que eu tenho os meus preferidos, mas todas as histórias são leves e cheias de aprendizados!

4. Corajosa sim, perfeita não (Reshma Saujani – Sextante) 
Sinopse: É um livro que tem por objetivo nos fazer cometer mais erros, sem medo de viver e acabar com essa busca impossível pela perfeição.
Observação da Pequena: Outro livro da Bienal, que acho que vai dar aquele up na minha vidinha. Espero ler até o fim do ano também, para começar 2020 com o pé direito.

5. Meu crush de Nova York (Raffa Fustagno – Fora da Caixa) 
Sinopse: A vida de Charlotte não está nada fácil. Ela perdeu o emprego e anda cansada de enviar currículos sem ser chamada para nenhuma entrevista. Em casa, os problemas também a encontram: até hoje ela não perdoou o pai por ter traído sua mãe. Procurar o amor verdadeiro não faz parte da rotina dela. ‘Amor verdadeiro’ não existe. Com o dinheiro do fundo de garantia, ela embarca em uma viagem para Nova York, com a esperança de que isso a faça esquecer os boletos que não param de chegar. Na cidade que nunca dorme, palco de filmes que nunca esquecemos, Charlotte vai conhecer Ethan, um barista do Starbucks que estuda música e que vai mudar a visão que ela tem de amor à primeira vista para sempre.
Observação da Pequena: Mais um livro da Bienal e de uma autora brasileira mega querida. Acho que vou ler depois de “Onde mora o amor”! 

***

É isso, pessoal. Bem provável que outros livros entrem na listinha ainda esse ano, mas a gente dá sempre um jeito. Agora me contem: qual livro vocês precisam ler em 2019 urgentemente? Podem opinar à vontade! ;-)

Beijos, Carol.

Post Antigo: PJ Leu – Blogueiras.com

Fan Page ♥ Instagram 


0
12.11.2019
* PJ News – Novembro: Já é Natal e tem Black Friday! ♥

Com um pouquinho de delay, mas está no ar o PJ News de novembro Sim, já está aberta a temporada de doces e filmes de Natal, tem fofurice para a Black Friday, entre outras coisas. Então, vamos estourar o limite do cartão de crédito juntas? Hahaha brincadeirinha. ;-) Bom post!!

IMG_2979Crédito das Imagens: Adoro Cinema, Instagram Editora Sextante, Instagram Aff The Hype, Instagram Bee Mine e Instagram Rafaellart Doces
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar, tem comédia romântica natalina: Uma segunda chance para amar, com Emilia Clarke, que conta a história de Kate, uma jovem inglesa que tem uma vida para lá de bagunçada. Todo Natal, a mesma trabalha como elfo em uma loja temática e quando conhece Tom, tudo o que parecia impossível se torna realidade e faz com que as barreiras que a própria construiu sejam derrubadas. Estreia final de novembro e eu estou contando os dias! E vocês? ;-)  E como de praxe, também tem livro novo: Mulheres não são chatas, mulheres estão exaustas, da Ruth Manus, publicado pela Sextante. Li o primeiro dela e amei! E esse, que conta sobre algumas inquietações do público feminino em pleno século XXI, acho que vou amar também.

E quem aqui ama t-shirts engraçadinhas? \o Amei essa nova coleção da loja Aff The Hype para vestir. São blusas unissex com toque irônico e bem divertido, tipo essa “I love my job”, entre outras. Na verdade, a coleção está na pré-venda e lança mesmo em dezembro, então, fica a dica! ;-) Ah! Novembro remete à Black Friday, né? Para a data, a Jess, da Bee Mine, vai colocar no site no dia 29 de novembro, o primeiro produto da loja online que eu amo: esse bloco de anotações fofo! Então, fiquem de olho, ok? Por fim, como o Natal já está aí, está aberta a temporada de doces natalinos que amamos, como esse chocotone trufado, da Rafaellart Doces.

***

É isso, pessoal. :) O que vocês desejaram? Podem comentar!
Ah! Antes de terminar esse post, queria dizer que participei do blog lindão: Rainhas da Pechincha. Escrevi um post sobre ansiedade e algumas cicatrizes que ela provocou na minha perna. Espero que gostem! Só clicar aqui para ler. E, obrigada pelo espaço meninas! Foi libertador escrever esse post.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Um dia ainda vamos rir de tudo isso

Fan Page ♥ Instagram  


0

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2019