22.06.2021
* Frio, meia, livro e chocolate quente! – Seja bem-vindo, inverno! ♥

Ei, gente. Essa semana começou com uma nova estação: oi, inverno! :) A propósito, é a minha favorita. Ficar em casa, pegar aquele livro, chocolate quente (ou a bebida que preferir) e uma meia para esquentar o pé é uma das melhores coisas da vida.

E eu tenho como provar com essas imagens do Pinterest…. ♥

Crédito da Imagem: Pinterest
Crédito da Imagem: Pinterest

Provei direitinho, né? hahaha ;-) Aliás, acho que o momento leitura mega combina com essa temporada mais fresquinha! Queria copiar agorinha essas cenas, mas vai ter que ficar para o fds (final de semana – sou cringe, sorry hahaha) .

Mas se você não curte, acho que existe uma possível chance de olhar o lado bom do inverno. Tudo tem uma parte boa, né?

Enfim, esse é só um mini post para um dia corrido. Em contrapartida, essas imagens (incluindo a próxima), me deram uma boa ideia para a programação do próximo finde. Mal posso esperar. Só espero que esses três dias sagrados façam jus à estação atual. Colabora, Rio de Janeiro! Por favorzinho. ^^

Crédito da Imagem: Pinterest

Agora me contem algumas coisinhas:

1. Você é #TeamInverno ou #TeamVerão?
2. Meia: sim ou não?
3. Qual livro que tá te acompanhando nesse dia de inverno?
4. Chocolate quente ou Café?
5. O que significa FDS para você? (brincadeirinha, só para não ficar de fora a treta das gerações).

No mais, podem opinar à vontade. ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Inverno e Tendências
Fan Page ♥  Instagram


0
21.06.2021
* O que eu levo em consideração na hora de avaliar uma leitura? ♥

Ei, Gente! :) Acho que, desde 2014, eu faço resenhas literárias com mais frequência aqui no blog. Mas afinal, o que eu levo em consideração na nora de avaliar um livro? Para hoje, separei algumas observações (principais) sobre esse tema. Boa leitura! ♥

Crédito da Imagem: @lou.click
(Pequena Jornalista)

Para começar: se eu não gostar de algo na história, na escrita… Eu falo, mas sempre com jeitinho e respeito ao autor. Afinal, não é porque eu não curti, que o escritor merece uma crítica azeda. Para mim, a gente pode falar um ponto negativo de um forma totalmente positiva!

Mas atenção! Eu só falo, se eu sentir necessidade e realmente fizer a diferença, sabem? Várias capas, por exemplo, não entram para o meu top 5 de favoritas, mas acho que pouquíssimas vezes mencionei. Normalmente, se eu não gosto eu deixo para lá. Amo capas, em contrapartida, sei que o conteúdo é o que vale mais.

Sou a favor de todos tirarem a sua própria conclusão sobre tal livro do “PJ Leu“. Talvez, um que eu não tenha gostado, possa ser o seu favorito da vida. A intenção das resenhas é sempre mostrar a minha opinião. Então, se está com vontade de ler algo que eu não gostei de embarcar, leia. Porque a sua experiência pode ser completamente diferente da minha. E isso serve para o oposto. Amei muito e na sua vez, deixou mega a desejar. ;-)

Crédito da Imagem: Pantys

Cada leitura me ensina algo. Por isso, sempre coloco o que eu aprendi. Pode ser nas entrelinhas ou não! Então, isso é uma característica bem marcante das minhas resenhas. Quer dizer, eu espero que seja hahaha. E sabe uma coisa que conta muito para mim? A ligação do título com o conteúdo. E alguns elementos da capa, sem pensar muito se ela é incrível ou não! Se faz sentido, pontinho extra!

Geralmente, as resenhas são de histórias que eu quis ler, seja de parceria ou não. Mas se por acaso for de um gênero que eu não tenho o costume, tento sempre deixar bem claro. ;-) A construção de cada capítulo também levo em conta e o ritmo da minha leitura também. Se existem erros gramaticais, também alerto. Porém, mais uma vez: tudo com jeitinho. Afinal, erros são comuns, né?

Aliás, por enquanto, não rolou publi de livros. Apenas parcerias! E todas, sem exceção, são feitas com cuidado e respeito. Tanto com o autor, a editora e, claro, os leitores (vocês). Fiquem de olho sempre nas TAGs de cada post. Sempre sinalizo por lá, viu?

Crédito da Imagem: Gfycat

Enfim, acho que é isso. Aos poucos, vou tentando aprimorar as resenhas. Se tiverem sugestões, fiquem à vontade. E me contem um ponto crucial na resenha (seja de post ou apenas mental hahaha) de vocês! No mais, a caixinha de comentários está aí! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: 5 dicas da Blogosfera!
Fan Page ♥  Instagram


4
18.06.2021
* Book Tag Sentimentos! ♥

Ei, Gente! :) Esse mês, eu ainda não respondi nenhuma TAG Literária. Então, vamos com uma que eu vi lá no canal da Ju Cirqueira? O nome é Sentimentos. Bom post! ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. Tristeza, um livro que você leu e fez você chorar muito.
R:
Lições inesperadas sobre o amor, da Lucy Dillon. Não chorei de soluçar, mas chorei. :’)

Crédito da Imagem: Amazon

2. Frustração, um livro que você criou expectativas e não foram correspondidas.
R:
Adultos, da Emma Jane Unsworth. Não é que seja ruim, mas esperava bem mais.

Crédito da Imagem: Amazon

3. Humor, um livro em que deixou você em gargalhadas.
R:
Clube do livro dos homens, da Lyssa Kay Adams. Sério, como não rir? É uma das minhas favoritas desse ano.

Crédito da Imagem: Amazon

4. Compaixão, um personagem que você sofreu junto com ele durante a história.
R:
A Jane, do conto “Posso contar contigo, mãe?“, da Fernanda França e da Leila Rego. Fiquei com o coração na mão!

Crédito da Imagem: Amazon

5. Raiva, um livro de escrita tão densa que fez você desistir de ter continuado a leitura.
R:
A ideia desse post era falar só de livros desse ano. Eu até desisti de alguns, mas vou ler depois e não foi por conta da escrita densa não. Então, vou pegar um antiguinho: “Tipos Incomuns“, do Tom Hanks. Não deu raiva e nem era densa, mas fiquei com uma mini raivinha porque não rolou. :(

Crédito da Imagem: Amazon

6. Amor, o casal de um livro que você mais se identificou.
R:
Se eu falar qual é o casal, corro o risco de dar spoiler. Mas um que eu curti bastante foi o do conto “Amor na loja de chocolates“, da Renata Lustosa.

Crédito da Imagem: Amazon

7- Nojo, um livro que você leu e gostou, mas hoje você não leria.
R:
Mais um antiguinho, pode? A “Saga Crepúsculo“, da Stephenie Meyer. Não sinto nojo, mas confesso que hoje em dia não embarcaria não hahaha.

Crédito da Imagem: Amazon

8- Desespero, um livro ou a cena de um livro que tem uma boa adrenalina.
R: Vou falar mais um (relativamente) antiguinho hahaha. “A Gaiola de Ouro“, da Camilla Läckberg. Meu Deus, a história toda é uma adrenalina só. O desfecho então, nem se fala!

Crédito da Imagem: Amazon

9- Surpresa, um personagem que você não deu nada por ele, e ele te surpreendeu.
R: O Arnold, do livro “A Troca“, da Beth O’Leary. Acho que é um dos meus personagens favoritos desse ano. ♥

Crédito da Imagem: Amazon

***

É isso, pessoal. :) Desculpa burlar em algumas respostas hahaha. Quem quiser responder e/ou opinar, fique à vontade!

Beijos, Carol.

Post Antigo: Festa Junina Literária
Fan Page ♥ Instagram


4
17.06.2021
* 4 hábitos antigos que eu amo! ♥
Em: Niver

Ei, Gente! :) Adivinha quem está completando mais uma primavera hoje? Euzinha \o/! Eu mal nasci e já tô aqui com 35 anos hahaha. Sim, o tempo passa voando. E acho que por isso que a gente tem de tentar aproveitar ao máximo! E uma das formas é mantendo alguns hábitos antigos que me deixam feliz. Até mesmo nos dias mais tensos! Então, vou compartilhar alguns com vocês, ok? Bom post. ♥

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

1. Ir na livraria!
Observação da Pequena:
A Amazon que me perdoe. Amo as promoções e facilidades. Mas por mais que o amor seja grande, nada substitui uma ida à livraria. Ficar olhando cada livro, lendo sinopse por sinopse e admirando as capas mais incríveis e que chamam a atenção! Fora que é uma forma de ajudar esses lugares mágicos do seu bairro. ;-)

2. Escrever no papel!
Observação da Pequena:
Eu vivo no computador. Trabalho nele! Escrever nessa tela faz parte da minha rotina. Em contrapartida, não dispenso o papel. Bloco, caderno, planner, diário são itens indispensáveis na minha vidinha! Escrever cartinha no papel? Também. É um dos hábitos que faço questão de ter para sempre. Não importa quanta tecnologia surja!

Crédito da Imagem: Pequena Jornalista

3. Ler livro físico!
Observação da Pequena:
Desde 2019, o kindle ganhou o meu coração. Mas apesar de todas as facilidades e de gostar de ler por lá também…. O físico é o meu preferido! A capa, o papel… Já fico tanto tempo conectada e em frente a uma tela, que ler à noite a versão “concreta”, dá uma paz.

4. Tomar mate nas minhas canecas!
Observação da Pequena: Parece bobeira, mas vocês não tem noção do quanto eu amo esse simples hábito. Sentar na frente do computador e tomar o meu mate (leão com limão) é uma das coisas que mais amo na minha vida. Eu sou a louca da caneca, mas juro: uso todas! Sem exceção.

***

É isso, pessoal. :) Espero que esses pequenos hábitos façam a diferença e inspirem vocês de alguma forma! Mesmo que nem sempre seja possível, esses detalhes valem a pena manter, viu?

E para esse meu próximo ano, eu desejo: leveza e que mais hábitos leves deixam essa nova primavera mais feliz e repleta de lembranças. Ao lado de pessoas que eu amo! E desse bloguinho também! ♥

Beijos, Carol.

Post Antigo: Completei 34 primaveras!
Fan Page ♥  Instagram


4
16.06.2021
* Para assistir: Din e o Dragão genial! ♥

Ei, Gente! :) Desculpa o sumiço ontem. O corre foi grande hahaha. Mas vou tentar compensar no finde. Enfim, vamos ao post do dia? Um filme mega fofo: Din e o Dragão Genial, que está disponível na Netflix. Pega a pipoca e o refri que a sessão já vai começar! ♥

Crédito da Imagem: Netflix

Para começar, aquele resuminho básico: Din é um jovem estudante de origem humilde de Xangai, com grandes sonhos. Principalmente, reencontrar uma amiga de infância, a Li Na.

Um dia, conhece Long, um dragão irreverente que consegue realizar desejos. A partir do segundo pedido, ambos partem para uma aventura que levará muita diversão e aprendizados de ouro sobre a vida! :)

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

É um filme que tem um toque de Alladin, mas digamos que seja uma versão oriental, que não deixa nada a desejar. Juro! Prende do início ao fim. Rende doces e divertidas risadas. Faz a gente se questionar sobre o sentido da vida e o que realmente importa no nosso dia a dia.

Long é aquele amigo sensacional em formato de dragão. Din é um menino de ouro, no sentindo mais puro da palavra! Li Na é aquela que parece ter a vida dos sonhos, mas mostra muito mais. E os outros personagens, incluindo a vizinhança do Din, dão um verdadeiro toque a mais na história! Falando nisso, destaque para a cena da novela hahaha.

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Aliás, às vezes, a gente imagina que pedir riqueza material seria um pedido que resolveria todos os nossos problemas. Ele até resolve, claro. Mas a vida, por mais clichê que pareça, vai muito além. A propósito é um filme que fala sobre amizade e família de uma forma bem leve, divertida e que entra na nossa cabeça de um jeito diferente. Pelo menos, foi assim comigo.

Tudo tem conexão e tirando o fato de que eu imagina um desfecho diferente para uns dois personagens meio vilões, eu amei cada cena. Destaque para a mãe do Din, que lembrou a mãe do meu boy e o pai da Li Na, que de alguma forma lembrou o meu pai. E o final foi incrível e com uma música bem bonitinha. E, sim, temos doguinhos muito fofos!!!

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

No mais, é tudo bem colorido e um filme perfeito para assistir com a família depois do almoço de domingo ou na sua própria companhia. E acho que nunca mais vou duvidar de alguém que fala que é “dos deuses” e tô chocada sobre a curiosidade do salgadinho de camarão hahaha.

E não sei vocês, mas eu tenho a impressão de que a cada ano que passa, animações (produções no geral) orientais tem aparecido com mais frequência. Vocês também estão sentindo isso ou eu que tô convivendo mais com chineses? ;p

Crédito da Imagem: Adoro Cinema

Enfim: Recomendo e Muito! ♥ Quem já viu, comenta o que achou. Quem ainda, fica a dica.

Beijos, Carol.

Post Antigo: Para assistir – Abominável
Fan Page ♥ Instagram


1

Pequena Jornalista - Todos os Direitos Reservados - Copyright © 2021