10.12.2018
* Diário de viagem (Orlando): 4 brinquedos que mais amei dessa vez! ♥

Ei, Gente! :) Uma das partes mais legais de viajar para Orlando é curtir muito cada brinquedo dos parques. Todo ano, sempre tem uma atração que é novidade, aquela que você não teve muita coragem ou a fila estava humanamente impossível. Então, é legal que sempre tem algo de novo. A viagem nunca cai na mesmice! Para o post de hoje, fiz uma listinha com quatro brinquedos que eu ainda não conhecia, mas amei cada segundinho ou looping hahaha. Tem tanto dos parques da Disney quanto os da Universal, ok? Bom post, que a propósito contém fotos da pequena medrosa, porém corajosa, que vos bloga.

1. Flight of Passage (Animal Kingdom): Nunca vi Avatar na minha vida, mas a Disney é tão incrível que isso se torna um mero detalhe. Foi um dos simuladores mais maravilhosos que eu já fui e que valeu as 100 mil horas que ficamos na fila. Sério, gente! Sabe aquela vontade de voar? Posso dizer que quase matei esse desejo com essa atração. Quando a gente acha que a Disney não pode surpreender mais, ela vem com esse simulador 3D e supera todas as nossas expectativas.

2. Slinky Dog Dash (Toy Story Land – Hollywood Studios): A nova parte do Toy Story já é incrível, mas essa montanha russa é um dos brinquedos mais legais do novo local. Ok, há quem diga que é de criança, mas os crescidinhos, tipo eu, também aproveitam essa aventura em cima do cachorrinho de mola. Eu amei e foi a minha segunda atração favorita, mesmo com a fila gigantesca! E amei mais ainda que tem foto surpresa, que a gente vê depois no app da Disney hahaha (acho que só para quem contrata o Memory Maker, mas não tenho certeza).

Diário de Viagem - PJ - Toy Story LandVocês também não levantam a mão? hahaha ;-) 
Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

3. Race Through New York Starring Jimmy Fallon (Universal Studios): Eu não assisto fielmente o Jimmy Fallon, mas sei quem é e tal o apresentador e comediante. E aí que tinha o brinquedo dele lá, sem fila alguma e a gente acabou indo, mas sem expectativa alguma. Sério, foi um dos simuladores mais legais e, de quebra, demos uma voltinha por New York em uma aventura bem radical, mas sem dar medo hahaha.

4. Rock’n Roller Coaster (Hollywood Studios): Montanha russa com looping eu não vou nem que me paguem… Ops! Dessa vez, eu acabei indo, porque prometi ao meu boy que iria tentar superar o medo. Sério, fiquei o tempo todo pensando na fila “o que eu estou fazendo aqui?”. Confesso que tenho de ir de novo para aproveitar melhor, mas me senti tão corajosa indo. E eu amei o ventinho e quase não senti o looping, só sei que dá porque me falaram. Também fiquei com as músicas na cabeça e essa atração clássica se tornou nova para mim e uma das mais marcantes dessa viagem e da vida! 

46502060_10156893059129826_7488732323362373632_oClaramente plena na foto…. hahaha! ;-) 
Crédito da imagem: Pequena Jornalista

***

É isso, pessoal. :) Que já foi, me conta: tem algum brinquedo que amou, mesmo morrendo de medo na fila e tal?

Beijos, Carol. 

Para ler: Favoritos da Disney e Universal

Fan Page ♥ Instagram  


0
05.12.2018
* #NatalComArqueiro: 5 livros para presentear na noite feliz! ♥

Ei, Gente! :) Para entrar no clima natalino, a Arqueiro (parceiro do blog) convidou os bloggers parceiros para prepararem uma listinha de sugestões de livros de presente para esse Natal. Separei quatro histórias que embarquei durante 2018, que eu acho que vale a pena presentear alguém especial na noite feliz. E, como não sou boba, nem nada, tem um livro que é super bem-vindo na minha estante de próximas leituras hahaha. Vamos lá? Bom post! 

Natal com Arqueiro - PJCrédito das Imagens: Arqueiro 
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

1. Mais lindo que a lua (Julia Quinn) 
Sinopse: Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim. Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixava sem fôlego. E ela também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas não pensa em dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu a lua e depois despedaçou suas esperanças! Então, Robert lhe oferece um emprego a filha do vigário: ser sua amante, mas claro que ela não aceita. Porém, ele promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer! A pergunta que fica no ar: será que depois de tantas mágoas, os dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas? Tchan Tchan…
Observação da Pequena: É da diva, né? E sério, depois dessa história, nunca mais olhei a lua do mesmo jeito. Quem quiser ler a resenha, é só clicar aqui. Para comprar o livro, clique aqui.

2. Sonhos em flor (Estelle Laure) 
Sinopse: Eden Jones tem 17 anos e o futuro todo planejado. Com o apoio dos pais amorosos, do irmão gêmeo e da melhor amiga Lucille, sonha em estudar em Nova York e se tornar uma grande bailarina. Mas  o destino tem outros planos e seu mundinho “perfeito” começa a desmoronar. Primeiro, o teste que fez para um balé importante não é nada daquilo que imaginou. Pelo contrário! Depois, perde o seu chão, quando descobre que Lucille e seu irmão estão namorando e ninguém conta para ela. Por fim, sofre um acidente, que a deixa em coma. Depois dessa experiência de quase morte, nossa protagonista, volta ao “normal” e depois de um tempinho recebe alta. Porém, voltar à rotina não é tão fácil quanto parece. Além de ter algumas restrições físicas e alimentares, Eden tem alucinações com flores negras e uma garota em coma na mesma ala do hospital, onde esteve internada. E como se não fosse o bastante, se apaixona por Joe, que tem uma ligação com a personagem que ela anda tendo “visões”. Então, inúmeras dúvidas surgem e nessa árdua caminhada, ela começa a entender que não ter o controle das coisas pode ser libertador. ;-)
Observação da Pequena: Um dos livros que mais curti esse ano. Pé no chão, mas sem dar aquela floreada necessária! Quem quiser ler a resenha, é só clicar aqui. Para comprar o livro, clique aqui.

3. A luz que perdermos (Jill Santopolo) 
Sinopse:  Na manhã do dia 11 de setembro de 2001, Lucy e Gabe se conhecem na faculdade. Isso! No mesmo instante, que dois aviões colidem com as Torres Gêmeas. Quando notam que Nova York inteira arde em chamas, eles decidem que querem fazer algo importante com suas vidas, algo que promova uma diferença no mundo. Principalmente, Gabe. Quando se veem de novo, um ano depois, parece um encontro predestinado. Só que Gabe é enviado ao Oriente Médio como fotojornalista e Lucy decide investir em sua carreira em Nova York. Treze anos se passaram e muita coisa mudou, inclusive, ambos conheceram novas pessoas, como ela que conheceu Darren. Mas o caminho dos dois se cruza e se afasta muitas vezes, numa odisseia de sonhos, desejos, ciúmes, traições e, claro: amor. Mesmo separados pela distância, eles jamais deixam o coração um do outro. Ao longo dessa jornada emocional, Lucy começa a se fazer perguntas fundamentais sobre destino e livre-arbítrio: será que foi o destino que os uniu? E, agora, é por escolha própria que eles estão separados?
Observação da Pequena: Aquele livro que deixa no coração apertadinho, mas repleto de lições valiosas! Quem quiser ler a resenha, é só clicar aqui. Para comprar o livro, clique aqui.

4. Um beijo à meia-noite (Eloisa James) 
Sinopse: Kate Daltry é uma jovem de 23 anos que não costuma frequentar os salões da alta sociedade. Desde a morte do pai, sete anos antes, ela se vê praticamente presa à propriedade da família, atendendo aos caprichos da madrasta, Mariana. Por isso, quando a detestável mulher a obriga a comparecer a um baile, Kate fica revoltada, mas acaba obedecendo. Lá, conhece o sedutor Gabriel, um príncipe irresistível e irritante. A atração entre eles é imediata, mas ambos sabem que um relacionamento é impossível. Afinal, Gabriel já está prometido a outra mulher – uma princesa! – e precisa com urgência do dote milionário para sustentar o castelo. Ele deveria se empenhar em cortejar sua futura esposa, não Kate, a inteligente e intempestiva mocinha que se recusa a bajulá-lo o tempo todo. No entanto, Gabriel não consegue disfarçar o enorme desejo que sente por ela. Determinado a tê-la para si, o príncipe precisará decidir, de uma vez por todas, quem reinará em seu castelo.
Observação da Pequena: Aquele conto de fadas com uma pegada mais adulta, mas sem perder a magia da história original. Quem quiser ler a resenha, é só clicar aqui. Para comprar o livro, clique aqui.

5. Almas Gêmeas (Nicholas Sparks) 
Sinopse: Hope Anderson namora o mesmo homem há seis anos, sem perspectiva de casamento. Quando seu pai é diagnosticado com ELA, Hope resolve passar uma semana na casa de praia da família, na Carolina do Norte, para pensar nas difíceis decisões que precisa tomar em relação ao próprio futuro. Tru Walls, nunca esteve nos Estados Unidos, até receber uma carta de um homem que diz ser seu pai biológico, convidando-o a encontrá-lo numa casa de praia na Carolina do Norte. Intrigado ele aceita e faz a viagem. Quando os dois estranhos se cruzam na praia, nasce entre eles uma ligação imediata.
Observação da Pequena: Só falo uma coisa: cruzando os dedos para ganhar esse livro, leu namorado? ;-) Para comprar o livro, clique aqui.

***

É isso, pessoal. :) Aproveitando o gancho, que tal participar do #DesafioDasLivrarias promovido pela editora Arqueiro também? Funciona assim: vá a uma livraria, compre um livro, poste nas redes sociais e desafie, ao menos, três amigos para terem a mesma atitude. É uma forma de incentivar a leitura e mudar o cenário das nossas livrarias! Em breve, vou desafiar algumas pessoas lá no meu insta. E vocês? ;-)

E quem já leu algum livro da listinha que citei no post de hoje, me conta o que achou. Nem sempre a leitura vai ter o mesmo significado, mas que vai ensinar algo, isso eu tenho certeza. Todos os livros fazem isso!   

Beijos, Carol.

Para ler: Encontro Livreiros

Fan Page ♥ Instagram  


2
03.12.2018
* Tô amando: calendários de mesa! ♥

Tudo que é fofo e de papelaria, eu amo, gente! ♥ E para o post do dia, selecionei cinco calendários de mesa (ou não) para deixar 2019 ainda mais nesse clima de fofurice! Mas calma que tem para todos os gostos, inclusive quem deseja fazer uma boa ação para terminar o ano bem. Vamos lá? Espero que gostem! ;)

Calendários - PJ - 2019Crédito das Imagens: O verbo estúdio, Meg & Meg, Instagram Papel Craft, Banca do Bem e Imaginarium
Crédito da Montagem: Pequena Jornalista

Para começar, esse de bichinhos lindo, da Banca do Bem. Além de encontrarmos incríveis histórias de animais que encantaram o mundo, a cada calendário vendido vira uma doação para três ONGs, que resgatam cachorrinhos e gatinhos abandonados. Foi um dos recebidos mais incríveis (e útil) e com certeza vou comprar alguns para presentear. Ajuda a gente saber que dia cai tal dia e, de quebra, faz uma linda ação. A gente encontra no próprio site da Banca do Bem ou em uma loja Petz. ;-)

Também tem esse maravilho, da loja “O verbo estúdio“, de viagem. Bom para planejar aquelas viagens mirabolantes hahaha. Sério, é um dos meus preferidos!  Selecionei esse fofo floral, da Meg & Meg. Amo as coisinhas dessa loja e mega recomendo! É tanto capricho, sabem? E para as que gostam de um com um ar menos fofo, separei esse da Papel Craft e da Imaginarium (o rosa). Apesar de amar itens de papelaria fofos, acho que fica bem legal em ambiente de trabalho que a gente não pode extrapolar na fofurice.

Vou usar esse dos bichinhos e quero mais um (também vi um da @biapof, bem fofo, mas ainda não tem foto, só lá no Insta). Mas ainda estou escolhendo o segundo para dar um toque a mais na hora de trabalhar, planejar e etc e tal. E vocês?

Beijos, Carol. 

Para ler: Diário de viagem – fofurices que comprei!

Fan Page ♥ Instagram 


0
30.11.2018
* Top 3: preciso ler – parte “perdi a conta”! ♥

Ei, Gente! :) Todo leitor ama dar uma “passadinha” na livraria só para “olhar” as novidades. Às vezes, pode até não comprar nada, mas a listinha de desejos só aumenta. A última vez que eu passei, já acrescentei mais uns 10 livros hahaha. Para não ficar giga o post, selecionei os três que mais chamaram a minha atenção. Vamos lá? 

PJ - Top 3Crédito das imagens: Saraiva e Sextante 

1. Adulta sim, madura nem sempre (Camila Fremder – Editora Paralela) 
Sinopse: A vida adulta chega de uma hora para outra e nem sempre estamos preparados para ela. E tudo bem. Um dia você é a jovem moderna que ouve música alta e incomoda a vizinha. Num piscar de olhos é você quem está interfonando para o porteiro e reclamando, aos berros, do som da garota que mora no andar de cima. O que aconteceu? Simples: a vida adulta chegou. Quer dizer, não tem nada de simples. A vida adulta costuma chegar de uma hora para outra, sem avisar, sem um curso preparatório, sem nada. Ou pelo menos é assim que a gente se sente. E a consequência disso é muito estranhamento, reflexões e boas risadas. Saem de cena as noites agitadas e os dias sem grandes preocupações, sendo substituídos por fraldas (no caso de quem tem filho), boletos e muita paranoia com a aparência. Com observações perspicazes e bom humor, Camila nos ajuda a entender e aceitar melhor essa transição.
Observação da Pequena: Aquele livro que a gente tem certeza de que vai amar e se identificar horrores. Aliás, tem a resenha de “Enfim, 30”, da mesma autora, nesse post.

2. Aprendizados (Gisele Bündchen – Editora Best Seller) 
Sinopse: A caminhada de Gisele Bündchen começou no Rio Grande do Sul, numa casa com cinco irmãs, jogando vôlei e resgatando cães e gatos de rua. Nessa época, a carreira dos sonhos de Gisele estava bem longe das passarelas e mais próxima das quadras de vôlei. Mas, aos 14 anos, numa viagem a São Paulo, o destino interveio e colocou um olheiro em seu caminho. Gisele se tornou um ícone, deixando uma marca permanente na indústria da moda. Porém, até hoje, poucas pessoas tiveram a oportunidade de conhecer a verdadeira Gisele, uma mulher cuja vida privada é o oposto de sua imagem pública. Em Aprendizados, ela revela pela primeira vez quem realmente é e quais ensinamentos, em seus 38 anos, a ajudaram a viver uma vida com mais significado.
Observação da Pequena: É a Gi, né? Não tem como não ler hahaha.

3. Vó, me conta a sua história? (Elma Van Vliet – Editora Sextante)
Sinopse: Um livro que dará à sua avó a chance de dividir sua sabedoria e reviver alguns dos momentos mais inesquecíveis de sua vida. E depois, a ideia é que ela devolva para o leitor preenchido, onde a ideia é que ele faça uma incrível viagem no tempo e descobrir histórias emocionantes, curiosas e surpreendentes sobre o passado da família. Tem espaço para escrever, colar fotografias e incluir o que mais desejar. Um verdadeiro tesouro de família!
Observação da Pequena: Não tenho maturidade para esse livro não. Sério!!! 

***

É isso, gente! Quem já embarcou em algum desses, me conta nos comentários. E comenta também quais foram os três últimos livros que chamaram a sua atenção!

Beijos, Carol.

Para ler: Top 3 – Girl Power

Fan Page ♥  Instagram


0
29.11.2018
* Para assistir: De repente uma família! ♥

Ei, Gente! :) Como o fim de semana já está chegando, separei uma dica para quem quer curtir um cineminha: De repente uma família Aquele típico filme que é leve, divertido e cheio de lições valiosas. Vai muito além do tema adoção, viu? ;-)

3127684.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Primeiro, um resuminho da história… O casal Pete e Ellie decide adotar uma criança e busca uma feira que tem por objetivo proporcionar encontros entre adultos e jovens sem lar. Até que eles se encantam pela Lizzie, uma pré-adolescente bem difícil. Porém, ela tem dois irmãos menores, que tem de acompanhá-la. Moral da história? A vida de todos vira de cabeça para baixo e muda completamente e… Chega! Se não, vou dar spoiler. ;-)

Se eu amei o filme? MUITO. É aquele que fala sobre assuntos sérios, mas assim que começa a cair uma lágrima, vem uma fala e te faz rir muito. Mas não é de forma apelativa, sabem? No comecinho, achei meio parado, mas o decorrer da história é construído com tanto bom humor, que me fez acordar logo e chegar a uma conclusão de que esse é um dos melhores filmes que assisti em 2018.

Todos os personagens acrescentam, as sacadas são maravilhosas e os diálogos divertidos e para lá de emocionantes. Amei a forma como Pete e Ellie lidaram com a situação toda, mesmo tudo virando de perna para o ar. Mas não foi um “lidar” surreal. Foi na medida certa, que ensina quem está assistindo, mas sem achar que é impossível agir daquela maneira. Os irmãos da Lizzie são bem fofos e a garotinha é a coisa mais linda e peste da vida. A cena dela com a faca do Bob Esponja é a melhor! Também curti muito as duas moças que comandam a feira e as reuniões! E a mãe do Pete? Uma vó daquela é tudo que a gente pede a Deus. O final é emocionante! Um dos mais lindos. E, claro, destaque para o cachorro mara da família, que a propósito merecia mais atenção!

E sobre as lições: não existe família perfeita, mas existe aquela que se apoia, que está junto para o que der e vier. E se for preciso vai até preso! Ah! Às vezes, a gente quer tanto uma coisa, que não nota o que está ao nosso redor. E, sim, ser pai/mãe biológico é incrível, mas de coração é a melhor coisa que você pode fazer por alguém que já não tinha mais esperança! Seja pai/mãe, mas esqueça isso de sangue. De coração é o que vale mais!

Crédito das Imagens: Adoro Cinema 

Por fim, mas não menos importante: a trilha sonora! É bem fofa e dá vontade de baixar todas as músicas. Vou pesquisar melhor e depois publico aqui no blog ou no Insta (segue lá ^^). ;-) Ah! Esqueci de falar que o filme é baseado em fatos reais. Então podem dar atenção aos créditos finais.

Já assistiu? Conta o que achou. Ainda não? Mega recomendo! 

Beijos, Carol.

Para assistir: Nasce uma estrela!

 Fan Page ♥  Instagram


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2018